Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Huck volta ao jogo político com força

Por Gabriel Barbosa

09 de novembro de 2020 : 11h54

A confirmação da vitória do Democrata Joe Biden nas eleições americanas animou figuras conhecidas no Brasil, que almejam chegar a disputa presidencial em 2022.

É o caso do apresentador da TV Globo, Luciano Huck. De acordo com reportagem da Folha, o global já abriu diálogo com o ex-ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, Sérgio Moro, e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). A tríade busca consolidar uma chapa da “racionalidade” ou de “centro”, ou como queiram chamar, uma terceira via.

As movimentações iniciaram em Janeiro deste ano, no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), entre Doria e Huck. Já na primeira quinzena de Setembro, o tucano recebeu em sua residência Moro e sua esposa, Rosângela. Em ambas as situações, foi debatido a conjuntura política e uma “união de centro”. Segundo a Folha, o grupo quer oferecer uma alternativa ao bolsonarismo, à direita, e a Lula (ou outro nome petista) e Ciro Gomes (PDT), à esquerda.

“(…) Hoje, o político deste campo mais citado em conversas não é o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de resto ainda inelegível, mas sim Ciro Gomes (PDT)”, diz a reportagem.

O apresentador da Globo têm trânsito com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já declarou simpatia a candidatura de Huck, e com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que também poderá influenciar o PSDB a alavancar uma chapa com o global. Além da ala política, Huck aparentemente começa a contar também tem o apoio mais decisivo do grupo Globo.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

João Maia

09 de novembro de 2020 às 13h34

Fora o PT, voto em qualquer um no segundo turno contra o Bolsonaro. Se for o PT, eu anulo o voto. Entre Bolsonaro e PT, joga a moeda pra cima e ve o que dá… Ciro 2022

Responder

    Luan

    09 de novembro de 2020 às 19h01

    Prepare a moeda…kkkkkkkkkkkkkk

    Responder

Valeriana

09 de novembro de 2020 às 12h14

Quem conheçe ou frequenta os EUA sabe bem que Trump é o xerox do americano medio…a imprensa e o medo do coronavirus tornaram a eleiçao mais facil da historia em uma derrota.

Responder

    Valeriana7

    09 de novembro de 2020 às 14h48

    Se a eleição seria a mais fácil da história e os trumpistas sequer usam máscara, é totalmente incoerente dizer que Biden ganhou pela pandemia.

    Essa análise falhou….

    Responder

      Valeriana

      09 de novembro de 2020 às 18h41

      “os trumpistas sequer usam máscara…” Kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Que nivèl hein Biba !?1?

      Responder

    Hilario

    09 de novembro de 2020 às 18h57

    A economia americana estava bombando, com todos os indices positivos e viajava para o pleno emprego.

    A grande imprensa globalista entrou na disputa e com o terror nas pessoas o jogo foi facil demais…basta apontar o inimigo, o genocida, o fascista, o misogino….as cagadas de sempre.

    Pretos, mulheres, latinos, etc…aumentaram os votos no Trump e os gays dobraram de 2016 pra 2020.

    Muitos americanos com coronavirus nao estao indo pro hospital e morrendo em casa por medo de quebrar financeiramente.
    Como os EUA no ano de 2021 nao possuam um sistema de saude publica eu nao consigo entender….?!?!

    O erro de TRump foi nao por dinheiro no bolso dos americanos…o Bolsonaro foi mais esperto.

    Responder

    Paulo

    09 de novembro de 2020 às 20h02

    “Trump americano médio”, rsrsrs. Você já foi melhor, S.A.! Esse seu “amor” pela fanfarrão de lá e daqui turva o seu raciocínio…

    Responder

Tony

09 de novembro de 2020 às 11h59

Ciro, Huck, Moro, Doria, a Globo, Maia, Lula, Fernado Henrique, Amoedo…alguns dos ilustres que adoraram a eleiçao do Bidet.

Peecisa dizer mais ou tà explicado…? Aguardo comentarios….

Responder

    Tony Tornado

    09 de novembro de 2020 às 14h50

    Só a moçada da Terra plana não gostou hahahah

    Responder

      Tony

      09 de novembro de 2020 às 18h59

      “Sem o Chaves a situaçào da Venezuela hoje seria ainda pior”….kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

    Luan

    09 de novembro de 2020 às 18h42

    Sò a nata dos democratas tupiniquim….kkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    09 de novembro de 2020 às 19h17

    Não é questão de gostar ou não gostar, mas de respeitar as instituições, as regras do jogo e o resultado das urnas.

    Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro