Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Reprodução

Ciro defende João Santana e critica Boulos

Por Redação

14 de março de 2022 : 22h05

Na noite desta segunda-feira, 14, o ex-ministro e pré-candidato a presidência pelo PDT, Ciro Gomes, participou de um evento do seu próprio partido sobre combate a corrupção, em São Paulo, e voltou a ser questionado sobre a contratação do marqueteiro João Santana.

Como resposta, o pedetista reiterou que Santans “não foi condenado por corrupção” e que já “pagou suas penas”. Por conta disso, na visão de Ciro, não existe contradição na contratação para sua campanha.

Vale ressaltar que a pergunta foi feita pelo pesquisador Bruno Carazza. Ele foi convidado pelo PDT para integrar uma das mesas do seminário.

Carazza perguntou como Ciro discutiria as estratégias de combate à corrupção com os eleitores com João Santana sendo o “símbolo dessa aliança entre o sistema político e o sistema de elite econômica que acabou degenerando em corrupção”.

“O João Santana nunca foi condenado por corrupção. Ele sofreu uma condenação, ainda que tenha sigo Sergio Moro que o julgou, que não é propriamente alguém de quem se admire a isenção, por vícios de caixa 2. E, nisto, cometeu um erro indesculpável, foi condenado, pagou todas as penas e está de volta à sociedade”, respondeu o ex-ministro.

Já na coletiva de imprensa, Ciro declarou que é “nazismo” defender a “condenação eterna” e saiu em defesa do marqueteiro. Mas antes, ele propôs “criminalizar para valer o caixa dois” como uma das medidas de combate à corrupção, sendo que o próprio João Santana foi condenado por essa prática.

Ainda na coletiva, o ex-ministro criticou duramente o líder do MTST, Guilherme Boulos (PSOL), por ter aceitado a chapa presidencial formada por Lula e Geraldo Alckmin. Por fim, Ciro voltou a dizer que “não vota mais em bandido”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

15 de março de 2022 às 21h28

Entrementes, pra variar, 4 deputados do PDT e 4 deputados do PSB votaram junto com o governo a favor da liberação da mineração em terras indígenas.

Responder

Antônio Carlos

15 de março de 2022 às 11h31

Estou com os móveis cheio de poeira, você cobra quanto para passar pano na sujeira?

Responder

Gil

15 de março de 2022 às 11h05

CIRO disse tudo certo

E vocês desse cafezinho são sempre muito desonestos com Ciro

Responder

Sérgio

15 de março de 2022 às 08h00

Massa!
Pintou umas dúvidas. Uma pessoa sofre um linchamento midiático, é julgada de forma comprovadamente parcial, por um juiz incompetente para o caso. A pessoa é condenada e presa. Livre, o indivíduo em questão vence todas as acusações pendentes com a Justiça. Vem as dúvidas cruéis: é correto afirmar, pela eternidade, que o cidadão acima descrito é bandido? Caso não seja, é honesto pensar que a pessoa que adjetiva outra como bandida, nas condições acima descritas, é nazista ou babaca? Na dúvida, está provado que só é possível filosofar em francês, nas margens do rio Sena., em Paris, Paris… Desculpa é melhor filosofar em alemão, ou não.

Responder

Claudio

15 de março de 2022 às 07h17

Cirão sempre deixando a bola quicando, aí fica difícil.

Responder

Sá Pinho

15 de março de 2022 às 03h11

A política como ela é…

Mais uns dez dias e serão divulgadas as aguardadas pesquisas Datafolha e Ipec (ex Ibope), para que os partidos e os candidatos possam tomar as decisões relativas a campanha de 2022, até 02 de abril, data limite da janela ]para desincompatibilizações e mudanças partidárias, dos candidatos.

Portanto restam aos candidatos a presidente engarrafados na terceira via, escassos dez dias para saírem dos 2% a 7% que ocupam na preferência dos eleitores em infindáveis pesquisas anteriores, inclusive Datafolha e Ipec, para os tais consideráveis 15% ou ao menos chegarem a dois dígitos para talvez conseguirem evitar que haja uma debandada dos demais candidatos dos respectivos partidos, preocupados em elegerem-se e com o fechamento da possibilidade de mudarem de partido, caso o partido não despache o candidato a presidente engavetado no acostamento político.

Desnecessário indicar quais dos candidatos estão mais pressionados e serão despachados da candidatura ou esvaziados de candidatos os partidos que os manterem, caso não consigam atingir o resultado esperado nos próximos, Datafolha e Ipec.

Pois é, real, dura e cruel!

Responder

Alexandre Neres

15 de março de 2022 às 01h48

Parece que esta matéria cai como uma luva para corroborar o artigo do Miguel sobre as análises e estratégias equivocadas do Ciro, o boquirroto. Fala muito!

Pensar que se um tempo atrás dissessem que o vice de Lula seria de Pindamonhangaba, ninguém teria a menor dúvida de quem se tratava.

Pobre Ciro! Atira pra todo lado, mas não sai do mesmo lugar inglório.

Responder

Luiz Pedro

14 de março de 2022 às 23h09

Posicionamento perfeito do Ciro. Caixa dois é contravenção penal, ainda não é crime, mas como ele disse, deve ser. E quem já pagou por seus crimes não seguir sendo eternamente condenado. Além disso condenações dadas por Moro são sempre questionáveis. Mas o próprio João já explicou que realmente cometeu o caixa 2, infelizmente era uma pratica comum até uns anos atrás (e ainda acontece muito, mas menos que antigamente), já pagou pelo erro, e nada indica que vá cometer o mesmo erro de novo, até porque, as contas do PDT são tudo por cima dos panos. E ele é só um marqueteiro, pior é políticos sobre os quais atitudes e ligações espúrias, sempre farão pesar suspeitas, mesmo se eles forem inocentados, nesses não dá pra confiar pra dar o voto, e sim, estou falando de Lula. Ninguém vai votar no João, a gente vai votar no Ciro, que é alguém sobre quem não pesa um pingo de suspeita sobre sua honestidade. O cara simplesmente deixou seus sigilos bancário, fiscal, telefônico, telemático, abertos, e não acharam nada, nem minimamente suspeito. E ele já deixou claro, pra ser ministro dele, a pessoa terá que ter todos os sigilos abertos também. Ciro é comprovadamente honesto, os outros 4 ou 5 adversários principais, não são confiáveis como ele, ponto final. Sei que você dificilmente vai aprovar que esse meu comentário seja publicado Miguel, mas não custa tentar.

Responder

    Heráclito Marciano

    16 de março de 2022 às 12h53

    Se Ciro fosse eleito governaria com quem? Porque mesmo nas Igrejas tem pessoas sobre as quais pairam suspeitas.
    As autoridades judiciárias do Brasil e dos Estados Unidos procuraram por muitos anos e nada encontraram contra o ex presidente Lula, mas para Ciro Gomes e você ele é bandido, já João Santana que confessou, é virtuoso.

    Responder

Rodrigo Sacramento

14 de março de 2022 às 22h49

Parabéns ao cafezinho que conseguiu virar o 247 perseguindo constantemente o Ciro Gomes

Responder

Paulo

14 de março de 2022 às 22h32

Só se fala em nazismo, agora…Tudo é nazismo, mesmo que não seja….

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil