Boulos na Carta Capital (ao vivo!)

Principal autor do garantismo mundial acusa judiciário brasileiro de perseguir Lula

Por Miguel do Rosário

19 de janeiro de 2018 : 12h48

O professor Luigi Ferrajoli, um dos juristas mais respeitados do mundo, já tinha se manifestado, no ano passado, contra a perseguição judicial a Lula, num depoimento que deu ao senado italiano. Ferrajoli comparou Sergio Moro a um juiz da Inquisição.

E agora, Ferrajoli volta à carga contra Sergio Moro, contra a Lava Jato e contra o judiciário brasileiro, apresentado como parcial em sua relação com o ex-presidente Lula.

O texto de Ferrajoli foi divulgado há pouco pela defesa de Lula.

***

É clara a parcialidade no julgamento de Lula

Por Luigi Ferrajoli

Quero expressar minhas preocupações em relação às formas com que o julgamento contra o ex-presidente do Brasil, Lula da Silva, foi criado e conduzido.

A impressão que este processo desperta em extenso setor da cultura jurídica democrática italiana é aquela de uma ausência impressionante de imparcialidade por parte dos juízes e procuradores que o promoveram, dificilmente explicável se não com a finalidade política de por fim ao processo de reformas realizado no Brasil nos anos dos governos de Lula e Dilma Roussef que retiraram da miséria 40 milhões de brasileiros.

Esta ausência de imparcialidade, favorecida pelo singular traço inquisitorial do processo penal brasileiro – a confusão entre o papel de julgador e o papel de instrução, próprio da acusação – é confirmada por numerosos elementos.

Um primeiro elemento é a campanha da mídia orquestrada desde o inicio do processo contra a figura de Lula e alimentada por um inaceitável protagonismo dos juízes, que se pronunciaram inúmeras vezes aberta e publicamente contra o ex-presidente fora do âmbito do processo, dessa forma manifestando contra ele urna hostilidade e um pré-julgamento que em qualquer outro sistema teria justificado a rejeição dos magistrados.

Um segundo sintoma de parcialidade dos magistrados foi a ativa promoção por parte do juiz das delações premiadas e a tendenciosa petição de principio na avaliação das provas, geralmente assumidas como verdadeiras se de acordo com a acusação e como falsas se em contradição com as hipóteses acusatórias.

Um terceiro fator de preocupação sobre a imparcialidade do processo é dado pela sua simultaneidade com o impeachment, de sustentação jurídica muito duvidosa, contra a presidenta Dilma Rousseff, que gerou a impressão de que os dois procedimentos tem o significado politico de uma única operação, de restauração antidemocrática.

Finalmente, uma última razão de preocupação a respeito da ausência de imparcialidade do julgamento decorre da noticia, reproduzida com concordância e naturalidade por muitos jornais brasileiros, de que os juízes teriam acelerado a celebração do processo de segunda instância em relação aos tempos habituais dos processos ordinários a fim de chegar à sentença de condenação definitiva o mais rapidamente possível, impedindo dessa forma o ex-­presidente, ainda muito popular, de se candidatar nas próximas eleições presidenciais.

A minha esperança obviamente é que os desenvolvimentos sucessivos deste processo desmintam estas preocupações.

Roma, 15.1.2018

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcos Pinto Basto

20 de janeiro de 2018 às 00h00

A única resposta para esse bando de calhordas traidores, incluindo aqui os ministros que fazem parte do Conselho Nacional de Justiça, é a GREVE GERAL IRRESTRITA com data para terminar no dia em que todos os Traidores da Pátria forem confinados na Papuda!

Responder

PEDRO AUGUSTO BENEVIDES MACHADO

19 de janeiro de 2018 às 22h19

A quadrilha do judiciário brasileiro desmascarada.

Responder

Messias Franca de Macedo

19 de janeiro de 2018 às 21h34

EGRÉGIO E IMPÁVIDO JURISTA E PROFESSOR CATEDRÁTICO FÁBIO KONDER COMPARATO: EUA COMANDAM LAVA JATO E MORO É HOMEM DA CASA BRANCA

Interesses norte-americanos estão nos bastidores do movimento de ataque ao lulismo, que resultou na derrubada do governo Dilma Rousseff; é o que afirma o jurista Fábio Konder Comparato em entrevista à jornalista Eleonora De Lucena, do site Tutaméia; ele identifica na cobiça pelas reservas do pré-sal “fundamentais para a economia do Ocidente” um dos pontos centrais da investida estrangeira no país; para o jurista, o juiz Sergio Moro “é evidentemente pessoa de toda a confiança” dos Estados Unidos; assista à íntegra

19 DE JANEIRO DE 2018

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/337812/Comparato-EUA-comandam-Lava-Jato-e-Moro-%C3%A9-homem-da-Casa-Branca.htm

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

19 de janeiro de 2018 às 19h25

Palestra da moda, hoje, é juiz e procurador cobrar para falar sobre autos de processos sob sua responsabilidade. Ditadura é assim que funciona. Tá bom prá vocês?

Responder

Luisa

19 de janeiro de 2018 às 15h00

TV 247 ENTREVISTA: EUCLIDES MANCE – Autor do livro ” Falácias de Moro”
https://www.youtube.com/watch?v=dLp3YrwAb4E

Responder

Gustavo Horta

19 de janeiro de 2018 às 14h48

LARGUE O ESPELHO. ABRA A JANELA.
> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/01/19/largue-o-espelho-abra-a-janela/

LARGUE O ESPELHO. ABRA A JANELA.

Muito interessante ler os comentários feitos por alguns coxinhas golpistas aí afora.

Um deles chega a perguntar ao cidadão da esquerda quantos sanduíches ele teria recebido para defender o Lula.

O que acontece é que estes golpistas coxinhas olham para nós da esquerda e insistem em ver a própria imagem. Eles tentam nos ver, mas, na verdade, apenas se olham no espelho, narcisistas que tanto são.

Aí eles projetam em nós a imagem de si mesmos. Estão  tão acostumados a trocar e fazer escambos os mais diversos pelo seu apoio na sociedade política que pensam que fazemos o mesmo.

Pessoalmente adoro sanduíche de mortadela. Mas sempre os comprei com o meu trabalho. 
Diferente de tantos que se lambuzam de caviar e se molham mergulhados em champanhe, patrocinados pelo trabalho do povo a quem espoliam permanentemente.

Uma recomendação interessante a fazer a estes idiotas idiotizados ou manipuladores contumazes é que larguem seus espelhos e busquem nos olhar através de uma janela.Mas que seja uma janela bem ampla e bem elevada, pois estamos tão à sua frente que será difícil nos enxergar. De preferência é bom usar um bom binóculo, e que seja poderoso mesmo.

Largue seu espelho, manipulador cretino e covarde. Largue o espelho. Abra a janela.

gustavohorta.wordpress.com

“ALL WE NEED IS LAW”
> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/01/18/all-we-need-is-law/

Responder

Gustave lejeune

19 de janeiro de 2018 às 14h10

Nao sei o que Moro vai ganhar com este julpatifaria que fez com o Lula, certatamente nao sera fama, pois seu nome como Juiz já está irremediavelmente na lata de lixo da historia intrnacionalmente. Exagero? Então convido o ‘nobre ‘ juizeco a fazer uma turnê pelo mundo fazendo palestras e vera como será recebido. NOME PERDIDO é coisa que nunca se recupera, mas talvez como delatou Tacla Duran exista algo mais lucrativo que ter fama!!!

Responder

    Eduardo

    19 de janeiro de 2018 às 14h20

    Por falar em palestras, o que o houve com a tal Lilis, empresa de palestras de Lula ? Faliu por falta de clientes ? Quando vão voltar a pagar Lula para fazer suas costumeiras animações de auditórios, ops, palestras ??

    Responder

      Gustave lejeune

      19 de janeiro de 2018 às 14h57

      Acho que faliu menmo ,igual ao do genio e plagiador FHC a a sua Teoria da Dependencia que pertence a outra Pessoa . APROVEITO a oportunifade para avisar ao amigo que hoje no ANTA GONISTA está servido um ótimo cardapio: ração para animal fabricado por Doria e salada de alfafa com capim. BONA APETIT.

      Responder

        Celso

        19 de janeiro de 2018 às 17h09

        boa

        Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com