Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Desviando o foco

Por Pedro Breier

27 de novembro de 2017 : 11h38

(Qual a relevância da vida pessoal dessa galera com umas roupas ridiculamente anacrônicas?)

Acabo de descobrir que o príncipe Harry vai se casar com uma atriz americana.

A absolutamente irrelevante notícia é destaque nos portais dos maiores jornais do país: Folha, Estadão e O Globo.

Lembrei do nascimento do filho do irmão de Harry, o outro príncipe britânico (não é chocante que ainda existam príncipes?), que mereceu uma cobertura do Jornal Nacional tão enorme quanto patética.

As notícias sobre a vida pessoal dos integrantes da “família real” e de um sem número de celebridades mundo afora serve muito bem ao status quo.

Enquanto 1% da população mundial detém a mesma riqueza que os outros 99%, segundo estudo da Oxfam (organização não governamental britânica), os poderosos que controlam a informação no planeta empurram para as pessoas as notícias mais irrelevantes possíveis.

Assim, distraídos com futilidades acerca de gente que é vendida como se fosse mais importante que nós, reles mortais, a maioria não se interessa em pensar nos motivos de tanta discrepância de condições de vida e, consequentemente, não tem condições para fazer algo no sentido de mudar as coisas.

Claro que também é importante que possamos relaxar e nos informar sobre assuntos de nosso interesse por puro divertimento.

Mas as notícias sobre as tais celebridades, além de serem entretenimento de péssima qualidade, servem ao propósito de fazer com que as pessoas acreditem que são menos do que quem aparece na TV ostentado luxos absurdos.

Dessa forma, a crença de que uns nasceram para ter tudo do bom e do melhor enquanto o resto nasceu para lutar pela sobrevivência permanece viva e entranhada no inconsciente coletivo.

Desviar o foco dos assuntos que realmente importam é essencial para que tudo permaneça como sempre foi.

 

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

58 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Pinto Pacheco

29 de novembro de 2017 às 01h41

Vcs ficam perdendo tempo,criticando uma notícia que saiu em toda imprensa,e daí que não acrescenta nada,é só uma notícia de entretenimento, vão procurar o que fazer seus idiotas!

Responder

João Carlos AGDM

28 de novembro de 2017 às 23h50

Cara, temos que dar a mão à palmatória!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Eles, sem dúvida, são do cacete. Têm um incrível carisma.
Eles são simplesmente garotos propaganda do Império britânico. Os ingleses aproveitam bem este “beiço” de marketing. Vendem serviços e produtos ingleses aos borbotões.
Eles têm a capacidade de se fazer notícia.
Enquanto isto, a seleção brasileira de futebol é idolatrada por 6 bilhões de pessoas no mundo inteiro, e a MídiaGloboàfrente e os Aécios e os Temer da vida estão muito preocupados em ffff o Brasil e roubar o máximo que puderem.
Ora orras, o Brasil que se ffff………………….
EUquerumeu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Pol Pot

27 de novembro de 2017 às 23h11

Enquanto houverem reis e religiões o mundo continuará esta merda.

Responder

Luan

27 de novembro de 2017 às 20h49

falou e disse!

Responder

Fábio Pereira

27 de novembro de 2017 às 22h21

Estamos prestes a presenciar o fim da monarquia que saqueou quase todos os países

Responder

Emerson Renato Renato

27 de novembro de 2017 às 22h01

Grandes. Merda

Responder

Valéria Faini

27 de novembro de 2017 às 21h40

Os britânicos tem muito $$, 70 bi libras p manter a família….

Responder

Iza Gonçalves Ferreira

27 de novembro de 2017 às 21h27

“Família Real” quer coisa mais retrógrada e discriminatória!!!!

Responder

Virgilio Mota

27 de novembro de 2017 às 20h36

è só uma FAMÍLIA que GIGOLA uma Nação , e não produzem um Butão .

Responder

Noeme Nascimento Silva

27 de novembro de 2017 às 19h59

Escrever sobre isso não é divulgar essa bobagem e aumentar o desvio de foco?

Responder

jose luiz

27 de novembro de 2017 às 17h32

globosta esta se esquivando da realidade do brasil evita falar sobre si mesma dos seus escadalos, agora pergunto que nos temos a ver com a família britânica? porque os globistas não vao tamar banho enquanto te agua?

Responder

Pedro

27 de novembro de 2017 às 17h05

Essa estória que a rainha não governa, não manda nada, é pra boi dormir. Só lembrando que a monarca é chefe de Estado de vários paises da “comunidade britanica de nações” formada por ex-colonias da Grã-Bretanha, como Canadá, Austrália, Irlanda, Jamaica, além da própria Inglaterra. Isto quer dizer que ela controla as Forças Armadas e todo o aparato de segurança destes paises. O primeiro-ministro, que dizem ser o governante de fato, nada faz que contrarie a familia real, pois pode ser vetado. Vende-se ao povo que a monarquia é tão somente um passado romântico, mas não é a verdade.

Responder

Elpidio Pereira

27 de novembro de 2017 às 18h43

Essa foi bôa

Responder

Ricardo Luiz Malta Malta

27 de novembro de 2017 às 18h43

LULA 2018

Responder

Elpidio Pereira

27 de novembro de 2017 às 18h39

A imprensa brasileira não tem vergonha mesmo. As pessoas pobres passando fome neste país não falam nada MAIS DOS ESCRAVISADORES FALTAM SÓ ABRIR AS PERNAS

Responder

Roberto Fonseca

27 de novembro de 2017 às 18h28

uma bando de parasitas vivendo a custa do povo ingles

Responder

Vicente Jungstedt

27 de novembro de 2017 às 18h14

FAMILIA REAL INGLESA = PARASITAS SOCIAIS

Responder

Felipe Montenegro

27 de novembro de 2017 às 18h07

Se tirarmos o fato de que essa galera saqueou meio mundo aí podemos chama-los de família!

Responder

Side Koerich

27 de novembro de 2017 às 18h03

Desvio de foco mesmo

Responder

Fernanda Lucena

27 de novembro de 2017 às 17h42

A relevância, ainda que velada, talvez seja o fato de ela ser americana, atriz e filha de uma mulher negra. Feminista, ativista, bem sucedida, o que foge diretamente do perfil da tradicional família real. Algumas notícias não não para serem engolidas e sim refletidas. A família real está mudando, o mundo também.

Responder

Marcelo Marinho

27 de novembro de 2017 às 17h22

ELES CONTROLAM TODA GEOPOLITICA DO MUNDO….O CENTRO DA MAÇONARIA.

Responder

Isabel Luck

27 de novembro de 2017 às 17h18

Mel Luke

Responder

César Augusto Martins

27 de novembro de 2017 às 17h18

É a irrelevância das colunas de fofocas. Sempre existirão

Responder

Sueli Ribeiro

27 de novembro de 2017 às 17h03

E nos com isso

Responder

Alcides Poli

27 de novembro de 2017 às 17h00

Prestando vassalagem aos verdadeiros donos deste país

Responder

Zildo Noh

27 de novembro de 2017 às 16h59

Se eles mandam no presidente da república e no senado para aprovar a entrega do pré sal a Shell e isentar as petroleiras de pagamento a dano ambiental, isso aqui é uma colônia mesmo, e o pior sem dono, pagou levou. Nós EUA a BP, deixou as calças com o vazamento de petróleo, aqui já querem criar lei cidade de Mariana, aonde qualquer acidente ecológico fique sem responsável legal. Por isso informam sobre quem manda aqui.

Responder

Flavio R. Cavalcanti

27 de novembro de 2017 às 16h57

Lembrei o dia que “Caetano estaciona o carro”, depois “Caetano atravessa a rua”… uma sequência estonteante de não-notícias.

Responder

Victor Rural

27 de novembro de 2017 às 14h55

Mas, enquanto isto, em notas na mesma fonte de média mídia:

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/moro-diz-nao-se-arrepender-de-ter-divulgado-audio-entre-lula-e-dilma.ghtml

Responder

Cesar Valente

27 de novembro de 2017 às 16h37

Um bando de parasitas, gerando mais parasitas

Responder

Ricardo M. Zarour

27 de novembro de 2017 às 15h50

É onde mais a meritocracia merece nosso desprezo.

Responder

Maria Do Carmo Pardelhas

27 de novembro de 2017 às 15h43

É verdade…Em pleno século 21…Está imbecilidade..Pessoas inúteis…com uma vida absurda …paga pelo povo….Que absurdo…

Responder

jose carlos vieira filho

27 de novembro de 2017 às 13h25

O coroa à esquerda, com sua linda fantasia, dava um espetacular porteiro de hotel de bacana.

Responder

vera vassouras

27 de novembro de 2017 às 13h12

Finalmente alguém menciona essa patologia chamada monarquia, MONOS, MONO-ARCAS, macacos-arquiteturas fora da razão biológica. O que se necessita é ir além de uma simples menção e analisar como essa instituição doente está presente em toda a sociedade demo-crática: reis do futebol, do comércio, das armas. rainhas da beleza, rainhas das nádegas, princesas … É o controle social por meio da linguagem e da imagem que a justifica, promove e perpetua. Uma lástima.

Responder

    Paulo Lima

    27 de novembro de 2017 às 14h51

    Permita-me, complementando seu comentário a respeito de monarquia, do grego monos-único e arkhê-padrão, acrescentar que este poder político já não mais existe de fato, mesmo na Inglaterra, onde vigora o parlamentarismo democrático. Não há justificativa para a sobrevivência desses luxuosos resquícios da Idade Média, a não ser lembrar ao mundo que, se já fomos submissos como escravos, servos, e hoje mesmo cidadãos democratas perdemos direitos fundamentais em favor das ações do financeirismo global -o novo arkhê em vigor- resta muito a superar no longo caminho percorrido para as reais verdadeiras e justas conquistas da soberania popular e social. Pela Lei Cancellier, pelo Referendo Revogatorio, abaixo o golpe.

    Responder

Jose Iran

27 de novembro de 2017 às 15h04

E aqui meu povo ne pior não. 513 sugadores. Juízes marajás. Até os vereadores nesse país se dão de bem. Mas não fazem nada pelo bem comum. Agora la na Inglaterra tem a rainha. Mas primeiro ministro e juiz federal anda e de metrô.

Responder

    leonardo-pe

    02 de dezembro de 2017 às 23h36

    tem gente honesta nesses povo dos 513 deputados que é um exagero. tem muita gente corrupta é na grande imprensa atualmente!

    Responder

Josenildo Dos Santos Nunes

27 de novembro de 2017 às 14h58

Cortina de Fumaça!!!!!!

Responder

Rogerio Teixeira

27 de novembro de 2017 às 14h51

Como irrelevante não compartilho.

Responder

Bárbara Nunes

27 de novembro de 2017 às 14h30

Gente, só corrige aí. Ela não é americana, é canadense!

Responder

Claudia P. Dutra

27 de novembro de 2017 às 14h29

Relevância nenhuma. Mas, em pleno século XXI a vida alheia ainda gera notícia é fofoca.

Responder

Edilza Ferreira

27 de novembro de 2017 às 14h27

cortina de fumaça!

Responder

Zilca Leal de Campos

27 de novembro de 2017 às 14h24

Como poderiamos viver sem saber disso né?

Responder

Adriana Gouvea

27 de novembro de 2017 às 14h10

Brasileiro adora uma fofoca! Basta ver a quantidade de revistas e programas de TV do gênero, e isso há muitos e muitos anos.

Responder

Carlos Eduardo Silva Coimbra

27 de novembro de 2017 às 14h04

Ô familiazinha vulgar!!! Não representa nada, não faz nada, não produz nada! Só mama, uma grana preta dos ingleses, que adoram a rainha inócua!!!

Responder

Ariete Relvas

27 de novembro de 2017 às 13h59

Concordo plenamente com você. Qual a importância disso? A meu ver, nenhuma.

Responder

Paulo Ferreira Damasceno Filho

27 de novembro de 2017 às 13h59

Os parasitas do reino unido. A velhota, uma das maiores fortunas do mundo, tem contas em paraísos fiscais. Típico não?!

Responder

Ricardo Lopes

27 de novembro de 2017 às 13h55

Vangloriar os ladrões que nos roubam.

Responder

Índia Miridan

27 de novembro de 2017 às 13h54

Imprensa tola

Responder

Sandro Marandueira

27 de novembro de 2017 às 13h50

Tática da distração, nos inundar com assuntos irrelevantes para encobrir os verdadeiros relevantes.

Responder

Roberto Moore

27 de novembro de 2017 às 13h46

E o que eu tenho a ver com príncipe….o povo quer feijão

Responder

Gloria L. Xavier Pedro

27 de novembro de 2017 às 13h43

Perfeito!

Responder

Eliane Brum

27 de novembro de 2017 às 13h41

Realmente eu nao entendo como ainda persistem monarquias no mundo ! O povo nao cansa de sustentar isso?

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?