Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

A resposta de Lula ignorada pelo Jornal Nacional

Por Miguel do Rosário

19 de maio de 2016 : 11h28

Foto: Mídia NINJA

Íntegra da resposta não lida pelo Jornal Nacional

Do Instituto Lula

O ex-presidente Lula já esclareceu em depoimento prestado à Procuradoria Geral da República, em 7 de abril, que jamais conversou com o ex-senador Delcídio do Amaral ou qualquer  outra pessoa, objetivando interferir na conduta do condenado Nestor Cerveró ou em qualquer outro assunto relativo à operação Lava Jato.

O acordo de delação premiada negociado entre o Ministério Público Federal e Delcídio do Amaral com a finalidade de permitir que este último saísse da prisão e tivesse as penas abrandadas não tem o poder de alterar essa realidade. Primeiro, porque delação premiada não é meio de prova, mas “meio de obtenção de prova”, como já decidiu o Supremo Tribunal Federal (IQ 4.130-QO). Segundo, porque a narrativa apresentada por Delcídio como parte desse acordo em relação a Lula é mentirosa e incompatível  com afirmações anteriores, emitidas de forma espontânea. Exemplo disso é a gravação feita por Bernardo Cerveró, divulgada pela imprensa, em que Delcídio não menciona qualquer atuação  do ex-Presidente em relação a Nestor Cerveró ou à Lava Jato.

Os depoimentos prestados por Nestor Cerveró nos processos da Lava Jato deixam claro que quem de fato tinha temor das revelações era Delcídio, pois a ele vieram ser imputadas graves acusações.

O procurador geral da República também fez referência a chamadas telefônicas entre um número atribuído a José Carlos Bumlai e a outro que seria utilizado por Lula. No entanto, os extratos anexados na peça processual revelam apenas a existência de chamadas entre dois terminais. Não permitem concluir que as pessoas referidas efetivamente conversaram e muito menos saber o assunto tratado.

Também é citado um e-mail do Instituto Lula no qual é citada uma reunião agendada entre o ex-presidente e Delcídio do Amaral. O documento apenas demonstra que Delcídio pediu uma reunião com Lula e nada mais. Lula já esclareceu em depoimento que seus contatos se restringiam à função de Delcídio como líder do governo.

O ex-presidente tem a sua vida investigada há 40 anos e já foi submetido a condução coercitiva que o privou da liberdade sem previsão legal, além de ter sofrido reprovável devassa em sua vida, na de seus familiares e até mesmo na relação com seus advogados. Nem mesmo esse abuso de autoridade permitiu a identificação de qualquer elemento que pudesse indicar a prática de um ato ilícito, porque Lula sempre agiu dentro da lei antes, durante e depois de exercer dois mandatos como presidente da República.

Assessoria de imprensa do Instituto Lula

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

márcia Julita f Santos

20 de maio de 2016 às 22h03

Não vejo ninguém preocupado por um bandido ri da justiça e fazer depoimentos como se todos fossem idiotas,como Eduardo Cunha,Aécio Neves,com provas de envolvimentos em Furnas,lava jato mas blindado por Janot.Interessante essa justiça no Brasil,onde os bandidos nunca são presos mas perseguem quem nunca teve processo.

Responder

Manoel Teixeira

19 de maio de 2016 às 19h42

Segundo, bastaria usar o controle remoto. O dinheiro dado pelo PT ao PIG teria criado uma mídia alternativa pujante.
Agora Lula chora de arrependimento.

Responder

Deus Lula

19 de maio de 2016 às 17h18

Até parece, antes do GOLPE não dava oportunidade do LULA falar, agora com todo aval deste governo o LULA só receberá cacetada, isto se não for preso em breve e ser condenado eternamente.

AQUI É REPUBLIQUETA DAS BANANAS, a verdade deve ser dita.

Responder

Pedro Pedro

19 de maio de 2016 às 16h09

se o pgr é golpista, nada adianta fundamentar: vale apenas a politicalha-direitista-fascista. O Lula é apenas investigado, mas, o dito janot(a) faz questão de ficar sob os holofotes globais. No mínimo, idiota.

Responder

boronov

19 de maio de 2016 às 15h54

PITACO DO BORÔ: ACHO QUE O PRIMEIRO PASSO PARA A VITÓRIA É IDENTIFICAR NOSSOS INIMIGOS. PARA COMEÇAR, OS PRINCIPAIS: IRMÃOS MARINHO, GILMAR MENDES,DIAS TÓFOLLI, TEORI ZAVASKY, CELSO DE MELLO, ROSA WEBBER, MICHEL TEMER E OS PARLAMENTARES GOLPISTAS. UMA VEZ IDENTIFICADOS, DEVEM SER DEVIDAMENTE ELIMINADOS “POLITICAMENTE”.

Responder

italo

19 de maio de 2016 às 15h14

Globo só dá resposta de Lula se puder levantar suspeitas c a própria resposta, ou encaixá-lá em algum ponto da campanha para criminalizar quem estiver atrapalhando o GOLPE DE ESTADO.

Responder

Dirceu Cateck

19 de maio de 2016 às 15h07

Canalhas. https://www.youtube.com/watch?v=JORChUsy-zY

Responder

Dilma Coelho

19 de maio de 2016 às 13h28

Vamos parar com lamúrias. Já sabem que será isto mesmo. Vamos reunir nossa forças para reagir.
Vamos formar uma frente, com Dilma, LULA os leiais da esquerda, Deputados Federais e Senadores
do PT, PCdoB e outros aliados de confiança na frente, o povão, CUT, MST, MTST, UNE, Todos dos Movimentos Sociais, as Associações de Mulheres, a Erundina, Artistas, Intelectuais, blogueiros de esquerda, Midia Ninja, etc. atrás e, formando uma barreira, entraremos no congresso e expulsaremos aquela quadrilha de lá. Chega de Republicanismo. Eles não estão respeitando as leis, estão agindo como se tivessem sido eleitos. Tudo precisaria ser feito com discrição.
Seria possível? Tem que ver quem está passando informação junto ao governo

Responder

Luís CPPrudente

19 de maio de 2016 às 12h38

Rede Golpe de Televisão, organização criminosa da famiglia Marinho, sempre foi criminosa, mentirosa e deturpadora dos fatos.

Responder

Deixe um comentário