Despolarizando: pesquisa Datafolha neutraliza a terceira via?

Colapso no Rio: Hospitais federais tem leitos fechados por falta de funcionários

Por Redação

16 de abril de 2021 : 10h46

Os seis hospitais federais no Rio de Janeiro tiveram que fechar 387 leitos por falta de funcionários. Os números foram apresentados por diretores dessas unidades a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), presidida pela deputada Martha Rocha (PDT). Os dados também estão em conhecimento da União.

“O Estado do Rio conta com 383 pessoas na fila de espera por leitos de UTI ou enfermaria. Ou seja, no momento, temos mais leitos ociosos do que pacientes à espera de atendimento adequado. É estarrecedor, desumano”, disse a pedetista.

No dia 25 de março, a comissão da ALERJ ganhou na Justiça uma ação civil pública contra União para garantir abertura de leitos federais exclusivos para a Covid-19 na cidade do Rio.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Everton

19 de abril de 2021 às 08h44

Isso!! Privatiza e só atende quem tem dinheiro pra pagar consulta particular ou tiver plano de saúde. Aliás o povim brasileiro nunca passou por um momento de tanta fartura financeira, pra que hospital público se todo mundo pode pagar o privado.

Responder

Paulo

16 de abril de 2021 às 18h08

Claro, não contratam há anos. A defasagem só se ampliou, nesse tempo…

Responder

    Edibar

    18 de abril de 2021 às 09h33

    Privatiza q isso nao acontece.

    Responder

      Paulo

      18 de abril de 2021 às 23h26

      Não acontece de ter falta de pessoal, mas acontece de ter “acidentes”, como Mariana, Brumadinho; e preço alto, como a gasolina, o diesel e o gás; e Itaguaí…

      Responder

      Everton

      19 de abril de 2021 às 08h45

      Isso!! Privatiza e só atende quem tem dinheiro pra pagar consulta particular ou tiver plano de saúde. Aliás o povim brasileiro nunca passou por um momento de tanta fartura financeira, pra que hospital público se todo mundo pode pagar o privado.

      Responder

Deixe uma resposta