Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

Os votos na classe média, segundo a pesquisa FSB/Veja

Por Redação

17 de fevereiro de 2020 : 17h29

Obtivemos a íntegra da pesquisa Veja/FSP, divulgada há alguns dias, com os dados estratificados. A pesquisa deve ser comparada com a anterior, feita em dezembro.

É interessante olhar para as intenções de voto da classe média, em função do seu potencial de agitar as redes e ditar os rumos dessa opinião pública selvagem que caracteriza o debate após o declínio dos grandes meios de comunicação.

Consideramos classe média as colunas com renda familiar acima de 5 salários.

Também computamos, visando o mesmo objetivo, de captar o voto da classe média e dos influenciadores de opinião, as intenções de voto dos eleitores com ensino superior.

Estes são os segmentos onde a oposição tem mais dificuldade, e constituem o núcleo do eleitorado bolsonarista.

Eu juntei os dados numa tabela, para facilitar o entendimento.

Analise por si mesmo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ratazana

18 de fevereiro de 2020 às 10h15

Esquerdismo é uma doença mental, nào hà duvida disso: https://www.youtube.com/watch?v=tW3bqwQEHZ0

Responder

    Batista

    18 de fevereiro de 2020 às 11h08

    Ratazana, é?

    Faz sentido!

    Responder

Laranjal

18 de fevereiro de 2020 às 10h03

Só Jesus na goiabeira

Responder

degas

18 de fevereiro de 2020 às 09h07

Nenhuma novidade. Com um discurso baseado em mentiras e fantasias, o PT vive da ignorância, da desinformação e do analfabetismo. Conforme você sobe um pouco na escala econômica e educacional o petismo vai ficando limitado àqueles nichos que atraem os intelectualmente mais frágeis.

Onde as pessoas conseguem pensar por si mesmas a luta contra o petismo já está vencida. A questão é batê-los também nos segmentos mais baixos, onde é necessário agir parcialmente como eles, criando benefícios como 13° do Bolsa, lembrando que o ladrão Lula gosta de ver homem se beijando com homem, etc.

Responder

    Evandro Garcia

    18 de fevereiro de 2020 às 11h25

    “lembrando que o ladrão Lula gosta de ver homem se beijando com homem, etc.” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Bem lembrado !!

    Responder

    Goebbels

    18 de fevereiro de 2020 às 14h11

    Apoiado! Homem com homem é um absurdo, essa boiolagem vai acabar, carluxo e o primo enforcados já! Onde já se viu? Filho de presidente de viadagem por aí.

    Responder

      Evandro Garcia

      18 de fevereiro de 2020 às 14h21

      Absurdo porque ?
      Qual o problema de homem beijar outro e de alguém gostar de ficar olhando isso ?

      Não será que você é um progressista homofóbico ?

      Responder

        Goebbels

        18 de fevereiro de 2020 às 14h23

        Vc e seu namorado vão pra forca tb, sem discussão.

        Responder

        Goebbels

        18 de fevereiro de 2020 às 15h08

        Vc e seu namorado irão pra forca tb.

        Responder

      Andressa

      18 de fevereiro de 2020 às 14h23

      Redação,
      comentários incitando a forca para homossexuais não por favor. Basta o Presidente da República…

      Responder

        Goebbels

        18 de fevereiro de 2020 às 14h29

        Vai pra forca tb. Homem que usa nome de mulher e vice versa é uma viadagem que não é permitida na nossa lei.

        Responder

          Andressa

          18 de fevereiro de 2020 às 16h08

          Transfobico também ?

          Goebbels

          18 de fevereiro de 2020 às 17h56

          Transgeneros não vão pra forca, vão pro cinzeiro, ordens do capitão.

Paulo

17 de fevereiro de 2020 às 22h41

Autofagia da “classe média” ou síndrome de Estocolmo? Busca quem quer destruí-la…Ah que mal os Governos petistas causaram!

Responder

Biguá

17 de fevereiro de 2020 às 22h00

“Luto para que Lula e Huck estejam juntos em 2022”. Flávio Dino

Chega se não vou morrer…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Evandro Garcia

    18 de fevereiro de 2020 às 09h28

    Um prè candidato que quer ver outros candidatos no segundo turno das eleiçoes e nào ele mesmo…kkkkkk

    E’ retardado, sò pode.

    Responder

      Biguá

      18 de fevereiro de 2020 às 14h13

      Lula/Huck por si só já era engraçado.

      Responder

    ROBERTO COSTA

    18 de fevereiro de 2020 às 10h57

    Ja estou fechado com bolsonaro e queiroz de vice

    Responder

      Evandro Garcia

      18 de fevereiro de 2020 às 11h10

      O Queiroz com o Hans River vice ganham facil contra esses retardados.

      Responder

      Wallabi

      18 de fevereiro de 2020 às 11h30

      Estã completamente sem rumo né militonto ?

      Responder

        Bolsotario

        18 de fevereiro de 2020 às 14h19

        Bozo/Huck, pra selar o noivado.. kkkkkkkkkk

        Responder

donato

17 de fevereiro de 2020 às 19h06

O que significa 5 ou mais salarios…? 15 salarios sào mais de 5, 5 salarios e meio tambem…

A classe media nao existe no Brasil…90% miseraveis, 5% pobres, 5% milionarios e bilionarios.

Responder

Evandro Garcia

17 de fevereiro de 2020 às 17h40

5 salários é a renda familiar ou do sujeito ?
Se for familiar não chega nem perto da classe média (que quase não existe no Brasil) mas é classe baixa, pouco acima da miséria. Uma família de 4 pessoa não vive com 5 mil reais mas sobrevive.

Sem os votos do povão (90% dos brasileiros) não se ganha eleição nemhuma.

Responder

    Renato

    17 de fevereiro de 2020 às 18h52

    Nos governos petistas, o sujeito que ganhava R$ 291,00 era considerado classe média, baixa, mas classe média. Quem ganhava acima de R$ 641,00 era considerado classe média alta. Não foi sem razão a enorme expansão da classe média nos governos do Petê ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

      Evandro Garcia

      17 de fevereiro de 2020 às 19h00

      O empregado que virou patrào….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

        Gilmar Tranquilão

        18 de fevereiro de 2020 às 08h29

        Que doença! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

      Rubens

      17 de fevereiro de 2020 às 19h02

      Garoto super esperto sabe tudo diretamente do MBL e do NasRuas.

      Responder

Deixe uma resposta