Paris Café: O PT tem um projeto de governo? Qual é?

Lira e Braga Neto negam conversa sobre ameaça às eleições

Por Redação

22 de julho de 2021 : 11h07

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e o ministro da Defesa, general Braga Netto, negaram que houve ameaça, por parte do militar, contra a realização das eleições em 2022.

“A despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano”, disse Lira em nota.

Já o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, afirmou que esteve com Braga Netto e que o mesmo teria negado qualquer diálogo nesse sentido.

As negativas aconteceram após uma reportagem do Estadão afirmar que Braga Netto reforçou a tese de Bolsonaro sobre o voto impresso e disse a Lira que se não houver esse sistema nas eleições de 2022, o pleito não seria realizado.

Através de um interlocutor, o general “pediu para comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Camundongo

22 de julho de 2021 às 13h20

Mas não demorou nem uma manhã e já refugaram???

Responder

Marco Vitis

22 de julho de 2021 às 11h30

Os militares fascistas são covardes. Nunca assumem o que pensam e o que fazem porque isso resultaria em sua infâmia. Os militares fascistas sabem o que são e escondem o que são: patifes, sórdidos

Responder

Zulu

22 de julho de 2021 às 11h19

Sao cagadas que a imprensa deve inventar todos os dias para vender alguma copia e sobreviver, sem inventar idiotices morrem.

Responder

Deixe uma resposta