Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Agência Senado

Aloysio Nunes descarta a viabilidade de uma terceira via e avalia chapa Lula-Alckmin

Por Redação

12 de abril de 2022 : 10h06

O ex-ministro das Relações Exteriores do governo Michel Temer, Aloysio Nunes (PSDB), também demonstrou ceticismo com a unidade dos partidos que almejam lançar uma candidatura de terceira via.

Na avaliação do tucano, a terceira via não passa de uma “criação midiática” e que é uma ilusão achar que haverá união entre os pré-candidatos de partidos como MDB, União Brasil e o próprio PSDB.

“Acho muito difícil haver um movimento de retirada de apoio e benefício de um outro candidato”, disse Aloysio a CNN Brasil.

“Fica concentrada em pequenas intrigas políticas, mas não consegue estabelecer uma pauta em relação a temas importantes como emprego e saúde”, completou.

Sobre o candidato do seu próprio partido, João Doria (PSDB-SP), Nunes avalia que ele é “uma pessoa que já não tem mais condição de ser candidato” e declarou que o PSDB está em fase terminal.

“É um desastre que foi sendo preparado ao longo dos últimos anos quando o PSDB deixou de ter uma linha política minimamente compartilhada entre os seus membros e que estivesse voltada para as grandes questões nacionais”, ressalta.

“Ficou inerte diante de fatos gravíssimos que ocorreram na política brasileira e na administração do governo Bolsonaro”, complementa.

Por fim, o tucano avaliou que a chapa formada pelo ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB), que “é uma junção importante para a política brasileira, pois dá a ideia da força, da amplidão dessa coligação”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jacob Binsztok

15 de abril de 2022 às 17h38

Bem lembrado, ambos golpistas e bajuladores de militares. Amoral Nato, por vezes penso no Gabeira com sinal trocado.

Responder

carlos

12 de abril de 2022 às 16h48

O senador aluisio Nunes tem razões, o que vai acontecer é que os dois vão reconstruir o Brasil, e unir o Brasil hoje é como se tivess ao invés de regiões separadas por vários Brasis. Então isso vai fazer com que o Brasil seja o Unido e pujante com a união que vai unir quem está nas partes da pirâmide

Responder

carlos

12 de abril de 2022 às 16h39

Eu acho as únicas pessoas da política brasileira que foram a favor da pena de morte foram o amaral neto e o bolsonaro o amaral neto por convicção e o outro pq era Maria vai com as outras, uma confusão total qdo se trata alberto hustra, se alguém incentivar a matar ele manda matar pq ele é covarde.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes