Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula.

Fernando Haddad: entre o projeto nacional e a sobrevivência do PT

Por Redação

07 de julho de 2020 : 15h15

Por Leonardo Aragão.

Fernando Haddad concedeu uma entrevista de quase duas horas ao programa Roda Viva, da TV Cultura, em que ficou evidente a tentativa do segundo colocado nas eleições presidenciais de 2018 em equilibrar as diversas posições médias nacionais em relação aos temas da conjuntura.

Inteligente, sereno, lúcido e buscando o tempo todo referências acadêmicas históricas para embasar seus argumentos, como pudemos ver ontem no programa dirigido por Vera Magalhães, o ex-prefeito de São Paulo é uma liderança política que teria todas as credenciais para ser um dos principais interlocutores nacionais do contraponto ao extremismo tacanho, tosco, maléfico e carregado de ódio da direita bolsonarista.

Entretanto, em que pese os 47 milhões de votos recebidos na urna em 2018, Haddad não consegue ser a referência nacional de um campo que, como atesta a história do PT, é relevante para a construção de uma alternativa progressista à sociedade. É uma figura com participação muito aquém da necessária, tolhido por razões incertas de foro político ou partidário.

Talvez por excesso de zelo nas palavras, Haddad acaba se posicionando de forma a receber críticas de todos os lados. Uma análise do discurso dele ocorre muitas vezes não pelo que foi dito, mas pelo que foi omitido. Evitou atacar a tragédia de um governo que trata a Educação como inimiga do Estado, perguntado sobre a posição dele acerca do interino do MEC, Antônio Paulo Vogel, número 2 da Secretaria de Finanças na gestão dele na capital paulista.

Confronta a própria narrativa do PT ao evitar enfaticamente mencionar o aspecto destrutivo da Operação Lava-Jato, centrando na crítica à perseguição de Sérgio Moro a Lula, sem abordar as gravíssimas revelações da cooperação entre a força-tarefa e agentes dos EUA nem a gestão leniente do ex-juiz com os arroubos e esquemas que Bolsonaro tentou preservar enquanto esteve à frente do Ministério da Justiça; não aprofundou o debate sobre o futuro do país em termos objetivos, ao contrário do que vem fazendo Ciro Gomes, que vem utilizando todos os espaços abertos para explicar o conceito de seu Projeto Nacional de Desenvolvimento e, por fim, o centro político, por razões óbvias, não aceita a defesa irrestrita que faz de Lula. Portanto, soa um tanto deslocado das principais teses em debate no país. 

Haddad é um petista leal, sem dúvidas. Nas entrelinhas, já manifestou que apesar da gratidão, respeito e enorme admiração por Lula e a militância do PT, promoveria caso tivesse condições políticas para tal algumas modificações na estrutura partidária e na tática. Tanto que a despeito do discurso oficial petista aceitou participar do ato realizado pelo movimento Direitos Já, ao lado de várias figuras demonizadas pelo mainstream dirigente do PT. Isso justifica a tarefa secundária dele na definição das estratégias políticas do partido, assumindo um caminho de aprofundamento do seu papel de coordenação intelectual do pensamento petista.

Ainda assim, está colocando em jogo seu futuro político de médio prazo por não saber o que irá acontecer com sua carreira política. Questionado sobre se será candidato em 2022, fugiu da resposta porque realmente não sabe o que dizer, tendo em vista que o PT ainda sonha com a anulação da condenação de Lula, apesar de não estar se movimentando em nenhuma frente para acumular forças concretas visando esse objetivo além das denúncias de impacto restrito à militância interna. Sutilmente, ironizou os petistas que lhe cobraram o “sacrifício” de ser candidato nas eleições à Prefeitura de São Paulo este ano, ao lembrar que era a terceira opção de vice para a tentativa de candidatura de Lula, após Ciro Gomes e Jaques Wagner, e que ainda assim topou o desafio mesmo sem ter a noção de quando assumiria de vez a liderança da chapa.

Fernando Haddad defendeu em artigo na Folha de S. Paulo que a saída para a superação dos riscos representados por Bolsonaro é recolocar na ordem do dia o debate sobre um projeto nacional. O PT busca provar que está do lado certo da História e, nessa perspectiva fatalista de sobrevivência política, compreender que naturalmente os fatos revelarão a verdade sobre a prisão de Lula e o golpe de 2016, e o partido retomará a hegemonia eleitoral e social como tinha entre 2002 e 2013. 

Equilibrando sobre essa balança, Haddad busca mediar posições, o que é oportuno no Brasil atual, mas pode lhe relegar, no PT atual, o mesmo caminho de outras boas lideranças surgidas no partido nos últimos anos, como Camilo Santana e Rui Costa, de um protagonismo tutelado. 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Zona sul sp

08 de julho de 2020 às 17h35

Eu jamais votei em outro partido que não fosse o PT
Mas a realidade é essa ai o PT esta firme e forte elegemos a maior bancada no congresso e em São Paulo
Mas tem coisas que esta atrapalhando o PT
Primeiro eu prefiro o Coronel ciro do que o capitão bossonaro aliás tenente reformado
De capitão preferiria o lamarca mesmo
Mariguela falava que todo povo tinha que ter sua arma
E mesmo a lei da elitizaçao das armas ser feita no final do governo do entrega tudo FHC. Por um senador do PMDB
O PT abraça com as quatro w defende isso parece que vendeu a alma para os clintons globalistas
Raposa terra do sol foi feita pelo FHC no mandato dele
E mesmo assim demorou anos e o lula jogou para o colo do judiciario e o judiciario stf jogou novamente para o colo do lula que teve que assinar
Um lugar que produzia arroz o pacote de 5 k custava 5 reias as firmas foi tudo expulsa do local o indio casado com branca ou vice versa e suas familias foram expulsos do local ao lado uma fronteira com a frança mexeu com o exercito que era contra tudo aquilo de terra para meia duzia de indio
Ai tem mais aqui em sao paulo o lula faz o estadio do curintia e poem a outras torcidas para pagar a conta
Resultado perdemos em todas prefeituras de sao paulo e grande sp
Ai tem mais o filho dele tecnico do curintias de futebol americano rsrs elitizado rs
Ai tem mais o presidente do curintia deputado pelo pt
Nessa o pt teria que se levantar acorda pt ta moscando

Mas tem mais o filho do lula era tecnico do alexandre frota no futebol americano do curintia
Tem mais fazem a lei maria da penha sendo que acho mwlhor aumentar a pena para homicida de qualquer espécie
Tecnica dividir para conquistar estao dividindo o povo em preto .pobre . branco .mulher .homem fora opção sexual
Dessa forma ninguem consegue nada naçao dividida acontece isso elege um lixão mocotreva bisonho como o atual presidente americanofilo da pior especie
Mas tem mais rs votamos no Haddad no primeiro turno ele falando de plebiscito etc quando passa para o segundo turno ele diz assim que tirou do plano de governo para atrair outros eleitoresRIDICULO ESSA DESCULPA
Mas para piorar ele em uma entrevista perguntado sobre armas ele disse que só a federal seria bom ter armas utopico simples assim como o antigo governador de sao paulo do psb falou o mais tucano dos petistas
Odeio o psdb acabou com a locomotiva acabou com os bandeirantes psdb sao vermes
Mas em quem votar qual partido mais organizado que o pt
E outra coisa gosto do jeito que o ciro fala mesmo lula pipocou mesmo se afastou da galera
No pinheirinho as familias foram expulsas mais de 20 anos no terreno de um corrupto lula era presidente nem fez nada
Lula colocou a dilma era para ser a marta muito mais aguerrida ai a dilma entregou o pais de maos beijadas ok
E para finalizar o dcm esta apagando comentarios de varios eleitores do pt que não seguem esse padrao de aceitar falacias tipo movimento me too onde a mina fala que a vinte anos o dirigente da inglaterra tocou o joelho dela mas ela lembrou agora ridiculo
Cara de boa movimento psol dos 20 centavos acreditou na revoluçao colorida
O brasil 247 esta apagando comentarios tambem nessa o ciro ta certo também
Eles querem derrubar estatua depois queimar livros um derruba a casa do outro coisa de otario ok
Querem ou acham que quem vota no pt pensa tudo igual
Acorda pt faz uma pesquisa ai e ve quem vota em vcs tudo lula deus lula agora po
E outra somos na maioria catolico mesmo no dcm ele mete o pau em catolico e ai quando um cara foi falar do sionimo ele cortou o cara e criticou entendeu
Esse tempos saiu uma materia falando em se acertar com os crentes rs
Mas atacaram a igreja catolica por causa dos padres baitola.
Baitola em em toda religiao sem falar que o cara que começou as investigaçoes é sionista tambem engraçado
Nao to falando do merito de ter ou nao ter ok quem tiver que pagar que pague
O que estou falando é que o jeito de ataque deles e bem diferente quando se trata de outras religioes
O bom seria uma chapa só ciro e haddad o pt tem que ter humildade
O dino muito suavao tambem
Vejam como foi na grecia parece que a direita e esquerda combinaram depois de tirarem todo os direitos do povo a esquerda volta ao poder dizendo em fazer o plebiscito para saida da uniao europeia demora enrola e quando o povo grego vota para sair eles desconversar entenderam
Isso ai vem de cima a dilma largou o osso facil dizendo que confia nas instituições
Nos estados unidos depois do 11 de setembro o povo perdeu varios direitos
A mesma coisa no Brasil
Bando de apatridas .nadegas do mesmo trazeiro ?

Responder

Mateus Nogueira

08 de julho de 2020 às 16h30

Muito ressentimento, precisamos superar isso com urgência

Sejamos claros, como discutir um projeto Nacional que não passe pelo impeachmant sem crime e uma condenção fajuta do Lula? como abandonar esses dois fatos da conjuntura???
Eu fico pensando nessa loucura que virou o antipetismo que insiste que o pt abandone Lula e se desfaça em nome de uma frente “progressista” com fhc ciro e Marina.
Uma coisa é ir a luta e se apresentar pra uma disputa hegemonica dentro da esquerda/centro etc… outra coisa é procurar pelo em ovo pra manter a narrativa do antipetismo como esse texto fez.
O que mais me vem a cabeça é: o que será do PDT quando o Ciro sair do partido

Responder

O Demolidor

08 de julho de 2020 às 08h56

Gostaria de saber se o PDT esta vivo……Recheado de Liberais e Delegados….gostaria que me mostrassem o “Trabalhismo“ da Batata Liberal….ou ainda o Trabalhismo do Tucano Camaleão…..que tal alancar os votos do partido no Golpe contra o PT de 2016? O ainda na aprovação da PEC do fim do mundo do Temer? Teve voto “trabalhista“ na disforma Trabalhista? Os liberais votaram e masa na disforma previdenciária….inclusive muitos do PDT. Que morre de dentro pra fora…tomados por liberais proto-tucanos. Chegaram ao ponto de apoiar Bolsonaro contra o PT na eleição para o governo do RN

Ai eu pergunto…..quem esta morto? Se encaminhando para o mesmo destino do PTB de Roberto Jefferson……

Responder

Helena

08 de julho de 2020 às 07h45

Haddad foi genial nessa entrevista. Lúcido e coeso. Irretocável. Agora quem melhor retratou Ciro Gomes foi o sr. Vivaldo Barbosa, ex-deputado federal pelo PDT, brizolista e trabalhista histórico, em seu post intitulado “Ciro Gomes quer pegar a esquerda em cheio; ataca até o PSOL, usa os métodos do macarthismo” publicado no blog Viomundo. https://www.viomundo.com.br/politica/vivaldo-barbosa-ciro-gomes-quer-pegar-a-esquerda-em-cheio-ataca-ate-o-psol-usa-os-mesmos-metodos-do-macarthismo.html

Responder

Alberto Buarque

08 de julho de 2020 às 06h58

Haddad é criticado pelos Ciristas até quando manifesta uma das maiores virtudes do ser humano que é a educação. Realmente é lamentável !

Haddad foi extremamente cortês e educado. Não saiu esbravejando e distorcendo análises preocupado com o calendário político eleitoral. Mostrou sua capacidade crítica e cidadã.
Pra quem esqueceu: FHC anulou o voto e Ciro Gomes foi passear na Europa…
Triste realidade!

Responder

Fabiana Cristina Baldim Lopes Moretti

08 de julho de 2020 às 02h35

Sobre o Roda Viva de ontem:

O Haddad é uma pessoa acima da média das pessoas.
É ético, leal, inteligente, vanguardista, visionário, competente, capaz, honesto.

Sua lealdade ao PT e ao Lula são notáveis. Porém, inevitavelmente, o grande intelectual e homem público que ele é ficam ofuscados pelas dificuldades que o PT enfrenta no cenário político atual, não sem razão.

Os jornalistas fizeram as perguntas cruciais no Roda Viva de hoje, as quais Haddad viu-se constrangido a responder diante da sua ética e lealdade habituais.
Basicamente, as perguntas constrangedoras referiram-se ao personalismo do Lula e ao fato de que toda a agenda do PT gira em torno do mesmo.

Sinceramente, penso que o Haddad deveria ser mais respeitado no PT devido à sua estatura moral e aos serviços já prestados ao partido.
Só foi convidado para ser vice do Lula em 2018 depois do Ciro e do Jacques Wagner e mesmo assim aceitou.

Agora, mesmo depois de ter ido para o segundo turno em uma campanha de 30 dias, não é a primeira opção do PT para uma chapa em 2022, já que o PT orbita em torno do Lula e que o Lula ainda não sabe se será candidato ou não.

Sejamos francos: Tudo teria sido diferente em 2018 se o PT tivesse aceitado, diante do cenário catastrófico que existia para esse partido naquele momento, fazer parte de uma chapa com o Ciro/PDT com um nome como o de Jacques Wagner ou mesmo o de Haddad como vice.

Não. Isso não pôde acontecer devido ao lulocentrismo do PT… E o pior é que 2022 não será diferente.

A situação do Haddad no partido é constrangedora, embora ele defenda o PT com o desvelo de um filho defendendo o pai.

Vejo admiradores do Haddad torcendo para que ele saia do partido para ter chances reais em um partido que o valorize.
Contudo, vejo o Haddad como uma ótima pessoa que nunca terá o espaço devido no PT, assim como o querido Suplicy, e que dificilmente deixará o partido, por lealdade.

Fabiana Moretti – 07/07/2020

Responder

helio

07 de julho de 2020 às 22h56

Dou risada de ver o esforço do responsável deste blog que lê as questões relativas ao PT e Lula sempre pelo viés meio vazio e tenta colocar o Arenista Ciro como nome para a Presidência, como se não bastasse Color e Bolsonaro. O projeto que ele fala do Ciro é uma montanha de frases soltas e desconexas, que somente os bobos acreditarão. Melhor ler o livro do embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, Desafios Brasileiros Na Era Dos Gigantes, que serviu de guia para o Lula.
O projeto de Ciro não inclui o povo nem a água, privatizada pelo irmão dele, o tratorista Cid e apoiada pelo divisionista e turista Ciro.

Responder

José Antonio

07 de julho de 2020 às 22h21

Haddad seria um ótimo candidato se não fosse o PT.

PT, pela rejeição que tem, é o único partido que poderá dar vitória ao Bolsonaro no segundo turno. Se o PT pensar no país, encontrará um nome que não seja do seu partido para 2022. Se o PT pensar só no poder, então correremos o risco de ter Bolsonaro por mais 4 anos.

Responder

Gianna

07 de julho de 2020 às 22h06

Que sobrevivência do partido ? Vcs estão loucos ? PT é o segundo maior partido do mundo. E isso é um fato. Agora, o cafezinho pra defender o conone arranca até o CUador.

Responder

Alexandre Neres

07 de julho de 2020 às 20h21

Prazer em conhecê-lo, Sr. Leonardo Aragão.

Vamos lá:

“É uma figura com participação muito aquém da necessária, tolhido por razões incertas de foro político ou partidário.” Realmente, em um tempo em que a política está sendo demonizada, em que muito gaiato se apresente como homem decente, tentando surfar na onda, reconheço que deve ser difícil imaginar um político que não faça o que lhe der na telha, que seja um homem de partido. Tá cheio de gente do bloco do eu sozinho por aí.

…”por fim, o centro político, por razões óbvias, não aceita a defesa irrestrita que faz de Lula. Portanto, soa um tanto deslocado das principais teses em debate no país.” Sei que é difícil hoje em dia ver a política como construção coletiva, ter base social ou quetal, é muito mais fácil ser um lobo solitário e só ter um objetivo na vida. Se o centro político não aceita a defesa irrestrita de Lula ou se alguém fica deslocado das principais teses em debate no país, prefiro ficar do lado da dignidade e reunir forças contra o mundo inteiro se preciso for pra lutar contra uma injustiça. Pegue-se o Serra, 40 milhões em conta na Suíça, mas já esquecido pela mídia. A hora da parcialidade de um verme tá chegando no STF, é para o mês que vem. Nada como um dia após o outro. Já ouviu falar em pundonor? Pois é, é o que está em jogo. Não dá pra ficar de conversinha com corruptos eméritos feito Aécio, Serra e FHC, apesar de que não são fustigados, e tem gente que os trata como reserva moral do país, talvez por serem egressos do mesmo lugar. Ficar de mãos dadas com Freire, Cristóvam Buarque e caterva, golpistas descarados? Sinceramente, o Cidadania é lixo puro. Ficar fazendo mais um pacto por cima com velhacos que querem se desvincular de sua ligação íntima e estreita com Bolsonaro, como Dória, Moro e Huck? Nem morto. Ficar em meio a velhas raposas que não gostam de Bolsonaro, mas querem que as reformas do Guedes sejam tocadas por alguém mais limpinho, que os trabalhadores permaneçam sem direito algum? Nem fodendo.

“Ainda assim, está colocando em jogo seu futuro político de médio prazo por não saber o que irá acontecer com sua carreira política. Questionado sobre se será candidato em 2022, fugiu da resposta porque realmente não sabe o que dizer, tendo em vista que o PT ainda sonha com a anulação da condenação de Lula, apesar de não estar se movimentando em nenhuma frente para acumular forças concretas visando esse objetivo além das denúncias de impacto restrito à militância interna.” É muito mais fácil, realmente, ficar em um partido que tem um dono, ou então ficar pulando de galho em galho, passeando por todo o espectro político, porém em um partido que tem várias tendências e cuja construção foi a duras penas e durante um longo trajeto, parece ser mais difícil de querer cantar de galo e ficar bravateando o tempo todo. O caminho mais curto é adonar-se de um partido e já saber de antemão que será candidato de qualquer jeito, ainda que passar pro segundo turno sejam outros quinhentos.

“O PT busca provar que está do lado certo da História e, nessa perspectiva fatalista de sobrevivência política, compreender que naturalmente os fatos revelarão a verdade sobre a prisão de Lula e o golpe de 2016, e o partido retomará a hegemonia eleitoral e social como tinha entre 2002 e 2013. ” Confesso que não entendo a sua queda pelo PT, apesar de já ter visto este filme antes. Sobrevivência de um partido político construído na luta e em que todas as eleições desde 1989 ficou na primeira ou na segunda colocação? Só porque Haddad teve só 45% dos votos no segundo turno de 2018, com o partido sendo demonizado diuturnamente? Sua posição de caixa de ressonância da Globo é um embuste. Creio eu que você deveria cuidar mais do seu campo político, por ser conivente com o massacre que foi perpetrado contra um partido e por via de consequência contra a política e a esquerda de forma geral. Se o PT fosse um partido comum como os outros, seria normal ter um projeto “Delenda PT” nessas proporções? E o que é pior, contando com o apoio velado e, em outros casos, nem tão velados assim, de supostos aliados oportunistas que pularam fora do barco quando a chapa esquentou. Como cobrar coerência desses ratos? Já os vi fazerem o mesmo com Brizola e com vários outros. Quem deveria se preocupar com sobrevivência política é quem rumou para a terceira via e pode obter nessa picada a mesma quantidade de votos de Marina Silva nas últimas eleições.

…” mas pode lhe relegar, no PT atual, o mesmo caminho de outras boas lideranças surgidas no partido nos últimos anos, como Camilo Santana e Rui Costa, de um protagonismo tutelado.” Na sua concepção, podem ser lideranças boas esses governadores que citaste. Rui Costa é bom por defender a universidade pública paga ou por não negociar com grevistas? Camilo Santana é bom por querer intervenção federal no estado dele? Esses dois são medíocres, precisam ser tutelados realmente, senão vão fazer besteira. Mas sem dúvida eles pertencem ao campo do senso comum, do qual fazem parte FHC, Freire, Ciro, Marina Silva, Rodrigo Maia, Randolfe Rodrigues, Marcio França, José Luiz Pena etc. etc. etc. Tudo farinha do mesmo saco. Mais do mesmo.

Passar bem.

Responder

Francisco

07 de julho de 2020 às 19h01

Se o PT fosse um partido de um homem só, como é o “Partido Ciro Gomes”, Haddad poderia estar mostrando os detalhes de seu plano de governo.

Quem já fez alianças com todos é rompeu com todos, pode desancar todos. Não é o caso de Haddad…

Responder

Paulo

07 de julho de 2020 às 18h43

O Haddad, tirando aquele ida, com a Maneca, na campanha de 2018, a uma igreja católica, sendo ela ferrenha abortista, o que foi um gesto extremamente oportunista e soez, brincando com a fé, e, talvez, alguma eventual acusação de corrupção que ainda possa ser feita, em relação à gestão sua à frente da Prefeitura de São Paulo – aliás, a quantas andam essas denúncias? -, parece-me um cara correto. E acho que ele ainda vai ter mais protagonismo dentro do PT, ou de outro Partido que vier a ser criado em seu lugar, quando Lula passar…

Responder

Martha Hirsch Aulete

07 de julho de 2020 às 18h14

“Muito engana-me, que eu compro”

E a Copa do Mundo no Brasil, hein? Em vez de se construir hospitais, construiu-se prédios inúteis.
E o PT, hein?, aquela coisa desgraçada.
E o PT®? Qual o poder constante de sua propaganda ininterrupta?
Eis:
Vive o PT© de clichês publicitários bem elaborados por marqueteiros. Estilo do brilhante e talentoso João o Milionário Santana. Nada espontâneo.
Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Skol®: a Cerveja que desce Redondo”/Ainda: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Não tem nada a ver com um projeto de Nação.
Eis aqui a superficialidade do PETISMO:
0.“Coração Valente©”
1.“Pátria Educadora™” [Buá; Buá; Buá].
2.“Pronatec©”
3.“A Copa das Copas®”
4.“Fica Querida©”
5.“Impeachment Sem Crime é Golpe©” [lol lol lol]
6.“Foi Golpe®”
7.“Fora Temer©”
8.“Ocupa Tudo®”
9.“Lula Livre®”
10.“®eleição sem Lula é fraude” [kuá!, kuá!, kuá!].
11.“O Brasil Feliz de Novo®”
12.“Lula é Haddad Haddad é Lula®” [kkkk]
13.“Ele não®”.
14.“Minha Casa, Minha Vida©”
15.“Saúde não tem preço®”
16.“Haddad agora é verde-amarelo®” [rsrsrs].
17.“Rede cegonha©”
18.“LUZ PARA TODOS™” (kkk).
19. (…e agora…): “Ninguém Solta a Mão de Ninguém©”
20.“Água para todos©” (é mesmo?)
21.“Mais Médicos®”
22.PT = “Controle social da mídia” [™] (hi! hi! hi!): desejo do petismo.
23.“Brasil Carinhoso©” [que momento açucarado].
24.“Bolsa Família®”
25.“SKOL®: a Cerveja que desce RedondO”.
PT© é vigarista e aderente ao charlatanismo.
Vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.
É o tal de: “me engana que eu compro”.
Produtos disfarçados, embalagens mascaradas e rótulos mentirosos. PT™!
Nós todos apreciamos consumir alguma coisa, com certa constância. Então isso seria bom… Mas não nesse caso. PT™ é uma farsa, um simulacro. Um partido desgraçado.

Responder

    O Demolidor

    08 de julho de 2020 às 08h43

    Tentei postar algo semelhante aqui mas fui censurado…..acho que era porque no caso era o PDT….e o Camaleão…

    Responder

Kleiton

07 de julho de 2020 às 15h32

Vem Andrade comer sua raçãozinha preferida ao sabor de mortadela…bau bau !!! Kkkkkkkkk

Responder

Deixe uma resposta