Paris Café: O que esperar da classe média para 2022?

Freixo é criticado após sinalizar para o centro

Por Redação

06 de abril de 2021 : 10h04

O deputado federal e líder do PSOL, Marcelo Freixo (RJ), foi criticado pelo colega de bancada, Glauber Braga (RJ), após afirmar que está dialogando com lideranças políticas do centro como o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), visando a eleição para o governo do Rio em 2022.

Segundo Glauber, “Eduardo Paes se projetou na política derrubando moradia de pessoas pobres” e Rodrigo Maia foi “articulador do desmonte da previdência e de leis trabalhistas” e completou dizendo “sou PSOL, partido da militância que sempre enfrentou Maia e Paes”.

Conhecido por ter o perfil político mais equilibrado e pragmático no PSOL, Freixo lidera uma articulação em torno de uma frente ampla no estado do Rio de Janeiro que envolva partidos de diversas matizes ideológicas. O objetivo é lançar uma candidatura forte para o Palácio das Laranjeiras.

Na sua empreitada, o parlamentar planeja abrir um diálogo com o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Em entrevista ao Estadão, Freixo defendeu um palanque que reúna os dois líderes do campo progressista e o centro.

“O PSB é fundamental e a relação é muito boa. O PCdoB tem conversado comigo. PT e PDT também. Mas precisamos de um palanque no Rio que reúna Ciro (Gomes) e Lula. É assim no Ceará. A eleição no Rio é para ganhar. Derrotar o Bolsonaro aqui, no berço dele, é a melhor contribuição que podemos dar para o próximo presidente. Acho importante ter apoio do Eduardo Paes e do Rodrigo Maia. O César Maia sempre votou em mim. O próprio Rodrigo diz isso.”

Algumas lideranças internas do PSOL, avaliam que a movimentação de Freixo pode acarretar sua saída da legenda. O parlamentar já recebeu convites de outros partidos de esquerda como PT e PDT.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan Rabelo

06 de abril de 2021 às 17h34

Alô, redação… DEM no centro? Vocês vão insistir nisso?

Embolar DEM e PSB num mesmo saco não dá.

Sim, vamos de frente ampla contra o fascismo. Com PDT, PCdoB, PSB e até nomes avulsos do ‘centrão’ ou MDB.

Mas tenho q lembrar, o DEM é fascista! É governo. Tem ministros.

Por favor, não virem o Estadão dos blogs, Cafezinho.. A escolha NÃO é difícil.

Cordiais saudações.

Responder

Sérgio

06 de abril de 2021 às 17h24

Pra derrotar o fascismo e milícias, vale tudo. Primeiro a gente ganha, depois briga.

Responder

Renato

06 de abril de 2021 às 16h22

E desde quando Rodrigo Maia e Eduardo de Paes são de centro ? Ambos são de direita, mas não qualquer direita. São da direita que a esquerda gosta; a direita que se compra com propina !

Responder

Francisco*

06 de abril de 2021 às 15h57

Em direção ao Centro, Freixo saiu da zona Sul, mais outro bocadinho de tempo e chega à zona Norte. É da vida…

Mas vamos a que interessa, ‘A Vida como ela é…’:

Entre as famosas máximas de Brizola, fundador do PDT ao furtarem-no, em vida, o PTB, destacam-se, a inconfundível, “Ele está costeando o alambrado”, e a infalível, “Quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem: Se a Rede Globo for a favor, somos contra. Se for contra, somos a favor”.

Então, só pra não variar, o ‘trabalhista’ Ciro, inveterado transeunte político em direção única à presidência do Brasil que possa chamar de sua, botanicamente as ignora no momento em que está a ‘costear o alambrado’ em direção ao Jardim Botânico, para candidatar-se a candidato representante da Direita golpista que a Globo ama mostrar- se a favor, contra o que sabiamente recomendava Brizola, antes que lhe furtassem, não em vida, também o PDT.

Responder

Sepulveda

06 de abril de 2021 às 14h35

Lula fez um plano de governo pro mercado que parece ter sido elaborado por Guedes, segundo Requião, um defensor de Lula, que se disse impressionado. Lula sempre afagou a Direita, tem em Satney seu Guru particular ainda hoje. O que me revolta nesses imbecis radicais é a hipocrisia, como faz o Altman, lambe botas do petismo que faz acusações e projeções levianas a outros e se cala diante das artimanhas de Lula pra receber o aval dos bancos e do mercado para a sua candidatura, esses que sempre lucraram com política econômica do PT, chefiada por gente como Meirelles e Levi, continuidade da política do PSDB, quer mais direitismo que isso??

Responder

Tomás Guillermo Polo

06 de abril de 2021 às 13h33

Não sei porque dar esse destaque a uma movimentação sem nenhuma possibilidade de se concretizar. A disputa nacional contaminará as estaduais, não há espaço para palanques únicos e o que ocorreu no Ceará não voltará acontecer novamente (basta ver o grau de animosidade entre PDT e PT nas eleições em Fortaleza em 2020). Não há espaço para Freixo ou Boulos em 2022. A propósito, o Psol está a beira da desintegração, entre os que querem manter sua essência e os que querem o retorno ao PT. Sem Boulos na disputa nacional, o Psol desaparecerá no congresso nacional.

Responder

Netho

06 de abril de 2021 às 13h21

O fato de ter liderado a CPI das Milícias – e o primeiro a denunciar a República das Milícias no Rio de Janeiro -, ao ponto de inspirar os filmes clássicos Tropa de Elite I e II, sem dúvida faz de Freixo o melhor candidato para aglutinar todas as forças políticas que querem varrer do cenário político regional e nacional as forças involucradas no projeto de poder milico-miliciano encarnado pelos filhotes da ditadura atualmente com as rédeas do poder central nas mãos.
Freixo, certamente, empregaria todas as forças disponíveis, com maior intensidade, na apuração dos mandantes do homicídio de Marielle Franco e Anderson.
A bem da verdade factual, o Rio de Janeiro apresenta um cenário de terra arrasada, após as administrações catastróficas que levaram a antiga cidade maravilhosa a descer de cambulhada a ladeira do inferno.
Freixo é o melhor sinal de que ainda resta algum senso crítico e um saldo de bom senso capaz de desalojar o crime organizado do domínio do Estado e do controle da administração pública carioca.

Responder

Alexandre Neres

06 de abril de 2021 às 12h16

Por um lado, concordo com o Freixo. Depois de bater na trave outras vezes, quer realmente ser governador e para tanto precisa reunir em torno de si um conjunto de forças mais amplo, quer disputar corações e mentes dos cariocas. Já queria uma espécie de frente ampla para se candidatar à prefeitura e desistiu, pois não contou com o apoio do PDT, por exemplo.

Por outro, concordo com o deputado Glauber Braga. Acho que a última vez que estive no Rio foi quando teve o famoso “Ele Não”, a uma semana das eleições de 2018. Encontrei depois o Glauber Braga, ele estava panfletando num boteco em Botafogo. Fiz questão de cumprimentá-lo, parabenizei-o pela postura em defesa do Lula e da Dilma. Acho que o PSOL deveria amadurecer um pouco mais, não sei se já seria hora de entrar no “gran monde” da política.

Quando vi o Lula em conversa com o Reinaldo Azevedo admitindo a possibilidade de abrir o capital da Caixa, indo em direção ao “centro”, percebi o quanto é importante um partido como o PSOL para sinalizar que existem alternativas ao deus-mercado. O caminho definitivamente não é um só.

Responder

Marco Vitis

06 de abril de 2021 às 11h53

Pra derrotar o fascismo ignorante de Bolsonaro, penso que é imprescindível uma Frente Ampla com TODOS os Democratas (socialistas, liberais, trabalhistas, conservadores, progressistas etc.). Apoio essa iniciativa do Freixo porque avalio que é a solução possível neste momento. Já existem MILHÕES de brasileiros na categoria de “insegurança alimentar” que é o nome técnico para popular FOME. Chega de conversa mole e de mesquinharia partidária.

Responder

Patrice L

06 de abril de 2021 às 11h51

Redação, em contrabando editorial, insiste em colocar Ciro como líder do campo progressista. E o atual PDT, cheio de controvérsias, no campo da esquerda (por que brizolistas e pedetistas históricos já estão, há muito, em outra?). Ciro líder de que povo, povo mesmo, com 4 a 9% nas pesquisas? Que líder esse lá no meio de míseros 6% para OUTROS na espontânea da XP?

Responder

    Brown

    06 de abril de 2021 às 15h36

    Pelo seu raciocínio, bolsonaro então é um grande líder.

    Responder

    Batista

    07 de abril de 2021 às 16h16

    O auto denominado, “Cirão da Massa”, é lider do campo ProgrEUssista.

    Responder

Alan C

06 de abril de 2021 às 11h08

Tá mais que certo, acontece que o PSOL, como é puxadinho do PT, precisa da chancela de São José Inácio, aí da nisso…

Responder

    Sebastião

    06 de abril de 2021 às 14h01

    Puxadinho? Acorda, rapaz! O PSOL foi fundado por dissidentes do PT, que era os mais extremistas no PT, como: Heloísa Helena. Fazia ataques duríssimo ao PT e oposição, e só veio a se aaproximar do PT no impeachment de Dilma e com a chegada de Boulos.

    Esse discurso de puxadinho veio de Alckmin e Aécio – dos tucanos em geral. Era só uma forma de atacar o PSOL, que faziam também o jogo da oposição tucana, contra o PT.

    Fora que, diferente do PT, o PSOL se posicionava contra o Evo e Chávez e o PT apoiava. E o PSOL não aceitam PPPs como o PT.

    Responder

    O Demolidor

    06 de abril de 2021 às 16h33

    Vai sair justamente pelo anti-petismo dos Black Blocks psolistas do Rio…..

    Responder

Efrem Ventura

06 de abril de 2021 às 11h03

Freixo é o classico burguesinho da zona sul do Rio, nao tem nada a ver com o centro.

Responder

    Renato

    06 de abril de 2021 às 16h20

    Exatamente, é o preferido de 10 entre 10 maconheiros da Zona Sul carioca. E como bom burguês , e como todo político que se preza, já arranjou uma boquinha no governo Paes de quase 10k para o filhote !

    Responder

Deixe uma resposta