Paris Café: O PT tem um projeto de governo? Qual é?

Ciro pede impeachment e cadeia para Bolsonaro

Por Redação

11 de junho de 2021 : 22h08

Nesta sexta-feira, 11, o vice-presidente Nacional do PDT, Ciro Gomes, pediu mais uma vez que Jair Bolsonaro sofra um processo de impeachment e que seja preso pelos crimes cometidos durante sua desastrosa gestão na pandemia.

Já em entrevista a Rádio Tupi do Rio de Janeiro, o pedetista afirmou que tem “obrigação moral” de disputar o segundo turno na eleição de 2022. Ciro é pré-candidato ao Palácio do Planalto.

Ciro reiterou que ele é uma alternativa e que não deseja que o povo brasileiro fique entre “escolher coisa ruim ou coisa pior”, se referindo ao ex-presidente Lula (PT) e a Jair Bolsonaro.

“Vamos mandar os dois brigarem lá fora e restabelecer um ambiente de compreensão, amor e diálogo”, disse.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Patrice L

12 de junho de 2021 às 14h11

O Ciro sugere algum lugar pro Lula e Bozo brigarem lá fora? Paris, por exemplo?
Francamente, o Ciro faria melhor de recolher-se, antes que fique visível ao distinto público todo o seu calculismo e estratégia biruta de aeroporto mostrando falsidade e inconfiabilidade.
A Veja não é confiável mas, a ser verdade uma nota de que o Ciro tentou reaproximar-se do Lula e foi rechaçado, se isso realmente aconteceu, fez muito bem o Lula contra esse ofensor sistemático.

Responder

Bandoleiro

12 de junho de 2021 às 10h16

Sò isso ? kkkkkkkkk

Responder

Deixe uma resposta