Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

PDT e PSB cogitam se unir num só partido

Por Miguel do Rosário

01 de julho de 2018 : 09h02

Notinha publicada na coluna Painel, da Folha, informa que as negociações entre PDT e PSB estão tão adiantadas, que há conversas para uma fusão a partir de 2019, caso Ciro Gomes vença as eleições presidenciais.

PSB e PDT são hoje os partidos de esquerda com maior número de prefeituras: PSB tem 435 prefeituras, PDT, 335 prefeituras. Somados, os dois tem 750 prefeitos. O PT, que era a maior legenda progressista em número de prefeitos, foi fulminado em 2016, pela Lava Jato, e perdeu 60% de suas administrações:  hoje tem 254 prefeituras.

Outra nota do Painel diz que o DEM fará uma última conversa com Geraldo Alckmin, do PSDB, aliado tradicional dos Democratas, antes de tomar uma decisão interna sobre quem irá apoiar este ano.

DEM e PP querem anunciar quem irão apoiar logo após a Copa do Mundo.

PP tende para Ciro Gomes. DEM hesita entre Ciro, Alckmin ou Alvaro Dias.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

60 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Dasson

03 de julho de 2018 às 09h18

O PSB, pelo menos aqui no meu município, não tem nada de socialista, muito menos é esquerda, apoiou o golpe, traiu os funcionários públicos; quanto ao PDT o Brizola deve estar se debatendo no caixão, Ciro é outro papudo traíra, eu sempre fui filiado no PDT, ele jamais terá meu voto; Lula 2018.

Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h26

    Pois no meu município, o PSB tem feito um trabalho excepcional, salários em dia, obras que acabam rápidamente, população satisfeita e reelegendo Ricardo Coutinho.

    Responder

    Marcelo

    12 de julho de 2018 às 09h31

    Você se queixa da “direitização” e diz que votará em São Lula, o santo dos banqueiros?
    Reveja seus conceitos.

    Responder

Francisco

02 de julho de 2018 às 18h09

Cá entre nós, o que tem a ver o PDT e o PSB atuais, com o que pensavam, Brizola e Arraes?
No PDT, um terço dos deputados (6) votaram a favor do golpe, no PSB 90% da bancada de 32 deputados votaram a favor do golpe (29).
No senado, idem, 2 senadores do PDT, em bancada de 3, votaram a favor do golpe e no PSB, 5 senadores, em bancada de 7.

Responder

    Marcelo

    12 de julho de 2018 às 09h37

    O único que assume abertamente que houve um golpe é Ciro Gomes, nem o PT diz isso. Inclusive elegeu Eunício de Oliveira como presidente ao Senado além de estar em amores com os Calheiros. Da última eleição mais de 60% das alianças do PT foi com o PMDB golpista. Portanto, o único com moral e coerência nesse mar de lama que se tornou a política nacional é #CiroPDT12
    O resto é mais do mesmo.

    Responder

Gustavo Corrêa

02 de julho de 2018 às 07h31

Ainda aposto que psb não apoia pdt como o blog tanto diz!

Responder

    Aliança Nacional Libertadora

    02 de julho de 2018 às 19h05

    Eu aposto também……Ciro esta com a sua candidatura igual ao Alckmin……depende da injustiça contra o Lula para ficar viável….Caso se juntem serão a “esquerda” golpista unida….faz até muito sentido……mas o PS(d)B se perder Pernambuco…..irão ladeira abaixo…..tão pedindo pelo amor de deus pra Dilma e pra Marília Arraes saírem da frente….Se for Ciro….bye bye Pernambuco e Senado mineiro…

    Responder

      Sandro

      03 de julho de 2018 às 18h29

      É justamente disso que parte da esquerda não aguenta mais, fisiologismo e jogo de poder, toma lá dá cá Petista, nunca largando a mão do osso e sempre disposto a “trocar” em benefício próprio, mas nunca em benefício da esquerda que sempre o apoiou. . O PSB e PDT mostram que existe alternativa ao PT, graças a Deus!

      Responder

Alan Cepile

02 de julho de 2018 às 00h25

CURIOSO!

O PT queria o apoio do PSB, agora que (aparentemente) não conseguiu os lulistas dizem que o PSB não presta…

Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h33

    Realmente essa bipolaridade não está dando pra engolir. De acordo com as conveniências do partido, o julgamento muda da agua pro vinho. Obrigado PSB e PDT pela união e por mostrar à parte desiludida da esquerda com o PT, que existe sim alternativa à sede de poder petista a qq custo e do fisiologismo, sectarismo que tomou parte da militância fanática.

    Responder

    Marcelo

    12 de julho de 2018 às 09h39

    “Essas uvas estão verdes”

    Responder

a.ali

01 de julho de 2018 às 23h15

ciro quer mesmo é cargo, só não vai levar e chama até o demo para fazer aliança… a essa noticia digo pobre tio briza….

Responder

Jardson

01 de julho de 2018 às 20h24

Essa notícia é falsa, eles não estão nem aliados ainda e já estão falando em fusão de partido…

Responder

jakson

01 de julho de 2018 às 19h07

PT é o maior partido na câmara dos deputados e o de esquerda que tem mais senadores, tem 20% da preferência do eleitorado, depois que o povo caiu na real e derrubou a ficha do golpe, já retornou sua confiança no PT que terá uma ótima eleição em 2018 e recuperará as prefeituras em 2020.

Já PDT e PSB com o apoio que deram ao golpe, à reforma trabalhista e a todas as medidadas do temer ninguém em são consciência pode dizer que são de esquerda, a não ser que tenha fumado muita maconha estragada.

Responder

    Miguel do Rosário

    02 de julho de 2018 às 13h06

    não é verdade, jakson, PDT e PSB foram contra a reforma trabalhista. E o PDT foi contra o golpe.

    Responder

      Sandro

      03 de julho de 2018 às 18h34

      Obrigado Miguel por desmentir mais um militante petista

      Responder

Marina

01 de julho de 2018 às 12h49

Vixe Maria! Querem enterrar Brizola e Arraes de uma vez por todas. Certamente outros partidos podem de juntar a eesa reedição da Arena. A
É a história se repetindo..

Responder

    Ultra Mario

    01 de julho de 2018 às 13h07

    Pare de usar a memória dos outros para tentar suportar as asneiras que diz.

    Responder

    Douglas Duarte

    01 de julho de 2018 às 19h55

    Miguel, parabéns pela tua coerência de defender DE FATO e não apenas como retórica a unidade do campo popular.
    Mas agora tu estás conhecendo o petismo real: hegemonia tá, arrogante e messiânico.
    Não se iluda, esse PT que hoje ousa até mesmo evocar o legado do Getúlio, do Jango e do Brizola, é o mesmo que chamava o Getúlio de fascista, o Jato de traidor e o Brizola de “caudilho populista”.
    É o PT que dizia que os CIEPS eram escolas muito caras e que os pobres não se habituariam a elas, é o PT que esteve ao lado do Moreira Franco contra o professor Darcy Ribeiro no Rio de Janeiro.
    É, antes de tudo, o partido criado pelo general Golbery para dividir a esquerda e impedir que o Brizola fosse presidente.
    Eles estão agonizando, esperneando e atirando para todos os lados pois estão APAVORADOS diante da possibilidade de o Ciro se eleger sem beijar a sua mão, criando uma nova hegemonia do campo. Não espere deles racionalidade, compreensão ou que lembrem dos enormes serviços que tu já prestoua eles próprios, pois para o PT nada importa mais que o PT. E eles estarão dispostos até mesmo a jogar o Brasil e os brasileiros no colo de um Bolsonaro ou um Alckmin para garantir sua sobrevivência e seu projeto de poder.

    Responder

      Sandro

      03 de julho de 2018 às 18h36

      Obrigado Douglas pelo excelente comentário, queria eu tê-lo escrito!

      Responder

Antonio Passos

01 de julho de 2018 às 12h12

Do jeito que as posições políticas estão mudando depois do golpe, talvez o DEM também caiba nesse novo partido.

Responder

Helter

01 de julho de 2018 às 11h31

Se o Ciro fosse safo defendia o Lula como fazem outros candidatos de esquerda. Acho muito dificil eu votar nele, nao é impossivel, mas é bastante improvavel.
Uma hora ele diz uma coisa outra hora diz outra. Parece se mover conforme a opiniao publica mostrada pela midia. Aí fica dificil. Passa a impressao de falsidade.
Acho que o Ciro sem apoio do PT nao vai para lugar nenhum.

Responder

    Gabriel Soares

    01 de julho de 2018 às 12h24

    O pt e Lula é pé de manga não nasce nada embaixo já ouviu aquela divisão do Luiz Gonzaga ☝️ um pra mim um pra eu e nada pra tu essa é do Lula e pt ninguém mais acredita nos caras como aliados

    Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h39

    E quem disse que queremos um presidente SAFO?
    Queremos um presidente HONESTO e SINCERO que fale tudo aquilo que nos da equerda queremos ouvir, do PT, aquela velha autocritica que os Petistas se recusam a fazer, e que felizmente ouvimos da boca de Ciro Gomes!
    Cada dia que passa, a ética petista vai pro brejo. Acordem companheiros, deixem a cegueira de lado e assumam que o PT errou, e muito. R$70 milhoes bloqueados de Paloci, mais R$70 a serem bloqueados!

    Responder

Ferreti

01 de julho de 2018 às 10h40

Já lhe disse, Miguel. Quem vai eleger Bolsonaro serão os petistas indignados com o cangaceiro do Ceará.

Responder

    André Romero

    01 de julho de 2018 às 11h44

    Sou obrigado a concordar com você.

    Responder

    Gabriel Soares

    01 de julho de 2018 às 12h26

    Será ótimo ?? só assim Bolsonaro extermina todos

    Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h42

    Mas essa é a grande verdade, se o fascista do Bolsonaro ganhar é por causa dos Petistas que estão sendo ambiciosos, mesquinhos, incoerentes e fragmentadores!
    Essa eleição poderia ser ganha no primeiro turno por Ciro Gomes mas quem disse que o PT quer largar a mão do osso? Só pensam no seu projeto de poder, se esqueceram do País! A 100 dias da eleição, onde está o plano de governo petista? Ja repararam que a 100 dias da eleição petista só fala mal dos outros adversários? É só maledicênia, e plano de governo que é bom? Nada!!!

    Responder

Ferreti

01 de julho de 2018 às 10h38

Adorei essa parte:

“O PT, que era a maior legenda progressista em número de prefeitos, foi fulminado em 2016, pela Lava Jato, e perdeu 60% de suas administrações: hoje tem 254 prefeituras.”
**********************
O “fulminado” fulminou com os petistas, como a Argentina foi ontem, diante da França.

Responder

André Romero

01 de julho de 2018 às 10h32

Duro de ler é ver uma galera petista “esquecer” o que os caras do seu partido “de Esquerda” fizeram para serem aceitos e poderem ganhar, para quem eles realmente governaram, com quem eles se aliaram, dividiram o butim que ajudaram a roubar (como todos os outros) e quem eles botaram na linha da sucessão presidencial.
Tiveram a faca e o queijo nas mãos para – mais do que fazer alguns programas sociais – mudar de vez a antiga forma de fazer política, atacar os reais fundamentos da miséria, diminuir a concentração bancária e o escandaloso favorecimento do Mercado Financeiro, discutir as reformas de forma corajosa e honesta, mas preferiram apenas fazer um pacto de compadres com as elites e colocar Band-Aids caríssimos e insustentáveis a longo prazo – os programas sociais. Distribuíram dinheiro sem lastro para a população até secar a fonte, vendendo a tolice de que essa era a única reforma que precisavam fazer.
Ficaram 13 anos no Poder e não fizeram reforma nenhuma – nem política (o resultado está aí), nem tributária e fiscal (a base de tudo), nem previdenciária (nem mesmo para acabar com os privilégios) – não elaboraram nenhum plano estratégico ou política de desenvolvimento econômico, aprofundaram a desindustrialização (com exceção da Petrobrás), deixaram o déficit público explodir e ainda compactuaram (e foram partícipes) da roubalheira que sempre denunciaram nos discursos. E ainda vêm dar lição de moral.

Responder

    Augusto

    01 de julho de 2018 às 14h34

    Perfeito!

    Responder

    Nelsonz

    01 de julho de 2018 às 17h00

    Engraçado seu comentário q crítica alianças do PT mas aceita as do Ciro e dos outros. Talvez um dia vc governe o mundo sozinho e so pra si. Cada vez mais eu concordo com Nelson rodrigues, os idiotas vão governar o mundo não porque são melhores mas porque sao maioria bem vindo ao grupo!

    Responder

      Oblivion

      01 de julho de 2018 às 18h17

      Caro Nelson, a maioria desses comentários sobre as alianças do pt que lês e criticas são consequência de comentários dos ptistas sobre as alianças do pdt. Convenhamos, é no mínimo uma afronta à inteligência ler críticas vindas de setores do pt sobre qualquer tipo de aliança entre partido progressista com algum partido conservador. O André Romero expõe fatos para mostrar o tamanho dessa hipocrisia, e também da paciência que temos que ter ao ler (seria maucaratismo ou cegueira fanática?). Além disso, acredito que muitos que são criticados por seus comentários e que estão inclinados a votar no Ciro Gomes foram eleitores de Lula, Dilma, e que votariam no Lula se os vermes não impedissem.

      Responder

        André Romero

        01 de julho de 2018 às 19h43

        Oblivion, não consigo acrescentar nada mais ao seu comentário. Parabéns, você disse tudo e entendeu com precisão o espírito do meu comentário. Antes de ler seu post, tinha acabado de tocar exatamente nessa questão de quem são os eleitores do Ciro em outra resposta ao tal do Nelsonz que, pela sua extensão, ainda não saiu da moderação.

        Responder

      André Romero

      01 de julho de 2018 às 18h53

      Nelsonz, antes de criticar meu comentário e me confundir com a maioria petista que só diz “amém”, você deveria se perguntar quem são os eleitores de Ciro.
      Tirando os conterrâneos do cearense, não tenho nenhuma dúvida de que 90% ou mais são ex-petistas ou pessoas que votaram em Lula e/ou Dilma e que se desiludiram com o PT quando esse resolveu se nivelar aos demais. São pessoas que não perdoam o PT por achar, dentre todos os partidos pós-democratização, que ele era o único que não tinha o direito de decepcionar.
      Essa é a verdade.
      São pessoas que entendem que “ser” de Esquerda é AGIR como Esquerda, e não apenas conclamar os outros em torno de si quando lhe convém. Não é à toa que muita gente boa encara o PT como apenas um partido populista que apenas se aproveita do discurso de esquerda para seu projeto de Poder, tal qual os políticos “pastores” evangélicos usam do discurso da Família, Moral e os Bons Costumes como forma de arregimentar votos de seus fiéis.
      A lógica aqui é a inversa, amigo: são os petistas que desde o começo, no afã de derrubarem Ciro, o atacam por supostos vícios que o PT deitou e rolou de fazer quando era Situação. Esses são os fatos.
      Continue sendo manobrado e achando que os outros são idiotas, filho. Nos vemos em outubro, abraço.

      Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h43

    Certeiro!!!

    Responder

José Lupi

01 de julho de 2018 às 10h31

Ciro Gomes, é outro que morde assopra, vive em cima do muro comesse seu discurso. Jamais terá o meu voto. Acho ele um intelectual burro !!!

Responder

José Lupi

01 de julho de 2018 às 10h28

Ciro Gomes, é outro

Responder

Wilton Santos

01 de julho de 2018 às 10h21

Vereadores do PDT Uberlandia defenderam o projeto de lei da escola sem partido no município. Dizer que o PDT e o PSB são de esquerda é forçar a barra. São partidos convencionais como qualquer outro no país. São meras agremiações de oligarquias locais. O PSB em São Paulo não passa de linha auxiliar do PSDB controlado pelo grupo do Alckmin e o PDT do Rio de Janeiro é rigorosamente igual ao PMDB. Esses dois partidos não tem projeto político ou ideologia, representam apenas interesses de oligarcas locais.

Responder

    Miguel do Rosário

    01 de julho de 2018 às 11h33

    Sim, e vereadores do PDT são expulsos também regularmente. Todos os partidos de esquerda vivem contradições similares.

    Responder

      Augusto

      01 de julho de 2018 às 14h35

      Exatamente

      Responder

Beto Castro

01 de julho de 2018 às 10h01

O Rosário está dando uma de Migué. O Caféciro virou uma página neoliberalista e conservadora contra os trabalhadores com uma pitada de Albânia Manu e Henver Roxha. O golpismo rende dividendos. Uma Anta Agonista. Agora quer formar o PSCDBPG – Partido do Socialismo de Cobertura Democrático do Brasil Pelego e Golpista. Com o apoio do Dem, do PP e do PPS, só falta convidar os tucanos para vender todos os cemitérios do Brasil sob a batura de Moro e Dellagnol do Power Point Triplex Sitiado. Os falsos socialistas do sistema econômico que não existe sucumbirão agarrados numa tuia. Sem o PT não há solução para os problemas do Brasil que é feito em sua maioria por verdadeiros trabalhadores. Ciro vem depois de Lula, Requião e Haddad como última opção nacionalista meia-boca. Associado à Privataria de Liquidação da Pátria Ciro virou arranjo do Golpe.

Responder

    Miguel do Rosário

    01 de julho de 2018 às 11h41

    Beto, menos, por favor. Estou fazendo um esforço enorme para manter essa caixa de comentários aberta. Mas meu ouvido não é sanitário.

    Responder

      Gabriel Soares

      01 de julho de 2018 às 12h29

      Miguel e cafezinho está pensando no Brasil ?? e pessoal dos comentário estão pensando que Brasil ?? Aida suporta mais 8 anos de desgoverno

      Responder

        gN

        01 de julho de 2018 às 12h45

        Mas teve q suportar 14 anos de políticas fracassadas…

        Responder

      Beto Castro

      01 de julho de 2018 às 23h02

      Também estou fazendo o esforço danado para continuar lendo este site democrático, no qual podemos criticar até o titular. Mas, fico indignado com essas esquerdas da metade direita do espectro ideológico que se associam com os golpistas e tudo que é tipo de reacionário. Você tem o direito de promover e votar no Ceo do Steinbruck, mas depois não pode reclamar dos trabalhadores terem que almoçar em 15 minutos segurando um sanduiche com uma mão e operando a máquina com a outra. PSB e PDT de socialistas só tem os programas já que votaram pelo impedimento da Presidente Dilma e não fazem o menor esforço de focar no combate aos conspiradores do golpe e à liberdade do Presidente Lula.

      Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h47

    É por causa de militantes como você que cada dia que passa tenho mais convicção que meu voto é em Ciro Gomes!
    Graças a Deus que o PT não detem o monopólio da esquerda, nem nunca deterá!

    Responder

Lindolfo

01 de julho de 2018 às 09h28

Muito desonesto usar a imagem de Brizola e Arraes pra tentar vincular esse PSB de Marcio França e esse PDT do picareta Ciro Gomes aos 2 lideres da resistência à ditadura. Aliás, o oportunista Ciro Gomes era da Arena.

Faça o favor. Vc está virando um jornalista lavajateiro, um Jabor, um Gabeira, resumindo, um Antagonista.

Responder

    Miguel do Rosário

    01 de julho de 2018 às 11h34

    Se você acha isso, só posso sentir pena.

    Responder

      Nostradamus

      01 de julho de 2018 às 20h42

      Vejo se aproximar a hora da vingança!!! 54 milhões!!! Tiro e queda!!!

      Responder

    Gabriel Soares

    01 de julho de 2018 às 12h30

    Eleição de 2002 pdt e Leonel Brizola estava com Ciro Gomes mais bom mesmo é Mdb do Temer e pt de Dilma Brasil ?? está uma Noruega ??

    Responder

    André Romero

    01 de julho de 2018 às 19h35

    Desonesto, Lindolfo, é usar marotamente a imagem do Lula para propor uma nova, falsa e eleitoreira “união das esquerdas” em torno do PT pela oitava vez, mesmo sabendo que não deixarão ele competir, apenas para não perder o protagonismo.

    Responder

    André Romero

    01 de julho de 2018 às 20h25

    Lindolfo ao contrário, é de se admirar e parabenizar a paciência que o Miguel tem em aturar petistas que vem aqui falar desaforos e brandir “democracia” enquanto vários deles solicitam nos sites satélites do PT, como o DCM, para expulsar de lá quem defende o Ciro. Sei do que falo, filho, pois fui um desses expulsos por opiniões não mais “agressivas” do que essa aqui. Essa é a medida da “democracia” desses caras.

    Responder

    Sandro

    03 de julho de 2018 às 18h50

    É por causa dos Lindolfos da vida que parte da esquerda não quer ver o PT pintado de ouro. Fanático Sectário passivo-agressivo. PT cada dia mais bem representado!

    Responder

Jota One

01 de julho de 2018 às 09h28

Um amigo fanático por Ciro Gomes, disse-me uma frase que achei perfeita e definitiva: “a única maneira de eu não votar no Ciro é ele fazer aliança com DEM ou PSDB. Porque isso é sinal que teremos mais do mesmo”.

Responder

Nelsonz

01 de julho de 2018 às 09h17

O Miguel ainda acha q o PDT e o mesmo do Brizola e o PSB o mesmo do Arraes. O PSB esteve ativo no golpe e o PT foi fulminado nas eleições pela máquina do golpe. Será q o Miguel esquece das coisas ou só lembra de algumas?

Responder

    Miguel do Rosário

    01 de julho de 2018 às 11h36

    Eu lembro de tudo. O PT foi fulminado pelo golpe. Golpe contra o qual eu lutei e ainda luto.

    Responder

      Gabriel Soares

      01 de julho de 2018 às 12h32

      Miguel o golpe foi com o pt e tudo veja que Dilma conseguiu até os direito político e Renan Calheiros é queridinho do pt e foi quem assinou a saída de Dilma

      Responder

      Nelsonz

      01 de julho de 2018 às 17h03

      Sua memória e seletiva e não vê q o Ciro tem tudo pra ser outro Collor!

      Responder

    André Romero

    01 de julho de 2018 às 19h26

    Verdade. O mesmo faz você, ao achar que esse PT é o mesmo e com os mesmos ideais de quando ele foi fundado em 1981.

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?