Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Temer defende semipresidencialismo já para o próximo governo

Por Redação

17 de novembro de 2021 : 15h16

Durante sua participação no 9º Fórum Jurídico de Lisboa, o ex-presidente Michel Temer (MDB) defendeu a aprovação do semiprensidencialismo, regime que na qual o Executivo Federal divide o poder com um primeiro-ministro indicado e aprovado pelo Parlamento.

Temer avalia que o Congresso Nacional possui tempo hábil com o objetivo de aprovar o projeto até março de 2022. Em outras palavras, o emedebista defende que o regime já seja aplicada no próximo governo a partir de 2023.

“A maioria parlamentar é sempre instável no presidencialismo. Você tem partidos que apoiam o seu governo. Mas, na hora da votação, metade vota a favor e metade vota contra”, disse o ex-presidente.

“Eu trouxe o Congresso para governar comigo não apenas porque era da nossa formação democrática […], mas o fato é que no presidencialismo você também não pode governar sem o Congresso Nacional”.

Além de fazer a defesa do tema, Temer sugeriu que a aprovação do primeiro-ministro seja por meio de uma “câmara unitária”, ou seja, junção da Câmara dos Deputados ao Senado. “Senado e Câmara formam um corpo único para votar pela aprovação do primeiro-ministro”, completou.

No mesmo fórum, o presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL) também defendeu a instalação do semiprensidencialismo.

“A previsão de uma dupla responsabilidade do governo, ou de uma responsabilidade compartilhada do governo, que responderia tanto ao presidente da República quanto ao Parlamento, pode ser a engrenagem institucional que tanto nos faz falta nos momentos de crises políticas mais agudas”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rosinei Brandão

17 de novembro de 2021 às 21h42

É problema técnico ou então pq vc Rosário não aceita nenhum comentário meu? Gosto de seu blog, porém doravante , não postarei mais nada. Acha que meu tempo não vale nada? Tchau querido.

Responder

Paulo

17 de novembro de 2021 às 17h46

Por que será que só suspeitos de crimes, investigados e processados insistem nisso? Efeito Moro?

Responder

Rosinei Brandão

17 de novembro de 2021 às 17h11

Pelo amor de Deus, esse golpista não tem nenhuma idéia original? Nada contra os velhos, mas ser velhaco e destruir as instituições é inadmissível
E se acha advogado constitucionalista. Por que não respeitou então a CF?

Responder

Alexandre Neres

17 de novembro de 2021 às 17h04

Uma vez golpista, sempre golpista…

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?