Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Foto: Ricardo Stuckert / Divulgação

Lula diz que não teme enfrentar Sérgio Moro em 2022

Por Redação

21 de novembro de 2021 : 15h20

Ainda em viagem pela Europa, o ex-presidente Lula (PT) diz que não teme enfrentar o ex-juiz Sérgio Moro que recentemente se filiou ao Podemos para se candidatar a presidência da República em 2022.

A entrada do ex-ministro no jogo eleitoral o transforma em ameaça a campanha de reeleição de Jair Bolsonaro. Na avaliação de Lula, com Moro desprotegido pela toga fica “muito mais fácil” vencer o ex-juiz.

“Sem a proteção da toga de juiz e sem a proteção do Código Penal, será candidato como eu, como cidadão comum. E, nesse caso, é muito mais fácil [vencer Moro]”, disse Lula.

Lula ainda não confirmou a sua candidatura ao Palácio do Planalto, pois isso “não depende de uma vontade pessoal“. “Não posso voltar para fracassar. Tenho que voltar para fazer o Brasil recuperar o seu prestígio internacional, e que o povo possa comer 3 vezes ao dia”.

As declarações de Lula foram dadas ao jornal El País. A entrevista com o ex-presidente foi capa do periódico espanhol.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Walter

22 de novembro de 2021 às 07h35

Lula diz isso porque sabe que no final a verdade(Lula), sempre vence, e derrota a mentira(Moro).

Responder

Willy

21 de novembro de 2021 às 20h08

Quem leva a serio um Pais que conseguiu eleger Lula e Dilma 2 vezes…?

Responder

Franco

21 de novembro de 2021 às 20h06

O Brasil caminha finalmente para deixar no passado e se livrar desses animais comunistoides podres como Lula, Dirceu e comparsas..

Ainda precisa fazer um limpa dos Lewandoski, dos advogados de Battisti e cia no STF mas no proximo mandato o Bolsonaro indicarà mais dois ministros e os brasileiros poderao se sentir melhor representados….ao menos que alguem ache que o que passa na cabeça de Barroso, Lewandoski, Fachin e do advogado do PT representem o pensamento da maioria dos brasielrios.

O advogado do PT resolveu dizer que segundo ele o STF é um poder moderador…estamos a mercé de elementos desse nivél.

O congresso infelizmente é uma vergonha e continuarà sendo….o tempo farà o serviço.

Responder

Galinzé

21 de novembro de 2021 às 19h27

Lula ta se cagando de medo de enfrentar os Brasileiros…nao sai na rua porque sabe que se for vai levar uma surra e essa pseudo popularidade vai descer pro ralo do esgoto junto com a pseudo candidatura e com ele.

Responder

Daniel

21 de novembro de 2021 às 17h32

….”não depende de uma vontade pessoal“

Olha a mentira do Pilantrao para não se candidatar….quem manda e desmanda no PT é ele, quem decide se ele será o candidato é ele também.

Responder

Ronei

21 de novembro de 2021 às 17h29

Lula não será candidato a nada.

Responder

Alexandre Neres

21 de novembro de 2021 às 17h22

Quem deve temer é quem mentiu. Quem foi considerado juiz suspeito e parcial, não honrando a toga, em decisão definitiva prolatada em última instância. Quem possui voz de taquara rachada e um falsete que desafina geral. Quem não tem raciocínio articulado. Quem não sabe se expressar e não tem carisma. Quem tem uma dicção horrível e embola as palavras. Quem não fala a linguagem do povo e não compreende suas reais necessidades. Por fim, mas não menos relevante, se você não estiver sendo julgado por uma Justiça viciada, como diria o Delta que postergou 42 vezes seu julgamento no CNMP: Quem não deve, não teme!

Responder

Deixe um comentário