Cafezinho das 3: por que as manifestações de domingo floparam?

Grupo Prerrogativas afirma que Bolsonaro fez ‘calúnias inaceitáveis’

Por Redação

31 de julho de 2021 : 12h15

Nesta sexta-feira, 30, o Grupo Prerrogativas divulgou uma nota sobre a live feita por Jair Bolsonaro onde ataca sistematicamente as urnas eletrônicas. Ele também assumiu que não tem provas sobre fraude nas eleições.

O grupo avalia que além de ter praticado ‘calúnias inaceitáveis’, o presidente da República também aposta, mais uma vez, numa escalada golpista no momento que está em declínio nas pesquisas.

“Numa autêntica escalada golpista, Jair Bolsonaro prossegue agindo para desestabilizar o processo eleitoral. Na sua live de 29/7/2021, utilizando abusivamente canal público de TV, Bolsonaro recorreu a mentiras e distorções fáticas, a pretexto de comprovar sua teoria conspiratória de que as eleições de 2018 teriam sido fraudadas”, diz a nota.

Formado por juristas, advogados, professores, pareceristas e ex-membros do Ministério Público, o Grupo Prerrogativas também criticou os ataques de Bolsonaro contra o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso (STF).

“Praticou calúnias inaceitáveis contra magistrados e servidores da Justiça Eleitoral, sem a menor consistência. Lançou acusações aviltantes e despropositadas contra o presidente do TSE, ministro Roberto Barroso, ao tempo em que fomentou suspeitas absurdas de irregularidades naquele pleito, com o objetivo mal disfarçado de criar um ambiente de desconfiança, apto a tumultuar o processo democrático em nosso país”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

31 de julho de 2021 às 22h50

Oh, que louváveis objeções a Bolsonaro! É tudo tão cansativo e repetitivo…

Responder

Ronei

31 de julho de 2021 às 12h27

Te precisa aceitar nada, sò ouvir e se nao gostar mudar de canal.

Responder

Deixe um comentário