PARIS CAFÉ: Lula volta ao jogo e polariza com Bolsonaro. Quais os novos desafios?

Após ser emparedado pelo Centrão, Bolsonaro nega pressão: “Zero problema com Lira”

Por Redação

25 de março de 2021 : 14h40

O caos social, econômico e os 300 mil mortos pelo coronavírus fez de Bolsonaro um objeto a ser pressionado por todos os lados. Sua responsabilidade pela tragédia é algo inquestionável e o derretimento político já começou a bater na porta e assombrar a base que sustenta o seu governo desastroso.

Na manhã desta quinta-feira, 25, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o senador Ciro Nogueira (PI), cacique nacional do Progressistas, e o ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN), se reuniram com Bolsonaro.

O encontro ocorreu horas depois do parlamentar alagoano ir ao Plenário da Câmara e dizer que o Congresso Nacional oferece “remédios políticos amargos” numa crise.

Na saída do encontro e visivelmente pressionado, Bolsonaro quis passar a imagem de estabilidade com o líder do Centrão.

“Eu conversei com o Lira, não tem problema nenhum entre nós, zero problema. Conversamos sobre muitas coisas: o que nós queremos juntos é buscar maneira de contratarmos mais vacinas. Na ponta da linha, fazer que chegue as informações de que as vacinas estão sendo realmente aplicadas. Isso que nós queremos.”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan C

25 de março de 2021 às 15h03

Toda vez que essa toupeira fala “zero problema com fulano”, o que mais tem é problema com fulano…

Passou recibo.

Responder

Deixe uma resposta