Paris Café: e aí, Brasil, para onde vamos?

Marília faz autocrítica após se abster sobre compra de vacinas pela iniciativa privada

Por Redação

07 de abril de 2021 : 18h14

Após ser alvo de uma série de críticas, a deputada federal Marília Arraes (PT-PE) fez uma autocrítica após se abster da votação do Projeto de Lei que autoriza a compra de vacinas contra Covid-19 pela iniciativa privada.

De acordo com a petista, “em nenhum momento fui contrária a valorização, autonomia e fortalecimento do SUS” e pediu desculpas.

Atualmente, a petista ocupa a segunda secretaria da Mesa Diretora da Câmara e foi eleita para o cargo com o apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Centrão.

Na contramão da petista, a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) publicou um vídeo nas redes sociais deixando claro que votou contra a proposta.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

O Demolidor

08 de abril de 2021 às 00h15

Achei que iria ler aqui a autocrítica dos 3 deputados pedetistas que votaram sim pela PL….nem pra se abaterem….mas seria pedir muito…..

Responder

Alexandre Neres

07 de abril de 2021 às 23h54

Candidata a Tabata?

De quem se esperava ser uma solução, Marília Arraes representa um problema. Primeiro foi a candidatura avulsa à mesa da Câmara com o apoio de Lira, segundo noticiado por este blogue, agora se absteve em relação ao projeto fura-fila da compra da vacina por empresas privadas, junto com 1/3 dos deputados do PDT que votou a favor.

Parece ser dotada de personalismo e tem uma tendência a adotar posições equivocadas. Precisa aprender de uma vez por todas que faz parte de um partido. PT não é como PSB e PDT que a pessoa vota como bem quer. Está maculando o nome do avô e mostrando ser cada vez mais parecida com a banda Campos da família. Que decepção!

Responder

Deixe uma resposta