Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Rede da Legalidade: Ciro, Dino, Brizola e Martha Rocha

Por Redação

03 de julho de 2020 : 16h28

Lideranças do PDT e do PCdoB se reuniram para a live da “Rede da Legalidade” dessa semana para conversar sobre “democracia, pandemia e eleições”.

Brizola Neto (PCdoB-RJ), Martha Rocha (PDT-RJ), Flávio Dino (PCdoB-MA) e Ciro Gomes (PDT-CE) foram os nomes que compuseram o programa.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rogério Bezerra

08 de julho de 2020 às 05h01

Nominar de “Rede da Legalidade” é mais que piada… É desrespeito.
Anos atrás lhe enviaria gravação da Rede da Legalidade organizada e apresentada por Brizola em 1961.
Volto aqui só lá prá outubro.
Ainda não desisti de lhe “ler” recuperado da cirite parisiente aguda.

Responder

Kleber Maia

04 de julho de 2020 às 19h59

Ciro Gomes com comentários bem coerentes, como sempre.

Gostei da Marta Rocha, muito consciente dos problemas do Rio.

Responder

Miramar

04 de julho de 2020 às 16h56

Ciro saiu do PSDB por discordar do Governo FHC e além de ter um Projeto Nacional de Desenvolvimento tem compromisso com democracia, coisas que o Bolsonaro não tem. (O PT também não).

Responder

    Josefa Santos

    05 de julho de 2020 às 08h42

    Ciro saiu de um monte de partidos……por fora é do PSDT por dentro o PSDB nunca saiu de lá….

    Responder

      Alan C

      05 de julho de 2020 às 11h27

      É, tem que procurar alguma coisa, fazer malabarismo mesmo!

      :-)

      Responder

      Miramar

      05 de julho de 2020 às 11h57

      De fato, o PSDB de 1988, social democrata e progressista, nunca saiu de lá.

      Responder

      Clarice

      05 de julho de 2020 às 17h19

      Saiu de partidos pra não mudar de ideologia. O discurso do Ciro no Roda Viva de 1994 é o mesmo discurso do Ciro do Roda Viva de 2020. Diferente do Lula que está no PT desde a fundação do partido e já foi de marxista a amigo da banqueirada. Adianta se manter no partido e mudar o que você realmente é?

      Fora a desonestidade de usar as trocas de partido do Ciro como demérito. Fundou o PSDB porque – pasme – o PSDB era um partido de centro-esquerda que respeitava a social democracia – tanto quanto o PT respeitava os trabalhadores antes de chegar ao poder. Ciro deixou o partido por ter se corrompido ao liberalismo. Do PPS e do PSB foi expulso porque os partidos romperam com o PT e ele continuou fiel aos governos Lula e Dilma à época. Ingratidão e mau-caratismo faz parte da vida de vocês.

      Responder

Valeria

03 de julho de 2020 às 16h30

Ciro me dá náuseas…. FHC2 com palavreado de Bolsonaro… CREDO

Responder

    Clarice

    05 de julho de 2020 às 17h16

    Brasileiro gosta de demagogia, né? Pra vocês o Lula é de esquerda e o Ciro um tucano liberal. Ciro sempre combateu o neoliberalismo com muito mais rigor do que o PT. Só olhar a gestão do Ciro na Fazenda e as escolhas econômicas dos governos Lula e Dilma, mas enfim… não existe argumento pra vocês. Tudo se resume a “Paris” e “12%”.

    Responder

Deixe uma resposta