Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

ACM Neto: “Não teria nenhuma dificuldade de estar ao lado do PSB, PCdoB e PT”

Por Redação

11 de fevereiro de 2021 : 09h34

Nesta terça-feira, 10, o presidente Nacional do DEM, ACM Neto, explicou que alguns parlamentares do seu partido estavam incomodados em fazer parte do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato derrotado para a presidência da Câmara, devido a presença dos partidos de esquerda.

“Para alguns deputados, fazer parte de um bloco com a esquerda era um problema. Eu não me enquadro nesse pensamento, não teria nenhuma dificuldade de estar ao lado do PSB, PC do B e PT. Mas para alguns parlamentares, isso pesou”, disse na CNN.

O cacique baiano também criticou a forma como Rodrigo Maia (DEM-RJ) articulou a candidatura de Baleia e voltou a afirmar que Maia não sabe perder.

Veja a entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

O Demolidor

12 de fevereiro de 2021 às 20h46

Puro integrante da Traseira Ampla…..o mini-ciro baiano….

Responder

Justiceiro

11 de fevereiro de 2021 às 20h28

Fica do lado do PT e será tratorado pelo povo.

Vem para o lado dos bons.

Responder

EdsonLuiz.

11 de fevereiro de 2021 às 12h50

Nesse comentário aqui embaixo eu devia ter começado com : Para de tergirversar, ACM Neto!, assim, com o presente do indicativo, dando ordens. Minha índole democrática não permitiu e, instintivamente, eu usei o subjuntivo “Pare”, indicando desejo, uma possibilidade.

Usei o modo errado. É perda de tempo desejar que ajudantes do Demônio, como ACM Neto atendam a apelos.

Responder

Edson Luiz Pianca.

11 de fevereiro de 2021 às 12h38

Pare de tergirversar, ACM Neto!
(Ainda bem que a língua portuguesa possui essa palavra para eu poder dissolver sua impostura).

Primeiro você referendou por anos o projeto e sacrifício de Rodrigo Maia de modernizar o PFL de vocês. Trocaram o nome, o PLF virou DEM (para o imaginário cristão brasileiro eu achei o nome da sigla um pouco macabra, mas… o Partido escolhe o nome que quer ter. E o Rodrigo Maia, por anos, se dedicou a modernizar o Partido de vocês.

Pois bem. Como acho que política é uma questão de formação humana, e de educação para a democracia e para a vida em sociedade; que política não é uma questão genética, pensei: “Ele tem um péssimo precedente, o ACM avô, um coronel político, truculento e autoritário, mas o pai dele, diferentemente, foi um político de direita moderno e democrático. E não atinei para o fato de que o seu pai morreu muito jovem e você foi educado politicamente não por ele, mas pelo seu atrasado, truculento e autoritário avô. Educação política é o que conta. Veja o bom exemplo de Rodrigo Maia, o pai do Rodrigo é o Cezar Maia, um ótimo precedente político, na minha visão. E Rodrigo Maia foi educado politicamente pelo pai.

Você, após aproveitar, em ventos mais democráticos, os bons sopros do Rodrigo Maia, agora que estamos submetidos ao bafo e ao risco da volta da truculência e do autoritarismo redivivo, articulou os interesses venenosos do demônio na eleição para presidente da Câmara Federal, isso contra os esforços do Rodrigo Maia lá na Câmara e seu esforço geral para fazer do DEM um partido de centro-direita, e moderno, e praticamente chancelou a candidatura do demônio à reeleição para presidente do Brasil. Fez isso exatamente quando Rodrigo Maia começava a colher os frutos do esforço de modernização do DEM.

Agora vem com essa de que consegue conviver com qualquer lado.

A convivência respeitosa e produtiva entre os vários sabores ideológicos é fundamental para a consolidação e o avanço da democracia, e no Brasil estamos necessitados de aprimorar essa convivência. Neste momento excepcionalmente macabro de nosso país, com o dem ônio dando as cartas e cooptando até nos sabores ideológicos à esquerda (no Senado o demônio foi relativamente bem sucedido nessa cooptação; na Câmara, na esquerda, colheu sucesso apenas relativo), precisamos do maior entendimento possível entre as forças políticas comprometidas com a democracia. Mas tudo tem limite. Precisamos ser amplos pela democracia, mas não precisamos e não podemos aceitar ser enganados por nenhum ajudante do diabo.

Vade retro, ACM Neto!
Saúde, Rodrigo Maia!

Responder

Alexandre Neres

11 de fevereiro de 2021 às 11h45

Porém a recíproca não é verdadeira. Não dá para ficar ao seu lado nem tapando o nariz. Mesmo não sendo necessário, pois sabemos quem tu é e conhecemos suas origens, mais uma vez comprovou ser um tremendo FDP!

Responder

Deixe uma resposta