Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Bolsonaro conclui venda da segunda maior refinaria do Brasil ao governo dos Emirados Árabes

Por Miguel do Rosário

01 de dezembro de 2021 : 10h32

Hoje a Petrobrás anunciou a conclusão da venda da Rlam, sigla pela qual é conhecida a Refinaria Landulpho Alves, no interior da Bahia.

Com capacidade instalada de produzir cerca de 323 mil barris por dia (14% da capacidade total do país), é a segunda maior refinaria do país, atrás apenas da refinaria de Paulínia (Replan), que tem capacidade para produzir 425 mil barris por dia.

É também a primeira refinaria do Brasil. Seu nome é uma homenagem ao senador Landulpho Alves, importante líder político do PTB de Getúlio Vargas, que foi líder da bancada de seu partido no Senado, em 1952, e relator da Lei 2.004, que criou a Petrobrás.

Rlam foi vendida ao governo dos Emirados Árabes (controlador do fundo Mubdala), o que repete a ironia tão comum às forças liberais brasileiras, que fazem campanha contra o Estado nacional, mas vendem nossos principais ativos a fundos e grupos controlados por Estados estrangeiros.

Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), o preço de venda, US$ 1,8 bilhão, corresponde a menos da metade dos US$ 3 a 4 bilhões que a refinaria efetivamente vale.

Entretanto, o mais triste é que a operação vai na contramão da necessidade de oferecer combustíveis a preços mais estáveis e mais acessíveis a consumidores e empresas, ampliando a exposição da economia brasileira à volatilidade insana das cotações internacionais do petróleo.

Quanto a Petrobŕas, a venda da Rlam consiste numa grave mutilação da estatal, porque remove um de seus principais ativos. Quando as cotações do petróleo estão elevadas, como hoje, a Petrobrás pode viver apenas de suas vendas de óleo bruto. Mas quando elas caem, as refinarias ajudam a dar estabilidade ao orçamento da empresa. Agora, se houver queda do preço do petróleo, quem vai lucrar será o… governo dos Emirados Árabes.

Além disso, enfraquecida, a Petrobrás tem menos desenvoltura para investir em pesquisa e tecnologia, sobretudo em energias alternativas, o que também é um movimento que vai na contramão de todo o mundo desenvolvido, em que governos e grandes empresas (contratadas por governos) investem quantidades imensas de recursos no desenvolvimento de energias mais limpas e mais econômicas.

Para se ter uma ideia da importância das refinarias para a Petrobras, tenha em mente que, no acumulado dos primeiros nove meses deste ano (jan/set), a receita líquida da estatal com a venda de refinados foi de R$ 191,13 bilhões, contra R$ 89,48 bilhões obtidos com a exportação de petróleo bruto. 

Com um faturamento desse quilate, não faltaria recursos próprios para que a Petrobrás pudesse ampliar o parque de refino nacional sem a necessidade de alienar seu patrimônio. 

A venda da Rlam é um crime do governo Bolsonaro contra a soberania nacional, porque expõe ainda mais o país às instabilidades do mercado internacional de petróleo, o mais volátil do mundo. Se um terrorista árabe explodir um óleoduto no Casaquistão, e os preços internacionais explodirem, o país não terá mais instrumentos para evitar que um repasse brusco e imediato dos custos aos consumidores tumultue e paralise a economia brasileira. 

Para os monarcas árabes, e seus sócios milionários em todo mundo, no entanto, é um excelente negócio!

Leia mais sobre a importância da Petrobrás no artigo abaixo.

Petrobras é a joia da coroa de um projeto de desenvolvimento

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nelson

03 de dezembro de 2021 às 14h09

Não contes com isso, meu caro. O Bolsonaro sabe muito bem onde fica a Rlam e a foto acima só confirma isso. De outra parte, não foi ele que substituiu o presidente da Petrobras por um general?

Responder

Nelson

02 de dezembro de 2021 às 15h07

“Brasil acima de tudo”, “Pátria amada Brasil”, são os slogans mais repetidos pela propaganda desse governo entreguista. Jair Bolsonaro quer ultrapassar Fernando Henrique Cardoso e assumir o título de maior vendilhão da pátria da história. Slogans ocos, vazios de conteúdo, portanto.

Responder

    Nelson

    03 de dezembro de 2021 às 14h13

    “O patriotismo é o último refúgio dos canalhas”. A foto acima confirma a assertiva do pensador inglês Samuel Johnson. O cara foi ao Oriente Médio doar parte do patrimônio que pertence ao povo brasileiro ao mesmo tempo em que arrota patriotismo.

    Responder

Bandoleiro

01 de dezembro de 2021 às 19h36

Bolsonaro nao sabe nem que esiste esta refinaria, quem vendeu foi a Petrobras.

Responder

Souza

01 de dezembro de 2021 às 18h58

ENLOUQUECEMOS, TODOS. EM 30 ANOS DESTRUÍRAM O PAÍS.

Responder

Batista

01 de dezembro de 2021 às 16h08

Concordo, ótima notícia para os Emirados Árabes Unidos.

Quem sabe, de lambuja pela incrível mamata arrematada por seu governo, na banca da balada balançante dos bufunfeiros da Faria Lima e da Casa ‘das Graças’, no Rio, de quebra, para agradar os aspirantes a leiloeiros da demolição, até comprem o Vasco, Cruzeiro, Grêmio e até os falecidos & desfalecidos, Jabuca, Esportiva, Germânia e Canto do Rio, para deixarem os nativos torcedores, eternos geraldinos, a tentar enxergarem a bola a rolar pelos gramados da Colônia do Bananal, enquanto levam ‘as joias da coroa’ numa boa, mais ‘felizes’ ainda, né, adestrada replicante?

Responder

Mauro Morro Branco

01 de dezembro de 2021 às 13h30

Pros Árabes, péssima notícia pros brasileiros.

Responder

carlos

01 de dezembro de 2021 às 13h04

Por falar em estatizar, o único político que teve coragem de fazer isso foi Acrisio Moreira da Rocha, que comprou a light e fundou a coelce empresa genuinamente cearense.

Responder

    Nelson

    03 de dezembro de 2021 às 14h16

    Estás equivocado, meu caro. Dês uma olhada na história do grande Leonel de Moura Brizola e verás como ele criou a CEEE e a CRT aqui no Rio Grande do Sul a partir da estatização da Eletric Bond and Share e a ITT, companhias de eletricidade e de telefonia estadunidenses.

    Responder

wagner

01 de dezembro de 2021 às 11h22

Lula vai ter que reestatizar!!

Responder

Querlon

01 de dezembro de 2021 às 10h54

Ha paises sem uma sequer gota de petroleo e sem refinarias que importam tudo e o preço do combustivél é estavel…ter 10-100-1000 refinarias nao significa nada, ter refinarias que dao prejuizo significa muito.

Na Venezuela a gasolina custa menos que agua.

Responder

    Nelson

    02 de dezembro de 2021 às 14h56

    Quem te disse que as refinarias dão prejuízo, meu chapa. Ao invés de ficares a repetir o que a mídia hegemônica e seus comentaristas e as fake news propalam, faças o favor de buscar informações fidedignas.

    Se buscares tais informações, acredito que vais deixar de querer defender um governo entreguista como o de Bolsonaro.

    O preço do combustível passou a disparar desde o momento em que MiShell Temer, obedecendo aos ditames do Sistema de Poder que domina os Estados Unidos, tomou a medida, POLÍTICA, de obrigar a Petrobras a seguir a chamada PPI, política de paridade internacional.

    Temer tomou tal medida, a mando dos EUA, repetindo, com três objetivos:

    1 – Garantir lucros sempre maiores para a Petrobras e, em consequência, dividendos crescentes aos acionistas privados da empresa, cuja esmagadora maioria é feita de estrangeiros.
    2 – Garantir lucros para os importadores de combustíveis, que estão a ganhar rios de dinheiro com a diferença entre o preço que pagam no mercado internacional e o preço que cobram do brasileira e da brasileira.
    3 – Talvez o mais importante dos três objetivos, destruir, de uma vez por todas, a Petrobras e importantíssima cadeia do petróleo brasileira, a mais importante cadeia produtiva do país.

    E se Temer tomou uma medida política, Jair Bolsonaro deveria tomar a sua, ordenando o fim da PPI. Porém, Bolsonaro foi eleito para concluir o projeto imposto com Temer a partir do golpe de Estado de 2016 e não contrariá-lo.

    Assim, Bolsonaro só vai fazer algum barulho para simular que está a tomar alguma providência contra os aumentos dos combustíveis, colocar a culpa em meio mundo e, de prático, nada teremos em defesa do povo brasileiro, legítimo dono da imensa riqueza petrolífera que o país passou a ter a partir da descoberta do Pré-Sal.

    Responder

Valeriana

01 de dezembro de 2021 às 10h48

Otima noticia.

Responder

    Nelson

    02 de dezembro de 2021 às 15h06

    Tu fazes parte da turma que habita o topo da pirâmide, milionários e bilionários, minha cara, únicos que realmente já estão ganhando têm a ganhar ainda mais com as privatizações?

    Ou fazes parte do grupo de inocentes, incautos e desavisados – talvez pudesse dizer tapados -, que de nadam sabem e vivem a repetir as mentiras veiculadas pela mídia hegemônica e seus comentaristas, ou mesmo pelas fake news, que tentam nos convencer de que as privatizações vão nos levar a um quase-paraíso?

    Ou seria porque nasceste nos EUA, na Europa ou em algum outro país rico e não está nem aí para a nossa nação?

    Bem, do primeiro grupo eu tenho certeza de que não fazes parte. Alguém com tanta riqueza estaria dedicando seu tempo a usufruir de todos os prazeres que ela proporciona e não encontraria tempo para vir escrever comentários em um sítio que faz oposição ao sistema dominante.

    Sobram, então, as outras duas opções. Em qual delas tu te enquadras?

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?