Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Gabrielli publica estudo macro-econômico

Por Miguel do Rosário

15 de setembro de 2015 : 13h33

Recebi há pouco um estudo econômico assinado pelo ex-presidente da Petrobrás e atual secretário de Estado na Bahia, José Gabrielli.

Mais uma vez, conto com a vantagem principal dos consumidores sobre os produtores de notícias: a quantidade. Temos muito mais consumidores do que produtores. A mesma coisa vale para o blog.

Estou lendo e analisando, mas são 32 páginas, e o assunto não é muito simples.

Se alguém de vocês tiver tempo, conhecimento e disposição para ler e analisar o documento, e comentar por aqui, destacando as partes mais interessantes, o blog e seus leitores agradecem profundamente.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

surreal

16 de setembro de 2015 às 09h34

A república federativa brasileira nasceu sob a formação militar em 15 de novembro de 1889, hoje somos uma democracia, democracia essa sob a proteção e garantia militar que honra o nome do Brasil e seus cidadãos. Hoje, vejo uma guerra internacional e comercial contra o Brasil com interesses de traidores entreguistas de nossa grande nação, com a ajuda da mídia anti-pátria, de entrega de nossas riquezas estratégicas, da destruição de conquistas sociais e tecnológicas. O aparelhamento internacional de traidores do Brasil estão fazendo seu vil trabalho, tentando destruir as grandes empresas nacionais e atacando até os grandes e honrados nomes da área militar que trabalham para o engradecimento e soberania do país. Tudo arquitetado entre mídia anti-pátria e a banda podre do judiciário, contando com a ajuda de alienados. O Brasileiro precisa reagir contra esse mal, que quer a destruição de nossa soberania. Chega de indolência e alienação.

A pátria dos traidores é o dinheiro sujo, não importa de onde vem, é dinheiro manchado com o sangue do povo brasileiro.
https://www.youtube.com/watch?v=Bi15bR4GXo0
https://www.youtube.com/watch?v=1phd2VxUnW4
https://www.youtube.com/watch?v=L3VTSxWTvjI
https://www.youtube.com/watch?v=22Ygk15lCGY

Responder

enio

16 de setembro de 2015 às 09h16

A república federativa brasileira nasceu sob a formação militar em 15 de novembro de 1889, hoje somos uma democracia, democracia essa sob a proteção e garantia militar que honra o nome do Brasil e seus cidadãos. Hoje, vejo uma guerra internacional e comercial contra o Brasil com interesses de traidores entreguistas de nossa grande nação, com a ajuda da mídia anti-pátria, de entrega de nossas riquezas estratégicas, da destruição de conquistas sociais e tecnológicas. O aparelhamento internacional de traidores do Brasil estão fazendo seu vil trabalho, tentando destruir as grandes empresas nacionais e atacando até os grandes e honrados nomes da área militar que trabalham para o engradecimento e soberania do país. Tudo arquitetado entre mídia anti-pátria e a banda podre do judiciário, contando com a ajuda de alienados. O Brasileiro precisa reagir contra esse mal, que quer a destruição de nossa soberania. Chega de indolência e alienação.

A pátria dos traidores é o dinheiro sujo, não importa de onde vem, é dinheiro manchado com o sangue do povo brasileiro.

https://www.youtube.com/watch?v=Bi15bR4GXo0
https://www.youtube.com/watch?v=1phd2VxUnW4
https://www.youtube.com/watch?v=L3VTSxWTvjI
https://www.youtube.com/watch?v=22Ygk15lCGY

Responder

Jairo Costa

16 de setembro de 2015 às 03h04

Responder

Miguel do Rosário

15 de setembro de 2015 às 17h32

Meu caro, e os maiores gênios da economia mundial, da Lehman Brothers, os Chicago Boys, os operadores de Nova York, que não previram a crise dos subprimes em 2008, e, na verdade, nunca previram crise nenhuma? E a crise da maxi-desvalorização do início de 1999, que também não foi prevista por nenhum economista “genial” tucano, e que fez nossas reservas perderam dezenas de bilhões de dólares?

Conta outra! Economia é uma coisa dinâmica. A gente tem de governar como se pilotasse um barco num mar tempestuoso e imprevisível. É assim o tempo todo!

Responder

Batista Barros

15 de setembro de 2015 às 17h04

Imposto CPMF é para rico, se movimentar 10 mil pagamos 20 reais, 01 milhão paga-se 20 mil reais, imposto para compra de imóveis desconto de 5% a partir de 01 milhão.

Responder

Umberto Rahal

15 de setembro de 2015 às 16h53

Basicamente:1-a Constituição cidadã criou direitos,sem deveres…

Responder

    Marco Antonio

    16 de setembro de 2015 às 19h15

    Vamos ao velho Direito comparado – Me mostre qual Constituição, democrática, que tenha mais “deveres” que “direitos”?

    Responder

Deixe um comentário