Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Câmara aprova em 2° turno a PEC dos Precatórios

Por Redação

09 de novembro de 2021 : 22h35

A Câmara dos Deputados aprovou em 2° turno por 323 votos “sim” ante 172 “não” a PEC dos Precatórios que autoriza o Governo Federal a transferir recursos de dividas da União para pagar o Auxílio Brasil no valor de R$400 até dezembro de 2022.

Além disso, a PEC abre espaço para outros gastos do Orçamento Federal. Ao todo, cerca de R$ 90 bilhões serão liberados para os gastos em 2022. As negociações para a aprovação da PEC duraram duas semanas sobre a liderança exaustiva do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL).

O quórum na votação de hoje foi muito superior do que no 1° turno quando a Casa estava com 462 deputados presentes em plenário. Apesar da vitória, o presidente da Câmara manteve aberta a sessão e pretende votar destaques.

O bloco de oposição já comunicou que deve questionar o resultado no Supremo Tribunal Federal (STF). Durante a votação, partidos como PT, MDB, PSB, PDT, Podemos, PCdoB, Psol, Novo e Cidadania orientaram contra a PEC. Contudo, cerca de 14 parlamentares do bloco de oposição, sendo 5 do PDT e 9 do PSB votaram com o Governo Bolsonaro.

Acesse a lista de votação completa clicando aqui.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ARY BOREL DE AGUIAR NETO

10 de novembro de 2021 às 02h50

Parabéns ao PDT e todos envolvidos!

Responder

Tony

09 de novembro de 2021 às 23h39

Questionar o resultado no Supremo…. questionar porque perderam a votação ?

O que significa, qual o sentido disso ? Perderam e pronto.

Esses idiotas que choram no STF quando perdem fazem tornar o Congresso uma subalterno do Supremo e não um poder independente.

Responder

ARY BOREL DE AGUIAR NETO

09 de novembro de 2021 às 23h05

Palmas pra o PDT e os outros envolvidos!

Responder

Tiago Silva

09 de novembro de 2021 às 22h45

Infelizmente o parlamento é de imensa maioria de deputados (e senadores) de Direita (representantes do Capital)… E no Brasil o parlamentarismo seria ainda mais elitista com os primeiros ministros desse hipotético sistema que parece que ocorre desde 2015 de fato com Eduardo Cunha, Rodrigo Maia, Arthur Lira, etc…

E fica ainda mais difícil enfrentar o desgoverno Bolsonaro quando “14 parlamentares do bloco de oposição, sendo 5 do PDT e 9 do PSB votaram com o Governo Bolsonaro”!!!

Sem mais.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?