Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Boulos: Defendo unidade em torno de um projeto

Por Redação

05 de fevereiro de 2021 : 15h58

Nesta sexta-feira, 5, o ex-candidato a prefeito de São Paulo e líder do PSOL, Guilherme Boulos, defendeu que o campo progressista se una em torno de um projeto antes de lançar nomes para disputa contra o presidente Jair Bolsonaro.

A afirmação do psolista ocorreu horas depois do ex-presidente Lula indicar novamente Fernando Haddad (PT) como candidato a presidência da República em 2022.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan C

05 de fevereiro de 2021 às 19h37

Tá jogando pra torcida… Ele sabe que isso não é possível.

Responder

Netho

05 de fevereiro de 2021 às 17h32

Boulos cheirou muita cloroquina e perdeu o prumo quando passou a se comportar como papagaio de pirata de Lula e, em vez de dar boa noite às classes subalternas desempregadas e espoliadas, simplesmente usava seus raquíticos segundo para dar boa noite ao ex-metalúrgico que virou suco na betoneira das empreiteiras, completamente envolvido com o pragmatismo que desmoralizou o partido e esculachou o campo socialista, trabalhista, democrático e popular.
Boulos foi usado como CAMISINHA pelo PT, a exemplo do que o Messias da Pandemia fez com Maia.
Boulos esqueceu a máxima mais conhecida na história política recente: “Lula é uma mangueira. Nada cresce à sombra do PT”.
Lula e o PT, desde sempre, jamais abriram e abrirão mão da hegemonia e do protagonismo, mesmo que seja para garantir a eleição e a reeleição dos filhotes da ditadura.
O único projeto que sempre esteve na mira do PT é a varredura dos partidos do mesmo espectro político para debaixo do seu próprio tapete, a qualquer preço, sobretudo depois do tamanho das bufunfas representadas pelos Fundos Eleitoral e Partidário.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?