Paris Café: Lula no Rio, Dino no PSB e eleicões em 2022

Foto: Agência Senado

Pazuello, Araújo e empresas de publicidade terão sigilos quebrados, decide CPI

Por Redação

10 de junho de 2021 : 13h00

Nesta quinta-feira, 10, a CPI da Pandemia aprovou uma enxurrada de requerimentos sobre a quebra do sigilo telefônico e telemático de alvos do colegiado. Também foram aprovadas as transferências de sigilo bancário e fiscal de empresas de publicidade.

Estão na lista da CPI os ex-ministros Eduardo Pazuello (Saúde) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), o empresário Carlos Wizard e a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Francieli Fontana Fantinato.

Além deles, também entrou no rol o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Alexandre Figueiredo Marques, apontado como o responsável da divulgação do relatório falso sobre a quantidade de mortos pela Covid-19 no Brasil.

Na quebra do sigilo telefônico, a CPI vai checar o registro e a duração de todas as ligações de acordo com período determinado pelo colegiado. No que diz respeito a transferência do sigilo telemático, a comissão vai pedir o envio de informações, incluindo cópias do arquivo armazenado, agenda de contatos, e-mails e localizações de acesso à conta.

Empresas de publicidade também terão a quebra do sigilo fiscal e bancário. A CPI quer investigar o disparo de mensagens em massa, fake news sobre o combate ao novo coronavírus e quem teria financiado a propagação desses conteúdos falsos.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

10 de junho de 2021 às 14h10

Qualquer presidente minimamente sério, revogava esse sigilo de 100 anos nos atos do pazuello porque não existe lógica pra isso! Esse tal de jurisdição não se sustenta.

Responder

Cuban crafter

10 de junho de 2021 às 13h11

E’ uma coisa seria essa palhaçada ?

Responder

Deixe uma resposta