Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

A gravidade da mais nova declaração estúpida de Barroso

Por Pedro Breier

03 de abril de 2018 : 16h20

(Flertando com o fascismo. Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF)

Por Pedro Breier 

Luís Roberto Barroso, o iluminista do Projac, mostrou mais uma vez toda sua subserviência à dupla Globo/Lava Jato.

Segundo reportagem do Valor Econômico, Barroso disse que cabe às supremas cortes “interpretar [as leis] em sintonia com o sentimento social”.

O Fernando Brito desmontou com facilidade, no Tijolaço, a declaração de Barroso:

[A declaração] é tão primária que a sua estupidez pode ser constatada por uma simples inversão: então, por Lula ser, disparado, o candidato preferido pela maoria dos brasileiros para as eleições de outubro seu julgamento devia ser o de absolvição em razão da “sintonia com o sentimento social”?

O problema de se utilizar o “sentimento social” como elemento para decidir uma questão jurídica é que trata-se de um conceito completamente vago e abstrato.

Se o julgador tira da sua própria cachola o que entende por “sentimento social”, não se trata mais de um julgamento com base nas leis e na Constituição, mas sim de uma decisão arbitrária.

As leis e a Constituição existem justamente para que o povo – que elege os legisladores – tenha a sua vontade minimamente respeitada.

Usar o “sentimento social” como pretexto para contrariar a própria Constituição do país, expressão jurídica máxima da vontade popular, é, além de profundamente autoritário, de uma canalhice intelectual notável.

O nazismo utilizou-se de expedientes assustadoramente semelhantes para relativizar as garantias fundamentais em nome do, adivinhem só, combate à corrupção e ao comunismo.

O juiz Rubens Casara analisou essa questão no excelente artigo “Vamos comemorar um tribunal que julga de acordo com a opinião pública?“, publicado em março de 2016 no Justificando.

Recomendo vivamente a sua leitura.

Precisamos estudar a fundo o monstro fascista – que cresce a passos largos no Brasil – para estarmos à altura do necessário enfrentamento.

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

52 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

L'Amie

06 de abril de 2018 às 11h51

…mal feitores… e não EDITORES. Raios de corretor que só atrapalha.

Responder

Loide

04 de abril de 2018 às 17h01

Pedro, mesmo vc gostando, não pode ser jornalista. É tolo em demasia.

Responder

    Hamiltom

    04 de abril de 2018 às 19h45

    BRAVO BARROSO VOTOU CONTRA HC DO LARAPIO!

    Responder

Ivan Grupp

04 de abril de 2018 às 16h10

Precisa prender o bandido condenado e pronto. Não é hora de dar colher de chá pra corrupto.

Responder

Marcio

04 de abril de 2018 às 11h45

É de causar inveja a Mussolini, o poder de convencimento exercido pela extrema direita brasileira sobre esses pobres diabos que vão às ruas de verde amarelo, sem ao menos saber o que significa cláusula pétrea! Eta Brasil!!!!

Responder

    Rubens

    04 de abril de 2018 às 13h35

    E senhor acha que manifestantes de esquerda, assim como o senhor sabem né? Aliás eles ( manifestantes de esquerda) só estão ali por uma rasão: ganhar uma cesta básica ou um pão com mortadela…

    Responder

      Miguel do Rosário

      04 de abril de 2018 às 16h04

      uma “rasão”. o cara não sabe escrever e vem tirar onda com a esquerda.

      Responder

      Rogério Bezerra

      06 de abril de 2018 às 14h55

      O Direitinha deu uma “rasão” tão raso que e se espatifou.

      Responder

    Loide

    04 de abril de 2018 às 17h07

    Márcio, é improvável que mussolini ficaria com inveja da direita. Mas com toda certeza Hitler ficaria com inveja das canalhices do Lula e Cia.

    Responder

      Rita Andreata

      05 de abril de 2018 às 20h36

      Os juízesnazistas estavam autorizados a julgar de acordo com o sentimento do povo (vollksgeist, se não me engano. Lógico que este sentimento deveria coincidir com a vontade do fuerher e dos ideais nazistas. Aqui quem apura a vontade do povo não são mais as eleições mas o que a Globo diz que é avontade do
      povo

      Responder

    Hamiltom

    04 de abril de 2018 às 19h46

    PENA TENHO DOS IMBECIS DE VERMELHO E BANDEIRA COM FOICE E MARTELO!

    Responder

Adalberto

04 de abril de 2018 às 11h44

Não entendi essa matéria ele simplesmente fez um comentário para saber o posicionamento desse ministro é só ver os julgados que ele participou que ao meu ver são perfeitos e em sintonia com a CF.
Ademais vou antecipar o voto dele para quem escreveu essa matéria que na verdade não sei qual a intenção. O voto dele vai ser pela Prisão em 2° Instância.

Responder

Rey Kep

04 de abril de 2018 às 10h50

Até bem pouco tempo, o Brasil era conhecido, inclusive em âmbito internacional, por ter um sistema penal em que autores de crimes ou eram punidos de modo tardio (anos após a prática do delito) ou simplesmente não eram punidos (pela ocorrência da prescrição).

Responder

    Miguel do Rosário

    04 de abril de 2018 às 10h52

    Isso é mentira. O Brasil tem mais de 700 mil presos. É a terceira população carcerária do mundo. Nunca foi conhecido por não punir seus crimes.

    Responder

      Rita Andreata

      05 de abril de 2018 às 20h41

      O Barroso quer , ou diz que quer compensar a injustiça com os pobres com a injustiça aos ricos (categoria, aliás, a que Lula não pertence, a não ser, na Farsa a Jato). Discurso ilógico, frágil e autoritário. Ranço nazista.

      Responder

Gilberto

04 de abril de 2018 às 08h55

Bom texto. Não podemos nem de longe comparar Lula com Jesus, mas Jesus também foi crucificado por decisão do povo, quando optou e deixar Barrabás livre.

Responder

Manoel Brasil

04 de abril de 2018 às 00h09

Poderia perder meu tempo rebatendo cada uma das opiniões embevecidas por uma ideologia fracassada, mas seria em vão. Pobre Brasil que ainda tem que conviver com quem anda para trás.
De todas as besteiras que eu li, resumo dizendo que não ficarei frustrado se o encantador de inocentes úteis continuar na sua peregrinação insana, beneficiado por uma lei que infelizmente não foi feita para o bem do povo e sim para os que detêm o poder. Ledo engano de quem acha que o condenado tem maioria da preferência nacional, é um simples morto vivo que continua desperdiçando o erário.

Responder

    Mirko Kraguljac

    04 de abril de 2018 às 06h30

    Demagogia fascista pura! A coisa é muito simples, simples de mais – se fascismo tem maioria na sociedade brasileira, pode mudar destino do país golpeando democracia em caráter definitivo ou usando força ou mais sofisticado, mudando constituição! Então, TENTA! Os generais, a rede Golpe, ruralistas, a classe média fascista – tanta gente da mesma ideologia contra o povo! Só falta TENTAR! Fascistas corajosos, batendo nas mulheris e atirando de emboscada… vocês estão prontos de enfrentar o povo? Pelo visto, nas urnas não… E na rua?

    Responder

Antonio

03 de abril de 2018 às 23h41

Cara a condenação do LULA. é a libertação do legislativo executivo e judiciário. Sera que o brasileiro nem desenhado. Entende. Puxa a ficha corrida dos que defende a condenação e dos que defende a constituição.

Responder

Dario Pasche

03 de abril de 2018 às 23h26

Você fii perfeito, Pedro.

Responder

Régis

03 de abril de 2018 às 22h53

É uma vergonha juízes comprados pelo poder financeiro para rasgar a Constituição e degolar o melhor Presidente que esse país teve.

Responder

    Whateverson

    04 de abril de 2018 às 14h15

    O que esta em jogo eh a soltura de TODOS eles e nao apenas do LULA.

    No dia seguinte que reverem a condenacao em segunda instancia CABRAL, EDUARDO CUNHA e TODOS OS DEMAIS estarao nas ruas livres para cometer mais crimes contra a patria.

    LULA pisou na bola ao se vender ao sistema e merece ser punido junto com os seus comparcas.

    Responder

    Hamiltom

    04 de abril de 2018 às 20h38

    SE PARA SER O MELHOR PRESIDENTE QUE O BRASIL JA TEVE E PRECISO SER BANDIDO AFUNDAR O PAIS ACABAR COM TODO ERARIO PUBLICO ENTAO OS VALORES ESTAO COMPLETAMENTE INVERTIDOS!

    Responder

Trazibulo Zibim Meireles

03 de abril de 2018 às 21h40

O povo está com Lula, golpista da Globo, veja as pesquisas!

Responder

Trazibulo Zibim Meireles

03 de abril de 2018 às 21h38

Mas como faz diferença para um juiz um prêmio “Faz a Diferença”, da Globo!

Responder

Walter Rodrigues

03 de abril de 2018 às 21h25

É boi barroso ou cavalo pangaré?

Responder

Denise

03 de abril de 2018 às 21h21

” A vaidade é assim, põe o bobo no alto. E retira a escada. Mas fica por perto esperando sentada. Mais cedo ou mais tarde ele acaba no chão. Mais alto o coqueiro, maior é o tombo do coco afinal. Todo mundo é igual quando o tombo termina. Com terra em cima e na horizontal.” Billy Blanco

Responder

Mareu Soares

03 de abril de 2018 às 21h11

Matou o Lenio Streck de desgosto.

Responder

Carlos Monteiro

03 de abril de 2018 às 20h57

Como pode um bobalhão destes ser Ministro de alguma coisa, de qualquer coisa?

Responder

    Júlio Vernier

    04 de abril de 2018 às 13h22

    Porque não?
    Nós tivemos um bobalhão analfabeto que foi presidente da República; porque que não pode ser ministro?

    Responder

      Wilson Alves

      04 de abril de 2018 às 14h38

      Tivemos também na nossa história recente dois presidentes poliglotas (Collor e FHC) com diplomas na sorbone, etc, entretanto mais bobalhões que o Lula pois durante o período em que ficaram na presidência não passavam de fantoches dos EUA. Os fascistas aqui tem memória curta.

      Responder

      WALFREDO FERREIRA DA SILVA

      09 de abril de 2018 às 21h57

      UM BOBALHÃO ANALFABETO QUE SAIU COM 87% DE APROVAÇÃO DO POVO BRASILEIRO E QUE É PRIMEIRO LUGAR EM TODAS AS PESQUISAS PARA 2018 .

      Responder

    Hamiltom

    04 de abril de 2018 às 20h40

    VC PODERIA TER 1% DA CULTURA E CONHECIMENTO DO MINISTRO PARA TER CEREBRO E EMITIR OFENSAS CONTRA ELE SEU QUADRUPEDE!

    Responder

Nilton Passoca

03 de abril de 2018 às 20h23

Diante de tudo isso, que tal o STF contratar o IBOP e o DATA FOLHA para aplicar as punições.?

Responder

Reginaldo Gomes

03 de abril de 2018 às 20h20

O barroso é uma mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia

Responder

Patrice L

03 de abril de 2018 às 20h15

Já tava presente ali na fraude do processo do mensalão e prossegue assim. O Barroso e demais próceres do fascismo institucional do Judiciário gostam de fazer crer que a voz da sociedade é o que está nos editoriais da imprensa golpista, a quem estão associados.
A questão de amanhã é simplesmente o cumprimento da Constituição brasileira. Valendo para A, B ou C. Mas, por se tratar de Lula, e no atendimento dos anseios lavajateiros dos moralistas sem moral, Barroso será uma curva fora do ponto.

Responder

Francisco Marques de Sousa Medeiros

03 de abril de 2018 às 20h01

Barroso esqueceu o que disse à Gilmar: vossa excelência muda a jurisprudência de acordo com o réu.
O que dizer de julgar de acordo com o sentimento social? Jurisprudência iria pra lata do lixo. Notável saber jurídico rá rá rá.

Responder

    Rita Andreata

    07 de abril de 2018 às 22h05

    wolksgeist: a vontade do “povo” que pode passar por cima do texto da lei (desde que não passe por cima da vontade do fuerher, naturalmente. Puro direito nazista

    Responder

Grace

03 de abril de 2018 às 19h53

A justificativa pra prisão em 2° instância é a impunidade pela demora em julgar e a prescrição. Certo, mas QUEM demora? Nao é o sistema de Justiça?
Então, por que jogar para o Acusado o ônus pela demora, prendendo-o antes do trânsito em julgado?
O nome já diz: o trânsito (o caminhar do processo) é função do Estado Juiz, portanto, cabe a ele (Estado) a obrigação de fazer o processo caminhar e se resolver dentro de um prazo razoável, não é obrigação do Acusado. Portanto, a incompetência do Estado está recaindo sobre o Acusado, o q o penaliza duas vezes.
Juízes demoram a julgar, defensoria pública demora pra assistir pq faltam profissionais, inquéritos são abandonados pelos delegados e pelo MP (os q não dão IBOPE). Ou seja, o sistema de justiça não funciona e a culpa pela prescrição e impunidade é do Acusado? É mto atraso, crueldade e sacanagem.

Responder

LUIZ ANTONIO FERREIRA

03 de abril de 2018 às 19h03

Quer saber como é a alma de uma pessoa é só olhar bem em seus olhos.

Responder

Francisco

03 de abril de 2018 às 18h46

O sentimento social de indignação com a corrupção! Prisão em segunda instância já!

Responder

    Antonio

    03 de abril de 2018 às 23h55

    Eu também sou a favor e se possível na primeira. Mais para isso. Precisamos de uma PEC. do jeito que a nassa constituição esta eu fico com ela.(se é que ainda temos uma.) NEM os militares desrespeitam tanto a constituição. como .esses anti patriotas.

    Responder

    Wilson Alves

    04 de abril de 2018 às 14h45

    A constituição é clara, não permite cumprimento de pena sem o trânsito em julgado, portanto condenação em seguida da instância não pode acontecer. Acontece que no Brasil os fascistas querem de todo jeito prender o Lula na segunda instância, mais querem deixar solto is amigos que por acaso vierem a serem condenado em segunda instância ou seja a constituição deve prevalecer apenas em certos casos. É um absurdo a pilantragem.

    Responder

    roberto pereira da costa

    08 de abril de 2018 às 08h51

    Bom dia,eduardo azeredo , chefe e tesoureiro do psdb ,minas gerais, foi condenado em segunda instancia ha mais de vinte anos de prisao, essta solto, a lei e para todos? meus amigos criminosos nao serao punidos, afinal muitos aqui admiram corruptos, nao procuram estudar .

    Responder

Pascoal Jacinto da Silva Filho

03 de abril de 2018 às 18h21

Este Estado de Exceção é só para colocar Lula na cadeia e temo que na prisão já está programado seu assassinato. Depois tudo volta ao normal. É crucial salvar Lula da prisão

Responder

João Roque Bonfim

03 de abril de 2018 às 17h43

Ele é pago e bem pago pra dar palpite ou pra respeitar, protejer e aplicar as leis, à egide da constituoção? e para fazer valer os direitos e garantias individuais, conforme sobram entendimentos na constituição? ….

Responder

Nelson

03 de abril de 2018 às 17h29

Por favor, me digam, me convençam de que é verdade, mesmo. Os membros do Supremo Tribunal Federal são, realmente, indivíduos dotados de “notório saber”?

Ao que parece, o que aflora em parte significativa deles é cinismo, hipocrisia e safadeza em doses cavalares.

Responder

Ubaldo

03 de abril de 2018 às 17h00

Barroso diz que o STF deve julgar com o sentimento do povo, então vamos deixar o povo julgar no voto se Lula é Culpado.??

Responder

    José carlos Pimentel

    03 de abril de 2018 às 19h21

    Vc acertou em cheio!!!

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?