Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Governo 1 x 0 golpistas na batalha do impeachment

Por Miguel do Rosário

13 de outubro de 2015 : 13h54

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]
Análise Diária de Conjuntura – 13/10/2015

Poucas vezes em sua história a política brasileira  viveu momentos de tanta suspense.

A decisão do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, paralisando – com base na Constituição – qualquer pedido de impeachment que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, tente fazer ao atropelo da lei, constitui um golaço do deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) e do governo.

Só que o jogo continua, claro. No site da Câmara, Cunha diz que vai continuar tentando dar um jeitinho qualquer de tentar derrubar a presidenta eleita por 54 milhões de votos.[/s2If]
[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (na coluna da direita). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho.[/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]
O vínculo entre o impeachment e Eduardo Cunha, porém, era a última coisa que a oposição desejava, porque o marca, desde a sua origem, com a marca de um golpe sujo, perpetrado por um figurão com imagem de corrupto.

Os elementos mais prudentes da oposição entendem que um impeachment só poderia prosperar se fosse puro e cristalino como água. E não será, visto a oposição de eminentes juristas à sua legalidade, além da resistência corajosa promovida pela bancada governista.

O boletim Focus do Banco Central (que traz projeções do setor privado), divulgado hoje, traz más notícias para a economia, mas também já sinaliza a luz no fim do túnel. A imprensa, naturalmente, só viu o lado ruim.

ScreenHunter_98 Oct. 13 13.23

O mercado espera uma inflação de 9,7% para o ano de 2015 – não faz muita diferença em relação ao que vinha esperando desde o início do ano. Para 2016, e isso agora é o importante, o mercado continua estimando uma inflação bem abaixo do teto da meta: espera-se que a inflação do ano que vem seja de 6,0%.

A estimativa da taxa de câmbio para o fim deste ano, por sua vez, manteve-se em R$ 4,00. O fato de não ter mudado de uma semana para outra, é sinal de estabilidade. Para o ano que vem, também não se prevê nenhuma tragédia cambial: dólar a R$ 4,15 – sendo que essa deve ser o elo mais fraco das previsões, visto que o câmbio depende de uma quantidade infinita de variáveis.

Agora vamos aos dados realmente bons que a mídia finge não ver.

O mercado melhorou sensivelmente a sua estimativa quanto à conta corrente do Brasil. Há quatro semanas, os agentes privados previam um déficit de US$ 73,5 bilhões. Hoje estimavam que será de US$ 65,5 bilhões.

A balança comercial deste ano, cujo superávit estimavam, há quatro semanas, em US$ 10 bilhões, agora subiram para US$ 13 bilhões.

Para 2016, o mercado estimou que este superávit deve dobrar para US$ 25 bilhões! Há um mês, o mesmo mercado previa, para o ano que vem, um superávit comercial de US$ 20 bilhões.

O investimento estrangeiro direto para este ano é estimado em US$ 61,5 bilhões, e para o ano que vem, em US$ 60 bilhões. Estes valores ainda põem o Brasil no topo da lista dos países que mais recebem investimentos produtivos no mundo.

Considerando que o Brasil é um dos países que mais está, em todo mundo, investindo em grandes obras de infraestrutura (hidrelétricas, portos, ferrovias, aeroportos, linhas elétricas, energia eólica, refinarias, produção de petróleo), a nossa situação não está, nem de longe, tão ruim como pinta a imprensa vira-lata.

O governo começou a semana ganhando a batalha do impeachment. Ganhou no STF e ganhou na batalha de imagem, pois a oposição não contava que a sua iniciativa fosse ser tão vinculada à imagem de Eduardo Cunha, cuja reputação política hoje situa-se em algum lugar bem abaixo do volume morto.

Quer dizer, não se trata apenas de má reputação: Eduardo Cunha pode vir a ser preso a qualquer momento. Além do mais, a parcialidade do judiciário brasileiro nunca ficou tão patente. Se Cunha fosse petista, já estaria preso há tempos, ele e sua esposa, ou, no mínimo, constrangido a tal ponto que não poderia mais ser presidente da câmara.

O golpômetro segue a previsão feita já na semana anterior. De que iria amainar um pouco durante esta semana, conforme a oposição esbarrasse com a realidade dos regimentos parlamentares, muito diferentes de suas utopias golpistas midiáticas. Talvez suba um pouco até o fim da semana, com os escândalos forjados de fim de semana, mas tende a estabilizar novamente ao longo da semana que vem.

A última arma da oposição será um golpe via TSE, mas uma ruptura tão violenta seria muito difícil acontecer; e ao contrário do que alguns analistas tentam vender, de que seria decisão “terminativa”, é claro que o governo teria chances de se defender por tempo indeterminado.

A temporada dos golpes deve durar ainda alguns meses, mas as suas chances vão se reduzindo conforme o tempo passa, em virtude da aversão natural das forças sócio-econômicas ao riscos tremendos de um golpe contra um governo eleito e reeleito.

[/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carlos Roberto

14 de outubro de 2015 às 12h11

Miguel por favor quero ler todo o texto , aos poucos você afasta este cidadão deste sítio, lamentável.

Responder

    J Fernando

    14 de outubro de 2015 às 13h27

    Concordo. A forma de arrecadação financeira do site, através de análises pagas serve apenas para afastar os leitores que leem o blog esporadicamente.

    Responder

      Miguel do Rosário

      14 de outubro de 2015 às 13h45

      O site tem vários conteúdos livres. Eu lancei esta Análise Diária exatamente para tentar criar um produto que oferecesse ao blog a oportunidade de se auto-financiar de maneira livre. A publicidade não paga as contas.

      Responder

    Miguel do Rosário

    14 de outubro de 2015 às 13h44

    Ué, me desculpe, mas você já pensou que eu faço isso porque o blog precisa de financiamento? É isso, ou blog fora do ar.

    Responder

Mauricio Gomes

14 de outubro de 2015 às 00h44

Entre as figuras mais patéticas e ridículas que vomitam asneiras fascistóides aqui no blog, certamente o tal de “Jean Pierre Lorraine ” merece papel de destaque. Além de transtornos mentais sérios, a bisonha criatura consegue enxergar que o CÚnha é aliado da Dilma e do PT num diabólico plano que só ele consegue imaginar em seus delírios. Vai ser burro e idiota lá na Veja….

Responder

Murilo Alberto

14 de outubro de 2015 às 02h46

Responder

Murilo Alberto

14 de outubro de 2015 às 02h46

Responder

sannuto

13 de outubro de 2015 às 20h19

Ja cairam no ridículo um bando de corruptos querendo imphitimar o governo só sabem isso na política tão nervosos pois querem vender tudo a preço de banana como fizeram quando governavam e ainda tem esse bando de idiotas que acham que são honestos são vendidos e entreguistas da pior qualidade. tomara que o cunha leve todos pra lama também. corruptos, safados e entreguistas

Responder

Diego

13 de outubro de 2015 às 19h27

SÓ PRA RELEMBRAR: Não sair do foco, retrocesso nunca mais.

http://democraciapolitica.blogspot.com.br/2015/10/veio-em-ingles-e-de-longe-o-plano.html

Existem enormes riquezas naturais no Brasil, o “mercado” internacional precisa do país em crise.
A crise é forjada, e o primeiro interesse é PETRÓLEO, é o PRÉ-SAL do BRASIL.
Aceitem o golpe e verás o futuro incerto dos trabalhadores, do povo brasileiro.

O DNA dos corruptos: https://pbs.twimg.com/media/ByjU66OIEAAxgfh.jpg:large

https://www.youtube.com/watch?v=22Ygk15lCGY

http://caixadoistucanodefurnas.blogspot.com.br/

Responder

JB

13 de outubro de 2015 às 16h18

Na verdade foi um golpe bolivariano, a própria Dilma disse que tinha 5 ministros no STF. Trata-se de interferência abusiva do poder judiciário sobre o legislativo. Até agora os únicos que tem dado golpe é o PT. Porque motivos e provas contra esta anta que está no poder tem bastante.

Responder

    JB

    13 de outubro de 2015 às 16h37

    Não esqueçam que o judiciário estás aparelhado por capangas do PT, alíás toda a máquina governamental está aparelhada. Eles aplicaram a ocupação de espaço de Antônio Gramsci, taí um golpe bem sutil. E depois vem dizer que os outros é que dão golpe. Lembrem-se da frase comunista: acuse os outros do que nós fazemos e xingue-os do que nós somos.

    Responder

      Miguel do Rosário

      13 de outubro de 2015 às 20h19

      Frase comunista… É muito analfabetismo político, santo Deus!

      Responder

        JB

        14 de outubro de 2015 às 14h11

        Não é analfabetismo politico é fato, são cínicos e descarados.

        Responder

    Miguel do Rosário

    13 de outubro de 2015 às 20h18

    Fala sério! Golpe é querer derrubar o vencedor eleitoral no tapetão.

    Responder

      JB

      14 de outubro de 2015 às 14h09

      golpe é quando se perde na justiça e o culpado não quer aceitar, como foi no caso das pedaladas, não é mesmo?

      Responder

Ricardo Holanda

13 de outubro de 2015 às 18h59

O PT vai cair acéfalos aguarde, outra coisa isso não é golpe ok

Responder

    Aldo

    13 de outubro de 2015 às 19h28

    PSDB LADRÃO vá pra cadeia com o Cu nha!

    Responder

roberto

13 de outubro de 2015 às 15h25

O Brasil é um país maravilhoso, povo alegre e pra cima. Não deixe a globo acabar com seu dia. Existe crise, trabalhe.

A verdade vencerá a mentira. Paz na terra.

Responder

Paulo Henrique Lima

13 de outubro de 2015 às 18h01

O governo se fode.. aguardem o cafezinho vai virar pó.

Responder

Simone Dos Santos

13 de outubro de 2015 às 17h57

Golpistas derrotados mais uma vez

Responder

Horacio Nelson

13 de outubro de 2015 às 17h57

Eduardo Cunha é um “homem de bem” mas pecou pela falta de previsibilidade ?

Responder

Edson Ferreira

13 de outubro de 2015 às 17h41

Quero saber quanto custa aos cofres públicos cada pedido de impeachment?

Responder

    Simone Dos Santos

    13 de outubro de 2015 às 17h57

    Com certeza custa muito, e quando será que esse povo trabalha por algo realmente bom para o povo?

    Responder

    Ricardo Holanda

    13 de outubro de 2015 às 18h59

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Asdrubal Caldas

    13 de outubro de 2015 às 17h59

    Você quer saber o custo porque? está a fim de financiar o impeachment da Dilma?

    Responder

    Asdrubal Caldas

    13 de outubro de 2015 às 18h02

    Edson Ferreira> Quer saber o custo porque? Quer financiar o impeachment da tia Dilma?

    Responder

    Edson Ferreira

    13 de outubro de 2015 às 22h05

    Verdade, Simone

    Responder

Fernando Silva Fernando

13 de outubro de 2015 às 17h30

O fato é que o PSDB de FHC, Aecio e Sampaio não tem alternativa, tem que tentar dar o golpe em Dilma, estão nas mãos de Eduardo Cunha. A ameaça de Cunha a FHC de dar com a lingua nos dentes, mostra que o golpe contra Dilma é a unica salvação dos maiores corruptos do Brasil desde a época de FHC. A Suíça apertou o passo da história para os tucanos corruptos e já avisou que tem muitas outras contas que serão reveladas pelo MP suiço. Ou eles ou Dilma, isso é que está em jogo. Por isso o desespero de Aécio, Sampaio de cia em dar um golpe em Dilma na terça para tentar frear a hecatombe que está para arrasar o ninho tucano com casca e tudo. Só resta aos tucanos tentar sequestrar o mandato de Dilma. Por Carlos Henrique Machado Freitas.

Responder

Haroldo H Da C Lima Lima

13 de outubro de 2015 às 17h28

Parece que crianças mimadas em excesso e que não são bem educadas, quando não aprendem a ouvir um não, podem se tornar adultos vingativos e perigosos…

Responder

Ricardo Edmundo Cecconello

13 de outubro de 2015 às 17h15

Por que o Juiz Moro ainda nao determinou a prisao para averiguacao da mulher do Eduardo Cunha, como fez com a cunhada do VACCARI?

Responder

Irion

13 de outubro de 2015 às 14h07

Parece que o STF não vai aceitar PEDALADA CONSTITUCIONAL!

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará