Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

“A educação do Ceará é exemplo para o Brasil”, diz Ciro Gomes após estado liderar ranking do Ideb

Por Redação

16 de setembro de 2020 : 15h29

O vice-presidente Nacional do PDT e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, comemorou o desempenho do seu estado nos anos finais do ensino fundamental.

Com pontuação de 5,2 em 2019, o Ceará lidera o ranking entre os estados do Brasil.

Com o resultado, o estado do Nordeste avançou 0,6 pontos em relação ao 4,6 registrados no último levantamento.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jerson7

17 de setembro de 2020 às 07h42

Pena pela taxa de mortalidade mais alta do Brasil por covid.

Responder

Josafá

17 de setembro de 2020 às 07h39

É mundialmente notório que os brasileiros não saiam de fabrica com grandes dotes de inteligência e agilidade no aprendizado, por tanto não espantam mais os resultados trágicos da educação e do ensino brasileiro.

Responder

General Gomes

17 de setembro de 2020 às 01h11

A experiência de Sobral fazendo escola e história

Responder

Paulo

16 de setembro de 2020 às 21h00

Isso não quer dizer que Ciro e o Ceará não devam comemorar. Ao contrário, é um feito notável que escolas públicas possam puxar essa nota do IDEB. Só me refiro a um contexto mais geral, que deveria ser mais exigente e menos indulgente com nossas mazelas educacionais…

Responder

Paulo

16 de setembro de 2020 às 20h57

E pensar que o líder recebe 5,2 no ranking nacional. Imagino que a escala seja de 0 a 10 (se não for, corrijam-me!), o que só demonstra a inapetência nacional para a educação. Triste…

Responder

    pedro parente

    17 de setembro de 2020 às 06h28

    pelo menos se informe antes de criticar e ficar triste. E alem disso sugira planos para melhorar os índices.

    Responder

    Germano

    17 de setembro de 2020 às 07h33

    Vem de berço, de casa.

    Os pais (na maioria analfabetos) não estimulam, não cobram, não impõem regras dentro de casa, não passam aos filhos a importância do estudo pois eles mesmos nunca tiveram isso, desconhecem completamente.
    Se os filhos vão para escola ou não tanto faz e se vão não são cobrados em nada, ir para a praça soltar pipa ou pra escola é a mesma coisa.

    O problema da instrução brasileira se resolve a partir do dia que os brasileiros resolverem se dar uma educada, uma civilizada e isso não há estado, método de ensino ou qualquer outra coisa que ajude.

    Depende dos mesmos.

    Responder

Gilmar Tranquilão

16 de setembro de 2020 às 18h44

coroné!!! comunistaaa!!! Arenaaa!!! Paris!!! kkkkkkkkkk

Responder

Germano

16 de setembro de 2020 às 16h12

Ainda funciona aquele velho truque de usar os alunos com as melhores notas ?

Responder

    Andressa

    17 de setembro de 2020 às 00h55

    Sim, funciona o truque, foram 89 mil do queiroz na conta da micheque bozo.

    Responder

    pedro parente

    17 de setembro de 2020 às 06h30

    obvia resposta de quem nunca tirou uma boa nota!

    Responder

    Milton

    17 de setembro de 2020 às 11h32

    Não, a nota geral é a média de todos os alunos da rede.

    Responder

Deixe uma resposta