Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

PSOL decide pela unidade em 2022

Por Redação

25 de setembro de 2021 : 21h27

Neste sábado, 25, o PSOL realizou o seu 7° Congresso Nacional e decidiu que o partido não vai lançar candidatura própria a presidência da República em prol da unidade do campo progressista.

A decisão foi tomada pela maioria dos 402 delegados e delegadas do partido que em comunicado afirmou que “as eleições de 2022 são parte decisiva do processo de superação da extrema-direita. É preciso reunir forças sociais e políticas para, em primeiro lugar derrotar Bolsonaro, e a partir de 2023 lutar pela superação da profunda crise social, política, econômica, sanitária e ambiental que vivemos”.

Com isso, uma clara sinalização de que o PSOL vai apoiar a candidatura do ex-presidente Lula (PT) no próximo ano. É a primeira vez na sua história que o partido abriu mão publicamente de lançar candidatura própria ao Palácio do Planalto.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

26 de setembro de 2021 às 11h51

Gesto de nobreza de um senhor partido!

Responder

Alan C

26 de setembro de 2021 às 09h56

“em prol da unidade do campo progressista” entenda-se pra fazer o que o PT quiser, seja franco cafezinho, jornalismo honesto é mais legal.

Responder

Kleiton

25 de setembro de 2021 às 21h59

O PSOL é um receptáculo de desadatados e gente que fugiu de casa aos 10 anos de idade ou antes.

Responder

Deixe um comentário