Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Defesa de Serra não cola

Por Miguel do Rosário

09 de agosto de 2013 : 21h25

A Folha divulgou a seguinte notícia, na última quarta-feira:

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) sugeriu à multinacional alemã Siemens um acordo em 2008 para evitar que uma disputa empresarial travasse uma licitação da CPTM, de acordo com um e-mail enviado por um executivo da Siemens a seus superiores na época.

O ex-governador se defendeu assim:

Serra disse à Folha que não se encontrou com executivos das empresas interessadas no contrato da CPTM e afirmou que a licitação foi limpa, com vitória da empresa que ofereceu menor preço.

O ex-secretário Portella disse que as acusações são absurdas e que não houve irregularidades na licitação.

Nos dias seguintes, nunca vimos um político receber tanto espaço para se defender. O blogueiro da Veja, Reinaldo Azevedo, passou o dia inteiro vociferando contra a imprensa pela petulância de acusar Serra. Merval Pereira, colunista da Globo Overseas Investment BV, inicia seu texto de sexta-feira reproduzindo a defesa de Serra como se tratasse de um documento assinado por todos os auditores fiscais da Receita Federal.

Aí eu fui ler os documentos disponibilizados pelo repórter Bryan Gibel no site da Universidade de Berkeley, entre eles o email que um executivo da Siemens enviou à sede da empresa, na Alemanha, relatando a corrupção generalizada nas licitações com os governos de São Paulo e Distrito Federal.

A linha de defesa de Serra está totalmente comprometida pelo histórico comprovado de corrupção da cúpula de seu partido no esquema do metrô em São Paulo.

O executivo diz que a conversa se deu em Amsterdam. De fato, Serra esteve em Amsterdam. A blogosfera até já encontrou foto dele por lá.

Entendam. Só aqui já temos duas fontes diferentes. Dois executivos distintos relatando o esquema de propinas. Um deles citando textualmente uma conversa criminosa com José Serra.

Clique aqui para ler a tradução do email, que apesar de anônimo, tem seu autor conhecido por diversos jornalistas, como o próprio Bryan Gibel, que conversou pessoalmente com ele.

A blogueira Jussara Seixas havia criado um blog específico para o tema PSDB e Alstom já em 2008. Para vocês entenderem quanto tempo a sociedade teve que pressionar para o caso chegar com peso à grande mídia.

http://tucanoalstom.blogspot.com.br/

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta