Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Após intervenção militar no Rio, rejeição a Temer aumenta para 94%

Por Miguel do Rosário

22 de março de 2018 : 12h18

A edição de março da pesquisa Ipsos/Estadão sobre a aprovação/rejeição das principais figuras públicas do país não traz muitas novidades: Lula permanece o político mais aprovado, com 41%, e menos rejeitado, com 57%.

Todos os outros políticos tem aprovação menor e rejeição maior.

Michel Temer tem aprovação de 4% e rejeição de 94% (2% não opinaram).

Até os juízes, que tem a vantagem de nunca terem precisado tomar decisões políticas controversas, estão experimentando forte aumento de rejeição popular, provavelmente por sua aliança tácita com os setores golpistas.

Carmen Lucia, por exemplo, está com rejeição de 47%, contra apenas 23% de aprovação.

Sergio Moro, por sua vez, tem rejeição também de 47% (mês passado chegou a 51%), contra 44% de aprovação.

Gilmar Mendes tem rejeição de 80% e aprovação de 2%.

A procuradora-geral Raquel Dodge tem rejeição de 47%, e aprovação de 15%.

A pesquisa foi feita nas duas primeiras semanas de março, com 1.200 pessoas.  A edição anterior já está no site do Ipsos, e pode ser vista aqui.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta