Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Em discurso, Lula chama Bolsonaro de “fanfarrão”

Por Redação

10 de março de 2021 : 14h07

No seu primeiro discurso após o STF decidir anular as condenações da Lava Jato, o ex-presidente Lula chamou o presidente Jair Bolsonaro de “fanfarrão” e criticou os ministros Paulo Guedes (Economia) e Eduardo Pazuello (Saúde).

“Esse país não tem governo, esse país não tem ministro da saúde, esse país não tem ministro da economia, esse país tem um fanfarrão, um fanfarrão, um presidente que por não saber de nada diz ‘é tudo por conta do Guedes’. Enquanto isso, o país está empobrecido, o PIB caiu, a massa salarial caiu, o comércio está enfraquecido, o comércio varejista caiu, a produção de comida das pessoas está ficando insustentável. E o presidente não se preocupa com isso”.

Sobre lutar pelo Brasil, Lula afirmou que não desistir do país.

“Eu me sinto jovem para brigar muito. Desistir jamais. A palavra desistir não existe no meu dicionário”

Naturalmente que o líder petista não deixou de falar sobre a Lava Jato e as consequências da operação para a economia do país.

“Por conta da operação Lava Jato, o Brasil deixou de ter de investimento R$ 172 bilhões. Só por conta da Lava Jato, segundo estudo do Dieese, o país perdeu 4,4 milhões de empregos”

Assista o discurso completo!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Francisco*

10 de março de 2021 às 18h01

Cruel, muito cruel o discurso de Lula, pelo efeito torturante que causa nos que vivem de ofende-lo e despreza-lo, quando arriscam ouvi-lo esperando constatarem como fato as desprezáveis mentiras e calúnias que adestradamente sacam e ladram, em vão.

Inescapavelmente retorcem-se intestinamente à comparação com o guru de estimação e a impossibilidade de ao menos poderem fingir não existir a imensa distância que o separa de seu estimado em qualquer aspecto: o profissional e os amadores.

Enfim, cruel, muito cruel, pois a maioria inconscientemente se pega seduzida, muitos até aplaudindo e que ao se recomporem, mergulham em estado de catatonia, seguido de imersão profunda na tortura da alma, contorcendo-se, dos cabelos aos dedos dos pés, como se pendurados em virtual pau-de-arara.

Responder

dcruz

10 de março de 2021 às 15h34

Lula continua benevolente com seus adversários, chamar esse genocida nazifascista de fanfarrão é muito pouco, principalmente levando-se em conta o linguajar chulo que ele usa para ofender o próprio Lula e seus aliados.

Responder

Valeriana

10 de março de 2021 às 15h22

Fanfarrão, miliciano, Golden shower, capitão cloroquina além de ser um asno.

Responder

canastra

10 de março de 2021 às 14h24

Nao vai ter coragem de se candidatar, sabe que fora dos ambientes petistas nao tem véz.

Responder

    Waldemar

    10 de março de 2021 às 15h27

    😂😂😂 tremam ciristas!
    “Se me matarem seria herói, se me prenderem vidro mártir, se me libertarem viro presidente”

    Responder

      Brown

      10 de março de 2021 às 19h44

      O minion é bozo, só vc não notou…

      Depois não venham com mimimi de Paris, heim.

      Responder

Vixen

10 de março de 2021 às 14h22

Esse elemento ficou parado nos anos 90.

Responder

ermes

10 de março de 2021 às 14h21

O mesmo circo patetico de sempre.

Responder

Gilmar Tranquilão

10 de março de 2021 às 14h10

Além de corno da galinha dos 89 mil kkkkkkk

Responder

    Alexandre Neres

    10 de março de 2021 às 16h31

    Tranquilão, viste que tem um clone bolsonariano? Tontolão? Parece até que definiu bem a própria alcunha. Rarrarrá

    Responder

      Gilmar Tranquilão

      11 de março de 2021 às 09h52

      Xandão, os bozolóides me amam kkkkkkkkk

      Responder

Deixe um comentário