Como reconquistar o eleitorado do Sul? Bate papo com Mabel Teixeira

Paraná Pesquisas: 37% dos brasileiros afirmam que Saúde deve ser o principal tema das eleições

Por Redação

01 de outubro de 2020 : 17h25

Nesta quinta-feira, 1, o Paraná Pesquisas divulgou um levantamento que mostra o tema preferencial dos eleitores.

De acordo com a pesquisa, cerca de 37,8% dos entrevistados afirmaram que a Saúde deve ser o principal tema das eleições municipais. Em seguida, Emprego (11,1%), Educação (8%) e Segurança (6,3%).

Fonte: Paraná Pesquisas

Já outros temas como Área Social (1,1%), Direito das Minorias (1,2%) e Mobilidade Urbana (1,7%) ficaram entre os assuntos menos preferenciais dos entrevistados.

A pesquisa ouviu por telefone 2008 eleitores de todas as regiões do Brasil, com margem de erro de 3,5% e Índice de confiança de 95%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

01 de outubro de 2020 às 19h34

Essas pesquisas têm pouca utilidade. Cada hora dá um tema diferente, na preferência da população, que, somados e amalgamados, são reiteradamente os mesmos, na perspectiva do tempo…Ou seja, é uma roda que roda, roda, roda…

Responder

Tadeu

01 de outubro de 2020 às 17h44

E não é de hoje. Lembram do povão em 2013 questionando o gasto com estádios de futebol que não serviriam pra nada depois da copa, dizendo que o povo queria era hospitais padrão FIFA? Nem mesmo o desemprego preocupa mais o povo do que saúde. E quando mencionam saúde, as pessoas querem dizer um tratamento digno no SUS, não muito mais que isso. Não se referem a briguinha política em torno do Covid. Uma baita avenida para virar a página das roubalheiras do PT e conduzir a esquerda de volta ao poder, mas a esquerda não quer brigar por uma saúde de qualidade para o povo, quer “disputar narrativa”.

Responder

Deixe uma resposta