Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Ricardo Stuckert

Ipespe: Lula cresce três pontos e se aproxima de vitória no 1° turno

Por Gabriel Barbosa

23 de setembro de 2022 : 13h22

Nesta sexta-feira, 23, a Ipespe divulgou nova rodada de pesquisa que mostra o crescimento de três pontos do ex-presidente Lula (PT), que se aproxima da vitória no 1° turno.

Segundo o levantamento, Lula saiu de 43% para 46% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PL) que manteve os 35% das menções. Nos votos válidos, o líder progressista tem 49,4% ante 37,6% do incumbente.

Na parte de baixo, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) caiu dois pontos, de 9% para 7% e se encontra tecnicamente empatado com Simone Tebet (MDB) que foi mencionada por 4%. Soraya Thronicke (União Brasil) estagnou em 1%. Brancos/Nulos 5% e indecisos, 2%.

O Ipespe ouviu 2000 eleitores por telefone entre os dias 19 e 21 de setembro. A margem de erro é de 2, 2 pontos percentuais e o nível de confiança de 95,5%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o código BR-08425/2022.

Acesse a pesquisa completa clicando aqui.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Edna Bak*

24 de setembro de 2022 às 11h38

Não aguento dor de cotovelo. Cruz credo!😣

Responder

Edna Bak

24 de setembro de 2022 às 11h36

Não aguento dor de cotovelo. Cruz credo!😣

Responder

Luan

23 de setembro de 2022 às 20h04

Foram 4 anos de narrativas, de palhaçadas, de besteiras ridiculas e assim serà para mais 4 anos….absolutamente nada de concreto e util foi apresentado aos brasileiros pela oposiçào a esse governo e por esse motivo nada mudou de 2018 pra cà.

Responder

Paulo

23 de setembro de 2022 às 20h00

Qualquer um dos dois candidatos favoritos que venha a ganhar representará um duro golpe à democracia, não só no Brasil mas também na América Latina. E um atestado de incompetência do eleitorado brasileiro…

Responder

Alexandre Neres

23 de setembro de 2022 às 17h42

É impressão minha ou a direita golpista debandou ante a iminência de ser derrotada nas urnas?

Responder

Deixe um comentário