Câmara discute privatização da Eletrobras

O seminário FGV/Estadão sobre perspectivas para 2019

Por Redação

11 de setembro de 2019 : 14h29

No canal da FGV:

SEMINÁRIO FGV IBRE O ESTADO DE S. PAULO/PERSPECTIVAS 2019 – 3º TRIMESTRE

A aprovação da reforma da Previdência em duas votações na Câmara foi uma ótima notícia para os mercados.

Entretanto, o ritmo extremamente lento da economia e a permanência de níveis muito elevados de desemprego continuam a preocupar.

A partir do segundo trimestre, registraram-se tênues e ambíguos sinais de alguma melhora na atividade, mas sem indicar um claro ponto de virada.

E neste terceiro trimestre, a economia estará finalmente reagindo às boas notícias no front das reformas e à queda dos juros? Ou outros fatores, nacionais e internacionais, impedirão uma recuperação mais expressiva, com reflexos em 2020?

Essas questões e sua influência nas perspectivas econômicas e políticas para este ano e o próximo serão debatidas no Seminário FGV IBRE O Estado de S. Paulo/Perspectivas 2019 – 3º Trimestre, na Fundação Getulio Vargas (FGV), em São Paulo, no dia 11 de setembro, quarta-feira.

fgv.br/ibre

PROGRAMAÇÃO

9:00 – Credenciamento

9:15- 9:30 – Abertura

Daniel Fernandes (ESTADÃO)

Cláudio Conceição (FGV IBRE)

9:30 – 10:45 – Debate/Cenário Econômico

Silvia Matos (FGV IBRE)

Bráulio Borges (FGV IBRE)

Livio Ribeiro (FGV IBRE)

Moderador (ESTADÃO)

10:45 – 11:00 – Coffee break

11:00 – 12:30 – Debate/Economia e Política

Fernando Limongi (FGV EESP)

Armando Castelar (FGV IBRE)

Samuel Pessoa (FGV IBRE)

Moderador (ESTADÃO)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta