Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Ciro rebate comentários de Haddad

Por Redação

24 de agosto de 2021 : 16h33

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) rebateu nesta terça-feira, 24, as falas do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que falou durante entrevista ao ‘Conversa com Bial’ na TV Globo sobre a oferta feita pelo ex-presidente Lula ao pedetista em 2018.

De acordo com Haddad, “a oferta real que foi feita é que o Ciro deveria ser vice do Lula num primeiro momento e, em caso de impedimento do Lula, o Ciro seria cabeça de chapa e eu entraria como candidato a vice”.

Além disso, o petista também disse que “não consegue respeitar” aqueles que “cospem no prato que comeram, que não têm coerência na sua trajetória, que mudam de lado, que dizem uma coisa num dia e outra noutro dia, eu não consigo respeitar. Isso não significa não poder mudar de opinião, desde que você explique”.

Como resposta, Ciro Gomes disse que “aos puxa-sacos eu entendo, só não os respeito. Tudo que Haddad tem na vida política deve a Lula. Já eu, a ele não devo nada. Por isso sou livre para criticá-lo. Haddad, não! Tem que ser seu bajulador eterno, sempre da turma do amém”.

“Haddad aceitou ser poste. Eu jamais aceitaria. Sua subserviência, incompetência e falta de amor ao país, deu a presidência do Brasil ao Bolsonaro”, completou o pedetista.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Glauco Lobo

26 de agosto de 2021 às 08h11

Lula, sabe qual a diferença entre o Ciro e a Marina? A Marina, pela questão ecológica não bota fogo no parquinho, com o Ciro é diferente, bateu – levou.
O Ciro é muito mais progressista do que você e lutará para fazer as mudanças que precisamos, sem privatizar o que é nosso e sem aliança com o rentismo.

Responder

Walter

25 de agosto de 2021 às 09h13

Ciro/Bolsonaro/Moro, tudo haver.
Quando o PT vai deixar de ser a mulher de malandro de Ciro?

Responder

SERGIO

25 de agosto de 2021 às 07h49

Não gosto do PT dede sempre, mas em 2018, no segundo turno, votei no poste do Lula, o Haddad nhém, nhém, nhém, por que o outro candidato era bolsonaro. Em 2022, se for lula e bolsonaro no segundo turno, nenhum nem outro.

Responder

Patrice L

25 de agosto de 2021 às 00h43

João Santana, um mestre, vejam só, tá fazendo vídeos que ridicularizam cada vez mais um Ciro já ridículo, corroído pela inveja e biruta entre tantas contradições. Os Ferreira Gomes, além de inconfiáveis, confundem assertividade e sinceridade com grossura, são apelativos, ofensivos, fios desencapados iguais ao Bozo e vão morrer na praia na sua pretensão presidencial. Uma pena: dão a impressão de poder contribuir para o debate por um país melhor, mas sua natureza ambiciosa e escorpiônica é tal, que nem isso lhes permite. Perfeito o meme de hoje em que o Ciro é Janaína naquele delírio heavy metal. Vai daí a pior, até virar Marina na insignificância que cavou com os próprios pés.

Responder

Alexandre Neres

24 de agosto de 2021 às 21h19

Em homenagem ao comentarista ao comentarista EdsonLuiz, que quer mostrar pra todo mundo que é jejuno em direito, que é jusnegacionista:

“Pois então como pode, sem saber nada de direito, repetir pérolas como “que o STF comete abusos, isso é público e notório. O maior deles, diga-se de passagem, foi ter declarado suspeito o ex-juiz Sergio Moro a fim de garantir a elegibilidade de Lula”.

Então, para ela, declarar um juiz que criminosamente faz arapongagem de advogados e outros ilícitos não é parcial? Declarar essa suspeição é abuso? Público e notório, colunista?

Chumbou na prova. Claro. São coisas do direito que quem não é da área não entende um ovo.

Nós também não palpitaríamos sobre operação cardíaca. Ou sobre física quântica.

A filósofa-colunista é negacionista do direito
Negar a suspeição de Moro é como dizer que Barnard não fez o primeiro transplante cardíaco. E que cloroquina cura Covid.

Essa comparação é pertinente, porque o cerne é o negacionismo. Ou a ignorância.

É feio uma colunista dizer que a profissão de advogado serve para defender “abusos com unhas dentes” (sic) e que advogados quiseram fazer prevalecer “narrativa torpe”.

Sabe a colunista que, em uma democracia, quem diz o direito por último é a Suprema Corte? Ah, não gostou? Que coisa, não? Bob Jeff também não gosta.

Todos os bolsonaristas e os lavajatistas não gostam do STF. Logo, por qual razão Rochamonte estaria de acordo com o uso de garantais processuais, coisa que qualquer aluno da faculdade UniZero sabe?

Rochamonte, ao pretender criticar o Grupo Prerrogativas e o ex-Presidente Lula e, ao mesmo tempo, elogiar a Lava Jato, esqueceu de olhar o dicionário.

Afinal, ela fala em sanha persecutória. Que quer dizer ódio, rancor, fúria, ira, desejo de vingança.

Na mosca. A lava jato foi isso mesmo. Um rancor, uma fúria, uma ira e o desejo de vingança.

Uma operação criminosa a serviço de um projeto eleitoral que tirou do último pleito aquele que era o franco favorito para vencê-lo.

Uma operação que mergulhou nosso sistema de justiça em uma crise sem precedentes, levando a um cárcere político um réu sabidamente inocente por mais de 580 longos dias.

Portanto, numa palavra final, patético não é gritar Lula livre – afinal, ficou provado que lula foi vítima de uma sanha persecutória. E não o contrário.

Patético é comparar a aplicação de garantias processuais, só ignoradas por quem não sabe nada de direito (jusnegacionistas), com a delinquência de um celerado como Roberto Jefferson.”
(Prerrô)

Responder

CezarR

24 de agosto de 2021 às 20h53

Mas Ciro não rebate porque NUNCA contestou este fato histórico, público e notório. Agora, uma coisa foi a reunião na casa do Delfim ANTES do período de campanha, outra foi essa tentativa de submeter Ciro a uma vassalagem na véspera da impugnação da candidatura Lula.

Responder

CezarR

24 de agosto de 2021 às 20h49

Mas essa história que o Haddad conta como novidade é pública e notória. Não pode ser rebatida na medida em que é reconhecida pelo Ciro. Quem acompanhou 2018, sabe. Agora, uma coisa foi a reunião com o Delfim ANTES da campanha, outra é essa arapuca que o Lula montou na véspera de ter confirmada sua já sabida inelegibilidade. O Miguel sabe perfeitamente disso

Responder

CezarR

24 de agosto de 2021 às 20h45

https://youtu.be/ZMIe88QgIdw veja a quem ele chamou de bandido antes de entrar na onda Miguel.

Responder

José Carlos

24 de agosto de 2021 às 20h09

Correção: Não rebateu. Não disse que era mentira o que Haddad afirmou. Apenas partiu para xingamentos e baixarias.

Responder

EdsonLuiz.

24 de agosto de 2021 às 18h16

Ciro x PT?
Sou Ciro
(Ciro Gomes. Com outros cursos por aí, pouco recomendáveis, melhor avançar o meu com nome e sobrenome).

Ciro Gomes X Lula?
Sou Ciro Gomes, sem vacilo. Lula NÃO! Lula jamais! Lula é desses que em vez de exigir que o julguem com as provas que usam para acusá-lo, já que entende que não são provas, que o que está no processo não prova nada, pede para rasgarem as provas. Na verdade Lula EXIGE que rasguem as provas, porque sabe que provas rasgadas não podem ser usadas. Com as provas rasgadas, Lula ainda pede que falem que ele foi inocentado.

Lula NÃO foi inocentado. Se ele exigiu que rasgassem as provas que estão no processo, só que, agora, inutilizadas, uma vez rasgadas as provas não houve julgamento.

Impedir um julgamento usando como desculpa alguns descumprimentos de rito e rasgando as provas só mostra que as provas eram fortes e iriam condenar o acusado.

O ex-juiz Sérgio Moro e os agentes envolvidos com a investigação trocaram alguns telefonemas e coisas assim, todas saneáveis. Nem o ex-juiz nem os investigadores inventaram provas. Então, por que rasgar as provas?

Agora, ver Ciro Gomes e Fernando Haddad discutindo, isso não me agrada. Por mais que Haddad, em agradecimento a Lula, esteja correspondendo ao que Lula quer, eu tenho o Haddad como um cara sério e muito melhor do que a média do PT. Eu queria ver o Haddad em outro partido. Haddad não é corrupto, Haddad não é demagogo, Haddad não é populista. Ele ser do PT não é motivo para eu nem ninguém deixar de reconhecer suas qualidades.

Acho que melhor ainda seria o Haddad disputar o PT a essa gente tacanha e antiprogressista do PT. Mas, infelizmente, parece que Haddad não se sente forte para disputar o PT é acabou se submetendo a alguns defeitos do seu partido.

Responder

Batista

24 de agosto de 2021 às 17h54

Só mesmo rindo com Narciro desesperado, arriscando ‘mosh pit’ mortal, no processo de travestir-se em ‘Pigmalião 22’, by João Shawntana.

Que é trágico, é, mas que tá divertido, tá!

Enquanto isso Lula, ‘puxando ferro’ e ‘gastando saliva’ conforme ensinava Ulysses, silenciosamente responde: “Fala Ciro, fala que eu te escuto…”

Responder

Netho

24 de agosto de 2021 às 17h32

Haddad tem outra função no PT.
Um novo papel na República da Odebrecht.
Haddad passou de “poste” a “cão de coleira” de Lula.
Os papagaios e ventríloquos são a característica dos títeres do lulopetismo.
Lula cala, na berlinda.
Haddad fala, na ribalta.

Responder

helio

24 de agosto de 2021 às 17h24

Como sempre, destemperado e grosseiro.

Responder

Alexandre Neres

24 de agosto de 2021 às 17h15

A resposta de Ciro nada mais faz do que confirmar o que Haddad disse. Não refutou nenhuma das assertivas de Haddad, que são muito verossímeis. Manu ligou pra Ciro que atendeu e passou o telefone pra Haddad após o primeiro turno em 2018. Ciro desconversou. A História mostra que Lula agiu certo ao levar sua candidatura até o fim, obrigando a tirar da toca o Ministro Barroso. Graças a essa luta diuturna conseguiu a restituição dos seus direitos políticos e provar sua inocência, enquanto o marreco de Maringá está destinado ao lixo da História. Quer prova mais cabal do que o juiz ladrão ter ido buscar refúgio nos EUA, trabalhando na administradora judicial da Odebrecht (Diretor ou consultor?). Quais os meandros que permitiram que em pouco tempo fosse guindado a tal cargo? Quem o designou? O que o credenciou para tanto? Não procurou nem ao menos disfarçar o mau cheiro que emana daí. Tampouco há como o agente da CIA passar mais recibo do que ao agir assim.

Voltando a Ciro, assaca ataques e grosserias, como de costume. Nenhum argumento. Está ficando cada vez mais parecido com Bolsonaro. Não à toa, tornando-se irrelevante tanto para a esquerda quanto para a direita, caminha a passos largos para o seu ocaso.

Responder

Deixe um comentário