Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

Nelson Marconi: Abrir o capital da Petrobras foi erro histórico

Por Redação

21 de fevereiro de 2021 : 15h57

Por Nelson Marconi

Ter aberto o capital da Petrobras para negociá-lo em bolsa foi um erro histórico. A Petrobras produz insumos estratégicos ao país e sua atuação deve estar alinhada a um projeto de desenvolvimento.

Ouvi várias vezes dos diretores na gestão Temer que ela deveria produzir apenas óleo bruto porque é mais rentável. Simplista assim. E seguir os preços no mercado internacional.

Não, os preços da Petrobras devem seguir seus custos e prever uma margem que garanta a rentabilidade necessária para fazer seus investimentos, modernizar-se e produzir bens de maior valor agregado. E não atuar como uma empresa que só pensa na remuneração dos acionistas.

Foi um erro histórico. Não é à toa que os presidentes da empresa caem por causa dessa política de preços maluca que acompanha as oscilações internacionais.

E, por favor, não venham dizer que a empresa tem que atuar da forma como vem fazendo devido as falcatruas anteriores. Falcatruas são falcatruas em qualquer modelo de empresa e devem ser sempre punidas. Não misturemos as coisas.

Nelson Marconi é graduado em economia pela PUC-SP e mestre e doutor em economia pela FGV-SP, tendo realizado bolsa sanduíche no MIT. É professor adjunto dos cursos de graduação, mestrado e doutorado acadêmico e mestrado profissional em Administração Pública e Governo, na FGV-SP, pertencendo ao núcleo docente permanente em ambos programas. Também é professor associado (licenciado) no curso de Economia na PUC-SP. É Coordenador do Fórum de Economia da FGV e do CND – Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo, vinculado à EAESP-FGV. Foi coordenador do curso de graduação em economia da EESP-FGV entre 2010 e 2013, presidente da Associação Keynesiana Brasileira entre 2015 e 2017

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nelson

23 de fevereiro de 2021 às 18h32

Bem,concordo firmemente com o xará quanto à necessidade de que a Petrobras permanecesse sendo sempre 100% estatal. Só assim elas poderia ser colocada de forma efetiva a trabalhar pelo povo brasileiro.

Discordo, porém, de que tenha sido “erro” a abertura do capital. Foi uma medida muito bem pensada e tomada de forma deliberada por um bando de entreguistas vendilhões da pátria que apenas atendiam ao determinado pelo “Umbrella Deal”.

Portanto, não foi “erro”, mas um crime cometido pelos tucanos e toda a camarilha que os apoiava e que deve ser apurado e julgados os culpados. O problema é termos um Judiciário que se disponha a vingar o povo brasileiro.

Responder

Batista

22 de fevereiro de 2021 às 14h00

‘ABRIR O CAPITAL DA PETROBRAS FOI ERRO HISTÓRICO’

Imagina então dar o Golpe de 2016 e praticar Lawfare para impedir Lula voltar a ser Presidente, e eleger Bolsonaro?

Se não pensar o que se vê, não se vê o que não pensa,

Responder

Paulo

21 de fevereiro de 2021 às 19h46

Também acho. A Petrobrás foi construída pelo povo brasileiro com muito sacrifício e a ele deveria servir, inclusive absorvendo prejuízos – desde que bem geridos – pra não repassar aumentos dos combustíveis da forma bandida como se faz atualmente, pra enriquecer particulares…Claro que a gestão política teria que ser modernizada, com blindagem contra o loteamento político da empresa, como ocorreu na era PT, por exemplo – principalmente nesses governos , embora a roubalheira seja antiga…

Responder

Deixe uma resposta