Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Freixo e Castro polarizam no Rio, diz Datafolha

Por Redação

07 de abril de 2022 : 18h02

O Datafolha também divulgou um levantamento de intenção de voto para o governo do Rio de Janeiro e confirma a tendência de polarização entre o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e Cláudio Castro (PL).

Vale ressaltar que essa é a primeira pesquisa do Datafolha no estado. Freixo fica com 22% e Castro com 18% das menções.

Já o ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT) registra 7%, Eduardo Serra (PCB) com 5%, Cyro Garcia (PSTU) com 4%, o ex-presidente da OAB ,Felipe Santa Cruz (PSD), com 3% e o deputado federal Paulo Ganime (Novo), com 2%.

Por outro lado, cerca de 33% dos eleitores fluminenses disseram que pretendem anular o voto. Já 7% afirmaram ainda não saber em quem votar.

A pesquisa foi realizada entre os dias 5 e 7 de abril e realizou 1.218 entrevistas presenciais no estado. Ele está registrado no TSE sob o número RJ- 05998/2022.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

08 de abril de 2022 às 08h57

Concordo totalmente, com o Cidadão Neo tupi, outro dado que podemos observar é que via de regra a eleição no rio de Janeiro e São Paulo são decididas no 2° turno.

Responder

Alexandre Neres

07 de abril de 2022 às 22h44

Desde São Bernardo, ficou definido. O candidato progressista no Rio é Freixo. Com todo o respeito ao Rodrigo Neves, que também é um bom candidato. Seria muito mais cômodo para Lula ter vários palanques cariocas, convinha a Lula estar junto de Paes, por exemplo. Mas o certo é o certo.

No Rio, é Freixo, apesar do PSB ser um partido ridículo. Manter a candidatura do Molon ao Senado, que também é um bom candidato, é uma afronta. Pretensões hegemônicas? Desse jeito, não dá pra montar chapa com um partido mediano que se acha.

Responder

NeoTupi

07 de abril de 2022 às 18h20

A eleição está completamente em aberto, quando 40% dos pesquisados não tem candidato (nulos + indecisos) e o primeiro colocado tem 22%. Menos pelo resultado da pesquisa e mais pelo contexto político, a tendência é Freixo e Castro disputarem o segundo turno, pelo voto alinhado a Lula e Bolsonaro.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes