Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Militares assinam contrato sigiloso de R$ 175 milhões para compra de satélite

Por Redação

31 de dezembro de 2020 : 12h01

Durante a última quarta-feira, 30, o Comando da Aeronáutica assinou um contrato sigiloso de US$ 33,8 milhões (cerca de R$ 175 milhões) com uma empresa finlandesa para adquirir um satélite sem licitação, o qual especialistas questionam a necessidade e eficácia.

O contrato foi assinado após a dispensa do processo de licitação ser aprovada por Carlos Moretti Bermudez, comandante da Aeronáutica. O órgão não se manifestou sobre o assunto até o momento.

De acordo com a Lei de Acesso à Informação, documetos reservados possuem prazo de 5 anos de sigilo, ou seja, a compra milionária feita pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido) só seria conhecida em 2025.

A contratada pela Aeronáutica foi a Iceye, empresa da Finlândia fundada em 2014 que trabalha com satélites do tipo SAR (que em português significa Radar de Abertura Sinética)., que serve para observação da Terra. Ele emite pulsos que, em tese, conseguem captar imagens até mesmo em dias nublados.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes