Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Luana Araújo desqualifica argumento de senador bolsonarista na CPI

Por Redação

02 de junho de 2021 : 18h59

A médica Infectologista Luana Araújo desqualificou em público o senador bolsonarista Eduardo Girão (Podemos-CE) no seu depoimento na CPI nesta quarta-feira, 2. Ao questionar a médica, Girão tentou provar que há uma divisão na ciência sobre o “tratamento precoce” contra a Covid-19.

Para tentar justificar seu argumento, o bolsonarista mostrou um gráfico que mostrava um suposto grau de importância de evidências científicas. Após a exposição, a infectologista explicou disse que o gráfico estava errado e falou sobre o conceito de “meta-análise”.

“Esse gráfico é um gráfico errado. As pessoas confundem meta-análise com revisão sistemática. Meta-análise não é um tipo de estudo, é uma ferramenta estatística”, disse.

Já sobre o tal tratamento precoce, a médica ressaltou que a insistência sobre isso é “delirante, esdrúxula, anacrônica e contraproducente. É como se escolhesse de que borda da terra plana vai pular”, afirmou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Manoel

03 de junho de 2021 às 08h16

Apenas a Vacina previne . Não existe tratamento precoce contra vírus , seja ele qual for . As tentativas de prevenção são : distanciamento e álcool em gel. A terra é plana ?

Responder

Ronei

02 de junho de 2021 às 23h50

alguém leva uma vassoura e uma pá pra juntar os cacos dos bolsonaristas atropelados hoje na CPI

Responder

Luis

02 de junho de 2021 às 21h34

Em medicina existe tratamento preventivo, paliativo e curativo. Preventivo é a tentativa de se evitar a doença. Curativo são medidas para minimizar sintomas e garantir a cura. Paliativo visa dar conforto ao doente quando não há cura. Não existe na literatura médica tratamento precoce. Essa expressão é invenção bolsonarista. Tão logo uma doença é diagnosticada inicia-se o tratamento clínico com os medicamentos cientificamente comprovados. Se não houver medicamento que cure a doença, medicina atenua sintomas que possam levar a complicações mais sérias e é o corpo que deve prover a cura naturalmente. A própria gripe não tem cura, mas remédios para dar conforto ao doente até que o sistema imunológico promova a cura. Covid é a mesma coisa. No caso da covid, não existe tratamento precoce, apenas tratamento sintomático. O estado grave da covid é o descontrole auto-imune, que provoca inflamações, micro-coágulos e formação de líquido nos pulmões.

Responder

Barba

02 de junho de 2021 às 21h33

Q nada gnt
O negócio é só fazer alguma coisa qdo já tiver com um pé e meio na cova.

Responder

Bandoleiro

02 de junho de 2021 às 19h14

Nao hà nada de comprovado contra a covid, os medicos usam o que tem e monitoram os resultados.

Quanto mais cedo se trata um virus melhor é, qualquer que seja.

Responder

Luan

02 de junho de 2021 às 19h11

“tratamento precoce” nao significa nada, qualquer doença mais cedo é tratada melhor é.

Varios paises da Europa adotam protocolos com remedios para quem tem sintomas leves e se trata em casa logo que o teste da positivo.

Responder

Deixe um comentário