Haddad entrevista Boulos

Ciro Gomes discursa na Bienal da UNE em Salvador (Rodrigo Daniel/Bahia Notícias/.)

Ciro vai à guerra

Por Miguel do Rosário

10 de fevereiro de 2019 : 12h12

Ciro vem sendo atacado, sabotado, xingado, pelo PT desde o início de 2018. Quando eu comecei a escrever minhas primeiras análises sobre o ex-candidato, os petistas (não todos, evidentemente, porém muitos) começaram a atacar também o Cafezinho, e numa escala tal que mais parecia um linchamento.

Isso não parou um minuto desde então.

Durante todo o primeiro turno das eleições presidenciais, o PT voltou todas as suas forças, seus blogs, seus influencers, suas narrativas, contra o Ciro. Jogou sujo com o PCdoB e o PSB, e conseguiram isolar o PDT.

No segundo turno, os influencers e blogs mais vinculados ao PT continuaram atacando o Ciro, e o partido promovia a narrativa de que Ciro teria “fugido”, o que era uma maneira de chantageá-lo politicamente para dar um apoio mais explícito a Fernando Haddad. A narrativa era sempre de demonização de Ciro, mesmo precisando de seus votos.

Os eleitores de Ciro, no entanto, engoliram em seco os ataques e, seguindo sua própria consciência, transferiram em peso seus votos para o PT.

O Cafezinho, por sua vez, disponibilizou toda a sua estrutura para seus colunistas petistas mais militantes usarem-na para fazer campanha para Haddad.

Encerrada a eleição, porém, os ataques não pararam. Nenhum petista disse um “obrigado” ao Cafezinho; ao contrário, continuamos a ser atacados, assim como não foram interrompidos os ataques a Ciro e as tentativas de isolamento e aniquilação política.

Na disputa para a Câmara dos Deputados, ficou claro mais uma vez o jogo sujo. O PSB não se juntou ao “bloco de esquerda” por qualquer tipo de coesão programática. Houve apenas uma tramoia suspeita para repetir o feito do primeiro turno e isolar o PDT “de Ciro”, não importando as consequências.

Tanto não havia coesão que o bloco deu parte de seus votos, “por baixo do pano”, para Rodrigo Maia, ao mesmo tempo em que promoveu ataques políticos ao PDT e ao PCdoB, por serem transparentes e terem feito acordo às claras, à luz do dia, para a eleição do presidente da Câmara.

Paulo Pimenta, líder do PT, na Câmara, fez um ataque sórdido ao bloco do PDT e PCdoB, chamando-o de “fake” num artigo. Ninguém do bloco trabalhista rebateu. Engoliram as críticas em silêncio. A resposta seria dada mais tarde, por Ciro.

Dias após a eleição de Maia, o bloco de esquerda, que seria o único “bloco de oposição de verdade”, conforme diziam integrantes do PSOL e PT, em pronunciamentos agressivos, fez água.

Não era “bloco de oposição de verdade” coisa nenhuma, e sim uma tentativa do PT de manter a hegemonia da oposição. O líder do PSB, Tadeu Alencar, ao explicar a dissolução do bloco liderado pelo PT, disse ter esperança de se juntar ao bloco do PDT e PCdoB.

Na Bienal da UNE, o PT organizou mais um ataque rasteiro a Ciro, uma provocação barata, sabendo que o ponto-fraco do ex-ministro é seu temperamento sanguíneo. A Juventude Petista vaiou, xingou, fez coro Lula Livre, impediu Ciro de falar, o que foi um ataque profundamente antidemocrático. Mesmo se o palestrante fosse João Amoedo, seria importante demonstrar educação e ouvi-lo falar. Havia muita gente querendo ouvir Ciro, não apenas pessoas presentes, mas também nas redes, à distância. Mas não. A tática foi vaiar, agredir e depois se vitimizar. Assim que Ciro explodiu, e gritou a frase famosa de seu irmão, a máquina petista imediatamente começou a agir, tratando de emplacar a narrativa de que Ciro tinha “atacado” Lula, quando o que vimos tinha sido exatamente o oposto.

Todo o establishment petista, seus apoiadores, blogs, influencers, militância, continuam atacando Ciro dia e noite. E atacam a pessoa, não as ideias. Eles fazem questão de omitir que as ideias do trabalhismo, do qual Ciro se tornou o porta-voz, são sofisticadas, progressistas, e que poderiam ajudar o Brasil a derrotar Bolsonaro e a conter a onda de violência e autoritarismo que vem do judiciário.

O trabalhismo poderia ajudar a libertar Lula, mas o petismo prefere continuar apostando na estratégia fracassada da violência retórica, impotente, contra os tribunais. Fazem manifestações de rua para xingar juízes e depois fingem surpresa quando os juízes se irritam e aumentam as condenações.

O judiciário tem que ser atraído para o campo progressista e não ser empurrado para a direita, a golpes de xingamento e ataques retóricos chauvinistas e vazios.

Preferem torrar recursos partidários e sindicais num acampamento, para dar bom dia, boa tarde, boa noite para Lula, ao invés de produzir inteligência, seminários, livros, constrangendo o lawfare. Alguns juristas militantes organizam livros, mas de maneira espontânea, sem a severidade editorial necessária para ações desse tipo, e os seminários que se realizam para lançar os livros se tornam eventos partidários, o que é obviamente contraproducente.

Alguns youtubers lulistas insistem na tese de que todas as ações do PT, desde o primeiro turno, são obra da burocracia do PT, e que Lula teria sido engabelado. Atacam Paulo Pimenta, Gleisi, Haddad, e endeusam Lula. Não faz sentido. Lula ainda comanda o PT com mão de ferro, e todas as decisões do PT vem diretamente de Curitiba. Foi Lula que ordenou o isolamento de Ciro e foi Lula que insistiu em sua própria candidatura, uma decisão política desastrosa, responsável direta pela vitória da extrema-direita no país.

Tudo isso é, evidentemente, um erro estratégico de proporções bíblicas do PT.

Entretanto, ainda mais grave que esse erro é a tentativa de sufocar ideias alternativas, entre elas as que vem do campo trabalhista.

O trabalhismo jamais pensou em abandonar Lula, e sim substituir a liderança por alguém com liberdade. Numa guerra, se o general é preso pelo exército inimigo, imediatamente ele é substituído por outro. Não se trata de abandonar o general preso, mas sim de usar o bom senso. Sem uma liderança livre, capaz de articulação à luz do dia, não se conseguirá vencer nenhuma batalha, tampouco… libertar o general preso.

Mas agora parece que essa fase passou. O PT escolheu seu caminho, que é não fazer nenhuma autocrítica e não permitir que nenhuma liderança, que não seja Lula, possa emergir. Ontem, na festa de 39 anos do PT, o presidente da CUT, Wagner Freitas, e todos os que pegaram o microfone, deixaram bem claro: toda a estratégia política do PT será centralizada em torno do “Lula livre”, e o líder é… Lula. Me perdoem, mas não posso ser complacente com esse tipo de delírio autodestrutivo, que arrasta não apenas o PT, mas todo o campo progressista, e o país todo.

Todos os aliados de Lula e do PT durante todos esses anos que não pactuam com essa estratégia (que vem fracassando miseravelmente, e que continuará fracassando) são tratados como inimigos. Vide o caso do PCdoB, legenda que terá que perder sua timidez e defender sua sobrevivência com mais audácia e virilidade, pensando no bem maior do país e de seus militantes. Cortar o cordão umbilical com o lulismo é difícil, mas necessário. Lula tem de ser hoje defendido de si mesmo e do lulismo sebastianista que o cerca. O mesmo vale para o PSOL, cuja imagem tem ficado muito arranhada por sua leniência e submissão às narrativas mais delirantes do PT.

O PCO, novo “consigliere” do PT, com suas eternas vaquinhas, de centenas de milhares de reais, para financiar uma campanha retórica e vazia em defesa de Lula, é a prova disso. O partido teve microfone aberto no lançamento da candidatura do Lula. E agora, quinta-feira, em São Paulo, na manifestação em apoio a Lula, novamente teve espaço no microfone. Em seu site e em suas “análises semanais” ataca Marcelo Freixo, Boulos, Manuela, além, é claro, de atacar Ciro com extrema virulência; o PCO se dá ao trabalho, até mesmo, de fazer ataques violentos ao Cafezinho. O PCO, capanga do PT, se tornou uma das caras do petismo de hoje.

Diante dessa conjuntura é que se deve entender o posicionamento de Ciro Gomes, expresso na entrevista abaixo, para Bernardo Mello Franco. Algumas verdades são duras, doídas, mas precisam ser ditas.

***

Na Coluna de Bernardo Franco, no Globo

Ciro ataca PT e chama Lula de adversário | Bernardo Mello Franco – O Globo
10/02/2019 04:00

Ciro Gomes vai à guerra. Terceiro colocado na corrida presidencial, ele pretende liderar a oposição ao governo Bolsonaro. Não está disposto a dividir espaço com o PT, que agora descreve como adversário direto.

Na quinta-feira, o pedetista reapareceu em Salvador, onde bateu boca com militantes que defendiam o ex-presidente Lula. Foi um aviso. Daqui para a frente, ele quer distância dos ex-aliados, mesmo que isso signifique manter a esquerda fragmentada.

“Para a cúpula do PT, o inimigo não é o Bolsonaro. Sou eu”, justifica. “A disputa agora não é de projeto, é de hegemonia. Eles envelheceram. A tática do PT é me empurrar para a direita, como fizeram com o Brizola e com o Arraes. Só que eu não vou”, desafia.

Ciro se considera rompido com o ex-presidente, que foi condenado pela segunda vez nesta semana. “O Lula continua conspirando de dentro da cadeia, na politicagem mais rasteira. Nós temos que tratá-lo como ele é: como um adversário”, afirma.

Ele diz que “não comemora” a situação do petista, mas se recusa a endossar sua defesa incondicional. “Lula não é um preso político. É um político preso. Preso político é o Mujica, que nunca foi acusado de corrupção”, provoca. “Vamos olhar a realidade ou ficar navegando na maionese?”.

Para o ex-ministro, o PT se deixou aprisionar com seu líder em Curitiba. “A tese do ‘Lula Livre’ foi derrotada. Se continuarem insistindo nisso, vão ser derrotados de novo”, avisa.

Ciro diz que a estratégia dos petistas está errada. “Conhecendo o Judiciário, acho uma aberração pensar que vão ajudar o Lula com campanha de rua. Isso funciona pelo oposto”.

Ele não se arrepende de ter virado as costas para Fernando Haddad no segundo turno. O petista ficou esperando seu apoio, mas o ex-ministro escolheu viajar de férias para a Europa.

“O que é que eu devo para eles? O Haddad teve 71% dos votos no Ceará. Em São Paulo, o estado dele, teve 32%”, afirma. “Não sou obrigado a votar nessa gente de novo. Nunca mais”.

Ciro promete uma oposição “propositiva” a Bolsonaro. No próximo dia 20, vai apresentar um projeto alternativo de reforma da Previdência. Ele quer centrar fogo na agenda econômica e no que vê como um desmonte das políticas sociais. Prefere ignorar as pautas de comportamento, que têm dominado o debate nas redes.

“Não vou ficar comentando declaração de maluquete sobre cor de roupa de menino”, diz, referindo-se à ministra Damares Alves e sua polêmica do rosa e do azul. “Isso é irrelevante. A agenda identitária não pode substituir a luta da esquerda”, afirma.

Na disputa pelo comando da Câmara e do Senado, Ciro travou o primeiro embate do ano com o PT. Ele apoiou Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, enquanto os petistas ficaram com Marcelo Freixo e Renan Calheiros. Os candidatos do DEM venceram, e agora prometem facilitar a vida de Bolsonaro.

“Aquilo não era um terceiro turno da eleição”, diz Ciro, rejeitando a crítica por ter se juntado aos governistas. “Nós sofremos uma derrota fragorosa no ano passado. O lutador tem que entender sua posição no tablado, e o PT ainda não entendeu”, rebate.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

246 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Adyneusa

19 de fevereiro de 2019 às 19h00

Espero que a direção do PDT crie vergonha na xará e espulse Ciro do partido só é vergonha a esquerda.
Quanto a vc Miguel está totalmente equivocado, quem ataca o PT desde as eleições e o viro e seu irmão que levou o senado com voto da militância do PT.
Reveja seus conceitos.

Responder

Ruan

12 de fevereiro de 2019 às 18h15

O PT tem que acabar!

Responder

Martim

12 de fevereiro de 2019 às 08h55

Cara, depois desse texto tu ganhou um leitor assíduo…
Mandou bem demais.
Falou tudo…
E cara.. não da bola pra essa galera doente que fica ai de mimimi pelo que tu tá falando.
Se teu desejo é criar um blogue de reflexão, pé no chão, sem idiotice, tu não pode se amarrar em leitor doente, tumultuador, que quer se entocar na bolha…
Tu mandou bem demais..

E a esse bando de doentes que tão tristinhos com esse artigo… vão lá pro 247 que é o lugar de vocês!!!
Bando de sequelado.

Responder

AcesarRocha

12 de fevereiro de 2019 às 00h29

Ciro Gomes – cada mais “ciririca”, ou seja, um hibrido da insignificância politica do deputado Tiririca – é a Marina Silva de “calças”. Está na mesma senda que ela, ou seja, não tem eleitorado. Sobrevive na mídia que porque se prestam ao vil esforço de “manter de pé” o antipetismo. Chega a ser patético o titular desse blog “num puxasaquismo” – remunerado!!?? tentar impingir aos internautas que por que se achega uma “imagem” do Ciro como político sério e competente. Goste ou não do PT – com todos os erros e subserviência aos donos poder – é o partido “âncora” no campo da esquerda. Sair da órbita do PT é arriar as calças (PCdoB) ou flanar na discurseira identitária (Psol).

Responder

Josivaldo S Dos Santos

12 de fevereiro de 2019 às 00h00

O cafezinho é um bom canal progressista. Acho que apoiar o Ciro é legítimo mas daí a culpar o Lula e o PT pelo seu fracasso é forçar a barra demais.

O Ciro é que tem que esquecer o PT e trilhar o seu próprio caminho. Apresentar proposta e organizar uma base social de apoio. Só assim ele poderá se colocar como opção política da esquerda ou mesmo do centro que parece mais com o seu perfil. Sem isso ele será apenas o que sempre foi
Candidato de se mesmo.

Responder

Jair Soares

11 de fevereiro de 2019 às 22h28

Tudo isso acontecendo e a esquerda na praça, juntamente com seus “brogs” (como diz o prefeito de Itabuna-Ba, sr. Fernando Gomes), dando milho aos pombos. Votem Maia e repitam que se trata de questão de sobrevivência… Eu acreditarei, eu acreditarei, eu acreditarei. Pronto, ja estou acreditando!!!!

Responder

ronaldo

11 de fevereiro de 2019 às 22h08

Miguel, acompanho seu blog desde sempre, mas, confesso, interrompi pois divergíamos em relação ao candidato à presidência e às propostas de cada um. Uma delas, a previdência e a participação da iniciativa privada, mesmo que modesta.
Estivemos juntos um par de vezes onde saudei um novo analista político que surgia, e trocamos algumas palavras.
Este analista que saudei, digamos, está em férias, e em seu lugar um defensor absoluto à candidatura Ciro, seja lá em data, seja lá e em qual partido. É legítimo, claro, mas pensava ser pouco para você.
A Ciro foi oferecido lugar na chapa presidencial com Lula ainda com possibilidades de candidatar-se e promessa de primeiro da chapa na eleição seguinte. Ciro declinou.
O PT e Ciro tentaram adesão do PC do B e do PSB. O PT conseguiu, apenas isso.
Nós dois somos animais políticos, uma oitava a cima da definição aristotélica. O país à beira de Bolsonaro e você diz … ” o partido promovia a narrativa de que Ciro teria “fugido”, o que era uma maneira de chantageá-lo politicamente para dar um apoio mais explícito a Fernando Haddad”.

Chantagem? Eu, que nunca fui petista, sou brizolista, não acho que Ciro fugiu. Acho apenas que Ciro ignorou. Voltou ao lago que refletia sua imagem, aliás ao rio, no caso o Sena.
O que cabe a alguém minimamente progressista que está entre Bolsonaro e Haddad, tenha ele 10 ou 10 milhões de votos?
Brizola, em um debate, disse: se sua consciência disser que não votará Leonel Brizola, veja que há outros candidatos dignos (Covas e outros), mas não vote em Collor ou Silvio Santos, por exemplo.
É assim que agem os estadistas.
Depois, em 89, ao perder para Lula, por poucos votos, a chance do segundo turno com Collor, disse (eu estava lá no Rio Centro): vamos fazer a direita engolir esse sapo barbudo!
Lamento, Miguel. Minha minúscula audiência não representa nada diante dos milhares de cidadãos que o acompanham. Não bato em você, como disse sobre outros. Apenas lamento. Muito.

Responder

    Carlos

    12 de fevereiro de 2019 às 11h41

    Foi oferecido sim a vaga de candidato a vice na chapa com o ex- presidente Lula, na qual com a futura impugnação da candidatura do ex- presidente Lula no TSE, o Ciro Gomes substituiria a cabeça de chapa. O Ciro Gomes não aceitou porque é um político com luz própria e se aceitasse compor a chapa de vice do ex- presidente Lula seria mais um candidato poste do líder petista. O Fernando Haddad aceitou este papel de ser o candidato poste do ex- presidente Lula nas eleições de 2018. Aliás quando o Fernando Haddad quando ganhou a eleição para prefeito de São Paulo em 2012 ele deu uma entrevista para os repórteres da imprensa onde chegou a dizer o seguinte: “Vocês sabem que eu sou o segundo poste do Lula” http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/10/apos-vitoria-em-sp-haddad-diz-ser-segundo-poste-de-lula.html O então prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad se referia ao primeiro poste do ex- presidente Lula que foi eleito, era a então presidente Dilma Roussef que tinha sido eleita em 2010. Por fim se o Ciro Gomes aceitasse o papel que o Fernando Haddad cumpriu, as suas propostas políticas ficariam todas no segundo plano, no qual teria que ficar mais respondendo questões (em debates, sabatinas e em entrevistas a imprensa) sobre o papel do ex- presidente Lula em um futuro governo caso fosse o vitorioso e sobre a situação jurídica do ex- presidente petista. O Fernando Haddad na campanha eleitoral era mais questionado em entrevistas a imprensa, em sabatinas e nos debates sobre questões envolvendo o ex- presidente Lula, do que sobre as suas propostas políticas. Chegou ao ponto na campanha eleitoral que o Fernando Haddad respondeu em sabatinas que não daria indulto presidencial ao ex- presidencial Lula caso fosse eleito, mas a então senadora Gleisi Hoffman (que é a presidente do PT) dizia o contrário, que se o Fernando Haddad ganhasse ele iria dar a liberdade ao ex- presidente Lula e dar sim um indulto presidencial.

    Responder

Rafael

11 de fevereiro de 2019 às 20h56

Incêndio atinge usina de Belo Monte.

Responder

Ataulpho Andrade

11 de fevereiro de 2019 às 20h43

Vergonhoso…

O Miguel tem um blog sobre política, escreve todo dia sobre política, mas no fim das contas demonstra não entender nada de política.

Este texto é uma vergonha, recheado de ilusões, de falso vitimismo, tratando Ciro Gomes como um elemento da esquerda, como se ninguém conhecesse a história da esquerda, seu passado; como se ninguém soubesse QUEM foi Brizola, QUEM é o Lula e QUEM é Ciro Gomes.

Trata os únicos partidos que, além de burocracia, têm base social, e que foram os únicos a fazer mobilizações para combater o golpe de estado e a prisão do Lula, como uma escória. Em contrapartida, trata partidos completamente degenerados e sem base social, como o PDT e o PSB como legítimos partidos de esquerda. Ciro Gomes não tem NENHUM movimento por trás dele. Nada. Nem um sindicato, nem uma história partidária, nem nada. O Ciro é só ele mesmo, um homem da direita querendo se colocar como a “esquerda legalizada” da era Bolsonaro.

Este texto entrará para os anais da infâmia política. Vergonha alheia.

Responder

Marcos Videira

11 de fevereiro de 2019 às 20h10

O site 247 (que apoia o PT de modo incondicional) acabou de colocar na rede a seguinte manchete:
“Ciro libera aliado para ajudar Bolsonaro na reforma da Previdência”.
E em seguida: “Disposto a fazer oposição apenas pontual…”
Quem está medianamente informado sabe que essa é uma MENTIRA.
Mas por que o “diário oficial” do PT está estimulando o ódio contra Ciro ?

Responder

    Alan Cepile

    11 de fevereiro de 2019 às 20h19

    Pq não quer perder a hegemonia!

    Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 20h56

    O Brasil 171 é um site com muitas fake news. Um bom exemplo destas fake news do Brasil 171 foi um artigo escrito por um blogueiro chamado Gustavo Conde no dia 26 de agosto de 2018 (em pleno período eleitoral) intitulado: ” A esquerda brasileira vai obter a maior vitória de sua história”. https://www.brasil247.com/pt/colunistas/gustavoconde/366562/A-esquerda-brasileira-vai-obter-a-maior-vit%C3%B3ria-de-sua-hist%C3%B3ria.htm A esquerda obviamente a que se refere o blogueiro Gustavo Conde é restrito apenas ao PT, no qual no artigo o blogueiro do Brasil 171 clava em suas previsões que o ex- presidente Lula estaria empossado como presidente da República em janeiro de 2019 e que a ex- presidente Dilma Roussef venceria com larga facilidade a disputa por uma das duas vagas ao Senado por Minas Gerais.

    Responder

Robert Roal

11 de fevereiro de 2019 às 19h53

Caro Miguel do Rosário, com todo o respeito e consideração ao seu talento jornalístico, como explicar o apoio da bancada do PDT, sob a batuta do Ciro, à reforma previdenciária dos fascistas? E chamar o PCO de capanga do PT, sinceramente, é no mínimo muito deselegante.

Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 21h14

    O PCO virou sim um puxadinho do PT. Uma boa prova disto é que o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta tem um programa semanal na TV 171, de análise política com o Leonardo Atuch (que é o dono do Brasil 171). A TV 171 que é ligada ao Brasil 171 é por definição um site puramente petista que endeusa o ex- presidente Lula e ataca aqueles que considera como adversários do partido como por exemplo o Ciro Gomes. Quem não reza a cartilha do PT e do ex- presidente Lula passa a ser atacado no Brasil 171.

    Responder

      Carlos Eduardo

      11 de fevereiro de 2019 às 21h19

      Assim como o PSOL já foi considerado adversário e como o PCdoB passou a ser mais que rapidamente de alguns dias pra cá.

      Ninguém pode ter a petulância de sequer pensar em não cumprir as ordens de São Lula da Silva, caso contrário receberá toda a ira petista.

      Responder

        Carlos

        11 de fevereiro de 2019 às 23h04

        O ex- ministro Antônio Palocci em setembro de 2017 endereçou uma carta a presidente do PT, a então senadora Gleisi Hoffman pedindo a sua desfiliação do PT. Na carta de Antônio Palocci em um trecho se questiona “até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do ‘homem mais honesto do país’”. Em outro trecho da carta de Antônio Palocci se questiona se “somos partido político sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa divindade?” O homem mais honesto do Brasil e a pretensa divindade que o ex- ministro Antônio Palocci se referia na carta é o ex- presidente Lula https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/ex-ministro-antonio-palocci-escreve-carta-pedindo-desfiliacao-do-pt.ghtml A carta de desfiliação do PT pedida por Antônio Palocci foi prontamente aceita pela então senadora Gleisi Hoffman. Sobre este fato do trecho da carta de Antônio Palocci falar da autoproclamação do ‘homem mais honesto do país’” (se referindo ao ex- presidente Lula) é verdadeiro. Em janeiro de 2016 o ex- presidente Lula conversou com blogueiros no Instituto Lula, onde chegou a dizer o seguinte: “Não existe viva alma mais honesta do que eu nesse país”. https://epoca.globo.com/tempo/filtro/noticia/2016/01/nao-existe-viva-alma-mais-honesta-do-que-eu-diz-lula.html

        Responder

carlos gomes

11 de fevereiro de 2019 às 19h39

Antes que alguem caia em cima,leia-se infelizmente.

Responder

carlos Gomes

11 de fevereiro de 2019 às 19h36

Antes que alguem caia em cima,leia infelizmente!

Responder

carlos Gomes

11 de fevereiro de 2019 às 19h19

E uma pena que quadros importantes da esquerda,Ciro Gomes,e do jornalismo,Miguel do Rosario,nao sejam capazes de ultrapassar suas restricoes intelectuais,e principalmente politicas.Colaborar com o direita, nunca foi a solucao.Acredito que o momento politico do pais, exige firmesa.Os fatos e declaracoes demonstram o contrario.Dialetica nao deve servir para justificar erros.Quem perde com isso somos todos nos,infelismente.

Responder

    Carlos Eduardo

    11 de fevereiro de 2019 às 19h47

    Colaborar com a direita seria o que? Dar uns votinhos, por debaixo dos panos, pro Rodrigo Maia?

    Responder

      Robert Roal

      11 de fevereiro de 2019 às 19h58

      Não, apoio mesmo é liberar a bancada do PDT na câmara para apoiar a reforma previdenciária do Paulo Guedes a toque de caixa.

      Responder

        Carlos Eduardo

        11 de fevereiro de 2019 às 20h13

        Aí vc viu essa notícia no vosso blog, aquela porcaria brasil171, e acreditou?

        Entra no site oficial do PDT e leia a verdade, faz bem.

        Responder

Lemos

11 de fevereiro de 2019 às 19h18

16 civis, incluindo 7 crianças, mortos no ataque aéreo da coalizão liderada pelos EUA na Síria.

Responder

Luiz Felipe de Oliveira Lopes

11 de fevereiro de 2019 às 19h10

Fico triste de ver tanta ignorância nos brasileiros. Saibam que o único lugar que se fala mal de Lula é justamente onde ele mais ajudou quem precisava, a população mais carente. Não é a toa que a última vez que vi os números, ele já contava com mais de 554 mil apoios para o prêmio Nobel da Paz. Vejam senhores que não é qualquer pessoa que pode indicar. É um número restrito de pessoas. Gostaria de pedir para os navegantes aqui, olhassem com atenção o artigo 1.228 do Código Civil, comparando com o depoimento do Leo Pinheiro. Acrescento aqui apenas que “DAR EM GARANTIA É UMA FORMA DE DISPOR”. sERÁ QUE ALGUÉM AQUI DUVIDA QUE OS JUÍZES DESCONHEÇAM ESTE ARTIGO DO CÓDIGO CIVIL? Existe perseguição à Lula. Condenaram Lula sem provas. E aiinda tem brasileiro chamando Lula de ladrão? De condenado? Por acaso vocês sabiam que uns tempos atrás Portugal suspendeu a ida de brasileiros por ter um número bem grande de brasileiros indo embora daqui? Quem fica? Pediria aos brasileiros que aqui frequentam a pensarem mais na perseguição à Lula por este judiciário louco, que só pensam em seus salários e demais penduricalhos e DANE-SE O BRASIL. Nós, que estamos fora desta, deveríamos estar unidos e lutando contra essa corja, não entre nós. Quanto a Ciro, não estou entendendo a simpatia por este coronel autoritário, que nada deixa a desejar a Bolsonaro.

Responder

Porter

11 de fevereiro de 2019 às 18h52

VAI ‘A MERDA CIRO !!!

Responder

Alan Cepile

11 de fevereiro de 2019 às 18h10

Bora petezada!!!

Rumo ao 300!!!!

rs

Responder

    Tron

    11 de fevereiro de 2019 às 18h43

    Posso fazer chegar a 1000 em poucos minutos se você quiser.

    Responder

      Alan Cepile

      11 de fevereiro de 2019 às 18h56

      Tô dando a maior força!!! kkk

      Responder

João Ostral

11 de fevereiro de 2019 às 17h18

O Brasil e o mundo pegando fogo com o fascismo e vens nos falar do ciro, o infiltrado de direita, se passando por “esquerda alternativa”. Tem que ter muita paciência com o Miguel. Descambou para o cirismo e não se ajeita mais. Interessante o jogo de palavras: cirismo – cinismo.

Responder

    Amarildo

    11 de fevereiro de 2019 às 19h13

    Lido o cirismo, parece o pdt do waldez goes…. Brasil vai virar um amapá com esse caciquismo de centro.

    Responder

AS MORTES DO BRASIL

11 de fevereiro de 2019 às 16h32

Tem muito mais gente de saco cheio com o Bolsonaro e com o Ciro do que se imagina! Olha… só para lembrar… não esqueçam dos 14 assassinados pela polícia no Rio… ontonte…

Responder

    Miramar

    11 de fevereiro de 2019 às 16h38

    Eu sou quase igual… de saco cheio do Bolsonaro e do Pt.

    Responder

    Carlos Eduardo

    11 de fevereiro de 2019 às 18h20

    Impressiona a semelhança da retórica petista com a retórica bolsonariana, a linha de “raciocínio” é a mesma.

    Responder

      Robert Roal

      11 de fevereiro de 2019 às 20h00

      Ah, qual é, o “Lula tá preso, babaca” é que é o mote dos bozominions.

      Responder

Miramar

11 de fevereiro de 2019 às 16h21

Nunca perdoarei o Bolsonaro por ter me feito votar no candidato do Pt no segundo turno. Felizmente, foi a última vez. Se em 2022 houver outro segundo turno entre o Bolsonaro e um candidato do Pt (eles não têm nome próprio), prometo pela primeira vez na vida anular um voto.
Mais uma vez agradeço a esse blog por tratar o eleitor do Ciro com respeito, e não como um simples portador de título eleitoral prestes a ser forçado a entrar em uma seita de fanáticos esquizofrenicos.

Responder

Nostradamus ( banquinho & bacia )

11 de fevereiro de 2019 às 16h02

Lula Livre !!!

Responder

Araujo

11 de fevereiro de 2019 às 15h52

Comparar a vida pregressa de Ciro com o presidiario de Curitiba chega ser absurdo. Culto a corrupto condenado segue a linha 247, aqui ainda existe um pouco do compromisso com a verdade. Como bem afirmou Olívio Dutra (uma das poucas figuras realmente honestas que ainda esta no PT) : “O PT tem que fazer sua autocrítica, se explicar”.
Para os convertidos ao lullismo segue a maxima: “O Lulla ta preso babaca!”

Responder

Django Livre

11 de fevereiro de 2019 às 15h34

Independente dos motivos da prisão do Lula…
Lula Livre não deveria ser pauta principal das reivindicações do povo progressista que perdeu nas urnas com essa pauta e continua perdendo a cada dia mais direitos enquanto continua gritando aos sete ventos Lula Livre. Lula está preso (isso é fato e não precisava do Babaca para referendar essa afirmação) e de lá, da cadeia nada pode fazer, mesmo se quisesse, pelo povo que está nesse momento até sem presidente. O que os Ferreira Gomes afirmam acertadamente, apesar da forma questionável, mas a afirmação em si é acertada, é que essa pauta ultrapassada e que não leva a lugar nenhum deve ser transmutada em algo concreto. A pauta Lula Livre não elegeu o PT, muito pelo contrário, levou a eleição para o segundo turno onde todas as estatísticas diziam que o PT perderia… Barrar as Privatizações, Barras as Reformas, julgar os culpados pelos desastres catastróficos, acabar com o desemprego, com a farra dos bancos e rentismo, auditoria da dívida pública não será gritando Lula Livre que resolveremos essas questões e não é só os Ferreira Gomes que agora assumem isso:
https://epoca.globo.com/thiago-prado/a-pauta-nao-pode-mais-ser-lula-livre-diz-marcelo-freixo-23229184

Responder

    A FOICE DA MORTE BRASILEIRA

    11 de fevereiro de 2019 às 15h55

    Tu que pensas!

    Responder

Junior

11 de fevereiro de 2019 às 15h13

Jornalista morto em queda trágica de helicóptero falava pela manha sobre a sucessão de tragédias no Brasil. https://www.youtube.com/watch?v=Abcec8XjI5A
Alertava também para a impunidade nos casos dos desastre da vale e do flamengo e vários outros.

Responder

    H . Xavier

    11 de fevereiro de 2019 às 15h24

    A Band, empresa onde o jornalista trabalhava, acumula dívidas que ultrapassam R$ 1 bilhão.

    Responder

Renata

11 de fevereiro de 2019 às 14h46

Tadinho do Ciro… Tão atacado… Logo ele, que é um cara tão diplomático e conciliador…

Responder

Alexandre Neres

11 de fevereiro de 2019 às 14h41

A propósito, o que vem a ser esse tal de trabalhismo que o Miguel invoca vezenquando no decorrer do texto? Será que pretende fazer uma vinculação do atual PDT com o de Leonel Brizola? Com Mario Heringer e tudo? Essa turba que votou integralmente a favor da intervenção militar do Rio? Fala sério. Essa colcha de retalhos chamada PDT tem tanto de trabalhismo quanto o PTB de Bob Jeferson tem a ver com o PTB de Vargas. Ora bolas, Brizola sabia muito bem de que lado estava o inimigo ou quem estava prestes a costear o alambrado, centrando suas baterias no lado de lá, diferentemente de uns e outros que têm por aí. Qualquer coisa, é só perguntar ao Fernando Brito do Tijolaço, que é do ramo e entende do assunto. Sem mais.

Responder

    PJ

    11 de fevereiro de 2019 às 14h55

    Belo comentário. Acho que vou pro Tijolaço haja vista que aqui o partidarismo e a vaidade de Ciro estão acima dos interesses nacionais.

    Responder

Admar

11 de fevereiro de 2019 às 14h24

Ciro Gomes é a nova Blablarina Silva de calças compridas!

Responder

Amauri

11 de fevereiro de 2019 às 13h47

O mote (escondido) em torno do qual essa guerra toda está se desenvolvendo é o seguinte: LULA É UM DERROTADO. Quis sair candidato em 2014, foi derrotado por Gilma e o PT lacrador. Tentou forçar Gilma a nomear Meirelles ministro da fazenda como um último recurso para abafar as intenções de impeachment, derrotado de novo. Aberto o processo, se mudou para um hotel em Brasília onde negociava pessoalmente os subornos necessários para a Câmara rejeitar o impeachment: derrotado e humilhado pelos parlamentares, que não viam mais o que um peso morto sem caneta na mão podia lhes oferecer. No dia da votação no Senado, foi lá com Chico Buarque a tiracolo apenas para testemunhar outra derrota, mitigada apenas pela benevolência dos golpistas Renan e Lewandowski em rasgar a constituição para manter os direitos políticos de Gilma. No mesmo ano, tentou eleger o poste Haddad prefeito de SP, derrotado no primeiro turno. Nisso, já vinha tentando fugir da justiça de todas as formas, mas foi derrotado e conduzido coercitivamente para depor. Findo o processo e condenado à prisão, usou Sepúlveda Pertence como liasion para tentar conseguir que o STF barrasse a prisão em 2a. instância, norma no mundo inteiro menos (eventualmente) no Brasil, e foi derrotado de novo. Se encastelou no sindicato dos metalúrgicos apenas para fazer um showzinho para a militância, mas, derrotado, se entregou e foi começar a cumprir pena. Na cadeia, achou que conseguiria rasgar a lei da ficha limpa para se candidatar a presidente, e tentou substanciar essa ideia com um “bilete” da “ONU” querendo dar ordens às autoridades brasileiras. Derrotado, bolou o mirabolante plano de tentar novamente eleger o poste Haddad, como ponto de partida para um aparelhamento das instituições que o permitisse sair da cadeia pela porta da frente. Derrotado.

A conclusão a que eu quero chegar disso tudo é a seguinte: não existe vácuo na política. Na medida em que vai ficando claro que o poder do cachaceiro diminui, outras forças naturalmente vão entrar na disputa para ocupar esse lugar.

E é igualmente legítimo o PT querer forçar toda a esquerda brasileira a apoiar o seu plano de ressuscitar o cadáver político de Lula. Agora, vai ter poder real para isso? Está claro que não tem. Precisaria do poder do Lula para tirar o Lula da cadeia e restaurar-lhe o poder – um paradoxo, uma impossibilidade lógica. O que o PT tem é um restolho de poder baseado no seu desempenho eleitoral, que inclusive tende a cair na medida que o nordeste governista perceber que o eixo do poder mudou e começar a votar com o novo governo. Precisaria reunir toda a esquerda em torno do projeto “Lula livre”, e mesmo assim com eficácia duvidosa quando se levam em conta os desenvolvimentos dos últimos 4, 5 anos, mas o partido tenta fazê-lo sem correr risco de perder a sua hegemonia, o que leva a esse método de “convencimento” estúpido, beligerante, insultoso, que naturalmente não vai convencer ninguém. O que o PT teria de fazer seria reconhecer que não consegue mais ganhar sozinho, que precisa da ajuda do resto da esquerda, e aceitar a perda de poder que o reconhecimento dessa vulnerabilidade causaria. Mas estamos falando de um partido essencialmente sindicalista, que nunca deixou de fazer sindicalismo e nunca aprendeu a fazer política. Então o cisma está estabelecido, e não vai ser reparado. O PT ainda vai colher novas derrotas, vai diminuir politicamente ainda mais, e o governo de direita vai aprovar simplesmente tudo o que quiser nos próximos 10 anos ou mais. A esquerda vai ter de renascer, já não cabe nem mais a ideia de só se reinventar.

Responder

PJ

11 de fevereiro de 2019 às 13h42

O PT elegeu o governo Bolsonaro com adversário. O Ciro escolheu o PT.
Ciro se gaba de estar solto. Aécio, Temer, Serra tb fazem o mesmo.
Não conheço um líder progressista na história do séc. XX e XXI que não tivesse sido preso em algum momento da vida. TODOS que fizeram a diferença em favor dos pobres sofreram com privações de liberdade ou da vida.
Ciro é aquele que sai da política, vai pra CSN, toca a superfaturada ferrovia transnordestina e enche o peito pra falar que está solto. É a chamada roda giratória, sai do poder público, vai pro privado e agora tenta voltar ao público.
Pena dessa esquerda brasileira.
PS. O Miguel quando foi chamado de cirista me chamou de cretino neste blog. tomora que não repita o erro pra pedir desculpas depois.

Responder

    Cid

    11 de fevereiro de 2019 às 17h02

    Ciro, diferente da quadrilha petista, nunca foi sequer investigado! Preso então…

    Responder

      PJ

      11 de fevereiro de 2019 às 17h20

      Se você puder se informar melhor, verá que ele tem mais de uma dezena de processos contra ele. Ele não está preso porque é uma figura pública que não é necessário tirar do jogo, haja vista que sua contribuição na vida pública é insignificante perto das de Lula e Dilma.
      Nada exime os erros do PT, principalmente nas nomeações de ministérios, STF e PGR.
      Mas o Ciro está transformando o PDT do excelente Brizola num partido “esquerda de goela”. Assim como Aldo rebelo e Orlando Silva fizeram com o PC do B, Ciro, caminhando nessa direção, pode acabar com o PDT ou transformá-lo num partido fisiológico como uns trinta que existem hoje no Brasil.

      Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 17h23

    E o filho do Lula, o Fábio Luís (conhecido como Lulinha) que era monitor do zoológico de São Paulo ganhando 600 reais por mês e só foi o seu pai assumir a presidência da República que ele acabou virando um empresário de sucesso no mundo dos negócios. Veja o vídeo de uma matéria do Jornal da Record falando da ascensão meteórica no mundo empresarial. https://www.youtube.com/watch?v=vfJuj-rrqQ4 Só mesmo fanático petista acredita na inocência da alma mais honesta do Brasil.

    Responder

      Pj

      11 de fevereiro de 2019 às 17h38

      O Vavá, enterrado há poucos dias morou na mesma humilde casa por 40 anos. Será que os imbecis desse país vão esperar o filho do Lula morrer pra descobrirem que tudo isso é fake News? Se o Lulinha tivesse esse patrimônio todo não havia meia dúzia pra defender o Lula e a justiça já tinha mostrado as provas há anos. Santa paciência com os Ciro Minions. Apesar de serem bem poucos, ao juntar com os bolsominions, é imbecil saindo por todos os lados. Enche o saco.

      Responder

Carlos Eduardo

11 de fevereiro de 2019 às 12h17

Miguel deve tá morrendo de rir com a insanidade do fórum, tá feia a coisa.

Responder

    Alan Cepile

    11 de fevereiro de 2019 às 13h16

    Rumo ao 200!!!

    O que uma perda de hegemonia não faz…

    Responder

Zé Maconha

11 de fevereiro de 2019 às 12h08

Quanta gente inocente que não vê que o Miguel trabalha para Bolsonaro.
Cria polêmica pra dividir a esquerda.
Defende o Queiros e o Flávio Bolsonaro.
Sobre o fim do décimo terceiro , sobre os laranjas do PSL , absolutamente nada.
E além de tudo “brinda” seu leitores com comentários de retardados que votaram no Bolsonaro e suas provocações infantis.
O PDT apoiou o golpe , vários pedetistas apoiaram Bolsonaro.
O Cafezinho está a serviço da direita , assim como o PDT.

Responder

    Bruno Costa Coscarelli

    12 de fevereiro de 2019 às 01h31

    Você está mais para Zé LSD do que para Zé Maconha.

    Responder

Claudio Freire

11 de fevereiro de 2019 às 12h06

Miguel, sou um antigo leitor seu. Sempre gostei muito das suas análises políticas.
Pela primeira vez, vou me permitir fazer uma sugestão a você, de pessoa que preza a democracia e a justiça social para outra que sei que pensa da mesma forma.
Vamos nos concentrar em incentivar ao máximo que as forças democráticas deste país se respeitem e se apóiem, mesmo que tenham diferenças importantes no modo de agir. Diferenças essas que são legítimas, é bom ressaltar.
Tenho 59 anos de idade, sempre fui uma pessoa com pensamento de esquerda democrático. Acompanho política desde quando estava na faculdade de história, a partir de 1984. Pois bem, nesse tempo todo, nunca vivi um cenário tão difícil para este pobre país.
De 2013 para cá, o Brasil foi engolido por uma onda conservadora praticamente fascista, com contornos dramáticos, porque hoje algumas importantes instituições (como a justiça, por exemplo) estão apoiando o estado de arbítrio.
Nesse contexto, nós da esquerda precisamos nos concentrar em criar pontes entre todosos setores e partidos democráticos, por mais que isto seja difícil.
Desculpe-me a sinceridade, mas esses seus artigos com críticas a partes da esquerda (mesmo que sejam legítimas e corretas) não contribuem para tentar galvanizar o campo democrático.
Não dispersemos nossas forças. Temos um compromisso histórico de tentar evitar a destruição completa dos valores democráticos.
Espero que compreenda minhas preocupações pela união das esquerdas, por mais que isto seja difícil. Mas é preciso tentar fazer isto.

Responder

    ayres

    11 de fevereiro de 2019 às 14h57

    Mas serve para o blog, com essa postura demente e ridícula, tentar angariar recursos dos coxinhas no seu crowdfunding. Só que coxinhas não vão salvar esse blog da falência.

    Responder

Alan Cepile

11 de fevereiro de 2019 às 12h01

Vai chegar em 200 “comentários”, a petezada tá piradaaa!! kkkkk

Responder

    Zé Maconha

    11 de fevereiro de 2019 às 12h18

    Provocação infantil hein , depois acusa os outros de parecerem bolsominions hahaha
    As pessoas estão dando sua opinião e 90% discordam do Miguel , 5% eleitores do miliciano e só 5% concordam com o Miguel.
    Claro que tem petista aí dizendo que votou no Ciro mas está claro que não são só petistas que discordam do Miguel e do Ciro.
    Nimguém aqui está pirando por isso.
    Mas muita gente vai “pirar” quando a capitalização , que o Ciro agora defende , for posta em prática.

    Responder

      Alan Cepile

      11 de fevereiro de 2019 às 12h57

      A carapuça serviu…. recomponha-se zé, tu é só mais um fiel de São Lula descontrolado, desses que acham que o problema maior é perder a tal hegemonia. Pra vcs devotos do carcerário, a bozofamily é só um detalhe.

      Responder

        Zé Maconha

        11 de fevereiro de 2019 às 13h48

        Cara estou muita a esquerda do PT , estou a esquerda do PSOL até.
        Você parece um moleque que fala de política como se fosse um torcedor de futebol.
        Se você quer se aposentar com meio salário mínimo vá em frente.
        Achava o Ciro uma pessoa inteligente e admirava sua sinceridade , até cogitei votar nele por achar que ele teria mais chances contra o miliciano.
        Mas agora tenho por ele um profundo desprezo , pela ingratidão , incoerência e principalmente por ser de um partido cheio de apoiadores do Bolsonaro.
        Acho que argumentar com você é perda de tempo , você parece não entender o risco que a capitalização representa.

        Responder

          Alan Cepile

          11 de fevereiro de 2019 às 13h57

          Vc tá descontrolado, nem vale a pena….

    Sebastião

    11 de fevereiro de 2019 às 15h06

    Pelo seu linguajar, você é fã de Bolsonaro. Vulgarmente conhecido, como: BOLSOMINIONS – às vezes deve-se descer ao mesmo nível. Não seria vocês o penetra, por se considerarem de direita, indo no blog de esquerda ou progressistas? Está concordando com o blogueiro de esquerda agora? Eis a diferença de vocês que se dizem de direita, não aceitar o contraditório. Tipo o Pingo nos I. Os caras de direita criticam o 3 em 1, justamente por não serem unânimes.

    Responder

José Zimmermann Filho

11 de fevereiro de 2019 às 11h59

Não estou entre os que atacam o blog e não demonizo Ciro. Mas tenho dúvidas de que se ele não tivesse virado as costas no segundo turno o resultado poderia ser outro. O blog, que tantas análises faz de pesquisas, poderia fazer um estudo e projeção de quantos votos Ciro, possivelmente, transferiria à Haddad. Isso mediria a gravidade da omissão. Se tornaria histórica.

Responder

    Marcos Videira

    11 de fevereiro de 2019 às 18h27

    ZIMMERMANN: Ciro ganhou no Ceará no primeiro turno. E no segundo turno Haddad obteve 71,1% dos votos !!! O que derrotou Haddad foi o antipetismo. É difícil para um petista admitir isso, mas esse é o fato. E mais: o PT escolheu Bolsonaro para ser o adversário no segundo turno, porque seria mais fácil de derrotar, em razão de sua ignorância e de ser um mentiroso inútil. Mas o antipetismo foi maior…
    Agora, todos nós democratas (liberais e socialistas) devemos nos unir para reconstruir o Estado Democrático de Direito que está estraçalhado. Mas isto está difícil, porque os líderes políticos estão pensando “só naquilo”…

    Responder

marco

11 de fevereiro de 2019 às 11h41

Interessante ,toda galera citada como apoiadora do plano B acha que o presidente Lula está onde merece, na cadeia de Curitiba.

Responder

Dulvano de Barcelos Pereira

11 de fevereiro de 2019 às 11h41

Ciro? Quem é esse Ciro!!!!

Responder

CARPOA

11 de fevereiro de 2019 às 11h37

—–Foi Lula que ordenou o isolamento de Ciro e foi Lula que insistiu em sua própria candidatura, uma decisão política desastrosa, responsável direta pela vitória da extrema-direita no país.—

Obviamente discordo em todo o que vc postou .
Mas,não posso deixar passar esse parágrafo.Ele é de uma ignorância política descomunal,é desconhecer todos os mecanismos que se colocaram em prol da VITÓRIA ELEITORAL do GOLPE.
Fora ,a absurda,ilegal,criminosa,( para o canalha ciro,correta) prisão do líder petista,a condenação mediática do mesmo, sua isolação Todo isto após duros ataques da mídia desde 2013 ,sabotando todas iniciativas dos pts, etc.
Olha, não vou enumerar os fatos que alguém medianamente informado conhece,mas,a cereja do bolo foi o general “assessorando” o Toffoli e a culminação com o tuit do Vilasboas no HC do Lula,VC AINDA INSISTE QUE ESTAS ELEIÇÕES FORAM PERDIDAS PELOS PTS ????
MEU CARO NEGAR A REALIDADE ENCAMPANDO A “VISÃO” DO CANALHA ,TEU GURÚ,NÃO AJUDA A EM NADA A CAUSA PROGRESSISTA NESTE PAÍS.

DECIDIDAMENTE VC,MIGUEL,PERDEU O RUMO.
ESTÁ OBCECADO,FANATIZADO E AÍ FICA DIFÍCIL O RACIOCÍNIO.
LAMENTÁVEL.

Responder

    PJ

    11 de fevereiro de 2019 às 13h51

    Miguel perdeu tanto o rumo do blog que quando eu o chamei de Cirista ele respondeu me chamando de cretino. Cuidado com as ofensas que estão por vir do blogueiro.

    Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 17h09

    O ex- presidente Lula isolou sim o Ciro Gomes nas eleições presidenciais. Vamos lembrar que o PSB já estava apalavrado com o Ciro Gomes para apoiá-lo nas eleições presidenciais, onde então o Ciro Gomes ganharia o tempo de TV do PSB na propaganda eleitoral gratuita e também ele poderia subir em palanques de candidatos a governador pelo PSB, como por exemplo o do então governador de São Paulo, Márcio França (que era então candidato a reeleição). Mas no dia 1 de agosto de 2018 o PT fez um acordo com o PSB, onde o PT retiraria a candidatura de Marília Arraes a governadora de Pernambuco e o PSB retiraria a candidatura de Márcio Lacerda a governador de Minas Gerais. Também ficou acertado neste acordo a neutralidade do PSB nas eleições presidenciais e assim o Ciro Gomes acabou ficando isolado, já que a sua candidatura não conseguiu se coligar com nenhum partido. O Ciro Gomes até flertou coligar com o PC do B e ter a Manuela D’ávila de vice, mas o PT entrou no meio da jogada e melou o negócio. Por fim o Ciro Gomes teve que escolher como vice na sua chapa alguém do seu próprio partido. Sobre o acordo entre o PT e o PSB, o senador petista Humberto Costa (que é o atual líder da bancada do PT no Senado Federal), afirmou que este acordo (entre PT e PSB) foi feito sobre a orientação do ex- presidente Lula. https://www.brasil247.com/pt/247/pernambuco247/363938/Chamado-de-golpista-Humberto-Costa-atribui-acordo-PT-PSB-a-Lula.htm

    Responder

Nilton

11 de fevereiro de 2019 às 11h10

Professores são feridos pela PM do tucanistão paulista.

https://youtu.be/bedfcatbZx0?t=136

Responder

Ester

11 de fevereiro de 2019 às 11h05

Ao invés de laboratório, livros. bom ensino, governo do Rio quer PMs armados dentro de escolas.

Responder

Fabio

11 de fevereiro de 2019 às 10h45

Miguel, desde as eleições do ano passado eu tive uma certeza, meu voto e da minha familia o Ciro jamais terá.
Parabéns pelo teu blog.

Responder

Tiago Tavares

11 de fevereiro de 2019 às 10h41

Parabéns pela análise Miguel. Lula é a maior liderança viva da esquerda brasileira e talvez a maior de toda nossa história. Ciro é o nosso melhor quadro, aquele que mais tem se empenhado em popularizar a contradição capital-trabalho. Essa divisão é mesquinha e bizarra, sobretudo nesse momento. E aí não importa se vem de Ciro, dos militantes ou das burocracias partidárias: isso é um tiro no pé!

Responder

Tiago

11 de fevereiro de 2019 às 10h23

Mesmo que fosse verdade que os petistas tivessem motivos robustos para provocar o Ciro, isso não justificaria o Ciro atar o Lula, que está incomunicável, não pode se defender e sempre foi muito respeitosos com o Ciro, assim como a cúpula petista. Além disso, Ciro, político experiente que é, sabe que bater no Lula, principalmente nesse momento difícil em que o ex-presidente se encontra, naturalmente vai despertar a ira dos militantes petistas. É assim quando alguém ataca injustamente o maior craque de um time; a torcida não perdoa. Também quando alguém ataca os nossos pais; nós, filhos, reagimos. Não estou nem dando exemplos religiosos para não ser mais polêmico.

Responder

Francisco

11 de fevereiro de 2019 às 10h22

Aliado com bolsominios Dom Quixote vai à guerra.

Responder

Luis Campinas

11 de fevereiro de 2019 às 10h05

Acho que quem foi a luta de vez foi o Miguel. O que dá pra concordar é que Ciro tem ideias úteis para governos progressistas e que sim, o PT tb erra. No mais, um amontoado de “meias verdades” e interpretações de fatos com muita subjetividade, algo que não era visto no Miguel. Os blogs não são de petistas, aliás a história deles não os liga ao PT. Na UNE querer que os estudantes baianos ouvissem quietos são devaneios. A militância do PT fala, dificil impedi-la, de quem devemos equilibrio e sobriedade não é deles. Definitivamente o PDT são é um partido de esquerda. Vejam como votaram em questões cruciais nos últimos anos p ex e sequer progressistas são parte de seus quadros, pois seus candidatos a governo de estado votaram num fascista que entrega nosso país e é subserviente aos EUA. Esqueça o PT. Sim ir na UNE talvez tenha sido pra isso mesmo, pois todos sabiam o que ali ocorreria. E a Venezuela? E a Lavajato? É as milícias? Chamou sim Lula de corrupto, não nas letras mas chamou! Como ser de esquerda se.a régua para a honestidade é ser ou não condenado num judiciário brasileiro? E Miguel, politico investigado no Brasil por está gente é especialmente condenado quase sempre é uma boa referência. E se vier o Nobel Ciro?

Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 17h30

    E o filho do Lula, o Fábio Luís (conhecido como Lulinha) que era monitor do zoológico de São Paulo ganhando 600 reais por mês e só foi o seu pai assumir a presidência da República que ele acabou virando um empresário de sucesso no mundo dos negócios. Veja o vídeo de uma matéria do Jornal da Record falando da ascensão meteórica no mundo empresarial. https://www.youtube.com/watch?v=vfJuj-rrqQ4 Só mesmo fanático petista acredita na inocência da alma mais honesta do Brasil.

    Responder

Jota One

11 de fevereiro de 2019 às 10h02

Na verdade Ciro se transformou na Marina Silva II. Um fracassado.
Para se manter na mídia só falando mal do PT.

Responder

José Ricardo Romero

11 de fevereiro de 2019 às 09h58

Não feche os comentários a esta turba. É cansativo e deprimente ver o desespero dos petistas, mas a gente precisa conhecer os adversários e ir monitorando o fim deles e do pt. Logo eles acabam porque têm para sempre os tornozelos ancorados numa bola de ferro chamada “caudilho encarcerado” (e por justificadíssimas razões). O ideário “Lula livre” ninguém quer comprar. O caudilho é um problema do pt, não do Brasil. Temos hoje no Brasil duas lideranças que poderão crescer muito: Ciro e Flavio Dino. O caudilho pode espernear e julgar-se a ultima fruta da cesta, mas já era, já morreu.

Responder

Neide Guerra

11 de fevereiro de 2019 às 09h49

Miguel, gostava muito de suas análises e acho vc um excelente jornalista, mas, não feche os olhos e ouvidos em relação ao comportamento mimado e agressivo de Ciro com relação ao PT e Lula.
Vc pode ver mais profundamente essa questão.
Reflita!

Responder

    Sebastião

    11 de fevereiro de 2019 às 10h36

    Tanto Lula quanto Ciro, são egoísta. Quem tem o poder, não quer dividir. Engana-se quem pensa o contrário. Lula manda no PT, e Ciro impõe suas vontades no PDT como o apoio à Maia e à Alcolumbre. E ainda, ao invés de se opor a Bolsonaro, é agressivo somente com o PT. E Miguel deve ter seus motivos pra está dessa forma com os petistas, que infelizmente são iguais aos bolsominions: fanáticos, agressivos e incompreensíveis. As vezes ameaçados(desejando fracasso profissional…), dizendo coisas que o futuro reserva pra este. Sãos essas reações que viram mágoas, que se refletem em atitudes como esta de Ciro. Como a de Miguel de está super alinhado com Ciro. Mas, até o momento que Ciro fizer algo que desagrade a Miguel – o que não será difícil, devido a natureza de Ciro. Lula e Ciro riem, pois estes políticos têm seus defensores gratuitos.

    Responder

      Batista

      11 de fevereiro de 2019 às 11h01

      Lula é tão egoísta que Dilma quis (com mercadante e o pianista), foi candidata e reelegeu-se com seu total apoio, em 2014.
      Pense nisso!

      Responder

natan ferreira

11 de fevereiro de 2019 às 09h37

Ciro ja era, ja deu o que tinha e nao tinha, ta muito ultrapassado.
Tode seu protagonismo se deve ao suporte que teve do PT no passado.

Responder

Dario

11 de fevereiro de 2019 às 09h29

Esses petralhas são mesmo uns caras de pau, tiveram no poder por treze anos e como uma quadrilha mafiosa assaltaram os cofres públicos de uma maneira jamais vista na história do país
Agora que os brasileiros enxergaram quem é essa gente e resolveu aposenta-los políticamente resolveram radicalizar
São mesmo uns coitados

Responder

Marcus Vinicius Machado Padilha

11 de fevereiro de 2019 às 08h22

Blablabla… Para que tá ficando feio. Se assuma de uma vez e vire um Lobão, Vereza, Regina Duarte encha o peito e diga: “O PEETEEE DESTRUIU ESSE PAÍS (e a esquerda)”!!! O PT é responsável pelo aquecimento global, pelo câncer, pelas guerras…

Responder

    Geraldo

    11 de fevereiro de 2019 às 09h23

    Kkkk, o militonto tá desesperado… Faço apenas uma ressalva, o PUTÊ é responsável apenas pelo maior roubo praticado contra o o nosso País. A quadrilha PUTÊ/MDB durante 16 anos, conseguiu destruir os sonhos de milhões de brasileiros.

    Responder

      Batista

      11 de fevereiro de 2019 às 10h54

      Outra jabuticaba do Brasil nos tempos da mediocridade na moda: Analfabeto político boneco de ventríloquo.

      Responder

    Hirelino

    11 de fevereiro de 2019 às 09h32

    Ô PADILHA! E a dilma, hein? A dilma.

    Eis aí a dilmA nésciA!

    Essa mulher é uma AnimalA, — cruzadA de égua com jumentA!
    Como toda certeza. Uma presidenta incapaza.
    Uma presidentA imbecila. Uma presidentA ignorantA.
    Uma PaTeta.

    uma parvA, desinteligente, energúmenA, medíocre.
    PALERMA.
    InaptA e ineficientA.

    IncompetentA, PresidentA incapazA; inábilA.

    Não tem inteligência:
    Idiota, imbecilA, estúpidA, presidentA ignorantA, burrA, nésciA, desqualificadA.

    BurricA, besta, mulA, asnA, jericA, onagrA. Uma pessoa com total pouca pensamentA.
    AnalfabetA.
    Uma palerma.
    Uma azêmola.
    BroncA.
    EstultA.
    Idiota.
    Parva.
    Uma tapada.
    IgnorantA imbecilA, lerdaçA, aPaTetada, teimosA, tola, uma toupeira, uma ANTA.

    Repare com muita atenção esse vídeo e confirme tudo acima. Eis:

    https://youtu.be/rnGcJCxJr1U

    Nossa PresidentA. Montada e bolada pelo João-O-Milionário-Santana. Um produtA para consumo.

    Responder

Roque

11 de fevereiro de 2019 às 07h48

Na boa, mas atualmente somente quatro classes ainda defendem o calango bebum condenado, são elas:

1 – Militontos pelegos esfomeados, esperando ansiosamente pela distribuição de pão com mortadela com suco de groselha. São as famosas “viúvas do condenado”.

2 – Terroristas disfarçados de movimentos sociais, tipo CUT, UNE, MST.

3 – Blogueiros e jornalistas pixulequentos desesperados pelo fim das mamatas.

4 – Amiguinhos da roubalheira, políticos safados que fazem parte da quadrilha, Renan Calheiros, Gleisi, Lindberg, e uma penca de bandidos.

Responder

    Oswald

    11 de fevereiro de 2019 às 10h24

    Fora daqui bolsominion

    Responder

      Roque

      11 de fevereiro de 2019 às 10h40

      Kkkk, quem vai me tirar?? Vc militonto pixulequento? Aceita que dói menos… kkkkk

      Responder

Sebastião

11 de fevereiro de 2019 às 03h29

Ele diz que o PT escolheu ele como adversário, ao invés de Bolsonaro. O mesmo ele está fazendo, ao bater no PT e não em Bolsonaro. Haddad teve esse 71% votos todos no Ceará, sem apoio dele, nem de Cid, mostrando que o povo de lá conhece a administração petista em que ele foi ministro, inclusive. Ciro deveria ter vergonha de citar isso, pois ele, Cid e Kátia foram grandes críticos de Haddad, e foram dois estados que Haddad foi bem, sem apoio deles, pra ironia do destino. E o que ele está fazendo, é só dá gás ao bolsonarismo, repetindo a mesma frase do irmão. Fala em terceiro turno, como se ele não vivesse em um, quando ataca o PT diariamente. No fato de Lula mandar no partido eu concordo, e tem petistas que se iludem. Lula sabia que Haddad não seria eleito. Lula sabia, que Manuela não queria ser VICE-PRESIDENTA(como muitos gostam de falar). Manuela em comícios nem parecia que tava em campanha, e nem sequer mostra disposição e vontade pro cargo. Lula deixou que Dilma(esta o ego lhe subiu a cabeça, mesmo pós impeachment), Suplicy e Lindbergh se lançassem ao senado, enquanto Gleise menos emotiva em relação a Lindbergh, racionalmente se lançou como deputada. E Aécio rindo da cara de Dilma que fazia chacota dele, na campanha. Mas nem todos obedecem a ordem de Lula, graças a Deus. Se obedecesse, Wagner não teria sido governador assim como Rui Costa. Lula é péssimo em avaliar política regional. Foi por isso, que ele se desentendeu com Eduardo Campos em 2012.

Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 10h27

    O ex- presidente Lula é de fato o dono do PT, no qual ele hoje com certeza é o maior caudilho da política brasileira há muito tempo. Há um artigo no jornalista Clóvis Rossi da Folha de São Paulo na internet falando do fato do ex- presidente Lula ser um caudilho. O político caudilho tem o péssimo hábito de não deixar crescer nenhuma liderança política ao seu redor que lhe faça alguma sombra e de fato o ex- presidente Lula nunca deixou nenhuma liderança política dentro do PT crescer e lhe fazer alguma sombra em 39 anos de existência do partido. Veja que as eleições presidenciais desde 1989 em que não tiveram o nome do ex- presidente Lula nas urnas, o PT lançou dois postes do ex- presidente Lula como candidatos presidenciais (a ex- presidente Dilma Roussef nas eleições de 2010 e 2014 e o ex- prefeito Fernando Haddad em 2018). Aliás o próprio Fernando Haddad já se referiu a si mesmo como um poste do ex- presidente Lula, em conversa com a imprensa após acabar de vencer as eleições de 2012 como prefeito de São Paulo. O então prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad disse o seguinte: “Vocês sabem que eu sou o segundo poste do Lula”. http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/10/apos-vitoria-em-sp-haddad-diz-ser-segundo-poste-de-lula.html O primeiro poste do ex- presidente Lula que o Fernando Haddad se referia era a então presidente Dilma Roussef que tinha sido eleita nas eleições de 2010.

    Responder

João Maurício Pimentel

11 de fevereiro de 2019 às 03h07

Ciro não é do PT. Ponto.
Lula o convidou para a “farsa”, palavras de Ciro. Ciro não aceitou.
O que Ciro quer com o PT, amor?
Não dá mais, não.
Ciro é do PDT.
E o PDT produziu isso: o PDT, um dos principais aliados do governo Dilma, fechou questão em torno do voto contrário ao afastamento definitivo da petista. Mesmo assim, os três senadores do partido – Lasier Martins (RS), Telmário Mota (RR) e Acir Gurgacz (RO) – votaram pelo impeachment.
Mas o Lula o convidou para a “farsa”, mesmo assim.
Quem declinou?
Ciro.
O PDT…. era Brizola.
Ciro não é Brizola.

Responder

    Carlos

    11 de fevereiro de 2019 às 10h06

    E o PT e o Fernando Haddad também não foi beijar a mão de candidatos golpistas (que votaram a favor do impeachment da ex- presidente Dilma Roussef) nas eleições de 2018. Só para lembrar alguns como o senador Renan Calheiros, o ex- senador Eunício Oliveira e o senador Ciro Nogueira. O Eunício Oliveira mesmo tendo votado a favor do impeachment da ex- presidente Dilma Roussef (e também ele se absteve de votar no processo de impeachment que a ex- presidente Dilma Roussef fosse punida com a perda de direitos políticos por oito anos) recebeu a visita do então candidato presidencial Fernando Haddad no Ceará, no qual este fez a sua campanha de reeleição ao Senado Federal como sendo o “senador do Lula”. O senador Ciro Nogueira que foi um dos principais apoiadores do impeachment da ex- presidente Dilma Roussef, no qual no processo de impeachment, ele votou a favor do impeachment e também votou também a favor que a ex- presidente Dilma Roussef perdesse os direitos políticos por oito anos. Mesmo com este histórico, o então candidato Fernando Haddad não viu problema algum em subir no palanque junto com o senador Ciro Nogueira (então candidato a reeleição ao Senado) no Piauí, onde os dois chegaram a andar juntos pelas ruas de Teresina em campanha eleitoral.

    Responder

Israel Menezes

11 de fevereiro de 2019 às 02h01

Caramba! Esse texto eh pura fake news! Q viagem eh essa? Parece q o cara perdeu a lucidez de vez, feito o Ciro! Este ñ vai a lugar nenhum! E pelo visto o cafezinho decidio seguir o mesmo destino! Adeus! Estou deixando de visitar o site!

Responder

    Tiago Tavares

    11 de fevereiro de 2019 às 10h44

    Traduzindo: “ou apoia cegamente o PT como eu ou não vejo o site” Agora até pra chantagem barata os petistas se inclinam… Meu deus!

    Responder

Ataulpho Andrade

11 de fevereiro de 2019 às 01h58

Vamos deixar dessas pataquadas esquerdistas e decidir de uma vez por todas:

– Quem quer combater o governo Bolsonaro e quem quer contemporizar?
– Quem é mole e pretende aceitar passivamente a agressão inédita que o povo brasileiro sofre hoje e quem é aguerrido e quer reagir, violentamente se necessário?
– Quem apoia o golpe de estado e a possível guerra na Venezuela e quem é contra o imperialismo, sem importar quem é o presidente da Venezuela e qual sua política?
– Quem vai ficar se confundindo com a direita e quem vai delimitar claramente seu campo político?

Chega de babaquice que o negócio tá sério!

Responder

Patrice L

11 de fevereiro de 2019 às 01h57

Dilma Resistente
@DilmaResiste
·
21 h
“Gandhi foi preso babaca
Luther King foi preso babaca
Mujica foi preso babaca
Nelson Mandela foi preso babaca
Steve Biko foi preso babaca
Lula tá preso babaca

Ñ houve e ñ há qq líder popular na humanidade q não tenha tido sua prisão comemorada por babacas.” (autor desconhecido)

Responder

    Tiago Tavares

    11 de fevereiro de 2019 às 10h42

    O PT está virando só retórica….

    Responder

Ana de Hollanda

11 de fevereiro de 2019 às 01h52

Gostei muito da sua análise, Miguel. Está na hora dos setores progressistas pensarem e agirem consequentemente. Desde as campanhas eleitorais do ano passado, ficou evidente que preferências políticas não podem suplantar a realidade. E a realidade não favorece políticas isoladas, guerras fraticidas e culto à personalidade.
Que o PT tenha um grande poder de mobilização, todos sabemos. Mas se a mobilização continuar sendo pelo boicote aos outros partidos de corrente progressista, só vai conseguir favorecer o Bolsonaro&Cia. como aconteceu nas últimas eleições. Invariavelmente discordo de Ciro e achei absolutamente desnecessária a repetição da frase do irmão no fim de sua apresentação na 11° Bienal da UNE. Mas para entender direito como isso se deu, assisti os 37 minutos da fala e tentativas de diálogo de Ciro com a platéia. Até quase o fim, ele discursava brilhantemente, com bons argumentos tentando estabelecer o diálogo esperado. Mas uma claque de militantes petistas – minoria na assistência – vaiava, gritava ofensas pesadas, de tal forma que o restante da platéia não conseguia ouvir nada. Assim foi até que nos últimos dois minutos, vendo que não iriam permitir que fosse escutando, Ciro acabou fazendo o que aquele grupo queria, com xingamentos também.
Em questão de minutos, todos os blogs chapa branca petista, twitters e comentários no Facebook passaram a mostrar só o final do evento, com a platéia revoltada, como se a revolta tivesse sido uma reação às palavras duras de Ciro e não o contrário, já que ele é que se enfureceu depois de mais de meia hora de ofensas, sem poder se fazer ouvir

Responder

    Sebastião

    11 de fevereiro de 2019 às 10h54

    Até os blogueiros dito PROGRESSISTAS, tem seus políticos preferidos. O que mostra que tão cedo não haverá essa união da classe. Mas também foi só Miguel defender Ciro, que foi ALVEJADO por fanáticos. Miguel virou cirista – claro que ele pode não dizer isso, e ao mostrar isso implicitamente, ele se tornou um adversário dos petistas. Embora Ciro pra mim, seja um cara volátil e sem segurança quando se trata de ideologia política. Não confio nem um pouco nele quando se trata de ideologia política. Mas não tenho paixões, porque pra mim, político têm que mostrar trabalho, e se elogiar quando fizer algo positivo. Um exemplo de paixão partidária, é que não se ver petistas criticando Pimentel, e a alternativa pra essa frustração, é criticar a privatização, cujo o poder fiscalizador pertencia ao aloprado do Pimentel. E o interessante é que, quando houve o caso de Mariana, esses petistas criticavam horrores Aécio pondo a culpa no aloprado do Aécio, por ter sido governador de MG.

    Responder

Miramar

11 de fevereiro de 2019 às 00h51

Como eleitor de Ciro Gomes, repito que este é um dos poucos sites, que leio, pois e um dos poucos que respeita minha inteligência e não me vê apenas como um título de eleitor. Quanto aos petistas intolerantes, é ótimo que frequentem o site, pois isso dá mais audiência. Embora seja engraçado ver pessoas dizerem que nunca mais o lerão, menos de um mês depois estarem aqui dizendo a mesma coisa…não sei como nem quando, mas um dia a hegemonia do Pt sobre o campo progressista vai acabar.

Responder

Helio

11 de fevereiro de 2019 às 00h43

Prefiro o Fernando Brito do tijolaco.

Responder

Miguel

11 de fevereiro de 2019 às 00h38

Como a insignificância de alguém é o motivo para atacar o melhor presidente da história deste país. Que esforço para se manter notícia, que coisa medonha atacar alguém preso e que não pode dar nem entrevista, sua voz esta silenciada pelo sistema do golpe. Fazia muito tempo que não via esta vil covardia. Triste.

Responder

Bruno Costa Coscarelli

11 de fevereiro de 2019 às 00h30

Os petistas ainda não entenderam o que está acontecendo. Foram eles que elegeram o Bolsonaro e, pelo visto, estão dispostos a reelege-lo. Parabéns pelo trabalho, Miguel. Em 2022, vou de Ciro, e PT, nunca mais.

Responder

Batista

10 de fevereiro de 2019 às 23h40

Ciro continua com sua estratégia eleitoral para 2022, de provocar o PT atacando-o de todas as formas, sem ser correspondido, e sabemos que Guerra de um lado só não existe e a estratégia de Ciro sossobra, pra variar falando sozinho.

Daí o desespero atual em atestar até o ‘Lula político preso’, para obter a essencial reação, sem que o PT até o momento, entre em seu jogo.

O desespero já é tamanho que até ‘Miguel-zinho’ foi convocado à ‘Guerra’ e não é que esqueceu do Wanderley Guilherme e sua metralhadora de um alvo só, em seu ‘dodecafônico’ libelo cirista.

Só sei que nessa pantomina toda, não dá para esquecer dos fatos que mostram sempre, Ciro candidato dele mesmo. Partido é mera burocracia, talvez aí a irritação que o PT lhe causa, até quando com a fantasia de amigo, e possuí teto de aceitação do qual não passa nem com reza brava, pouco importando as circunstâncias, positivas ou negativas, de ocasião: Em 1998 foi candidato pelo PPS e, arredondando-se, teve 12% dos votos ficando em terceiro lugar; em 2002, novamente, PPS e 12% dos votos, ficando em quarto lugar, atrás de Garotinho e agora, em 2018, pelo PDT, novamente 12%, ficando em terceiro lugar e fora do segundo turno.

Ciro solto é carta fora do baralho e aliada, por isso não pinçaram motivos para prende-lo.
Simples assim, quem conhece Ciro deixa-o falando sozinho, é o que basta.

Responder

Paulo

10 de fevereiro de 2019 às 23h28

Eu só espero que Ciro reveja sua posição em favor do Regime de Capitalização, para a Previdência. A posição de Ciro é importante porque suas palavras repercutem, na imprensa (embora considerado meio explosivo, ele é respeitado, por ser o único político, talvez, no Brasil atual, que comunga o conhecimento político com o econômico). A Previdência tem que ser pública e universal! Não importa se os empregos, sob essa denominação jurídica, rarearão. Sempre será possível extrair uma contribuição da “PJ”, do “prestador de serviços”, do contribuinte individual, do autônomo, bem como dos demais trabalhadores. Que se congreguem todos, sob o manto protetor do Estado brasileiro! Conjugar Previdência com lucro é rifar o povo brasileiro…

Responder

Ataulpho Andrade

10 de fevereiro de 2019 às 23h27

Fica parecendo que o post é só para polemizar, porque, francamente, o Ciro perdeu completamente o apoio que tinha no 1º turno de 2018, se revelou, como disse um colega, um bosta.

Que triste ver esse blog se transformando em uma plataforma da esquerda psicologicamente castrada pela direita e de direitistas enrustidos…

Responder

Belchior

10 de fevereiro de 2019 às 23h25

Alguém ainda acredita que vão soltar o Lula? Papai Noel e coelhinho também saem juntos. Enquanto ficarem nessa frescura de lula livre, a direita tá fazendo estrago. Tá ba hora de entender que, se ficarmos divididos, morremos todos na mesma praia. Lula fez cacaca ao tentar bancar uma campanha fracassada desde o início. Devia ter entendido de cara que não iriam deixar ele concorrer e ficar de fora. Tivesse deixado Ciro/Haddad de saída, hoje não estávamos nessa situação e teriamos ganho sem esforço. Larguem mão disso e vamos brigar pelos brasileiros, não por uma pessoa. Se conseguirmos botar nas rédeas, talvez resolvamos o problema do Lula.

Responder

GL0B4L

10 de fevereiro de 2019 às 23h01

NSA, GCHQ mapeiam “alinhamento político” de usuários de celulares
https://redecastorphoto.blogspot.com/2014/01/nsa-gchq-mapeiam-alinhamento-politico.html

Veja como a NSA acede ao seu Gmail
https://www.esquerda.net/artigo/veja-como-nsa-acede-ao-seu-gmail/30155

NSA entrega indiscriminadamente ‘segredos’ a Israel
https://expresso.sapo.pt/internacional/nsa-entrega-indiscriminadamente-segredos-a-israel=f830008

Centro de ciber-espionagem do Reino Unido é maior que o dos EUA
https://www.esquerda.net/artigo/centro-de-ciber-espionagem-do-reino-unido-%c3%a9-maior-que-o-dos-eua/28815

Responder

Nilson Messias

10 de fevereiro de 2019 às 22h43

É divertido o piti do migué…

Responder

Patrice L

10 de fevereiro de 2019 às 22h39

Miguel, que feeeeio! Não adianta O Cirinho distorcer! Papelaço! O Ciro, que é um bosta, e agora ridiculamente pretensioso por achar-se o alvo preferencial do PT, para se eleger, fez toda uma construção com base no Lula preso. Não aderiu, lógico, ao Lula Livre e bateu a valer no petismo, tendo para si, num cálculo eleitoral pra lá de sacana, que o PT iria cair no seu colo por gravidade. Como o candidato da esquerda que sequer era verdadeiramente. Mesmo sendo condescendente com o Ciro, ainda assim fico com essa opinião afiadíssima do Luís Felipe Miguel: “Não consigo entender qual sinal dos céus deu ao Ciro a certeza de que ele tinha o direito divino de ser o candidato da esquerda das eleições deste ano. Ele foi candidato, legitimamente, mas a vaga no segundo turno foi dada – pelas urnas! – a Fernando Haddad. Felizmente, eu diria. Haddad cresceu enormemente na campanha. E Ciro, como mostrou seu comportamento após a derrota no primeiro turno, realmente não tinha estofo para assumir esse papel.”

Responder

    Carlos

    10 de fevereiro de 2019 às 23h33

    Existe uma diferença muito grande entre o Ciro Gomes e o Fernando Haddad nas eleições de 2018. O Ciro Gomes foi o terceiro colocado nas eleições presidenciais de 2018, no qual ele foi um candidato com luz própria e não um candidato poste de outro político. O Fernando Haddad não era um candidato com luz própria e sim um poste do ex- presidente Lula, assim como foi com a ex- presidente Dilma Roussef especialmente nas eleições de 2010. O Fernando Haddad para chegar ao segundo turno usou e abusou da figura de ser o poste do ex- presidente Lula, o visitando todas as semanas na sua cela em Curitiba (no qual usava a credencial de ser advogado do ex- presidente Lula), e na campanha eleitoral chegou a usar máscaras com a foto do ex- presidente Lula e até mesmo vestindo camisa vermelhas com a inscrição Lula Livre. O lançamento da candidatura presidencial de Fernando Haddad foi no dia 11 de setembro de 2018 e ocorreu em frente a sede da superitendencia da Polícia Federal em Curitiba (onde o ex- presidente Lula está preso). O próprio Fernando Haddad já se referiu a si mesmo como poste do ex- presidente Lula, após a comemoração de ter se elegido prefeito de São Paulo em 2012, onde ele disse o seguinte aos repórteres da imprensa: “Vocês sabem que eu sou o segundo poste do Lula” http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/10/apos-vitoria-em-sp-haddad-diz-ser-segundo-poste-de-lula.html Obviamente o primeiro poste no qual o então prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad se referia era a então presidente Dilma Roussef eleita na eleições de 2010.

    Responder

      Patrice L

      11 de fevereiro de 2019 às 00h57

      Meus respeitos, mas era melhor vc ter ficado calado porque essa sua lógica ficou até pior para o Ciro: que pífio, ele então perdeu para um poste!!
      Ciro é tão desrespeitoso, que cumprimentou Haddad chamando-o de “meu presidente” enquanto partia pra Paris e deixava dois paus mandados exigindo na imprensa a renúncia do Haddad e a sua troca por Ciro. Ou seja, queria ir ao 2o. turno na marra, sem ter performado para tanto! Ir ao 2o. turno sem votos para tanto! Isso tem nome e não é nada bonito!

      Responder

        Carlos

        11 de fevereiro de 2019 às 10h56

        Só que o primeiro poste do ex- presidente Lula, a ex-presidente Dilma Roussef foi o poste que deu errado e deixou o governo num processo de impeachment apoiado pela grande parte da população brasileira. A ex- presidente Dilma Roussef foi escolhida pessoalmente pelo ex- presidente Lula para sucedê-lo em 2010, assim como foi o ex- presidente Lula que escolheu pessoalmente o Michel Temer para ser vice da DIlma Roussef e assim o acabou o colocando diretamente na linha sucessória da ex- presidente Dilma Roussef. No fim sabemos que o Michel Temer que chegou a presidência da República e fez um governo mal avaliado é também um dos grandes frutos da escolha pessoal do ex- presidente Lula. Só para lembrar que a ex- presidente Dilma Roussef atingiu altos índices de impopularidade e deixou o país na maior crise econômica da sua história com milhões de desempregados graças a sua má gestão. Por isto não foi atoa que a campanha eleitoral do Fernando Haddad especialmente no primeiro turno falava apenas dos anos do governo Lula, mas escondia escancaradamente os anos do governo Dilma Roussef. A ex- presidente Dilma Roussef foi derrotada fragorosamente por uma cadeira no Senado Federal pelo estado de Minas Gerais, no qual na sua campanha dizia ter sido vítima de um golpe, mesmo com o PT apoiando candidatos golpistas em outros estados como o Renan Calheiros, o Eunício Oliveira e o Ciro Nogueira. Em contrapartida a Janaína Paschoal (uma das autoras do processo de impeachment da ex- presidente Dilma Roussef) foi a mais votada candidata a deputada estadual na história do país, tendo mais de dois milhões de votos.

        Responder

Homero Chaib Filho

10 de fevereiro de 2019 às 21h45

Será que eu estou alucinado? Ou será que eu não nasci politicamente debaixo de uma ditadura, fato que me dá discernimento? Estamos debaixo de uma ditadura! O PT, o Ciro e o Ocafezinho teimam em não aceitar. O Ciro diz: ” as instituições estão funcionando” estamos numa democracia. Os generais presidentes também diziam isso. Temos que reconhcer que o governo FHC destruiu nossas organizações populares e o PT se aproveitou disso. Daí nossa dificuldade de combate. Denunciar Lula como preso político é uma trilha para uma organização combativa.

Responder

Vinícius

10 de fevereiro de 2019 às 21h40

Caiu na rede: Janaina Gomes ou Ciro Paschoal? https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/caiu-na-rede-janaina-gomes-ou-ciro-paschoal/

Responder

sijo somiko

10 de fevereiro de 2019 às 21h38

2016 – eleição para a Prefeitura de São Paulo. Marta Suplicy assume o papel de dividir a esquerda para a direita desfilar. Dória no primeiro turno.
2018 – eleição para Presidente da República. Ciro faz o mesmo jogo. Bolsonaro eleito.
Tática antiga…….

Responder

Alan Cepile

10 de fevereiro de 2019 às 21h12

Eu morro de rir com essa petezada que espera a anos que a moderação do Cafezinho seja igual a moderação da brasil171, que expulsa qq um que não diga amém a São Lula.

Continuem esperando rsrsrs

Responder

Humberto

10 de fevereiro de 2019 às 21h08

Ora, Miguel. Bastava o Ciro ter respondido: “Sim. Lula Livre!”. Pronto! Deixaria os trolls sem palavras.

Responder

Fernando

10 de fevereiro de 2019 às 20h48

O povo é apaixonado pelo Lula. E não dá para desapaixonar de repente.
Ciro está no rumo errado. Se a economia não se recuperar, Ciro está fodido pq o povo vai se lembrar dos tempos gloriosos do Lula. Não só o Ciro está ferrado como os golpistas, entre eles o STF e o judiciário. Vai ser difícil explicar supersalarios numa economia quebrada.
O Paulo Guedes é uma xerox da Zélia Cardoso de Mello. Ainda não tirou a economia do atoleiro e não me parece que criar empregos de segunda linha seja bom para o país.
Com o passar dos anos se a economia não melhorar vai cair a ficha do povo que nos aplicaram o conto do vigário, e aí vão pedir o Lula de novo pq ele fez a economia brasileira bombar.
E logo começam a aparecer os roubos e corrupções do governo do Bozo.

Responder

    Carlos

    10 de fevereiro de 2019 às 21h32

    Sim e o povo se lembra muito bem da desastrada administração da ex- presidente Dilma Roussef que atingiu recordes de impopularidade e levou o país a uma imensa recessão no qual vivemos até hoje. Foi o ex- presidente Lula que escolheu pessoalmente a sua candidata a sucedê-lo em 2010, no qual a Dilma Roussef era então pouco conhecido do público. A Dilma Roussef foi o poste do ex- presidente Lula que deu errado, tanto que na campanha eleitoral de Fernando Haddad especialmente no primeiro turno se falava apenas dos anos do governo Lula, mas se omitia escancaradamente os anos do governo Dilma. O Michel Temer que acabou governando o país, foi também uma escolha pessoal do ex- presidente Lula para ser o vice da Dilma Roussef e assim acabou o colocando direto na linha sucessória da ex- presidente Dilma Roussef. Por fim vamos lembrar que nas eleições de 2018, a Dilma Roussef sofreu uma derrota fragorosa na disputa pelo Senado no estado de Minas Gerais, enquanto a Janaína Paschoal (uma autoras do processo de impeachment da ex- presidente Dilma Roussef) ganhou para deputada estadual pelo estado São Paulo com uma votação recorde de mais dois milhões de votos.

    Responder

Ricardo B.

10 de fevereiro de 2019 às 20h37

Parabéns Miguel, texto que expressa a realidade!

Responder

Paulo

10 de fevereiro de 2019 às 20h34

O lula tá preso babaca

Responder

mcn

10 de fevereiro de 2019 às 20h16

Discordo, Miguel.
Acompanho e admiro seu trabalho desde o tempo das vacas mais magras, mas discordo.
Nunca deixei de ler seus textos e continuarei a acompanhar seu trabalho, mesmo sabendo das sua posição política, pois sei separar o joio do trigo.
Quanto ao Ciro, esgotei minha paciência.
Ciro e Lula juntos seria a melhor coisa que poderia acontecer para o Brasil e para a esquerda, frente ao tempo de Fascismo e horror que estamos vivendo.
Quando Lula estava em primeiro lugar nas pesquisas, antes da prisão, Ciro não quis parceria.
Quando Haddad estava em segundo, antes do 1o turno, Ciro também não quis.
Líder que é líder, faz sacrifícios, como Lula ao aceitar a prisão injusta sendo inocente, em um processo viciado, fruto de Lawfare, sem que nenhuma prova plausível tenha sido apresentada.
Ciro nunca faz sacrifícios.
Por que Haddad renunciaria em favor de um candidato que NUNCA passou dos 12% de intenção de votos?
Fugir do país às vésperas do 2o turno foi das maiores canalhices da vida pública de Ciro Gomes.
E agora, com a tragédia consumada, nem Ciro nem ninguém ainda ocupou o lugar de Lula.
O mínimo que se espera de um líder de esquerda é identificar um NAZISTA quando está diante dele.
Ao conceder 100 dias de moratória moral a Bolsonaro, Ciro mostra que seu pior defeito não é o sangue quente, mas a burrice oceânica.
Fora a demagogia de dizer que Lula, em uma solitária, comanda alguma coisa.
Nesse ponto, Ciro não difere dos Bolsonaro: Lula não sai da boca de ambos. A ausência de Lula os incomoda demais.
O que para mim é a confirmação de que o futuro da esquerda e do Brasil está irremediavelmente atrelado ao futuro de Lula.
Cada ano de prisão que se acrescenta à sentença injusta de Lula, com anuência do povo, é mais um ano de sofrimento e dor que se acrescenta ao karma do povo brasileiro.
Nunca houve caso de um povo que tenha tratado seus líderes de forma injusta e saído ileso depois disso. É só analisar o que aconteceu com gregos e judeus depois das condenações sem provas de Sócrates e Jesus.
Portanto, basta de Ciro pra mim. Não quero ser liderado por um frouxo.

Responder

Neto

10 de fevereiro de 2019 às 20h03

Obrigado por se manter coerente. Obrigado. Pq me decepcione tanto com os ditos blogs sujos. Vc mantem coerencia com a verdade8

Responder

Justiceiro

10 de fevereiro de 2019 às 19h47

Pois é, Miguel. Não tendo como justificar a porrada que levou de um candidato com um minuto de propaganda na televisão, com apenas dois milhões de reais pra fazer campanha e de um partido com apenas dois Deputados, kit gay tratou de procurar um culpado para o seu fracasso e achou Ciro.
Por Ciro ter viajado depois do primeiro turno, a rataiada petista botou a culpa em Ciro por ele não ter ficado no Brasil para dar apoio.
Em não gosto do Ciro mas até eu achei uma tremenda covardia da turma do PT. E olhe que Lula já tinha feito o mesmo com Ciro em 2010.

Ciro foi preciso quando disse que no Ceará, onde ele venceu no primeiro turno, Addad teve 71% dos votos no segundo turno, enquanto em São Paulo,sua terra, o infeliz foi surrado pelo capitão.

P.S. Se Ciro tivesse batido em Addad no primeiro turno, teria disputado a fase final com Bolsonaro. Acho que aprendeu a lição.

Responder

Flavia Melo

10 de fevereiro de 2019 às 19h37

Não sei de quem sinto mais pena… Do Cirubu “injustiçado”, ou do Miguel desesperado por saber que embarcou numa canoa furada. Insônia dupla hoje!

Responder

Wilton Santos

10 de fevereiro de 2019 às 19h27

Nunca vi o Lula agredir alguém, inclusive adversários, como o Ciro agride o Lula. Com essa postura suas chances de ser presidente diminui consideravelmente, pois o Lula ainda é muito amado por uma parcela significativa do povo brasileiro.

Responder

    Justiceiro

    10 de fevereiro de 2019 às 19h40

    Lembra quem disse essa frase: ” agora é nóis contra eles!”?

    Foi depois dessa frase que o Brasil se dividiu.

    Responder

    CezarR

    10 de fevereiro de 2019 às 21h44

    Não viu e não vai ver, porque o Lula tem seus capangas da blogosfera para fazer o trabalho sujo. Ciro tem só sua língua.

    Responder

Berenice Angélica

10 de fevereiro de 2019 às 19h18

Sinto muito Miguel, mas, você fala com o coração. Ciro Gomes ainda pensa como um coronel e tem raízes profundas com a antiga Arena

Responder

Débora

10 de fevereiro de 2019 às 19h12

Não sou filiada ao Progresso,mas agora agradeço por seguir meu o instinto que dizia que Ciro era um coronel do interior,um oportunista voluntarioso.Obrigada por nunca ter depositado um voto neste cretino.

Responder

Olinto

10 de fevereiro de 2019 às 19h03

O título certo do post é “cafezinho vai à guerra” …

Responder

Fábio maia

10 de fevereiro de 2019 às 18h26

Parabens Rosário. Começou tendencioso. Agora apelou para a mentira deslavrada

Responder

Valdeci Elias

10 de fevereiro de 2019 às 18h11

Quando Lula, estiver livre, quem assumir a esquerda vai merecer liderar. Já quem se aproveita da Lava Jato, de Bolsonaro ,do PSDB ou qualquer outro Partido de Direita , para tentar assumir a Liderança da Esquerda , no fundo não passa de um traíra.

Responder

brasileiro

10 de fevereiro de 2019 às 18h09

Os bots bolsominions viram ptminions em um estalar de dedos!

Responder

Augusto Cesar Pereira

10 de fevereiro de 2019 às 18h01

Essa análise do Cafezinho seria independente se mencionasse que na campanha os eleitores do Ciro deixaram de atacar o Bolsonaro e demais direitistas, para focarem suas baterias em descredenciar qualquer candidatura do maior partido de esquerda (ou de centro-esquerda) da AL, o qual, não por acaso, fez a maior bancada da Câmara Federal. O articulista também não mencionou que Ciro flertou e flerta o tempo todo com a tese de que se Lula está preso é por que é corrupto, em detrimento de todas as artimanhas processuais ao arrepio da CF e da ONU que o Judiciário, macomunado ou refém dos Golpistas, perpretou e perpetra contra Lula.

Responder

    Marcos Videira

    10 de fevereiro de 2019 às 18h31

    AUGUSTO: tudo o que você afirma é FALSO. O único candidato do campo democrático que não criticou Bolsonaro foi o Haddad. Até a Marina enfrentou o Bolsonaro. E quanto à maior bancada: o PT está em decadência na representação. Vamos aos fatos: 2010 – PT tinha 88 deputados; 2014 – diminuiu para 69 deputados; 2018 – diminuiu para 56 deputados.
    Estão lhe enganando OU você está tentando enganar pessoas de boa fé.

    Responder

Athos

10 de fevereiro de 2019 às 17h52

Como disse o Olavo de Carvalho:”O Brasil não pode se dar ao luxo de perder um quadro como Ciro Gomes.” Ciro é disparado aquele que mais entregou resultados e com potencial e preparo para entregar ainda mais. O PT já não é uma ideia há muitos anos.

Responder

    Marcus Vinicius Machado Padilha

    11 de fevereiro de 2019 às 08h35

    Ser elogiado por Olavo é uma ofensa para qualquer dito “progressista”.

    Responder

CezarR

10 de fevereiro de 2019 às 17h46

Eu jurei que no segundo turno anularia meu voto, mas engoli em seco, tampei o nariz e dedei treze, mas foi a última vez na minha vida.

Responder

Wagner

10 de fevereiro de 2019 às 17h44

A matéria tem muitos substantivos e pronomes indefinidos. Isso é um problema, falta dar nomes aos bois e mostrar materialmente essa conspiração petista. A pergunta primordial é, nesse contexto, onde a cruzada de Ciro e essa suposta cruzada do PT orquestrada por Lula contribuem para os anseios progressistas.
Achei o texto meio conspiracionista, o PT precisa de autocrítica, tá cheio de cagadas. Mas me preocupa esse caminho tomado pelo articulista do site.

Responder

Jocelio

10 de fevereiro de 2019 às 17h42

Iverteu a ordem. O partido mais votado, com o maior númerode deputados, por decisãodo eleitor, Deverá ser o líder da oposição. Quer liderar, consiga representação.

Responder

    Marcos Videira

    10 de fevereiro de 2019 às 18h36

    JOCÉLIO: o PT está em decadência na representação parlamentar: 2010 – o PT tinha 88 deputados; 2014 – diminuiu para 69 deputados; 2018 – diminuiu para 56 deputados.
    Não existe essa de DONO DA OPOSIÇÃO. O PT irá fazer oposição de um jeito e o PDT/PCdoB vão fazer oposição de outro jeito.

    Responder

      Edi Passos

      10 de fevereiro de 2019 às 20h09

      O problema é que o jeito do PDT parece ser apenas atacar o PT, o que, por óbvio, só ajuda a fortalecer a quadrilha fascista que assumiu o poder, cujo discurso único também é esse!

      Responder

Alan Cepile

10 de fevereiro de 2019 às 17h15

EXCELENTE posicionamento firme do Cafezinho!

Parabéns Miguel

Responder

Bruno

10 de fevereiro de 2019 às 17h10

Ótima análise, Miguel. Estou sempre aprendendo contigo.

Responder

José Augusto B de Sá

10 de fevereiro de 2019 às 17h06

Tá bom Miguel o Ciro é um Santo. E nunca demonizou o PT. E sempre demostrou solidariedade a injustiça que foi a condenação de Lula. Cara conta outra. Parei com o Ciro. O projeto dele não tem e nem nunca teve a ver com o Brasil. Era um projeto pessoal de poder. Cogitei seriamente em votar nele. E todo dia agradeço a Deus dê não tê- lo feito.

Responder

Ruy A Carrano Jr.

10 de fevereiro de 2019 às 17h04

Depois desse artigo mudei de opinião. Até então eu achava que o Miguel do Rosário estava fazendo uma avaliação equivocada, mas pontulal. Porém neste artigo percebe-se que na verdade ele se bandeou de vez pata a direita pequeno burguesa. Essa guerra de que ele fala não é uma guerra contra a extrema direita nem o Boçalnazi, mas sim uma guerra contra a esquerda. Triste ver alguém que eu achava sensato se posicionar tão fragrantemente do outro lado, mas pelo menos é melhor do que continuar naquela hipocrisia. Adeus Miguel, não volto mais aqui porque a direita pequeno burguesa tem muitos outros blogs como este se tornou eceu não me interesso por nenhum deles. Vai atacar o Lula junto com o Ciro, eu estarei defendendo o Lula SEMPRE. E quando você atacar o Lula com os mesmos argumentos da direita, que o Ciro tanto usa, seremos inimigos.

Responder

    Marcos Videira

    10 de fevereiro de 2019 às 18h45

    RUI: pare de reverenciar o Lula como se ele fosse um deus. Lula foi um grande presidente, fez coisas extraordinárias e muitas coisas erradas. Uma delas foi a estratégia do PT na eleição de 2018. Analistas e políticos experientes (inclusive do PT) prognosticaram que o mais provável seria eleger um ignorante fascista. Isto de fato ocorreu. Ou não ? Procure saber o que ocorreu no dia 05 de agosto de 2018, chamado de “domingo sangrento”. Você vai entender porque a raiva do Ciro e porque o afastamento do PCdoB (que recentemente levou uma facada nas costas do PT e PSOL).

    Responder

Eduardo

10 de fevereiro de 2019 às 16h51

Análise mais que sensata. Quando é que os petistas vão acordar? Não é ofensa, não é agressão. É real! Não dá mais pra ficar apegado no Lula que não tem condições de nada e só ficar gritando sem sentido. O PT é um corpo com coração, pulmões, mas sem cérebro. Preciso pensar no país que vivo, em vez de abraçar uma idéia que morreu há tempos!

Responder

Guilherme.Scalzilli

10 de fevereiro de 2019 às 16h50

Miguel, sobre seus argumentos, pela ordem de aparição no texto:

1. Ciro também ataca, sabota, xinga o PT, desde as eleições passadas. Ele não é “vítima” de “linchamento”. É partícipe de um conflito por hegemonia que seus próprios adeptos legitimaram quando pensavam ser possível vencê-lo. E tem folha corrida suficiente para que a pose de coitadinho pareça apenas uma tolice emprestada do marinismo.

2. É falaciosa a imagem da passividade dos ciristas. Eles têm sido bastante agressivos nas redes sociais, para não citar os destemperos vulgares dos irmãos Gomes. Em seu texto mesmo, o uso de expressões como “jogo sujo”, “chantagem”, “tramoia”, “capanga”, etc., mostra uma virulência que decerto seria repudiada se fosse dirigida a Ciro.

3. Não, o Cafezinho não dá espaço para manifestações críticas ao pedetista. Há dezenas de artigos que o questionam circulando na internet, os meus inclusive, que a página sabujamente ignora em proveito de manifestações mais simplistas e fáceis de contrapor, geralmente de membros da máquina partidária petista. Não há lógica em cobrar agradecimentos por algo que você de fato não oferece.

4. Ninguém é obrigado a aplaudir Ciro. Muito menos a silenciar quando chamado de babaca por alguém que reduz Lula a um preso comum. É Ciro quem provoca o conflito. Ele sabe que será vaiado em certos ambientes, depois de seu vergonhoso comportamento nas eleições, e levanta a balbúrdia para se manter no noticiário e se cacifar como líder de uma esquerda antipetista. Espalhar afrontas e exigir silêncio da plateia é um gesto tipicamente autoritário.

5. O mote “Lula tá preso, babaca!”, de singular vulgaridade, sugere que Lula não pode ser eleito e que, portanto, não é digno de servir como referência para a esquerda. Mas o que uma coisa tem a ver com a outra? Será necessário repudiar o legado lulista (imbatível em termos administrativos) para se construir lideranças novas de esquerda? Quem mais se beneficia com isso, além de Ciro e seu irmão boquirroto? O eles têm de fato a oferecer ao lulismo, ou, de resto, aos setores progressistas? De onde veio esse “direito natural” de Ciro para substituir Lula?

6. Para não ficar estigmatizado como espaço oficioso de propaganda cirista, o Cafezinho precisaria fazer as críticas duras e incondicionais que Ciro vem merecendo há meses. Mas também, principalmente, deixar de lado essa mania pueril de demonização do petismo, como se o pedetista e sua família fossem mártires da inocência virginal. Não cola, agride a nossa inteligência e, com todo o respeito, não cumpre o básico de um espaço de discussão política.

Lamento.

http://guilhermescalzilli.blogspot.com/2018/12/a-marinizacao-de-ciro-gomes.html

Responder

    Ricardo JC

    10 de fevereiro de 2019 às 17h37

    Sem tirar nem por uma vírgula.
    Clap, clap, clap, clap!!!

    Responder

    CezarR

    10 de fevereiro de 2019 às 17h44

    O mote “ O Lula tá preso, babaca” significa : Ei, o Brasil está nas mãos de facistas que paradoxalmente são entreguistas e antinacionalistas, com uma política antipovo e antipobre, se você não acordar, vai rodar também.

    Responder

Vinícius

10 de fevereiro de 2019 às 16h22

O cafezinho está a serviço do Ciro?

Responder

    Olinto

    10 de fevereiro de 2019 às 19h07

    Faz tempo!!

    Responder

Sidnei

10 de fevereiro de 2019 às 16h20

Prezado Miguel,
A política tem pouquíssimas pessoas confiáveis. O poder corrompe, frase velha e parece que é uma verdade imutável.
O PT, parte dele, já “se endireitou”, parte já se alinhou ao bolsonabo….o Haddad fez suas burradas, acho que se apertasse ele mais um pouquinho ele iria se confessar um neoliberal.
Lula fez uma mudança neste país. Não é retórica, é fato. Está sendo vítima de um estado de exceção. Negar isso e se declarar progressista é muito complicado.
Então eu chego no Ciro que, a despeito da perda de controle, tem dividido a esquerda. A esquerda já é desunida por si só. E ele (que podia fazer suas coisas “quieto”) acaba fazendo essa guerra, como foi dito.
Isso também é o desejo do poder.
Bem como os “S” dos partidos ditos socialistas é de “araque”, já que são neoliberais ou ainda neofacistas. Temos também o primeiro caso de um comunismo-capitalista…brasileiro. Sem desmerecer alguns políticos vinculados a esta legenda, muitos militantes…mas que diabo é esse comunismo???
Voltando ao Ciro, o projeto dele é muito ambicioso. Ele quer ter o papel que foi de Lula. Ambição, poder, a chave de tudo…
Teremos Dória e Moro representando a “elite” e buscando o cargo de gerente da colônia, digo presidente do Brasil, e do outro lado Ciro com alguém do PT disputando pra ir ao segundo turno e se dividindo.
A direita vai ficar muito tempo, vai desgraçar este país, me desculpe. Nasci em 1963. Sou filho de um pai que era camponês e de uma mãe que foi uma imigrante italiana (uma “colona”). Fui muito pobre quase toda minha vida.
A direita vai ficar e esculhambar de novo esse país. Muito tempo. Muito tempo.

Responder

    JANETE MARIA LOPES DE SA

    10 de fevereiro de 2019 às 19h35

    Espero que estejamos errados.

    Responder

Santos

10 de fevereiro de 2019 às 16h05

Votei no Lula na primeira vez em que foi eleito. Chorei ao ver a cerimônia da posse. Acontece que começaram as denuncias de tráfico de influência ( inclusive com o filho dele) já no primeiro governo e tudo deu no que deu. Nunca pensei que um dia me arrependeria do meu voto. Nunca mais votei pra Presidente. Fanatismo político é tão deletério qto fanatismo religioso.

Responder

Luiz

10 de fevereiro de 2019 às 16h04

Miguel, Ciro é um oportunista barato que adotou o discurso vazio de Marina Silva. Basta vc ver Onde Marina se encontra e vai perceber o lugar que Cito reservou p si. Ciro tem projeto pessoal e nao de pais. Sua defesa enfatica dele, vai te trazer muitos prejuizos, já que demonstra que aqui não é um blog progressista. Já acompanhei muito o cafezinho, mas estou tendendo a deixar de faze-lo, por esse motivo. Ciro traiu a esquerda e o Brasil. Que pague o preço.

Responder

    Marcelo Abb

    10 de fevereiro de 2019 às 16h23

    Por que Ciro é oportunista? Você pode explicar?

    No meu entendimento, se ele fosse oportunista mesmo, deveria ter aceitado a proposta do PT de ser vice de Lula. Se ele fosse oportunista mesmo, deveria ter subido no palanque do PT no segundo turno, em troca de apoio em 2022. Não acha?

    E por que Haddad não é oportunista?
    Passou os últimos anos calado, perdeu em todas as urnas nas eleições municipais e se retraiu. Saiu dando entrevistas dizendo que “golpe” era uma palavra muito forte. Disse à folha de são Paulo que o plano A era a candidatura do Lula e o plano B era apoiar um candidato de outro partido.
    Abraçou Renan Calheiros e Eunício no segundo turno, dois dos principais capitães do golpe.

    Aí Ciro denuncia tudo isso, propõe uma candidatura trabalhista, inteligente, programática, e é ele o oportunista?

    O PT passa o ano todo sem propor nada, só vomitando Lula Livre nas ruas e nas redes, e o Ciro que é oportunista?

    Por que Haddad não é? Já que ele mesmo acha que o golpe não foi tão golpe assim?

    Vocês não querem apoio. Vocês querem alguém que diga amém para tudo o que o partido e o Lula fazem.

    Voces são patéticos. São os bolsominions da esquerda. São os evangélicos da política,
    e o Lula é o pastor, com todo o respeito aos evangélicos.

    Responder

Orestes Neves

10 de fevereiro de 2019 às 16h04

Nós do NE conhecemos o “coronel do asfalto” Ciro Gomes …Quem precisa de auto crítica é Ciro e vc Miguel…Esse O Cafezinho virou café requentado e Ciro um psicopata em surtos permanentes…Ambos a serviço das forças obscuras a atacar Lula e o PT…

Responder

    Marcos Videira

    10 de fevereiro de 2019 às 19h00

    ORESTES: o que você afirma NÃO corresponde à realidade. São afirmações FALSAS. Quem melhor conhece Ciro Gomes é o povo do Ceará. Pois lá ele obteve 40% dos votos e em Fortaleza, das 17 zonas eleitorais, ele venceu em 16 (perdeu apenas na terceira, a zona dos ricos). Camilo foi reeleito governador no primeiro turno com 80% dos votos. Cid Gomes foi eleito Senador com 42% dos votos.
    Os fatos desmente tudo o que você afirma. Ou você está sendo enganado OU está enganando pessoas de boa fé.

    Responder

Josue

10 de fevereiro de 2019 às 16h01

Ciro um peso morto pro país não teve credibilidade.agora está atacando, faça algo útil ou você desaparecerá.ou cala a boca.

Responder

Jose Prata Araujo

10 de fevereiro de 2019 às 15h40

Miguel, Ciro é indefensável. Sou do PT, mas minha referência de critica a Ciro é Fernando Brito do Tijolaco, um ex-pededista histórico. Aprenda com ele também.

Responder

Jose Prata Araujo

10 de fevereiro de 2019 às 15h36

Miguel, Ciro é indefensável.

Responder

Glauco Tavares

10 de fevereiro de 2019 às 15h35

Deixa ver se entendi bem. Ciro é um sujeito destemperado e grosseiro desde sempre, nunca conseguiu emplacar em nível nacional por conta de seu comportamento autodestrutivo… E culpa é do Lula, do PT e da militância??? E outra, Ciro nunca atacou Lula eo PT? Nunca agiu com ingratidão? Nunca fez acenos para direita e ascendeu uma vela para Deus e outra para o Diabo??? Tá Pensando que todos são tolos e apenas você é capaz de pensar? Economize Minha paciência rapaz!

Responder

Ultra Mario

10 de fevereiro de 2019 às 15h27

O que mais me incomoda nem são os golpes rasteiros dos petistas.

É o fato que eles nem tem um projeto de país. Ficaram igual o PSDB que tanto criticavam, querem poder pelo poder em sí.

Chegaram ao ponto de roubar pedaços do projeto do PDT, pois eles não tinham nada. O PT, que enriqueceu os bancos de repente vem falar de reforma bancário, impostos sobre lucros e dividendos, nome sujo no SPC… é piada.

Mesmo que conseguissem o que querem, não adicionariam absolutamente nada de relevante à política brasileira.

Responder

Miramar

10 de fevereiro de 2019 às 15h25

Se todo petista que mente que votou no Ciro tivesse votado nele mesmo, ele teria tido mais votos que o Bolsonaro e o candidato do Pt somados (o candidato do Pt não tem nome próprio. ..).

Responder

    Nelson

    10 de fevereiro de 2019 às 15h39

    Cara, eu não conheço nenhum petista que disse ter votado em Ciro Gomes, até porque petista que se presa conhece o Ciro Gomes e jamais votaria nele. Observe que não existe diferença alguma entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro e petista sente esse cheiro no ar. Sacou colega!

    Responder

      Marcos Videira

      10 de fevereiro de 2019 às 19h05

      NELSON: você escolheu um ícone perfeito. Você está tapando os olhos pra não enxergar a realidade.

      Responder

        Nelson

        10 de fevereiro de 2019 às 21h55

        Marcos Videira: Você esta enganado, estou tapando os olhos de vergonha de ter uma justiça corrupta e seletiva no meu País.
        Estou tapando os olhos de vergonha de ter um presidente como Jair Bolsonaro.
        Estou tapando os olhos de vergonha do meu estado (São Paulo) ter reeleito Tiririca e eleito Janaina Pascoal, Alexandre Frota e especialmente Dória como governador.
        Esta bom ou você quer mais!
        Quanto ao Ciro Gomes… ele não tem e nunca tera votos!

        Responder

      Tiago Tavares

      11 de fevereiro de 2019 às 10h46

      O cara falar que não há diferente entre Ciro e Bozo já merece tratamento psiquiátrico…

      Responder

Zé Maconha

10 de fevereiro de 2019 às 15h24

Considero os militares uma escória.
Mas se hoje houvesse um segundo turno entre Ciro e o general Mourão votaria no milico.
Mourão está a esquerda de Ciro , pelo menos hoje , como os dois são oportunistas isso pode mudar.

Responder

    Vamor

    10 de fevereiro de 2019 às 17h00

    Surreal esse comentário. General Mourão defende o ultra liberalismo, além do próprio Bolsonaro. Com ele no poder, o desmonte dos direitos trabalhistas seria completo. Sobre Ciro Gomes, é um enorme presente ele não ter ainda desistido da política, pois não precisa dela. Sem cabimento alguns acharem que ele é direita num momento que até o Geraldo Alckmin parece esquerda perto do Bolsonaro

    Responder

Mandarim

10 de fevereiro de 2019 às 15h22

Miguel, voce e Ciririca sao cavalos de troia da direita pra dividir a esquerda.
Ciririca e um zero a esquerda. Um Bozo ou marrequinho de maringa com capa de esquerdopata.
Um vilipendio a memoria de um grande brasileiro, Brizola, que jamais compactuaria com a calhordice de Ciririca. Quando ele faz politica, e uma virgem. Quando os outros fazem, sao putas de beira de estrada.
Acorda, zezinho. Ciririca e a virgem do cabare, cuja virgindade so otarios aceitaram atestar.
Adeus, Cafezinho.

Responder

Alex

10 de fevereiro de 2019 às 15h16

Repito o que já disse neste blog: além dos 3 votos aqui em casa, consegui mais 4 na unha para Ciro.. vou pegar os 7 (sete) votos de volta. E vou lutar com unhas e dentes para convencer mais 7 (gosto do número) eleitores a não votarem neste Sujeito. Trata-de um louco, um mal educado, um maluco e um traidor. Se realmente, como ele dizia, gostasse do Lula, por mais puto que estivesse, não falaria deste jeito com um cara de 73 anos que vai morrer num cela. Ciro vc é um traira. Com este perfil tem espaço pra vc em muitos partidos!

Responder

    Mandarim

    10 de fevereiro de 2019 às 15h25

    Parabens, cara!
    Infelizmente, no primeiro turno, votei nesse grandesissimo filho da puta que e o Ciririca.
    Nunca mais. So quem atesta virgindade de puta em cabare e otario.
    Adeus Cafezinho!

    Responder

Miramar

10 de fevereiro de 2019 às 15h14

Têm petista ficando esquizofrênico…mas isso é bom, dá audiência pro site.

Responder

Pedro

10 de fevereiro de 2019 às 15h07

Sub do sub , aceita

Responder

Pedro

10 de fevereiro de 2019 às 15h06

O Ciro é sub do sub no mundo político nacional,e o cafezinho é sub do sub nos blog de esquerda, aceita e tudo fica melhor

Responder

Rodolpho

10 de fevereiro de 2019 às 15h06

Ótimo texto, senti um desabafo que considero necessário nele. As pessoas estão presas em suas próprias narrativas e se recusam a aceitar o que não é conveniente, por isso, para muita gente aparentemente a história política entre Ciro e o PT se iniciou após o primeiro turno das eleições de 2018.

Esquecem que durante o primeiro turno das últimas eleições o PT foi um adversário mais implacável ao Ciro do que ao próprio Bolsonaro, tendo sucesso na manobra para isolá-lo politicamente. E que durante os governos de Lula e de Dilma ele esteve sempre apoiando o PT, mesmo com o acordo ocorrido em 2010 entre Lula e Eduardo Campos, para barrar a candidatura dele e lançar Dilma, que como pessoa é inquestionável, mas que politicamente cometeu muitos erros, como por exemplo, o espaço dado à PF, a PGR e a Lava Jato para agirem como se fossem um partido de oposição ao PT quando ela era presidente.

Acho que depois do Lula, Ciro é o político mais hábil no nosso cenário atual, ele no entanto, possui alguns erros que precisam ser observados para não aceitarmos tudo cegamente. Confrontar aqueles que vivem bradando contra o autoritarismo, mas se recusam a ouvir uma opinião contrária foi ótimo, mas o “Lula está preso, babaca” foi infantil e tirou o foco da real discussão. Essa falta de consciência de quando se controlar e não cair em provocações imbecis prejudicou ele nas eleições e vai continuar atrapalhando enquanto não for ajustado.

Torço para o PT forte, porque representa uma parte importante da população, embora eu ache equivocada essa estratégia do “Lula Livre” como mote principal do partido. E que Ciro mantenha a cabeça no lugar porque tem potencial para agregar setores que não se alinham ao PT e não priorizam as pautas identitárias da esquerda, mas que também não são liberais, e podem seguir uma ideia mais ligada ao trabalhismo e a social-democracia.

Responder

Pedro

10 de fevereiro de 2019 às 15h03

O Ciro e sub do sub no mundo político nacional, pra ele isso é demasiado frustante

Responder

Miramar

10 de fevereiro de 2019 às 15h02

Se tem uma coisa que nunca perdoarei em Bolsonaro é ter me obrigado a votar no candidato do Pt no segundo turno… mas não se preocupem que foi a última vez. Me vejo na penosa obrigação de não estando Ciro no segundo turno em 2022, pela primeira vez anular meu voto. Não voto mais no Pt nem para evitar a hecatombe nuclear planetária. Chega dessa cambada.

Responder

Elizeth

10 de fevereiro de 2019 às 15h00

Esse Miguel faz análise tendenciosa, tem muito tempo que defende o Ciro.
O Ciro é um babaca!
Cheio de rancor, não contribui com o cenário atual, só joga gasolina.
Adeus Cafezinho.

Responder

Alvaro Mateus

10 de fevereiro de 2019 às 14h56

Miguel do Rosário se sentiu ofendido pelo PT? por isso a debandada dele para os braços de Ciro Gomes??
boa sorte aos dois,
vocês têm que entender que o LULA é único? muitos políticos que se voltam contra PT LULA e seus líderes o fazem por inveja , LULA ,,,, o mais odiado, mas é também o mais amado.

Responder

Rogério

10 de fevereiro de 2019 às 14h55

Petista resmungando e cachorro estribuchando pós atropelamento dá na mesma. A direita já percebeu que enquanto o Lula estiver preso o PT vai estar preso junto, sem ação, sem projeto. Vou de Ciro, não me importo se vai vencer ou não, o considero um porto seguro para o meu voto. Enquanto isso a petezada fica só atrás do teclado chorando, não vejo NINGUÉM nas ruas (até porque se o fizerem correm sério risco de serem hostilizados). Kkkkkkkkkkkkkkkkk que se fodam……

Responder

Elizeth

10 de fevereiro de 2019 às 14h54

Esse Miguel faz uma análise tendenciosa, está há muito tempo defendendo o Ciro.
O Ciro é um babaca solto aí, falando bobagens, cheio de rancor.

Responder

Alvaro Mateus

10 de fevereiro de 2019 às 14h50

esse site até parece que é Cirista, a vida de Ciro Gomes é fazer severas críticas ao PT, ao LULA, Dilma, Haddad, Ciro Gomes por causa desses ataques não ganha mais NADA na vida, nem de síndico,, talvez seja a hora dele se aposentar, os PTistas são quase 3milhões de filiados, fora os simpatizantes, agora o Cafezinho virou contra PT também? vou SAIR fora desse site

Responder

gui

10 de fevereiro de 2019 às 14h48

fazia tempo q nao via alguma reportagem por aqui nao zuando o Ciro. Triste pois a eleicao passou, Bolsonaro esta no poder eqto Ciro e sua agenda poderia estar, a beneficio de todos exceto rentistas e parasitas, mas antes tarde que nunca. E vendo os comentários é impressionante que o que separa os bolsominions dos ptminions é apenas uma (boa) dose de soberba. Falta realidade pro DCE. Falta sacar que o fenomeno Uber nao é opção, é a consequencia de uma vida profissional sem garantias.

Responder

Kátia Alves Oliveira

10 de fevereiro de 2019 às 14h42

Nojo desse verme do Ciro. Nunca será nada além de coronel de quinta categoria. Ele tem inveja do poder de Lula, mesmo estando preso. Ciro é de direita e já pertenceu aos partidos ligados a ditadura. Morre de inveja coroné.

Responder

Ricardo melo

10 de fevereiro de 2019 às 14h32

Esse site de pseudo esquerda centro já era nao leio mais estou indignado com o site se juntou ao bozo junto com o pqno coronel.

Responder

Lucas de Belmont

10 de fevereiro de 2019 às 14h22

Miguel se faz de vítima. Pinta Ciro Gomes como um pobre coitado indefeso do que seria um ATAQUE. Lê os fatos com uma dose de surrealismo (ou má fé voluntarista) que assusta. Julga que Ciro seria um General a substituir o General Lula, preso pelas forças inimigas, mas um General não xingaria e debocharia das condições de um General prisioneiro de guerra, como faz Ciro com seu “Lula está preso, babaca!”, lema adotado pela trupe bolsonarista e repetido por Eduardo Bolsonaro nesta mesma semana.

Eu mesmo curtia O Cafezinho há anos e não deixou de ser assim durante a campanha. Isso mudou agora. Esta semana deixei de curtir, comentar e compartilhar os posts deste site, por ter atravessado o Rubicão. Não mais costeia o alambrado, já o saltou e comemora com a torcida do time adversário. Vivemos tempos em que não há espaço para covardes e traidores (não de um partido, mas de uma causa, a causa democrática, progressista e popular). Adeus.

Responder

    Olintp

    10 de fevereiro de 2019 às 14h28

    Ele critica o endeusamento de Lula endeusando Ciro! Eeee

    Responder

Ana Rigueiral

10 de fevereiro de 2019 às 14h06

Miguel do Rosario….eu só queria entender uma coisa. ..
Afinal, Ciro estava correto em apoiar Davi e Maia? Os dois apoiam os projetos de Bozo. Então, se o PT apoia sou contra? Isso é Ciro? Isso que é bom para nós? É isso que petistas têm que enxergar? Ciro, então prática a boa política dando asas ao bozo? Me explica o que deixei de enxergar, por favor.

Responder

Adriano

10 de fevereiro de 2019 às 14h05

Lamentável como ainda fazem o papel que Bolsoanta quer, os Fakenews correndo solto e Ciro se presta a fazer o que Bolsoanta quer!! Aliás é por isso que o PT não apoiou ele!!

Responder

Cid

10 de fevereiro de 2019 às 14h01

Viva o campo progressista e o trabalhismo nacionalista. Infelizmente muitos estão dopados alienados pela narrativa lisérgica da ptsfera… não enxergam um palmo adiante se não for condizente com as baixarias do 247, dcm, etc. A esquerda não pode ser refém de um salvador da pátria ilusório e multicondenado por atos improbos. Aceitem. Lula elegeu Bozo. Ciro era a única saída progressista e Lula nao queria alguém que lhe superaria ou ao menos lhe fizesse sombra… ideias e projetos nao podem ser personalistas… vamos Cirao da Massa… é ótima análise equilibrada Miguel!

Responder

    Oblivion

    10 de fevereiro de 2019 às 14h28

    Concordo, exceto pela superficialidade em citar a condenação do ex-presidente. Vamos lá, acredito que o lula e o pt foram mesquinhos, ingênuos, gananciosos etc, mas não acho razoável citar as condenações sem deixar claro que elas não tem provas. Não estou dizendo que o lula é inocente, só quero dizer que se é pra prender uma pessoa da importância dele, que seja tudo muito claro, e até agora não há provas, só convicções de quem hoje acha que político que pede desculpas por caixa dois deve ser perdoado (desde que seja psdb, dem, psl …). E por falar em inocente, alguém lembra quando o sarney tava sendo investigado pela pf e, ninguém menos que o lula (na condição de presidente do país) foi socorrer o sarney, dizendo da importância dele pro país etc… Que ironia, qd a Dilma sofreu o golpe e o lula estava sendo perseguido, o que o pmdb ofereceu? Uma cópia da constituição, que eles mesmos estavam rasgando, não é renan? E o que o pt fez na última eleição? Se aliou ao pmdb e perseguiu quem deveria apoiar.

    Responder

      Cid

      10 de fevereiro de 2019 às 18h16

      Além disso a tese de prisão política não deixa de ser estapafúrdia à medida que o próprio se entregou, teve todos os seus direitos individuais e processuais observados. A condenação foi reafirmada e endurecida na 2a instância… e a grande maioria dos membros dos tribunais superiores foram indicados na era petista…. sem contar que a condenação pelo sítio está muito mais bem fundamentada do que a do triplex… o Lula tá preso porque tomou gosto pelas facilidades do poder… simples assim.. quem não gostaria de ganhar uma reforma 0800 sob encomenda no sítio em nome de laranja?

      Responder

yuri

10 de fevereiro de 2019 às 13h50

Primeiro texto de origem esquerdista que eu leio que tem qualidade. Parabéns.

Responder

    Zé Maconha

    10 de fevereiro de 2019 às 14h23

    Aí você como o Miguel decaiu.
    Recebe elogios dos eleitores do miliciano.
    Está orgulhoso Miguel?

    Responder

    Marcelo

    10 de fevereiro de 2019 às 14h43

    Olha, Miguel, qual tipo de leitor vc ao reduzir a importância do PT e endeusar Ciro. Parabéns pela guinada! Assim vc se “renova”, substituindo nós leitores progressistas por essa gente aí, que está adorando a guerrilha estúpida de Ciro Gomes contra Lula preso. Ciro tem que comer muita farinha ainda para achar que essa verborragia cretina dele vai alçá-lo ao posto de liderança progressista. Ciro precisa de um psicólogo, não sabe perder.

    Responder

Evey

10 de fevereiro de 2019 às 13h43

Esses foram os últimos votos que dei em candidato do PT.
Nem pra vereador dou mais.
Alguém tem que por o Brasil e seu povo como prioridade.
Houvessem investido toda privataria que continuaram a fazer na educação, nas escolas, nos professores, a ignorância venceria estas eleições? Faltou educar para emancipar e libertar.
Ao usarem o nome de Brizola pra defender este tipo de insanidade, demonstram uma falta ou de conhecimento sobre o mesmo ou desonestidade.
Meus sinceros pêsames pelo nosso povo, e que Ciro e o PDT briguem para que sobre algo do país após estes 4 anos.

Responder

Thales

10 de fevereiro de 2019 às 13h35

Não me canso de dizer: ou a Esquerda acaba com o PT, ou o PT acaba com a Esquerda. P.S: Não sou cirista. Ciro nem Esquerda é.

Responder

Lucas Emanoel Soares Meira

10 de fevereiro de 2019 às 13h34

Ciro vai à guerra e não está sozinho.
Somos uma turma que não se curva ao hegemonismo petista nem ao bolsonarismo xucro.
Agregamos o nacional-desenvolvimento e o trabalhismo e somos abertos ao diálogo.
Não somos a Terceira Via. Somos a Via.

Responder

Zé Maconha

10 de fevereiro de 2019 às 13h20

O Miguel já passou para o lado sombrio da Força.
Se uniu a Sauron por medo , como o Saruman.
Lembram que ele tentou dizer que o caso Queiroz não era nada?
E culpar os outros por Ciro ir para a direita chega a ser cómico.
Ciro foi do PDS , do PSDB , ele surfou na popularidade de Lula quando foi conveniente mas é um homem de direita.
Assim como o Miguel hoje em dia.
Você devia destruir os Sith , não se unir a eles.
O lado sombrio sinto em você Miguel , mas alguns meses você estará defendendo a tortura aqui.

Responder

Sandro

10 de fevereiro de 2019 às 13h17

Obrigado Miguel, por tamanha lucidez e transparência. O dia que o PT se aliou ao PSB por neutralidade foi como se eu tivesse me curado de uma cegueira. O PT nao tem projetos, nao tem propostas, a não ser se for para difamar. Eu ainda me culpo por ter apoiado por tantos anos esse partido de gente fanática e sectária.

Responder

José

10 de fevereiro de 2019 às 13h14

1) A critica ao hegemonismo do PT é válida. Mas isso faz parte da cultura da esquerda desde sempre. Daí a clássica frase que diz que a esquerda só se une na cadeia. O buraco é bem mais embaixo.
2) Chamar Ciro de trabalhista, valha-me deus! O trabalhismo do PTB morreu com o Brizola. O PDT de hoje é uma legenda de aluguel.
3) Ciro é um democrata liberal, perto do que merquior chamava de social liberalismo. So pode ser chamado de esquerda porque, depois da vitoria neoliberal, defender politicas sociais compensatórias virou pauta “de esquerda”.
4) O PT errou na estratégia por reduzi-la a disputa eleitoral. A estratégia do Ciro era igualmente eleitoreira. Se teria sido melhor sucedido, só o universo paralelo nos responderia. Pessoalmente, acho que perderia também.

Responder

    Sandro

    11 de fevereiro de 2019 às 07h00

    É muito achismo mesmo pra quem sempre é o dono da verdade e não quer largar a mão do osso.

    Responder

Romulo Macedo

10 de fevereiro de 2019 às 13h11

Miguel, tentar convencer alguns petistas da realidade é o mesmo que tentar convencer um hindu a comer carne, um monoteísta a louvar a mitologia grega. Nos dois casos não haverá argumento concreto que será convincente o suficiente pra largar a sua fé.

Responder

Jeová

10 de fevereiro de 2019 às 13h09

Miguel do Rosário, acho que não deveria perder mais tempo com esse sectarismo petista (que vem entregando o país a essa direita e extrema-direita). Bom seria adotar uma postura de rompimento definitivo dessa gente, cegos de ideias.

Responder

Cesar Marx

10 de fevereiro de 2019 às 13h08

A imbecilidade tomou conta do Brasil.
https://www.youtube.com/watch?v=3HQRY6nRhCw

Venezuela Livre! Fora Guaido! Fora Trump.

Responder

Luzia Rezende

10 de fevereiro de 2019 às 13h07

Quando tudo tava bem “cê” era companheiro, né Ciro, “tá” desperdiçando talento e inteligência, dando munição pro adversário.

Responder

Idiocracia

10 de fevereiro de 2019 às 13h03

Coroné Ciro tá bufando mais do que bode veio. Confeço que não entendi essa.
Que o PT quer empura-lo para a direita? KKKKKKKKKKKKKKKKK
É tudo culpa do petê,,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk

Responder

Miramar

10 de fevereiro de 2019 às 13h02

Já perdi a conta de quantos petistas disseram que não iriam acessar mais esse site. Passa um mês e eles estão aqui de novo. Mas isso é bom, pois aumenta a audiência desse necessário site.

Responder

ari couto

10 de fevereiro de 2019 às 12h59

Infelizmente uma matéria com alta carga de emotividade. Acho que o Miguel pode fazer melhor. Deixo-o com suas mágoas contra as quais é impossível argumentar.

Responder

Miramar

10 de fevereiro de 2019 às 12h58

A verdade é que a simples existência física de Ciro e seu excelente programa, continuamente ampliado e melhorado, são uma pedra no sapato da narrativa do Pt que se coloca como a única esperança contra a barbárie. Enquanto existir um nacional desenvolvimentista que gosta de estudar a narrativa do Pt permanecerá manca.

Responder

Ioiô de Iaiá

10 de fevereiro de 2019 às 12h51

Tchau Cafezinho. Vou me fazer o favor de não ler mais esse blog cirista e de jornalismo declaratório.

Responder

Alexandre B M Santos

10 de fevereiro de 2019 às 12h48

Miguel, creio que seu apoio incondicional ao Ciro foi um erro. Eu com certeza já votei e votaria no Ciro, mas creio que neste momento ele esta errado, muito errado. Ciro tem boas ideias, fala bem é articulado, mas esta se mostrando mesquinho sem grandeza pessoal mostrando só um interesse pessoal em ocupara os espaços do PT e do Lula, mas este não é o momento para isso. E isso só faz diminuir a sua importância e envergadura. É uma pena.

Responder

João Ferreira Bastos

10 de fevereiro de 2019 às 12h45

Miguel, Miguel escreveu uma pagina enorme para dizer que o PT é o diabo em pessoa e que o Ciro um anjo.
Lia a critica do teu antigo amigo, Fernando Brito, ao Ciro.

Responder

Miguel

10 de fevereiro de 2019 às 12h44

Ciro Gomes, não faz oposição a Bolsonaro, faz oposição constante ao PT. Fugiu no 2’ turno, e agora quer fazer “ oposição consciente “ ao fascismo.
Que oposição e está? Não vejo UMA palavra de força contra a destruição da previdência publica ( aliás vejo apoio ao sistema de capitalização) . A destruição final dos direitos trabalhistas, o ataque às minorias
Mas sobra tempo para atacar o PT.
Ciro é um burguês, que no grosso, apoia a destruição do país e entrega aos EUA.
Miguel, cite uma declaração forte de Ciro aos ataques do fascismo? Uma só .

Responder

Eduardo

10 de fevereiro de 2019 às 12h43

Olha, é matéria mais sensata que li recentemente. Todos pais precisa ter poderes fortalecidos, uns na situação e outros na oposição. Mas o que o PT esta fazendo não é oposição; é apenas esperneio. Parabéns pela clareza das idéias.

Responder

Souniv

10 de fevereiro de 2019 às 12h42

Acho que o essencial vem sendo esquecido pelo Cafezinho. Houve um golpe em 2016 que permanece em marcha. As propostas do Ciro são boas, mas longe de serem de esquerda. O PT foi golpeado exatamente pq se esqueceu de que na correlação de forças, quem manda eh a burguesia. Ciro não tem raízes progressistas. Quer vencer no grito e na grosseiria e não disse abertamente que Lula é preso político. Além disso, a viagem à Europa no segundo turno acabou com ele politicamente. A política no nosso país é profundamente moralista. E esse moralismo é cheio da famigerada luta de classes. Que fique claro: não tenho nenhuma satisfação com os erros políticos e intelectuais do PT. Acho válidas algumas propostas do Ciro. Mas não votaria nele que se mostra ambíguo e escorregadio, tentando acender uma vela pra Deus e outra pro diabo. E sem essa de “temperamento sanguíneo”. Mais um eufemismo pra chancelar nosso machismo de cada dia. Queria ver se esse mesmo temperamento fosse o da Dilma. No mínimo seria chamada de destemperada ou feita de adesivo para tanque de carro naquele vergonhoso episódio do aumento da gasolina.

Responder

    Miguel do Rosário

    10 de fevereiro de 2019 às 12h43

    Acho tão sonolento e vazio essa história de “propostas de esquerda” vindas de quem nomeou Joaquim Levy para o ministério da Fazendo. Falo isso com muita calma.

    Responder

      sandro

      10 de fevereiro de 2019 às 13h19

      Não é à toa que o Petismo criou o Bolsonarismo. São idênticos!!!

      Responder

      Editor da Caverna

      10 de fevereiro de 2019 às 13h33

      Mais ou menos sonolento do que ouvir que o PT está tentando empurrar o ex-candidato da ARENA, PDS e PSDB para a direita? Essa sua afirmativa é um exemplo de sofisma. Primeiro, quem nomeou Levy foi a Dilma, não o PT. Depois, essa tentativa de criminalizar o PT também à esquerda, fazendo com que o partido pareça uma massa amorfa de aloprados traidores da esquerda e cheios de fome por poder e não um partido que contém em si um conjunto de grupos de extrema luta por justiça social é de uma desonestidade intelectual do tamanho do ego do Ciro. É o único partido sim senhor, de esquerda no Brasil com alguma capacidade de mobilização social e com estofo intelectual e organizacional. Por isso é o alvo primário da direita (incluindo Ciro, que em seu gingado ideológico hoje volta ao seu ninho ‘a direita). Vc se perguntou, francamente, pq. a UNE gritou Lula Livre para o candidato que se uniu a bolsonaro no pleito de tirar a cadeira vaga de Lula do debate na TV? Acha mesmo que todos os grupos de esquerda que rejeitam Ciro o rejeitam pq. o PT os manobra? Das duas uma, ou o PT domina praticamente TODOS os grupos como UNE, Sindicatos, ONGS ambientais, feministas, de lutas raciais, e aí há que se perguntar pq. e como o faz, ou tudo isso é só uma cegueira dos ciristas que não percebem que a esquerda que pensa e articula não vai seguir Ciro. Eu fico com a segunda hipótese. Ciro não é e nunca foi confiável. Tem um projeto pessoal, personalíssimo de poder (vai daí os inúmeros partidos aos quais se filiou). Um cientista político vai questionar esse gingado ideológico de Ciro, não adianta falar que ele pergunta pq. é petista. E isso que vcs fazem apenas distanciam os ciristas da esquerda. E, por fim, deixa eu fazer uma pergunta: Vc critica Dilma por colocar Levy no ministério, mas formou um bloco de ´esquerda´ para votar em Rodrigo Maia, enquanto o PT, que só segue poder, botou Levy no Ministério, votou em Freixo…. Que, surpresa, não é do PT. É para isso que o PDT queria liderar o bloco de ´esquerda´?

      Responder

        Marcelo

        10 de fevereiro de 2019 às 14h52

        Parabéns, Editor da Caverna!
        Miguel parece ter embarcado numa parcialidade cirista que ele mistura governos (vide Dilma rer nomeado Levy, mesmo o PT sendo contra) com o partido. Ele trata Ciro como vítima, mas esquece que Ciro é vítima de si mesmo que acha que só cresce se for derrubando os outros. Para Ciro se projetar ele ataca Lula, ora diz que o processo de Lula foi injusto, mas que Lula não é preso político. É de uma desfaçatez sem tamanho. Lamentável!

        Responder

          Sandro

          11 de fevereiro de 2019 às 07h01

          Parabéns Miguel por não ter se deixado cegar pelo fanatismo petista! Tá cada dia pior fazê-los acordar desse sono alienado.

        sandro

        11 de fevereiro de 2019 às 07h05

        o PT foi tudo isso que o companheiro diz. o PT não é, o PT foi!!!

        O PT entregou o país ao fascismo em troca de 50 cadeiras no congresso, pois se nao tivesse lançado candidato, o seu destino seria igual ao do PSDB.

        o PT só pensa no próprio umbigo. Se o PT tivesse um pingo de preocupação com o POVO ou com o PAÍS, teria aberto mão de candidato. Mas sabiam que iriam definhar se não lançassem o POSTE. PT é Mesquinho. PT é egoísta! PT NUNCA MAIS!!!!

        Responder

      Saint

      10 de fevereiro de 2019 às 13h52

      Miguel ,vc é uma pessoa muito educada.Pq não mencionou o nome do político que levou o Lázaro Brandão e Luiz Carlos Trabuco ao Palácio do Planalto para conversar com a ex-presidente Dilma?
      Abraços

      Responder

      Ricardo melo

      10 de fevereiro de 2019 às 14h36

      Decepcionado com vc meu ex caro amigo.

      Responder

      Olinto

      10 de fevereiro de 2019 às 19h23

      Tem que contextualizar a nomeação do Levy. Profeta do passado é fácil. Aliás, a própria Dilma reconheceu que não deveria ter dado o cavalo de pau na economia. E além disso, governantes sempre erram, erraram e errarão, mas à Dilma foi-lhe vedado a possibilidade de erro.

      Responder

Molusco Lavador

10 de fevereiro de 2019 às 12h39

Rindo ate 2022 dessa briga da esquerda. Enquanto o hospede da PF em Curitiba só enxerga o próprio umbigo, o Coroné não consegue vencer nem mesmo dentro do seu curral. Desse jeito fica facil para o Bolsonaro eleger qualquer poste em 2022.

Responder

adhemar

10 de fevereiro de 2019 às 12h38

lembrete!!!!!!!!!!!eleitor conciente escolhe seu candidato,não vota por indicação de ninguem ,cafezinho faça jornalismo,ñao faça campanha politica fora de epoca

Responder

FRANCISCO F BEZERRA

10 de fevereiro de 2019 às 12h31

Meu Deus!

Responder

adhemar

10 de fevereiro de 2019 às 12h30

simplesmente não entendi a furia do cafezinho contra o pt. em defesa de ciro, é sempre oportunista basta ver a quantidade de partidos em que militou,sempre se colocando como candidato,não sou petista,mas ciro nada mais é, que um bolsonaro arrogante,por isso digo o cafezinho de graça é caro não vale um centavo

Responder

    Dileusa

    10 de fevereiro de 2019 às 22h05

    Perfeito seu comentário…Cafezinho para mim agora só o que é feito em minha cozinha. Decepção…

    Responder

    ayres

    11 de fevereiro de 2019 às 14h52

    Já ouviu fala em “puxasaquismo”, “babaovismo”? Então!

    Responder

Maria Mirtis Farias de Oliveira

10 de fevereiro de 2019 às 12h29

Eu era ouvinte assídua do Ocafezinho. Mas não sou mais. Sou cearense e discordo dessa posição em defender Ciro Gomes que nunca foi de esquerda. Na verdade ele é um oportunista. Mais um pouquinho e ele se junta a Bolsonaro.

Responder

    ari

    10 de fevereiro de 2019 às 13h41

    Apoiar Rodrigo Maia não é se aliar ao atual governo?

    Responder

      marco

      10 de fevereiro de 2019 às 17h07

      É bom que fique claro, que os candidatos do Pt, não terão mais os votos dos não petistas, nem que a “vaca tussa”.
      Candidato do Pt , nem para vereador.
      Isso apesar de ter claro para mim que o presidente Lula está preso graças a um processo judicial fraudulento a serviço dos interesses do império.
      Aliás apesar de serem explicítas as ingerências externas o Pt nunca teve a coragem de denunciar o fato.
      Assisti no blog 171 uma entrevista do Pimenta na qual ele promete provas insofismáveis sofre a ação dos serviços de inteligência yankee na origem e ação da “farsa a jato ”
      Já se passaram mais de 6 meses e nada, o “cara” esqueceu; não quer problemas com o império, prefere ser oposição consentida , como o PMDB da ditadura.

      Responder

        Tiago

        11 de fevereiro de 2019 às 10h30

        Lembrando que Haddad teve voto e apoio de críticos ao PT de todas as espécies: Marina Silva, Joaquim Barbosa, Alberto Goldman, esquerda pra valer do PSDB, Marcelo Tas, Felipe Neto, Rodrigo Janot, PSB, Luciana Temer, etc.

        Responder

Deixe uma resposta

x