Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Intimidar Marcelo Auler é um péssimo negócio – e até a Globo percebeu isso

Por Miguel do Rosário

28 de maio de 2016 : 10h51

Foto: Mídia NINJA

Tentar intimidar Marcelo Auler é mau negócio. Até O Globo vai divulgar

Por Fernando Brito, no Tijolaço

Quando, há um ano, apresentei aos leitores deste Tijolaço o recém-nascido Blog do Marcelo Auler, adverti que era mau negócio tentar “dar voltas” no experiente repórter, Prêmio Esso de Jornalismo na cobertura da queda de Collor, 42 anos de profissão a ensinar como não cometer imprudências e publicar aquilo que tem como provar.

Pois a tentativa de intimidação que lhe fazem delegados da PF de Curitiba, procurando calá-lo pela ameaça de punição em dinheiro só vai fazer uma coisa com Marcelo: aumentar a sua disposição de apurar a verdade.

Não há uma linha que Marcelo publique que não possa provar. Tanto que até a O Globo chamou a atenção o absurdo da proibição judicial de publicar o que apurou sobre as entranhas da Operação Lava Jato. Parece que os juízes de Curitiba acharam que era, como diz a grande imprensa, mais um “blogueiro sujo”. Não só, como este blog aqui, não recebeu um tostão de dinheiro público como, também, nenhuma ameaça de ser punido no bolso vai fazê-lo parar de ser profissional.

Porque, talvez muita gente não entenda isso, quando a gente escolhe ser jornalista, desiste (ou devia desistir) de amar e ou de temer o dinheiro.

********************************************************************************************

Justiça tira do ar reportagens sobre Operação Lava-Jato

Alessandro Giannini , em O Globo

SÃO PAULO — Por ordem da Justiça, dez reportagens sobre a Operação Lava-Jato e a Polícia Federal do Paraná publicadas no blog do jornalista Marcelo Auler entre novembro do ano passado e abril foram tiradas do ar no início de maio.

Os textos tratavam de vazamentos de informações supostamente por parte de delegados e procuradores, e grampos nas celas e dependências de presos. As ações foram movidas pelos delegados Erika Mialik Marena e Mauricio Moscardi Grillo, da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná.

As decisões foram proferidas pelos juízes Nei Roberto de Barros Guimarães, do 8º Juizado Especial Cível, e Vanessa Bassani, do 12º Juizado Especial Cível, ambos de Curitiba. Guimarães deferiu liminar sobre ação movida pela delegada Erika, que alegou, por meio de sua advogada, que duas das reportagens “colocam em dúvida sua seriedade de caráter enquanto delegada da Polícia Federal atuante no Grupo de Trabalho da Operação Lava-Jato”.

Vanessa decidiu sobre processo por danos morais aberto por Moscardi e proibiu que novas matérias fossem publicadas “com o conteúdo capaz de ser interpretado como ofensivo ao reclamante”.

— Censuraram as matérias sem me ouvir ou verificar os argumentos, documentos e depoimentos em que me baseei para publicá-las — disse Auler, que recorre da decisão.

Procurados, os delegados da PF não responderam aos recados deixados pelo GLOBO na assessoria da PF.

********************************************************************************************

P.S.: Obviamente a Globo sabe que a intimidação de jornalistas traz consequências negativas para a própria imagem da Globo, fiadora principal do clima de intolerância que faz delegados agirem assim. Mas a Globo só age assim porque se trata de um jornalista conhecido das redações e ainda não estigmatizado como blogueiro, apesar de sê-lo.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Stvgob

09 de fevereiro de 2017 às 13h03

a http://canadapharm24h.review good canadian pharmacy

Responder

filmes pornos gratiz

20 de janeiro de 2017 às 07h23

Este neo-giallo, apontado por Sean Weathers possui uma mistura de
cenas soft e hardcore. http://retropub.ro/index.php?option=com_phocaguestbook&id=1

Responder

marketing digital goiania

19 de janeiro de 2017 às 17h03

Se esse primeiro público (que é relativamente pequeno) reunir um atuação positivo supra da média para os teus conteúdos,
então Facebook vai expandir a tua audiência e vai mostrar teu
post a mas poucas pessoas, não tão obviamente fãs do teu post, porém que podem respeitar. http://comicverfilmungen.hp-streubel.de/guestbox0.95/guestbox.php?Anfangsposition=0

Responder

marcos

29 de maio de 2016 às 09h52

 “Na primeira noite eles se aproximam, roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores, matam nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E como não dissemos nada, já não podemos dizer mais nada”.
copiado …

Responder

robertoAP

28 de maio de 2016 às 20h15

Juizinhos vagabundos e corruptos ,dão nisso. Quando são descobertos, negam e esperneiam como qualquer marginal,quando diz que os 5 kg de coca em seu poder é para consumo próprio.
A tentativa que calar o Auler é a prova total,de que essa juizada nefasta, é corrupta já ao nascer.

Responder

Jst

28 de maio de 2016 às 18h02

Estamos prestes a entrar na pior das ditaduras. A ditadura judicial/midiática.
Contra esta só há um caminho: revolução popular.

Responder

César Augusto Martins

28 de maio de 2016 às 15h01

Censura não acabou, só veste toga,,,,

Responder

gilberto

28 de maio de 2016 às 14h41

Auler certamente invocará a exceção da verdade e poderá provar o que publicou.

Responder

Mairton Barros

28 de maio de 2016 às 13h38

Na verdade a puliça féde-geral/Suprema Trambicagem Féde-geral/Mistério Pulha Féde-geral… Tem um commandant en chef que é o DoS Departamento de Estado Americano… então esperar o quê??? É uma guerra hibrida – Contra a Russia já dura ao mais de 3 anos…Aqui não será diferente… Derrubado esse GOLPE Juridico/Midiatico o DoS não levantará acampamento e simplesmente irá embora… Podemos esperar um ataque HIBRIDO continuado indefinidamente…portanto a Vigilância terá que ser Continua…
“A intenção dos esforços das Guerras não Convencionais dos EUA é explorar uma vulnerabilidade de hostis poderes políticos, militares, econômicos e psicológicos, através do desenvolvimento e sustentação de forças de resistência para realizar os objetivos estratégicos dos EUA… Para o futuro próximo, as forças americanas estarão predominantemente envolvidas operações irregulares de guerra não-convencional”.

Responder

    Pol Pot

    29 de maio de 2016 às 01h59

    Os irmãozinhos do norte já estão abrindo duas bases militares aqui na Argentina. Tão nos cercando!

    Responder

      Maria Eunice

      29 de maio de 2016 às 15h13

      O mundo é movido a dinheiro. O ódio nem é tão grande. Mas multiplicado pela midia convenientemente. Haja vista a boa convivência entre tribos inimigas em suas terras de origem, quando elas se encontram em outros países. Seus lideres criam o ódio em funcao do dinheiro.É desprezo pela vida do outro pois o que vale mesmo é a posse da terra, das fontes de água, de riquezas.

      Com o aumento da população, queda da demanda por produtos, diminuição da riqueza de países, a mafia vem pra cima.

      Se o Brasil tivesse pessoas serias no comando e não tem e não sei se teve no nivel que é preciso mudaria completamente a estrutura de tudo.

      São novos tempos. Nem puxar saco vai resolver.

      Responder

    Maria Eunice

    29 de maio de 2016 às 15h06

    Contatar o eleitor americano, denunciar, espernear, usar a mídia americana e européia, usar clubes, igrejas, escrachar os golpistas daqui e de lá. Não dar refresco. Pode não resolver….mas pode resolver.

    Uma coisa pertinente: O Brasil não usa carro elétrico por quê?

    Já temos alternativa ao petróleo para nossa maior demanda? Estamos pesquisando?

    Responder

Marivane

28 de maio de 2016 às 13h26

absurdo, liberdade de imprensa seletiva

Responder

Ben Alvez

28 de maio de 2016 às 13h22

“colocam em dúvida sua seriedade de caráter enquanto delegada da Polícia Federal atuante no Grupo de Trabalho da Operação Lava-Jato”.

Hum…..

Vai ver que essa criatura não possui caráter e nem trabalha com seriedade, uma vez que não possuir caráter nem agir com seriedade são requisitos essenciais para trabalhar com o juizeco-inquisidor do Paraná.

Responder

    Maria Eunice

    29 de maio de 2016 às 15h26

    O ponto de conexão entre duas opiniões contrárias é o fato.

    Se há o fato, há razão. Marcelo inventou um fato? Não. Comentou um fato.

    Ou não se ensina lógica nas faculdades de direito ou os reclamantes querem ser deixados em paz. Não aceitam que a função que exercem é em boa análise, a de servidores do estado e do povo.

    Mas isso hoje ofende muita gente. Só se for o povo de Miami.

    Responder

JOHN J.

28 de maio de 2016 às 13h16

A PF perdeu a noção do perigo.
Passou a ser partidára e a perseguir o PT.
Isso significa que perdeu aVERGONHA e se tornou efetivamente TUCANA e GOLPISTA.

Responder

C.Pimenta

28 de maio de 2016 às 13h41

Se os acusadores de Auler recorrerem ao stf podem estar certos de uma coisa: eles terão todo o apoio dos ministros(sic) e Marcelo Auler será preso, pois ele também é um antigolpista, como a maioria, e lá no supreminho está um dos líderes do golpe, aquele que esconde sua própria ignorância atrás da arrogância:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-estranho-caso-do-habeas-corpus-de-gilmar-mendes-para-roger-abdelmassih/

Responder

Fabiana

28 de maio de 2016 às 12h22

Todo aquele que defender a democracia no Brasil, fará parte da história que será ensinada por milênios.

A história de um povo guerreiro, que não se intimida, e que não é essa massa de manobra imaginada pela rede de midiática de manipulação.

Responder

Fabiana

28 de maio de 2016 às 12h21

Todo aquele que defender a democracia no Brasil, fará para a história que será ensinada por milênios.

A história de um povo guerreiro, que não se intimida, e que não é essa massa de manobra imaginada pela rede de midiática de manipulação.

Responder

Paulo Eduardo Teixeira Vasconc

28 de maio de 2016 às 11h51

é preciso achar o elo da lava a jato…..

todo mundo sabe que o pessoal de Curitiba é mágico.

Responder

Deixe um comentário para Marivane