Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Foto: Ricardo Stuckert/ Divulgação

Lula mantém possibilidade de vencer no 1° turno, diz nova pesquisa Quaest

Por Gabriel Barbosa

16 de março de 2022 : 08h39

Nesta quarta-feira, 16, a Consultoria Quaest divulgou uma nova pesquisa para presidência da República, encomendada pela Genial Investimentos, onde mantém a tendência do ex-presidente Lula (PT) vencer a eleição no 1° turno.

Neste levantamento, o líder progressista varia na primeira colocação entre 44% e 48% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PL) que fica entre 25% e 28% das menções. A margem de erro é de dois pontos.

Na chamada terceira via, Ciro Gomes (PDT) e Sérgio Moro (Podemos) continuam empatados com 7%, cada.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), segue embolado com André Janones (Avante), com 2% cada, Simone Tebet (MDB) com 1% e Felipe D’Ávila (Novo) com 0%. Brancos e nulos são 6% e indecisos 5%.

Em um cenário com Eduardo Leite, que está prestes a se filiar ao PSD, Lula fica com 45% e o inquilino do Planalto despenca para 25%.

Ciro fica com os mesmos 7% e Moro oscila para baixo, com 6%. Doria e Janones ficam com seus 2%, cada, e Leite empata com Simone Tebet, com 1%. Neste cenário, brancos e nulos são 6% e indecisos 4%.

Numa disputa com apenas três concorrentes, Lula vai a 48% contra 28% de Bolsonaro. O pré-candidato do PDT vai a 8% e Leite com apenas 3%. Brancos e nulos são 8% e indecisos 4%.

Mas um dos pontos que chama atenção nesta pesquisa é o grau de decisão do voto. Essa parte da pesquisa nos revela que um cenário de polarização se mostra cada vez mais evidente, tornado cada vez mais difícil os candidatos da terceira via.

Por exemplo, o grau de decisão de voto “definitivo” em Lula registra 73%. Com Bolsonaro, esse índice é de 70%. Em Ciro Gomes, o nível de voto definitivo é de 30%, mas com 69% que declaram que podem mudar caso algo aconteça. No caso de Sérgio Moro, 32% declaram que o voto no ex-juiz é definitivo, mas com 68% de possibilidade de mudança em outro candidato.

Nos levantamentos de segundo turno, Lula vence todos os adversários com relativa folga. Na grand finale contra Bolsonaro, o ex-presidente líquida a fatura com 54% ante 32%, com 10% de nulos e brancos e 3% de indecisos.

O líder progressista também vence o ex-juiz parcial Sérgio Moro com 53% a 26% e 22% de brancos e nulos. No hipotético segundo turno contra Ciro Gomes, Lula venceria com 51% a 23% e 22% brancos e nulos. Doria (56% a 15% –  26% brancos e nulos) e Leite (57% a 15% – 24% brancos e nulos.

A Quaest fez a pesquisa, de forma presencial, com 2.000 eleitores entre os dias 10 e 13 de março de 2022, com pessoas de 16 anos ou mais de todas as regiões do país. O índice de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-06693/2022.

Acesse a pesquisa completa clicando aqui.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Bandoleiro

16 de março de 2022 às 19h01

Lula mantem grande possibilidade de levar umas pedradas na cabeça se sair na rua e por isso terà que inventar uma das mentiras de sempre para que os idiotas acreditem…

Como alguém consegue levar a serio esse estrume de camelo depois de tudo que aconteçeu nos ultimos anos…?

Que dia os brasileiros vao deixar esse terceiromundismo cornico para tràs…?

Responder

Sá Pinho

16 de março de 2022 às 13h12

Faltando praticamente seis meses para o primeiro turno da eleição para presidente, caso o ‘chefão do partido mais corrupto da história da Humanidade’, conforme condenado, sentenciado e preso, pela Organização Globo-moro-marinho’, permaneça ‘ESTAGNADO’ entre 44% e 48%, periga o golpe virar pó antes que sequer imaginaram, quanto mais prepararam-se, e a reserva para Paris tornar-se desnecessária, bastando cumprir caseira quarentena no trecho Pinda da Mantiqueira, pra reencontrar o eixo, repaginar o velho PND, revisitar o circuito universitário e relançar a nova velha temporada, quem sabe de volta às origens, no renomeado União Brasil.

Mas pra não perder o fio da atualidade, diz aí…, tem coisa mais fofa que jornalista da globo e coligadas dominantes, aplaudindo a corajosa jornalista russa, Marina Ovsyannikova, por mostrar no ar que a organização midiática em que trabalha mente, continuadamente, a favor do poder dominante, indecente mente?

“Eu te amo, meu Brasil, eu te amo…”

Responder

Partagas

16 de março de 2022 às 11h07

Que dia essa merda ambulante vai dar uma volta na rua…?

Responder

    JULIANA BATISTA SILVA

    19 de março de 2022 às 22h32

    Lula passou o dia nas ruas do estado do Paraná

    Responder

Manoel

16 de março de 2022 às 09h48

ANTES DA ALTA CHEGAR ÀS BOMBAS E AO BÔLSO DOS BRASILEIROS….e as prateleiras dos super mercados !!!

Responder

Querlon

16 de março de 2022 às 09h28

Outra pesquisa encomendada pela Faria Lima em busca de juros…?

Responder

Valeriana

16 de março de 2022 às 09h26

Como a esquerda conseguem achar que esse velhinho lavador de dinheiro que nao tem amis nada a ver com a politica brasileira ha mais de 10 anos tenha alguma chance de ganhar as eleiçoes…?

Porque nao se renovaram no tempo mas continuam com as mesmas caras ha decadas…?

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes