Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Foto: Reprodução

Lava-Jato volta a investir contra Lula

Por Redação

14 de setembro de 2020 : 17h32

Em nova investida, a força-tarefa da operação Lava-Jato no Paraná denunciou o ex-presidente Lula (PT-SP), o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto.

Os procuradores acusam os três de cometerem crimes de lavagem de dinheiro em ações envolvendo doações da Odebrecht ao Instituto Lula.

R$ 4 milhões teriam sido repassados entre dezembro de 2013 e março de 2014 da Odebrecht ao Instituto, segundo afirmam os procuradores.

A defesa de Lula afirmou que as doações estão devidamente documentadas por meio de recibos emitidos pelo próprio Instituto Lula (“que não se confunde com a pessoa do ex-presidente”) e foram devidamente contabilizadas.

A força-tarefa da Lava-Jato afirma que os repasses ao Instituto Lula teriam origem enquanto crimes praticados contra a Petrobras.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tadeu

15 de setembro de 2020 às 13h10

Triste fim do cachaceiro, que virou uma espécie de fantoche que diversos grupos manipulam conforme o interesse do grupo, não o dele. Se o MP o denuncia para mostrar poder perante o STF, o STF vai lá e o libera para mostrar força diante do MP, e assim sucessivamente. Na esquerda, todo mundo puxa o saco dele com o objetivo de se aproveitar do capital eleitoral que porventura ainda tenha, mas ao mesmo tempo batem no partido dele. Dentro do próprio partido dele, todo mundo igualmente quer se aproveitar desse capital eleitoral, mas batem na tendência dele (CNB), numa tentativa de tomar o controle do partido que a esquerda do PT vem fazendo desde o governo Dilma. Todos querem usar o cara, mas ele já não tem mais poder nem controle sobre ninguém, nem sequer dentro do próprio partido.

Responder

João Ferreira Bastos

15 de setembro de 2020 às 09h42

No momento em que escrevo, o sitio cafezinho tem varias materias, somente a que fala do LULA tem comentários
7 comentários
2 a favor e 5 contra

Lamento ter ajudado financeiramente esse site no seu inicio
Espero que estejas com bastante assinantes Miguel e a mudança tenha trazido boas vantagens financeiras

Obrigado por me bloquear

Responder

Monza 87

15 de setembro de 2020 às 09h02

Lulopetismo, Farsa Jato, golden shower…. como disse a anta miliciana, é só um monte de amontoado de merda.

Responder

Josafá

14 de setembro de 2020 às 22h27

“”Esforço para os próximos 10 anos foi gasto na pandemia, diz Guedes”.

Como era mais que previsível e ampliamente comentado aqui mesmo no começo da pandemia o presente que o Brasil (e o Mundo) ganharam da China foi o golpe mortal.

Descanse em Paz.

Responder

Luiz

14 de setembro de 2020 às 22h25

Não sou contra um Ministério Público politizado, mas além de um sentido de correlação de forças precário, a insistência de acuar o PT demonstra o objetivo político provisório e pequeno. A ocasião revela oportunismo, e parece esquecer que a força-tarefa já se obrigou a baixar a cabeça perante a opinião pública no que diz respeito às funções públicas maiores das empresas em que há capital público.

Responder

Jerson7

14 de setembro de 2020 às 19h46

A sorte desse Pilantra é ter aparelhado o STF, qualquer outro cristao estaria hoje apodrecendo na cadeia.

Responder

Francisco

14 de setembro de 2020 às 18h39

A Lava Jato de Curitiba utilizar desse expediente, além de manjado é compreensível, pois além do sufoco que começa a encurrala-los pelo lixo jurídico produzido e utilizado contra Lula e PT, vindo à tona ao correr do tempo, tem agora também o eleito presidente, graças a enorme colaboração da mesma, ao impedir Lula de ser candidato em 2018, vindo babando pra cima da dita, pra afastar o risco e eliminar de vez a ameaça do ex-premiado ministro, concorrente na seara dos ‘heróis da luta contra a currupição’ em 2022.

O Narciro repeti-lo como incontestável, a todo momento, é da natureza.

Já o Cafezinho utiliza-lo, não sendo da natureza, é bem mais que sujo, é extremamente burro, por mais ‘in esperado’ que seja.

Responder

John Jahnes

14 de setembro de 2020 às 18h37

Com certeza isso é coisa a pedido do Moro para reciclar as suas ilegalidades sobre LULA.
AINDA VAMOS VER MUITA GENTE BOA DA LAVA JATO NA CADEIA POR AGIR ILEGAL E PARTIDARIAMENTE QUANDO DEVERIAM FAZER VALER A JUSTIÇA E NÃO A PERSEGUIÇÃO POLÍTICA.

Responder

    johanes

    14 de setembro de 2020 às 20h06

    Nao fale bobagens john jahnes. Fica patente assim a sua dissonancia cognitiva militante.

    Responder

      Batista

      14 de setembro de 2020 às 23h06

      Fica tranquilo, Pascácio Senior, ignorando a ignorância explícita no comentário, em termos de ‘bobagens e dissonância cognitiva militante’, ninguém ameaça-lhe as patentes.

      Responder

Hilux12

14 de setembro de 2020 às 18h19

O tal de Palocci conheçe vida e morte das falcatruas do Pilantra Maximo.

Responder

    Contra Fatos...

    15 de setembro de 2020 às 00h54

    A organização lavajateira e a PF que o digam:

    (Trechos de Diálogos da ‘Vaza Jato’, divulgados pela Folha de S.Paulo, em 29/07/2019)
    16.mai.2017, Sérgio Bruno Cabral Fernandes,17:42:31 – Pessoal, eu e Fernando atendemos aqui hoje os advogados… contratados pelo Palocci e que pretendem apresentar anexos em breve.

    Anônimo, 17:47:24 - Creio que precisamos trabalhar a extração de anexos com muito cuidado, pois a crença geral é que o Palocci sabe muita coisa. Assim, o melhor é fazermos um filtro criterioso para não sermos usados por ele. Ele já mostou que é perigoso.

    (Após 4 meses de negociação…)
    22.set.2017, Antônio Carlos Welter, 12:06:00 – Meus caros, Estamos conversando com o Palocci e seus advogados há alguns meses já. Tivemos um início um pouco penoso, até que a coisa parece ter engrenado.

    (Após 8 meses de conversas, sem avanços…)
    18.jan.2018, Welter, 11:16:09 - Alfredo e demais colegas, Os advogados do Paloci tem reunião com vocês hoje à tarde. Ontem estiveram aqui e deixaram uma nova versão dos anexos, com alguns acréscimos, que seguem abaixo. Já sabemos das conclusões do grupo da PGR sobre o acordo, mas encaminho os anexos para análise, de qualquer modo. Na próxima semana teremos nossa reunião aqui, quando definiremos nossa posição também. Abc e boa reunião

    11:16:48 680141.docx [anexo enviado]
    José Alfredo de Paula Silva, 11:30:43 – Welter, nesse caso Palocci, a avaliação de vcs é prejudicial. Se vcs tiverem interesse no acordo, analiso esses anexos. Se não tiverem, podem já encerrar. Me avisem, portanto. Direi isso aos advogados hoje.

    Welter, 11:40:06 – ainda não temos convicção sobre o assunto. Mas estamos caminhando para
    uma decisão negativa, já que os anexos estão demorando muito a melhorar. Pensamos numa entrevista com o candidato, colocando de modo claro que ou ele melhora, ou vai cumprir pena

    José Alfredo, 14:47:55 - Advogados avisados. Se vc disser não, acabou. Se disser sim, ou faremos juntos (PGR e Curitiba) ou só Curitiba após despacho de cisão.

    25.jan.2018, Welter, 17:30:57 – Alfredo Fizemos uma reunião aqui – Carlos Fernando, Januário, Laura e eu e definimos que como os anexos estão sem elementos de corroboração suficientes, decidimos romper as negociações. Avisamos os advogados que vão comunicar o cliente deles

    José Alfredo, 18:13:06 - Ótimo. Página virada.

    (Nove meses depois Palocci fecha acordo com a PF…)
    25.set.2018, Paulo – 19:21:19– Russo [Moro] comentou que embora seja difícil provar ele é o único que quebrou a omerta petista

    Laura Tessler, 19:24:06 - Não só é difícil provar, como é impossível extrair algo da delação dele… padrão Delcidio.

    Welter, 19:31:18 – o melhor é que fala até daquilo que ele acha que pode ser que talvez seja. Não que talvez naõ fosse.

    (Em 1º de outubro de 2018, a 6 dias da eleição presidencial, ‘Russo’ torna públicos os termos da delação de Palocci e um dos seus depoimentos, anexando os documentos aos autos de uma ação da Lava Jato e disponibilizando a pauta ao JN da Globo…)
    3.out.2018, Jerusa Viecili, 10:51:55 - Dúvida: vamos fazer uso da delação do palocci? Isso foi discutido?

    Januário Paludo, 10:52:44 - O que palocci trouxe parece que está no Google.

    Jerusa, 10:52:59 – Fazer uso Significa Aceitar o acordo da PF

    Deltan Dallagnol, 11:01:38 – Explica melhor Je? Vc cogitaria não usar? Feito o acordo, creio que temos que tentar extrair o melhor dele e lutar para ele não receber benefícios diante da improbabilidade de que haja resultados úteis. Contudo, não me parece em uma primeira reflexão boa a estratégia de negar valor sem diligências.

    Jerusa, 11:02:41 - perguntei pq foi comentado, antes, que nao usariamos…

    11:03:15 – sem falar que os relatos dele sao muito ruins

    11:03:36 – e que ficou de fazer diligencias para corroborar os fatos foi a PF. Isso foi feito?

    Deltan, 11:05:19 – encerrou o prazo agora, mas creio que era prazo pro Palocci trazer provas de corroboração. Deve ter mta notícia do goolge lá rs

    Laura, 21:09:42 - Muitas mensagens… li rapidamente algumas…questão do acordo do Palocci: nossa ideia era não usar por enquanto, para não dar força para o acordo. O acordo é um lixo, não fala nada de bom (pior que anexos Google). Gebran [do TRF-4, que homologou a delação premiada] pediu para nos manifestarmos e vamos dar uma retomada nos anexos e nas supostas corroborações

    21:13:03 – Se o acordo ganhar força, vão querer aplica-lo para reduzir a pena do Palocci na apelação do caso no qual já foi condenado (bizarro e absurdo)

    Deltan, 21:15:59 - Entendo, mas a mim parece que se ganhar força com fatos relevantes é melhor, ainda que ele seja beneficiado contra nosso parecer (o que vai acontecer provavelmente de qq modo)…

    (Em 11 de agosto de 2020: Relatório da Polícia Federal mostra que a delação do ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci, envolvendo supostos repasses do banco BTG a Lula por informações privilegiadas foi desmentida…)
    A conclusão do delegado de Polícia Federal Marcelo Feres Daher é de que não há provas que corroborem a versão de Palocci e que as informações dadas por ele poderiam ser tiradas de pesquisas na internet e notícias:

    “Quanto aos fatos delatado por Antonio Palocci, observa-se que foram desmentidos por todas as testemunhas declarantes, inclusive por outros colaboradores da justiça, que aparentemente não teriam prejuízo algum em confirmarem a narrativa de Palocci, caso entendessem ser verdadeira.”

    No acordo de delação premiada, o ex-ministro Antonio Palocci afirmou que bancos fizeram doações eleitorais de R$ 50 milhões a campanhas do PT em troca de favores nos governos… (Conjur).

    Responder

    Andressa

    15 de setembro de 2020 às 09h04

    O queiroz tb kkkk

    Responder

Arthur Fonzarelli

14 de setembro de 2020 às 17h55

Essas porcarias imundas que Lula fez não são notícia mais, Lula é um capítulo passado, interrado de baixo de metros cúbicos de vergonha mundial.

Se os brasileiros mundo a fora são considerados como pilantras e o Brásil o lixão do Mundo não é por acaso.

Responder

    Sergio Araujo

    15 de setembro de 2020 às 09h05

    “interrado”………………………………………….

    Responder

Germano

14 de setembro de 2020 às 17h52

Até hoje as denúncias da Lava Jato contra Lula foram aceitas e sentenciadas em vários graus con varias condenações por tanto não se trata de investida como pseudo expertamente foi colocado no título da notícia…seria necessário o devido respeito as instituições democraticas por parte dos nossos democratas de ocasião, de conveniência.

É claro que a Odebrecht (uma das empresas das quais Lula se tornou corretor d negocios e as quais entregou o Brasil) faz doações milionárias ao instituto do Presidente da República sem nada em troca…..kkkkkk

E tem bocas abertas que acham que depositar 89 mil reais em 5 anos com cheques pessoais de um pé rapado é sinal de corrupção…kkkkkkkk

Responder

    Sergio Araujo

    15 de setembro de 2020 às 09h09

    ESPERTAMENTE vc quis dizer, né?…

    Mas o que tá havendo com as bozonetes neste fórum??? rsrsrsrs

    Responder

    Batista

    15 de setembro de 2020 às 12h04

    Pascácio militante da ignorância.

    Tu ignora, mas os fatos atestam que o lawfare lavajateiro contra Lula é composto por quatorze ‘denúncias’, com 10 transformadas em ‘processos’, dos quais foi condenado em dois, na república de CURITIBA, absolvido em três, em BRASÍLIA e cinco em tramite, sendo um em CURITIBA, três em BRASÍLIA e um em SÃO PAULO, com duas denúncias rejeitadas em SÃO PAULO e SANTOS, uma sendo investigada em BRASÍLIA e na raspa do tacho para mudarem o foco e tentarem saírem das cordas, não mais intocáveis, essa última absurda, ontem, pra não variar lá da república de CURITIBA.

    Qualquer cidadão com minimo conhecimento em direito, sabe, pela precariedade, falta de materialidade e de provas nas ‘denúncias’ e ‘processos’ contra Lula, que, salvo intervenção política em fóruns Fora da república de Curitiba, o placar final que hoje é, Fora da república de Curitiba 3 absolvições, república de Curitiba 2 condenações, terminará com, Fora da república de Curitiba 10 absolvições, república de Curitiba 4 condenações, isso caso o juiz STF cometa o absurdo de não anular por parcialidade e ilícitos praticados às escancaras, os processos julgados pela ‘república lavajateira’ de CURITIBA.

    Uma coisa é Política, outra coisa é Justiça.
    Vamos ver quem prevalece ao correr do tempo na história, desse triste e medíocre tempo.

    Responder

Deixe uma resposta