Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Maduro sofre atentado na Venezuela

Por Miguel do Rosário

05 de agosto de 2018 : 09h41

Os acontecimentos na Venezuela passam por tantos filtros ideológicos, que fica difícil saber exatamente o que aconteceu. A mídia comercial, quando se trata de assuntos de prioridade dos interesses imperialistas, costuma abandonar qualquer escrúpulo de imparcialidade.

Para combater a desinformação, alguns canais anti-hegemônicos acabam escorregando no erro contrário, exagerando na dose, então ficamos com enorme dificuldade de saber a verdade.

Abaixo, segue matéria do canal público alemão DW. É o que me pareceu mais isento.

***

Na DW Brasil

Maduro diz ter sido alvo de atentado com drones

Cerimônia militar em Caracas é interrompida após explosão. Governo classifica incidente como uma tentativa de assassinar o presidente, mas há perguntas em aberto.

Uma explosão interrompeu neste sábado (05/08) uma cerimônia militar comandada por Nicolás Maduro em Caracas, no que o governo classificou como uma tentativa de atentado usando drones contra o presidente venezuelano.

As imagens da TV pública, que transmitia ao vivo o evento, mostram o momento em que a primeira-dama, ao lado de Maduro num palanque, se assusta com um barulho e olha para o alto. O presidente e os militares ao seu lado repetem o gesto, e a imagem é cortada.

Segundos depois, imagens abertas mostram uma avenida com militares e apoiadores de Maduro em posição. Ouve-se som de tiros, e a multidão dispara em correria. Em nenhum momento é possível ver os drones nesta sequência. Fotos mostram guarda-costas correndo para proteger Maduro.

O Ministro da Comunicação, Jorge Rodríguez, disse que foram usados “vários artefatos voadores”, detonados perto do palanque onde falava Maduro. O drone não o atingiu, mas não está claro ainda se ele foi derrubado ou detonado prematuramente.

“Uma investigação claramente revelou que as explosões saíram de um artefato tipo drone que carregava explosivos”, disse o ministro.

Um grupo autointitulado “soldados de flanela” reivindicou a autoria do que chamou de “Operação Fênix”, nome com o qual identificaram o ataque contra Maduro.

“A operação era sobrevoar com dois drones carregados com C4, e o alvo era o palco presidencial. Francoatiradores da guarda de honra derrubaram os drones”, diz no Twitter o grupo, cujos membros se identificam como “militares e civis patriotas leais ao povo venezuelano”.

A Frente Ampla Venezuela Livre, uma aliança opositora, questionou o “confuso evento” em Caracas e pôs em dúvida se o ocorrido realmente foi um atentado. Os opositores dizem temer que um episódio mal explicado possa ser usado como desculpa para que o governo acentue a repressão. Bombeiros citados pela agência de notícia AP disseram que o barulho foi gerado, na verdade, por uma explosão de gás nos arredores.

O governo venezuelano com frequência acusa a oposição e ativistas antichavismo – a quem se refere com palavras como terroristas e extrema direita – de conspirar para derrubá-lo e arquitetar atentados contra o presidente, que é impopular, mas foi reeleito numa eleição rejeitada por grande parte da comunidade internacional.

A Venezuela passa há meses por uma profunda crise, que levou centenas de milhares de pessoas a deixar o país. Analistas afirmam que a crise está associada à queda dos preços internacionais do petróleo, mas também a uma política econômica desastrada dos governos chavistas.

A queda da produção interna, as restrições cambiais, a escassez de produtos alimentares básicos e de medicamentos, os rendimentos familiares insuficientes, bem como a hiperinflação – que, segundo projeções do Fundo Monetário Internacional, será de 1 milhão por centro em 2018 – evidenciam a situação do país.

A escassez de produtos básicos gerou denúncias de crise humanitária, e muitos venezuelanos dependem de uma bolsa com alguns produtos básicos que o governo distribui periodicamente a preços subsidiados.

Maduro não nega que haja uma crise econômica, mas a atribui à queda do preço do petróleo, às sanções econômicas dos Estados Unidos, à falta de crédito no mercado internacional e ao “boicote” das “máfias de empresários” e governos vizinhos à sua administração.

Neste sábado, após o incidente, Maduro afirmou que o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, está por trás do atentado contra si e afirmou que já foram capturados alguns dos autores materiais.

“Esclarecemos a situação em tempo recorde, e se trata de um atentado para me matar, tentaram me assassinar e não tenho dúvida de que tudo aponta para a direita, a extrema direita venezuelana em aliança com a extrema direita colombiana e que o nome de Juan Manuel Santos está por trás deste atentado, não tenho dúvidas”, bradou Maduro.

O governo em Bogotá rejeitou veementemente a acusação.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Avelino

06 de agosto de 2018 às 12h06

Soldado de flanela lá, de pijama aqui, os dois tem em comum, de serem traidores.
Parece que os bolsonaristas e outro reaças, estão fazendo ponto aqui.
LulaLivre.

Responder

Enxameai Data Capital

06 de agosto de 2018 às 08h23

https://www.youtube.com/watch?v=6L1__ooD5-M

Responder

Marina

06 de agosto de 2018 às 07h51

Para os fascistas bolsomerdas que pululam neste blog, uma informação. Tem um deputado que está oferecendo prêmio ao coxinha fascistoide que conseguir se colocar sem que emita uma infâmia, palavras de ódio e chingamento de baixo calão. Sei que é uma missão quase impossível mas vale tentar. O problema é que fascista não pensa, só tem ideia fixa deturpada e de uma canalhice ímpar.

Responder

Fernando

06 de agosto de 2018 às 05h40

Que se f.o.d.a.a.m Venezuela , Maduro e venezuelanos !

Responder

Régis

06 de agosto de 2018 às 01h17

A Venezuela resiste bravamente contra o Império Americano. Dona de grandes reservas de petróleo e minas de ouro, enfrenta todas as artimanhas golpistas e assassinas da direita entreguista venezuelana. Lutam bravamente!
Já aqui no Brasil, temos uma grande parcela de pessoas batedoras de panela e penico que se acham “politizados”. Pior que isso, só vendo uma multidão saindo as ruas de verde amarelo cujo o simbolo era um pato. Detalhe: atendendo aos pedidos da Rede Globo (mídia que defende interesses estrangeiros ).

Responder

    Renato

    06 de agosto de 2018 às 05h42

    Vá viver na Venezuela, militonto. Aproveite e leve daqui papel higiênico para limpar o rabo ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

      Nelson

      06 de agosto de 2018 às 10h49

      Me parece que o papel higiênico terá mais serventia se for usado para a limpeza do que tu mostras ter dentro da cabeça, meu chapa.

      Responder

        Renato

        06 de agosto de 2018 às 12h37

        Nem mesmo com papel higiênico será possível limpar o tanto de cocô que há dentro da caixa craniana dos petistas ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

          Nelson

          06 de agosto de 2018 às 16h16

          Sem argumentos próprios e originais, resolveste partir para o plágio?

        Alex

        06 de agosto de 2018 às 12h38

        Nem mesmo com toneladas de papel higiênico será possível remover o tanto de fezes que há dentro da caixa craniana dos petistas !

        Responder

    Ivan

    06 de agosto de 2018 às 12h23

    O império americano está CAGANDO para a Venezuela , caro militonto !

    Responder

      Nelson

      06 de agosto de 2018 às 16h29

      Isso, isso, isso! [Chaves]

      A Venezuela possui um território 8 vezes maior que o de Cuba e uma riqueza nesse território imensamente maior que a existente na ilha. Já estamos nos aproximando de 60 anos de vigência de um bloqueio criminoso e ilegal imposto aos cubanos pelo Sistema de Poder que domina os Estados Unidos, o maior rapinador da história da humanidade.

      E tu vens me dizer que os EUA estão “cagando para a Venezuela”. Mesmo com 300 bilhões de barris de petróleo, terras raras, minérios altamente valiosos, biodiversidade e água doce.

      Se não queres dar mais mancadas por aqui, meu chapa, é melhor que tu vás te informar um pouco mais.

      Responder

A. Magalhães

05 de agosto de 2018 às 22h13

Washington tenta assassinar o presidente da Venezuela

https://www.rt.com/news/435133-maduro-venezuela-explosion-address/

https://www.rt.com/news/435135-maduro-attack-right-wing-colombia/

A BBC, um ativo da CIA, e o restante da imprensa ocidental estão tentando encobrir a tentativa de assassinato, deturpando-a como um falso ataque de bandeira do presidente venezuelano contra si mesmo, para que ele possa prender seus oponentes.

O governo dos Estados Unidos nunca permitiu que nenhum governo latino-americano reformista democraticamente eleito representasse o interesse de seu povo em vez de os interesses econômicos dos EUA sobreviverem.

Os governos reformistas sempre prepararam o caminho para sua derrubada, não exterminando a classe exploradora aliada a Washington em seu meio.

Ao culpar a Colômbia, Maduro está usando taquigrafia. Todo mundo sabe que a Colômbia é um Estado vassalo de Washington.

fonte: https://www.paulcraigroberts.org/2018/08/05/washington-attempts-to-assassinate-the-president-of-venezuela/

Responder

Ezequiel

05 de agosto de 2018 às 21h55

O que acontece hoje na venezuela esta diretamente conectado com o golpe de 2002 e com as demais tentativas de desestabilização provocado pelos golpistas da direita vemezuela. Não é a toa que a direita vagabunda e golpista brasileira tem usado as páginas dos jornais na internet para apoiar o terrorismo contra maduro e ainda colpar a esquerda brasileira.

Responder

Luciano

05 de agosto de 2018 às 21h29

ATENÇÃO! Acabaram de ser divulgados os primeiros vídeos com a explosão de um dos drones. O segundo drone teria se descontrolado e e bateu contra um prédio.

https://twitter.com/twitter/statuses/1026194479013871616

https://www.bhphotovideo.com/images/images2500x2500/dji_cp_sb_000308_matrice_600_pro_1297339.jpg

Responder

Minana

05 de agosto de 2018 às 16h32

No jornal da Bandeirantes a cena foi apresentada num campo de visão mais aberto.
Foi possível observar claramente que um oficial foi atingido perto do presidente.
Já no Jornal Nacional não mostraram esta cena.

Responder

    Flávio Ferreira

    05 de agosto de 2018 às 18h35

    O pior é a legenda dizer “sofre possível atentado”. Ou é ou não é atentado assim como não existe mais ou menos grávida.

    Responder

Jorge

05 de agosto de 2018 às 15h40

Existe bons governos de direita e bons de esquerda, existe governos ruins de ambos os lados. Maduro representa o que há de pior, um modelo ultrapassado e um administrador incompetente.

Responder

Flávio

05 de agosto de 2018 às 15h07

Na verdade atentado ele faz todos os dias com a maioria do povo venezuelano, uma tristeza ver o sofrimento que passa a grande maioria do venezuelanos, estive lá uns dois anos atras a trabalho, pelas informações hoje estão bem piores, esse ditador tem que sair logo para o bem do povo, ou melhor de sua grande maioria, óbvio que tem alguns prestigiados que vivem bem sob as asas desse presidente desequilibrado.
E pensar que alguns queria esse tipo de governo para o Brasil.

Responder

Gustavo

05 de agosto de 2018 às 13h58

Concordo integralmente com os dois primeiros parágrafos do artigo. Independente da verdade, todos tenderão fortemente para o seu lado. É incrível que logo na sequência Maduro já tenha a conclusão de que foi o presidente da Colômbia o culpado. Me estranhou até ele não ter acusado o Trump ou ainda os dois juntos em uma dessas reuniões da OTAN

Responder

Cláudio

05 de agosto de 2018 às 11h13

Mas se essa é que é a fonte menos desconfiável é ridícula : “o presidente, que é impopular, mas foi reeleito numa eleição rejeitada por grande parte da comunidade internacional”. Deu pra entender? impopular reeleito… Grande comunidade internacional de batedores de carteira, de claque neocolonizada, enfim…

Responder

    gN

    05 de agosto de 2018 às 12h10

    10% da população já fugiu do País (inundando o BRASIL de Refugiados), o Regime controla o Tribunal Eleitoral, criou um novo Legislativo quando perdeu feio o Congresso e fico assistindo a esquerda brasileira defendendo o cara…

    Responder

      Nelson

      06 de agosto de 2018 às 17h25

      Você se deu conta da asneira descomunal que publicou, meu chapa. ‘10% ada população correspondem a mais de 3 milhões de 100 mil pessoas.

      Se não queres mais dar mancada, procures outras fontes de informação. O PIG só te fornece informação avalizada pelo Sistema de Poder que domina os Estados Unidos.

      Responder

Renato

05 de agosto de 2018 às 11h01

“que fica difícil saber exatamente o que aconteceu.”. Só um idiota acha que fica difícil saber exatamente o que aconteceu . Miguelito passou a noite toda preocupado com Maduro, agarrado ao agasalho com as cores venezuelanas ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Antonio Passos

    06 de agosto de 2018 às 03h01

    Há uma coisa que não é difícil saber: que você é um IMBECIL. KKKKKKK

    Seu texto é tão estúpido que pode-se deduzir que você não é de direita nem de esquerda. Sua posição é de quatro mesmo. Kkkkkkkkkkk

    Responder

      Cláudio

      06 de agosto de 2018 às 05h47

      Não meça os outros pela sua régua, militonto. Não é porque você adora ficar de quatro, vestindo o agasalho com as cores venezuelanas, que todos devem gostar ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?