Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Toffoli suspende investigação contra Serra antes do tucano virar réu

Por Gabriel Barbosa

29 de julho de 2020 : 22h40

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, despachou uma liminar na noite desta quarta feira, 29, para suspender toda a investigação contra o senador José Serra (PSDB-SP).

A decisão foi tomada após a defesa do tucano afirmar que houve violação a prerrogativa do foro privilegiado que Serra tem direito por ocupar o cargo de senador da República. 

O tucano era investigado na Operação Revoada da Lava Jato paulista por recebimento de propina da empreiteira Odebrecht nas obras do Rodoanel Sul.

Tanto Serra quanto a filha, Verônica Serra, se tornaram réus ainda nesta quarta-feira, 29. A liminar de Toffoli é valida até o ministro Gilmar Mendes, relator do caso, analisar os autos. Os ministros estão em recesso até o final da semana.

“Defiro a liminar para suspender, até a análise do caso pelo eminente relator, toda a investigação deflagrada em trâmite no Juízo Federal da 6ª Vara Criminal da 1ª Subseção Judiciária de São Paulo”, despachou Toffoli.

A decisão de Toffoli foi despachada as 16h56. As 18hrs, o juiz Diego Pães Moreira, da 6a Vara Criminal de São Paulo, aceitou a denúncia do MPF contra Serra e Verônica que se tornaram réus da Lava Jato por lavagem de dinheiro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Hilux12

30 de julho de 2020 às 09h34

Toffoli: “Enquanto Judiciário, enquanto Suprema corte, nós somos editores de um país inteiro.”

Quem decide o que é de ser dito ou não sao eles…? Essa gente està exagerando perigosamente…

Responder

Deixe uma resposta