Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Quase 11 mil brasileiros foram demitidos em junho, diz Caged

Por Gabriel Barbosa

28 de julho de 2020 : 11h55

No mês de junho, o Brasil registrou 10.984 baixas de emprego formal. Os dados foram divulgados neste terça-feira (28) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O índice é o menor se comparado a meses anteriores. Porém, cerca de 1,5 milhão de brasileiros ficaram desempregados desde o inicio da pandemia em março.

Nos dois primeiros meses de 2020, antes da pandemia, a economia brasileira ensaiava um crescimento com a criação de vagas de trabalho. Em janeiro e fevereiro, o país gerou 341 mil vagas formais de emprego, 50% a mais em comparativo com o mesmo período de 2019.

Entre janeiro e junho de 2020, o resultado ficou com saldo negativo de 1,2 milhão, enquanto que nos seis primeiros meses de 2019 o saldo positivo foi de 408 mil postos de trabalho.  

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Hilux12

28 de julho de 2020 às 12h15

Destruiram vidas e milhoes de empregos no Brasil e no Mundo (120 mil ao dia segundo Oxford) por causa de um virus cuja letalidade mal chega a 0,5%…isso é a sublimaçào do ridiculo.

O Mundo està nas maos de 4 imbecis.

Responder

Jerson7

28 de julho de 2020 às 12h12

O risco, é que saímos dessa crise de saúde com uma epidemia de estupidez, autoritarismo, ódio à liberdade. É bastante perturbador e inacreditável, já que em quase todos os lugares nos inclinamos a restrições. Medidas de contenção são boas, mas barreiras não podem ser levantadas entre as pessoas. A facilidade com que certas decisões foram tomadas levou a uma redução nas liberdades “.

Bernard-Henri Levy

Responder

Deixe uma resposta