Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Crédito: PDT.

MP manda arquivar denúncia contra Lupi

Por Redação

22 de julho de 2019 : 17h19

No PDT

MP Federal manda arquivar denúncia contra Lupi e Panella por falta de provas

22/07/2019

O Ministério Público Federal, através da Procuradoria do Distrito Federal, determinou o arquivamento de denúncia de um dirigente da empreiteira Odebrecht que havia afirmado, em delação premiada, que o presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi, e o Tesoureiro Nacional da legenda, Marcelo Panella, teriam solicitado ajuda para as campanhas de Osmar Dias ao governo do Paraná em 2014. O arquivamento, de acordo com o Ministério Público, foi solicitado pelo fato de o acusador não ter apresentado provas à denúncia. O caso foi amplamente divulgado pela imprensa em 2016.

O despacho assinado pelo Procurador da República Wellington Oliveira, dá conta de que não há precisão ou documentos que comprovem qualquer tipo de pedido ou entrega de valores à Carlos Lupi e Marcelo Panella, como afirmado pelo executivo em delação premiada.

“Isso prova que jamais fiz qualquer pedido para empresários de dinheiro para caixa 2 de campanha ou qualquer outro benefício monetário. Demostra também que a delação premiada se transformou em instrumento de criminosos que usam esse tipo de ferramenta para tentar se livrar de seus crimes, atacando a honra dos outros”, afirmou Lupi, complementado que já está tomando todas as medidas necessárias para processar criminalmente o ex-executivo da empreiteira.

À época, o assunto ganhou repercussão nacional em toda a imprensa brasileira. Lupi também disse que analisa com seus advogados uma forma de reparação através de um direito de resposta aos veículos que divulgaram a delação do colaborador da Odebrecht.

“Estávamos em 2016, em pleno processo de golpe da presidenta Dilma, e os veículos divulgavam com grande alarde essas delações que atacavam os apoiadores de Dilma. Tudo para manter um ar de normalidade constitucional e tentar demonstrar, através do que criminosos falavam à Justiça, que havia corrupção em todas as esferas do Governo. Mas a verdade sempre aparece. Agora, quero saber na imprensa como será reparado esse dano à imagem do partido e dos companheiros”, comentou Lupi.

Leia aqui a íntegra do pedido de arquivamento do Ministério Público Federal.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcos Videira

22 de julho de 2019 às 18h50

Mais uma vez fica PROVADO que o Ministério Público utilizou o sistema judiciário para ações POLÍTICAS.
Por ser presidente do PDT, Lupi foi acusado de corrupto na mídia cúmplice da LavaJato.
Agora, foda-se ! O importante era, naquele período, jogar a imagem de Lupi e do PDT na merda. E o que foi feito não tem mais conserto, porque a mídia se negará a noticiar a verdade.

Responder

Paulo

22 de julho de 2019 às 18h36

Eu acho que, no caso, além de reparação na esfera cível, cabe ação penal pública por crime de calúnia…com a palavra, o delator!

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?