Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Ricardo Stuckert

Lula volta a falar em paz mundial

Por Redação

01 de março de 2022 : 10h35

No primeiro dia de viagem ao México, o ex-presidente Lula (PT) falou novamente sobre o conflito bélico entre Rússia e Ucrânia. Na entrevista concedida La Jornada, o líder progressista falou sobre a necessidade de um ‘mundo de paz’, e a união da América Latina por este objetivo.

“Precisamos trabalhar em um mundo de cooperação, equilíbrio e paz, com instituições internacionais representativas e eficazes. Os problemas ambientais, especialmente o aquecimento global, a pandemia e as desigualdades brutais dentro e entre países, exigem uma profunda reforma da governança global. A América Latina deve estar unida neste esforço por um mundo que quer a paz e não pode mais suportar a guerra”, disse Lula.

Já sobre o Brasil, o ex-presidente não deixou de falar aos mexicanos sobre o desastre do governo Jair Bolsonaro (PL), que empobreceu os brasileiros e é “resultado direto do sentimento antipolítico que as elites, com a ajuda dos setores midiáticos, plantaram no Brasil”.

Lula também revelou ao país latino americano que definirá sobre candidatura ao Palácio do Planalto já neste mês de março.

“Já fui candidato muitas vezes e já fui presidente. Eu nunca me veria como presidente antes das eleições, isso seria um grande erro. Sou um ex-presidente que está avaliando, conversando com muitas pessoas (para decidir) se serei candidato novamente, uma decisão que devo tomar quando voltar do México. Eu tenho uma vantagem e um desafio. Tive muito sucesso como presidente, saí com 87% de aprovação, com o Brasil crescendo 7,5% ao ano e um grande papel no cenário internacional. Tudo isso com democracia, liberdade de imprensa, liberdade de expressão. As pessoas se lembram disso. E meu desafio é voltar, fazer melhor do que já fiz, com toda a experiência e aprendizado que tive ao longo dos anos”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

João Mezzomo

02 de março de 2022 às 11h21

Deixa eu dizer o que acho que está acontecendo, de forma bem resumida.
O BRICS é uma reprentação do mundo multipolar e ele tem três pés. A China é o pé econômico, a Rússia o pé armado e o Brasil – o pé ocidental – é o espírito do BRICS.
Com a saída de Lula e o golpe, faltou o espírito e o pé armado meteu os pés pelas mãos.
Nós, como brasileiros de esquerda, temos de dizer: vai pra casa Putin!
Vai pra casa esperar o chefe voltar!

Responder

João Mezzomo

02 de março de 2022 às 11h20

Quem ouve o Putin falar ou lê o que ele escreve, tem de reconhecer que ele fala muito bem e convence, até por que, em grande parte da fala ele tem razão. Porém, muitos líderes que levaram populações a caminhos tortuosos falavam muito bem e eram muito inteligentes. Temos de cuidar com isso, às vezes é questão do sutil limite que separa o razoável do intolerável, e isso depende do tempo que se vive. Não estou querendo dizer que ele é mau, apenas pode estar enganado, valorizando demais algumas coisas e esquecendo outras. A questão do nazismo na Ucrânia é questão menor, ele existe em todo o mundo e na maioria trata-se de jovens querendo aparecer, não se deve dar excessiva importância a isso, ao menos não é motivo para invadir outro país. A questão da OTAN, ela já estava perdendo a importância pelo simples fato que perdeu o sentido. Por mais que os EUA a usavam para atiçar a Rússia, ele devia ter ficado frio e ganhado no tempo, pois a própria Europa estava dividida e alguns querendo sair, agora o Putin conseguiu recuperar os EUA e a OTAN e unir todos contra ele.
O que tem de entender é que um mundo multipolar não é um mundo unipolar invertido, uma vendeta contra os EUA e seu arranjo unipolar, um mundo multipolar é um mundo onde todos os países caibam, inclusive EUA e Europa.
Se a esquerda vai querer mostrar o seu espírito guerreiro batendo a cabeça na parede a gente já sabe o final da história. Inclusive a eleição do Lula pode ficar prejudicada.

Responder

Raimundo

01 de março de 2022 às 23h37

Lula Presidente é Brasil sorridente!
Foram Lula e Dilma quem mais investiram em educação média e superior, quem mais combateram as desigualdades sociais. Não resolveram todos os grandes problemas do Brasil porque eles são muitos e seculares.
Os opositores só fazem críticas mas não tem nada para mostrar dos governos que eles apoiam. Ninguém consegue ser bom para todos, mas sendo bom para a maioria já é o suficiente.

Responder

Luiz

01 de março de 2022 às 21h31

A expressão “reforma da governança global” esbarra na hegemonia buscada pelo imperialismo. Talvez pelo exemplo histórico revolucionário, a Rússia é um dos poucos países com estratificação de esquerda que parece não achar a hegemonia negociável. Quando foi a público dizer que tinha certeza de que Putin ia invadir a Ucrânia, Biden queria dizer que a hegemonia É inegociável. Quer dizer, ganhar a batalha é uma questão de circunstancias favoráveis, e, estas, envolvem a manutenção de regras e modelos históricos. Mantidos, mesmo na forma, garantem a falácia.

Responder

Paulo

01 de março de 2022 às 20h06

O cenário internacional aponta para um mundo multipolar, no qual quem detém tecnologia nuclear para fins bélicos leva vantagem…Aliás, sempre foi assim. Os mais fortes mandam, os mais fracos obedecem ou se juntam em alianças com um mais forte…Essa conversinha do Lula de que temos que buscar a paz é papo furado, pois ele mesmo deixou – até aqui – de condenar a invasão da Ucrânia. Aliás, nesse particular, como em outros, mais uma vez ele demonstra ser igual a Bolsonaro…

Responder

EdsonLuíz.

01 de março de 2022 às 16h29

Você gastou o dinheiro que o país não tinha para sustentar sua imagem e a imagem de seu partido!

Dos governos do PT, ao final, quando o dinheiro acabou e não dava mais para esconder a emissão de dívida, os déficites duplos e os desequilíbrios fiscais, ficaram a maior recessão da história do país e suas consequências de desemprego e falta de dinheiro, com redução de orçamento para saúde, para educação, para tudo! E a recessão que você e o PT engendrou no Brasil, Lula, é uma recessão demorada e que está se mostrando a mais difícil de ser resolvida. As consequências do desatre econômico que você criou ainda estão aí e vai demorar muito até nos livrarmos dessas consequências.

O povo simples e pobre pode se enganar, como sempre são enganados por abutres corruptos como você, Collor e Maluf, que durante muito tempo controlam muitos votos no nordeste e voto do povo pobre em geral (algumas vezes, votos também dos mais ricos) até serem desmascarados, mas quem tem um mínimo de informação e condições de acompanhar sabe o desastre econômico que você causou. Isso para não falar da corrupção, sua e de muitos petistas e seus sócios políticos e empresariais.

O sucesso dos seus primeiros anos, de 2003 a 2008, Lula, foram amadurecimento de trabalho anterior de Fernando Henrique Cardoso e dos técnicos que o PSDB juntou. E enquanto ele, Fernando Henrique, com toda a dificuldade da oposição leviana que você fazia a ele em vez de ajudar, como foi pedido a você que ajudasse e você se negou, e limites ideológicos do próprio PSDB e de quem Fernando Henrique conseguiu juntar para ajudar a resolver o entulho que era o Brasil, conseguiu estabilizar a economia e esboçar um país… você, Lula, que havia votado contra tudo, inclusive contra o Plano Real e contra o Programa Bolsa Família que Fernando Henrique criou, e você, mesmo tendo votado contra o programa, mente dizendo que quem criou foi você, além de muitas outras mentiras, surfou no resultado construído por Fernando Henrique até o dinheiro acabar. E depois sustentou artificialmente a imagem gastando com dívidas para aparecer bem, sabendo que a maioria das pessoas não conseguem acompanhar o real e ficam com a enganadora percepção. Mas o qie você fez foi detonar o país.

Resultado: dos governos do PT resultou a merda do bolsonaro, com quem, aliás, você tem várias coisas em comum.

Responder

Galinzé

01 de março de 2022 às 12h31

Ex Presidente, ex presidiário, ex lavador de dinheiro, ex corrupto…Lula é e será um ex.

Responder

Ronei

01 de março de 2022 às 12h29

As baboseiras de sempre.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro