Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Brasília- DF 16-06-2016 Presidente interino, Michel Temer e o ministro da educação, Mendonça filho anunciando prorrogação do FIES. Foto Lula Marques/Agência PT

Golpistas querem diretores de instituições federais como alcaguetes de estudantes que protestam

Por Redação

20 de outubro de 2016 : 12h50

(Presidente interino, Michel Temer e o ministro da Educação, Mendonça Filho. Foto: Lula Marques/ AGPT)

Fascismo: Ofício d’O MEC quer Diretores de Institutos Federais como alcaguetes de Estudantes que protestam

por Luiz Muller, em seu blog

O Brasil esta com os direitos civis suspensos, já falei aqui em vários posts. Mas se alguém tem dúvida ou não acredita, leia este Oficio Circular da SETEC do MEC. Eles pedem para identificar nominalmente os alunos que estejam fazendo protestos nos Institutos Federais de Educação. Triste fim da SETEC, responsável nos governos Lula e Dilma por construir a ampla rede de Escolas Técnicas e por coordenar o PRONATEC, agora virada em instrumento fascista e repressor. Não implementam o Plano Nacional de Educação, cortam recursos da Educação Técnica, acabaram com o PRONATEC e ainda por cima perseguem quem protesta em defesa da educação. O Fascismo esta institucionalizado!!!

setec-mec

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Umbelina Caiafa Salgado

05 de novembro de 2016 às 09h41

É função do Mec exigir dos reitores e outros dirigentes de instituições educacionais alcaguetar os estudantes que lutam por seus direitos? Onde foi parar a autonomia universitária?

Responder

Ben Alvez

20 de outubro de 2016 às 21h21

Eis que ele ressurge, quarenta e sete anos depois.

DECRETO-LEI Nº 477, DE 26 DE FEVEREIRO DE 1969.

Define infrações disciplinares praticadas por professôres, alunos, funcionários ou empregados de estabelecimentos de ensino público ou particulares, e dá outras providências.

Brasília, 26 de fevereiro de 1969; 148º da Independência e 81º da República.

A. COSTA E SILVA

Luís Antonio da Gama e Silva

Tarso Dutra

==

Em todos os estados do Brasil, havia um elemento encarregado de aplicar o dl 477 e, em Pernambuco, o escolhido foi o arquiteto de nome Edison Rodrigues Lima, professor da Universidade Federal de Pernambuco.

Cabia a ele dedurar os estudantes a serem expulsos e perder o direito de estudar em qualquer escola.

Edison e os demais alcaguetes devem estar pulando de alegria para pegar o emprego de volta.

Responder

MOREIRA

20 de outubro de 2016 às 18h20

É DITADURA PURA.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro